Quantcast
PplWare Mobile

Tags: anuncios

Google: anúncios de criptomoedas serão banidos a partir de junho

A Google anunciou que irá seguir os passos da Facebook e banir todos os anúncios relacionados com criptomoedas da sua plataforma a partir de junho deste ano.

Assim, a gigante de Silicon Valley irá proibir a publicidade de criptomoedas e todo o conteúdo relacionado com esta tecnologia. Esta nova medida inclui ofertas iniciais de moedas virtuais, exchanges de criptomoedas, carteiras virtuais e até aconselhamento no que toca a investimentos.

criptomoedas


Google removeu 1,7 mil milhões de anúncios maliciosos em 2016

A publicidade online é a maior fonte de rendimento da Google. Entendida por muitos como um mal necessário, permite a todos os que têm os seus espaços na Internet de conseguirem rentabilizá-los.

Mas tal como seria esperado, muitos tentam usar esta publicidade de forma errada, procurando enganar os internautas. A Google está atenta a este fenómeno e partilhou agora as suas acções de 2016 contra estas más práticas.


A sua TV fica com o som mais alto nos anúncios? Isso vai acabar!

Certamente já se apercebeu que na hora de passarem os anúncios comerciais na TV o som aumenta! Tal situação não é um problema da sua TV mas sim algo que é aproveitado pelos operadores e distribuidores de sinal para tentar chamar à atenção dos telespectadores.

Mas tal vai acabar já em Junho segundo a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) que se tem preocupado com o incómodo gerado pela inconsistência dos níveis sonoros junto dos espectadores.

ouvidos.jpg


Queixa apresentada contra o uso ilegal de crianças em publicidade

Basta ligarmos a televisão e esperar pela publicidade para verificarmos que, em muitos dos anúncios, são utilizadas crianças, muitas bem pequeninas, onde são elas as protagonistas de determinada marca.

O tema das crianças na publicidade sempre foi muito controverso e, agora, a Associação Portuguesa de Direito ao Consumidor apresentou queixa à Direcção-Geral do Consumidor devido à utilização ilegal de crianças em publicidade.

Anuncios com crianças


Limpeza da Chrome web store apaga 200 extensões maliciosas

Uma das melhorias que os browsers receberam ao longo dos anos foi a possibilidade de serem usadas extensões. Este software adicional, que pode ser adicionado a qualquer browser, permite dar aos browsers funções e ferramentas que não o acompanhavam de origem.

Mas se a maioria das extensões tem um propósito bem definido e pretende ajudar os utilizadores, algumas são verdadeiras pragas que os utilizadores inadvertidamente instalam.

A Google periodicamente faz limpeza nas suas lojas de aplicações, quer as do Chrome quer as do Android, e desta vez o alvo foram as extensões que se dedicam a injectar anúncios em páginas web.

chrome_1