Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Marte

Novas pistas poderão explicar como foi possível Marte ter rios e oceanos

A NASA já começou a retirar informações preciosas para conhecer Marte como nunca o havia conhecido. A sonda Perseverance pousou perto de um antigo delta de rio, mas que atualmente está seco. No entanto, são evidentes os sinais que existiu no planeta vermelho muita água, que formaram rios e oceanos. A dúvida que desafia os cientistas é saber para onde foi a água, o que lhe aconteceu. Das muitas teorias lançadas sobre o tema, até hoje nenhuma parece ter conseguido o consenso. No entanto, o Perseverance traz novas pistas.

Investigadores da Universidade de Chicago desenvolveram um modelo de Marte que revela o mistério por detrás do clima antigo do planeta vermelho.

Imagem de Marte antigo com rios e oceanos


Elon Musk: Provavelmente morrerá muita gente nas viagens a Marte

Tem ideias de ir a Marte? Como sabemos Elon Musk é muito ambicioso. O visionário tem conseguido levar a cabo as suas ideias “futuristas” e a sociedade já começa a conhecer bem a sua personalidade. O homem forte da SpaceX considera que em 2026 começarão a ser realizadas viagens comerciais ao planeta vermelho.

No entanto, Musk referiu recentemente que provavelmente muita gente morrerá inicialmente nas viagens a Marte.

Elon Musk: Provavelmente morrerá muita gente nas viagens a Marte


Marte: NASA conseguiu pela primeira vez produzir oxigénio noutro mundo

O rover Perseverance, que custou cerca de 3 mil milhões de dólares, é um conjunto de tecnologias avançadas que visam conhecer Marte e testar conceitos para um dia o planeta receber humanos. Encontrar água é um dos objetivos e o outro, como vamos ver, é provar que se pode produzir oxigénio a partir da atmosfera do planeta. A NASA já conseguiu produzir este gás, através de um módulo especial que o rover transporta.

O marco que o instrumento MOXIE alcançou, convertendo dióxido de carbono em oxigénio, aponta o caminho para a futura exploração humana do Planeta Vermelho.

Imagem do MOXIE, um instrumento da NASA em Marte que transforma dióxido de carbono em oxigénio


E fez-se história: Helicóptero Ingenuity da NASA realiza primeiro voo em Marte!

Depois de se ver obrigada a adiar o primeiro voo de teste do helicóptero Ingenuity, a NASA mostrou ao mundo, finalmente o primeiro voo em Marte.

Este é mais um dia histórico para a humanidade que começa assim mais uma fase da exploração do planeta vermelho. Nas próximas semanas seguir-se-ão mais testes.

E fez-se história: Helicóptero Ingenuity da NASA realiza primeiro voo em Marte!


Drone Ingenuity da NASA parado em Marte precisa de uma atualização de software

Qualquer pessoa que tenha um drone sabe que, de vez em quando, a máquina voadora precisa de receber atualizações. Ao que tudo indica, o drone da NASA que está parado em Marte, o Ingenuity, que deveria levantar voo amanhã, precisa também de atualizar o seu software.

Há já alguns dias que o Ingenuity está no solo de Marte. Após sair do ventre do rover Perseverance, a NASA recebeu informações da máquina que a levou a adiar uma vez o lançamento. Passou do dia 11 para o dia 14, mas mesmo este poderá não acontecer.

Imagem do drone Ingenuity pousado no solo de Marte