Quantcast
PplWare Mobile

Tags: apollo

Qual a razão para tantos adiamentos no lançamento da Artemis se já estivemos na Lua?

Depois de vários adiamentos e agora sem data marcada para nova tentativa, a missão Artemis I teima em não sair do chão em direção à Lua. A questão que muitas pessoas colocam, de forma mais leiga, é “se já fomos à Lua antes, por que razão há tantos problemas agora que temos muito mais conhecimento e tecnologia? Será mesmo que alguma vez fomos à Lua?

Bom, nem há termos de comparação entre os programas Apollo e Artemis. Contudo, e indo um pouco à história, é importante perceber que mesmo o programa Apollo teve muitas missões falhadas, antes da Apollo 11. Mas vamos perceber um pouco mais!


Missão Artemis I: Nave Orion e foguetão SLS da NASA partem hoje em direção à Lua

Atualização: a Missão Artemis I foi cancelada!

Depois de vários anos a preparar a missão Artemis, a NASA lança hoje o foguetão SLS (Sistema de Lançamento Espacial), que levará a cápsula Orion, não tripulada, ao nosso satélite natural. A nave descola do Centro Espacial Kennedy, na Flórida e tem como objetivo chegar à Lua.

As expectativas para a década de 2030 são grandes: voltar à Lua e colonizar o satélite da Terra. O pontapé inicial para estas grandes conquistas será dado hoje.


50 anos depois da Apollo 16, astronauta Charlie Duke ainda se entusiasma com o espaço

A Apollo 16 aconteceu há 50 anos e um dos astronautas que participou nessa missão, Charlie Duke, garante estar pronto para que os Estados Unidos da América (EUA) retomem a exploração lunar.

O moonwalker é um astronauta reformado da NASA e considera a Lua “uma grande plataforma para a ciência”.

Astronautas da Apollo 16


Veículos com rodas para exploração da Lua? Isso vai acabar, no futuro os veículos vão levitar

O primeiro veículo elétrico de exploração espacial a pisar solo extraterrestre foi o Lunar Roving Vehicle. Este veículo móvel lunar tinha uma massa de 210 kg e 4 rodas, que permitiram explorar a Lua ao longo de vários quilómetros em volta do pouso da nave Apollo. De lá até aos dias de hoje, os rovers já chegaram até Marte, um já tem hélices, mas os populares têm rodas.

O caminho da evolução destes veículos, peças essenciais enviados pela humanidade a solos de outros planetas e luas, passa não por rolar, mas sim por levitar.

Imagem rover do MIT a levitar na Lua


NASA descobriu uma nova técnica para pousar com segurança na Lua

Pousar na Lua é um processo arriscado. A humanidade tem poucos exemplos de humanos a alunar e em todas elas, os testemunhos são coerentes, é arriscado pousar na Lua. Assim, depois de vários anos a estudar um processo mais seguro, a NASA descobriu uma nova maneira de pousar com segurança no nosso satélite natural.

Segundo a agência espacial americana, está a ser desenvolvido um sistema totalmente novo que pode tornar o pouso na Lua e em Marte muito menos arriscado.

Imagem da NASA com um pouso na Lua