PplWare Mobile

NASA revelou os seus planos para o regresso dos EUA à Lua até 2024


Fonte: Nasa

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. TugAzeiteiro says:

    Sinceramente duvido muito que a NASA volte à Lua já em 2024, apenas e só por causa dos cortes orçamentais muito acentuados que teve desde a década de 60/70 e que continua a ter. Para o Trump a NASA não é um prioridade… portanto acredito mais que empresas privadas como a SpaceX venham a ter um papel mais importante neste desenvolvimento. Infelizmente (e estranhamente) não se vê grandes progressos desde a corrida espacial do Sec. XX.. exemplo disso foram os Space Shuttle que operaram durante 30 anos e nada mais se desenvolveu em 30 anos!! Por outro lado temos valores exorbitantes na cada dos triliões de dollars do orçamento dos EUA que “ninguém” sabe para onde vão…..

    • Wishmaster says:

      Simples. Foi tudo fake. Tal como não irão nas datas que agora apontaram de novo.

      O dinheiro não é desculpa, porque o Governo dos EUA tem mais do que dinheiro para levar um homem à Lua. Creio que uma missão dessas rondará os 1,6 mil milhões e os 2 mil milhões de dólares. Diz-me o que é isso quando os EUA gastam 600 mil milhões no orçamento militar?

      Só não vê quem não quer ver….
      Como dizes, e bem, “e estranhamente não se vê grandes progressos desde a corrida…”
      Pois não, porque ainda estão a trabalhar na tecnologia que te permita enfrentar o espaço para além da exosfera…É tudo muito simples de perceber.

      Vê os chineses….só em 2036 é que vão colocar um homem na Lua!!!

      Quanto a este artigo, vê-se que a NASA é mais promoção (basta ver o vídeo) da imagem do que feitos concretos.
      Isto vai ser mais uma data falhada. 2020 já falhou quanto à Lua, Marte também já falharam.
      Agora temos outra….Mas estou entusiasmado para ver e, acredita, queria que acontecesse….

      Mas não, vamos é ver uns homenzinhos serem fritos completamente, e isso é uma coisa triste.

    • BC says:

      Define “grandes progressos desde a corrida espacial”. Que tipo de progressos (ou falta deles) estamos a falar?

    • Mario says:

      Só está tendo algum progresso agora por culpa das empresas privadas como SpaceX se for depender do governo estaremos presos ao passado. A ida a lua foi apenas por causa da guerra fria, o interesse científico para ir lá foi dos menores, era mais demonstração de poder.

  2. Daniel says:

    Nao se preocupem com o capital… ele aparece !!!
    🙂

  3. César Oliveira says:

    Corrijam-me se eu estiver errado:

    Há pessoas que pensam que a ida do homem à luz foi uma farsa.

    Olhando para as tecnologias da década de 60 e 70 e o homem foi a lua ?

    Estando nós em 2019 com tanta tecnologia e o homem não voltou mais à lua e tem planos de voltar lá só em 2024.
    Claro, vão dizer que isso é fruto de cortes orçamentais à NASA pelo Trump.
    Contudo, desde a década de 60 o homem não votou mais lá.

    Então será que o homem foi mesmo à lua ? Ou tudo não passou de uma farsa ?

    • scp says:

      Corrida a lua nessa altura entre russos e americanos.. hoje em dia há corrida para outras coisas.

      Houve muitos testes, muitas mortes nesses testes, muito dinheiro gasto, reclamações do povo do que se podia fazer com esse dinheiro no país e para as pessoas.

      O interesse agora é levar as pessoas a Marte, mas é muito mais longe e é preciso criar muita mais tecnologia porque para uma viagem tão longa vamos ter que deixar bases e não só pisar a lua e voltar (com recolha de rochas para análise).

      • César Oliveira says:

        SPC, corrida para quê ? Só se for para demonstrar o estúpido orgulho americano e o estúpido orgulho russo.

        Então quer me dizer que a NASA chegou à lua na década de 60 e depois não consegui ir mais lá porque ocorreram acidentes e mais acidentes ?
        Se calhar então a chegada à lua foi um milagre fabuloso ? Em que a tecnologia da altura não falhou e eles conseguiram chegar lá.
        Sinceramente, isso não me parece muito lógico.

        Levar as pessoas a Marte. Quer dizer não conseguimos ir ali à esquina e querem chegar a Marte.
        Se calhar a NASA espera outro milagre fabuloso para lá chegar.

        Se calhar foi um farsa muito bem montada, não ?

    • Gabriel Rezende says:

      Não tinha mais nada para fazer lá. Os EUA ganharam a corrida espacial, a URSS estava bem atrasada. O público já não achava grande coisa desde a Apollo 12. Cortaram o dinheiro.

      • BC says:

        No que toca à corrida espacial, a URSS apenas perdeu ao colocar o homem na lua. De resto, foi literalmente primeira em tudo o que toca ao espaço: 1º satélite, 1º animal, 1º homem, 1ª mulher, 1ª caminhada espacial, 1ª estação espacial, etc. E ainda assim, dizem que perdeu a corrida!

        • Wishmaster says:

          E não é de estranhar que quem vai tão atrás, de repente dá um salto desses…?
          morreram vários astronautas russos no espaço, caso as pessoas não saibam…E os EUA de repente, ultrapassam, assim….grande sprint que foi 😉

      • César Oliveira says:

        Gabriel, a NASA ter ido à lua na década de 60 é como alguém hoje rodar o Autocad na sua versão mais recente num ZX SPECTRUM 48K
        Há qualquer coisa ai que não faz sentido nenhum.

        E se os EUA sabendo muito bem que era impossível ir à lua na época e resolveram montar uma farsa para alimentarem o seu orgulho de uma superioridade absurda em relação aos russos ?

    • BC says:

      Deixa-me corrigir-te:
      As tecnologias da década de 60/70 eram consideradas tecnologias de ponta, nunca antes vistas, algo extraordinário. Daí terem conseguido levar homens à lua.
      No entanto, deixa-me relembrar que o homem foi lá 6 vezes, desde a missão Apollo 11 até à Apollo 17, no ano 1972.
      Reza a lenda, que o interesse na lua diminuiu, já não havia muito mais a explorar, já era demasiado banal. Os custos de levar lá mais alguém ultrapassava largamente o interesse tanto público, como empresarial.

      • Wishmaster says:

        Nem sabes o que lá está….Principalmente no lado não visível da Lua, como podes tu
        concluir que o que lá está não vale o montante necessário da missão???

        Curiosamente, parece que existem lá metais altamente valiosos……É só isso…lol

        E pelos vistos Helium-3, cuja exploração nunca se tentou investigar ou desenvolver….Pelos vistos, este gás supria todas as nossas necessidades energéticas. Se ainda não é possível explorar, então que se investigasse forma de o fazer…..

        Agora, dizerem que não há interesse quando nem sequer sabem o que está no “lado oculto” da Lua…por favor…Se calhar também acreditas na história da carochinha em que é o dinheiro que nos fez desistir de lá voltar ou que não é viável (tornar as viagens mais eficientes, com capacidade de transporte maior, etc……nada disso tem sido feito, excepto pela SpaceX ao tentar reduzir custos e aumentar a capacidade de transporte; penso que haverá também uma empresa russa que tem investido nisso).

      • César Oliveira says:

        BC, eu fiz uma comparação aqui na publicação mas vou voltar a fazer.

        Os EUA terem ido à lua naquela época é como se alguém hoje tentar rodar a versão mais recente do Autocad num ZX Spectrum 48k.
        Há qualquer coisa ai que não faz sentido nenhum.

        BC, As tecnologias da época eram de ponta para a época. Assim como as tecnologias de hoje são de ponta hoje.
        E como poderemos classificar as tecnologias de hoje daqui a 50 a 70 anos ? Serão de ponta ? Não, claro que não.

        O interesse na lua diminuiu ? Claro, com a farsa montada, os EUA já não tinham mais como demonstrar o seu estúpido orgulho americano.
        Mas olha que não é bem assim.
        Ainda muito recentemente a China mandou para lá uma “engenhoca” para estudar a lua.
        Então, não é bem assim também.

  4. Jonny999 says:

    As pessoas que acham que foi tudo uma farsa devem ser as mesmas que dizem que a Terra é plana. Quanto a este tipo de pessoas não há nada a fazer, explicar o quer que seja é perder tempo. O porquê de não terem ido à Lua nos últimos 40 anos está mais que documentado e dizer que a NASA não fez nada nos ultímos 30 anos é não ter conhecimento nenhum daquilo que se diz. Como já foi dito aqui, a era espacial, ou seja, a era da guerra fria, era uma espécie de guerra nuclear, mas sem ser nuclear! A idao ao espaço, à Lua , etc, por parte dos EUA e da então União Sovietica, era de certa maneira, um confronto bélico sem armas, pela supremacia, pelo poder e para ser a maior potência do mundo. Neste contexto, o orçamento dispensado para a NASA era como se fosse dispensado para uma guerra tradicional. A NASA, no pico da ida à Lua, gastou mais de 5% do PIB americano (façam as contas ao dia de hoje). Hoje em dia ronda os 1,5% e já esteve nos 0,4%. Além disso, hoje sabe-se muito mais dos efeitos da radiação cósmica do que se sabia, dos efeitos nocivos que tem e que nem os shields nem os fatos dos astronautas conseguem evitar. Entre muitas outras coisas. Quanto ao facto de não ter sido feito anda nos utlimos 30 anos é completamente falso. Basta ver o que se descobriu, por intermédio de telescopios espaicias, dos rovers para Marte, dos satelites para Saturno e Jupiter, etc, etc, etc. A informação que se tem hoje é infinitamente suprior aquela que se tinha hà 40 anos e consequentemente o conhecimentos dos riscos, das milhões de variáveis que comportam levar uma pessoa à Lua, Marte, etc, são muito maiores.

    • Wishmaster says:

      O teu comentário é contraditório porque fala de apoio financeiro e depois admite que descobriram uma realidade que desconheciam e que, pelo que diz, impossibilita ou dificulta muito lá ir, apesar de termos muito mais tecnologia.

      • Jonny999 says:

        Precisamente! Essa é a definição de ciência. Quanto maior o conhecimento, mais consciência temos do quão ignorantes somos! A inovação traz respostas a muitas perguntas, mas traz ainda mais perguntas sem resposta. Apesar de se ter descoberto que as partículas com energia muito elevada têm uma capacidade de penetração em tudo o que é materiais e dos efeitos que tem no corpo humano, a solução para esse problema ainda está em estudo. Pelo que sei, têm testado escudos com água. Resumindo, é uma questão económica, política e tecnológica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.