PplWare Mobile

Tags: Alphabet

Alphabet, a casa mãe da Google volta a mostrar resultados acima do esperado

A Google continua a ser o maior ativo da Alphabet, ponto onde a gigante americana assenta todo o seu negócio. A prova disso surgiu agora com a apresentação de resultados do primeiro trimestre de 2024. Os valores apresentados para este período voltam a mostrar resultados acima do esperado para a casa mãe da Google.

Google Alphabet resultados trimestre


Google vai limitar as questões eleitorais a que a IA pode responder

A Google, da Alphabet, revelou, na passada terça-feira (19), que vai limitar as questões eleitorais a que o Bard, o seu chatbot, e a pesquisa baseada em Inteligência Artificial (IA) podem responder.

IA


CEO da Microsoft diz que a Google domina como motor de pesquisa por práticas desleais

Recentemente, o CEO da Microsoft alegou que as táticas desleais levadas a cabo pela Google resultaram no seu domínio enquanto motor de pesquisa, e frustraram a alternativa assinada pela sua empresa, o Bing.

Satya Nadella, CEO da Microsoft


Google anuncia mais despedimentos… no departamento que se dedica à contratação

Depois de um ciclo de expansão com dezenas de milhares de contratos nem sempre justificados, inicia-se agora um novo ciclo em que as empresas estão a reduzir as suas infraestruturas. Agora, a Google anunciou uma nova ronda de despedimentos no departamento que, ironicamente, se dedica à contratação de pessoal.


A gigante Google vai demitir já 12.000 funcionários

O ano de 2023 começou com algumas tecnológicas a despedir milhares de funcionários. No início de janeiro, a Amazon decidiu despedir 18 mil funcionários, dias depois, a Microsoft também deu a saber que no seu radar tinha 10 mil funcionários que iriam ser dispensados. Agora é a Google que vai demitir milhares de colaboradores.

A notícia é avançada pela Reuters e revela que a Alphabet, empresa que controla a gigante das pesquisas, está prestes a demitir cerca de 12.000 funcionários numa infinidade de divisões com efeito imediato.

Ilustração despedimentos na Google