Quantcast
PplWare Mobile

Será possível transformar os caminhos de ferro em centrais de energia solar?

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. André R. says:

    Tudo muito giro, mas terá uma manutenção cara. Com os comboios a passar, rapidamente esses painéis vão perder rendimento, devido à sugidade provocada pelos comboios.
    Teriam de ser limpos todas as semanas, implicando outros custos.

  2. IKAROS says:

    Em Portugal não. Eram roubados em 24h e ficavam sujos pelos próprios comboios num instante.

  3. Azeite says:

    Fizeram varias experiencias u com estradas e caminhos com financiamento por autarquias e regiões pela Europa fora . Não tem a orientação certa e fica sujo rapidamente reduzindo ainda mais a eficiencia . Enfim um scam para sacar subsidios verdes.

  4. Pedro says:

    Não chegam a montar o último painel sem terem perdido uma boa parte dos primeiros para roubo. Roubam telhados metálicos de fábricas abandonadas e não vão roubar painéis no chão em zonas não patrulhadas e de fácil acesso?

  5. AJMS says:

    Péssima ideia, a sujidade do sistema de travagem, péssimo angulo dos painéis, resumindo, os telhados ainda é a melhor opção

  6. Toni says:

    Só estão bem a inventar também estes

  7. Daniel says:

    Bom os génios que imagianaram isto nunca devem ter estado ao pé de uma via férria!
    Se há sitio que nâo é limpo, onde poeiras fuligem das travagens, oleos, queda de objctos e até descargas dos WCs dos comboios levam na via féria!
    Ora colocar um painel frágil como os solares que convém estar limpo para ter o máximo de eficianecia é realmente uma ideia de génio!
    Depois há aquela parte, como mosta o video onde é tudo tão perfeito e ideal como o sistema de fixação parece feito no céu, mas que só quem nunca trabalhou 1 hora em via férria pode achar uma boa ideia!
    Basta a porcaria de uma pedra do balastro da via estar no sitio errado para estoirar com sistema.
    Eu gostva que mostrassem um painel desses a soltar-se durante a passagem de um comboio a 120Km/h, em quantos mil bocados é que fica desfeito e a que distância pode lancar estilhaços capazes de mutilar e matar alguém.
    Eu gostava de lembar o caso que aconteceu em 2003 , com um polica que ia para o serviço no comoio para lisboa . Durante o cruzamento com outro comboio em que uma parte do sistema de travagem se partiu e foi projectado, perfurou a carrauegem e acertou na cara do policia que ficou completamente defigurado!
    Agora imagin-se forrar a via férria com potencias lâminas e estilhaços ao longo de kilometros … Para quem não acredita está aqui a noticia.
    https://www.dn.pt/portugal/psp-desfigurado-em-comboio-queixa-se-de-falta-de-apoio-2027104.html
    https://www.cmjornal.pt/domingo/detalhe/cirurgiao-brasileiro-devolve-face-a-policia-portugues

  8. secalharya says:

    Mais uma invenção boa no papel mas que na prática não funciona.

  9. Profeta says:

    Dependendo do valor de cada modulo e se a ideia e estender esses paineis a toda a linha ferrea. Isso seria muito dispendioso e depois teria-se o problema que ja aqui falaram do roubo dos paineis. Aqui em Portugal seria melhor pensarem em varios locais onde o sol bate com muita frequencia, e obviamente ser vigiado por alguma empresa. Sim porque os malandros andam sempre a espreita. Ja o fazem com o cobre quanto mais com outras coisas.

  10. deepturtle says:

    coloquem painéis nos comboios e nas estações e em todo o lugar cuja manutenção não fique dispendiosa!

  11. Paulo says:

    Mais uma ideia que esta aprovada pela estupidificação da sociedade. Como se não se podesse colocar a margem da linha. Não. é melhor na linha mesmo, onde esta bem protegida embora como todos sabemos os paineis são conhecidos pela sua alta recistencia e capacidade e rendimento quando estão sujos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.