Quantcast
PplWare Mobile

Compraria uma placa gráfica usada anteriormente para minerar criptomoedas?

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. PGomes says:

    Sim, mas tem de ter um preço mais baixo, para compensar o risco.

  2. David Guerreiro says:

    Essas gráficas já estão todas arruinadas, rapidamente avariam. E mesmo que funcionem, se calhar começam a jogar e dá BSOD ou bloqueia.

  3. PTO says:

    Claro que não, prefiro pagar mais mas comprar uma nova, com garantia e que nunca foi usada 24 sobre 24 horas durante meses a fio.

    • neo_azores says:

      a esse assunto so digo uma coisa tenho uma Gráfica que minerou durante 7 anos a fio, não perdeu qualquer desempenho e ainda hoje trabalha lindamente, aconselho a quem não entende como a criptografia trabalha tente não comentar aquilo que não entende.

  4. José Bacalhau says:

    Eu compraria, sem espinhas. Com uma aplicação de massa térmica e uma limpeza geral, se funciona vai continuar a funcionar. Os MOSFETs podem ser afetados mas normalmente a quebra não tem memória, ou seja, em condições normais de funcionamento a probabilidade de falha é independente do histórico.

    • Filipe says:

      Tudo muito lindo até começares a puxar por ela e ficas com tudo cheio de artefactos e bsod. A malta que votou “sim” olhou apenas ao preço. Amigos, o dinheiro não é tudo. Há muitas mais variáveis em jogo do que apenas o preço.

  5. José Bacalhau says:

    Já agora, ao preço que estão posso comprar 3 placas 3070 a 300 euros e ainda me falta dinheiro para uma 3070 nova.

  6. LA says:

    A GPU e os outros componentes, devem estar jeitosos.

    • R!cardo says:

      A GPU não trabalha na mineração

      • rjSampaio says:

        Assumo que estas a pensar que a vram é que é.

        Se assim for estás a ser mente fechada a uma única moeda (nem vou dizer algoritmo), e mesmo assim também usa.

        • JMAguas says:

          Até ao momento em que as Coins passam de PoW para PoS. E aí termina o ganho das gráficas, coisa que já devia ter acontecido há muito tempo. PoW só serve para tirar valor da Coin e estragar o mercado de hardware.

          • rjSampaio says:

            PoW é e sempre será mais descentralizado que PoS.
            Dificilmente teras apenas moedas PoS.

            PoS é o que temos hoje em dia, os ricos(bancos) é que gerem isto.

  7. Luis Henrique Silva says:

    Comprar usadas, e ainda por cina já bem usadas onde lá se sabe como estarão os componentes, é preferivel comprar nova.

  8. André says:

    para arriscar tal coisa só se fosse a 10% valor de mercado

  9. Cláudio Andrade says:

    Se estiveram bem programadas para minerar, comprava mais rápido uma que foi usada para minerar que uma que foi usada para jogar.
    Tem mais desgaste em jogos que quando estão bem feitas as mineraçoes…

    • scp says:

      Uma gpu usada em jogos, mesmo que naqueles mais intensivos graficamente, desde que não em overclocking e a temperaturas abaixo dos 80-75°C durante por muitos bons anos.

      Um jogador médio não vai usá-la 24/7, pode até jogar várias horas por dia, e é melhor opção que uma que foi usada para minerar.

      Agora atenção, há jogadores que para além de jogos também as usam para minerar.

  10. Bruno Mota says:

    Jamais de ma vie! Jamais!
    Placas que pela sua utilização intensiva já perderam grande parte da sua condutividade nos componentes principais, nunca.

  11. asdasa says:

    So compro graficas novas, assim como smartphones jamais se compram usados. So um doido compra usados

  12. Mario Valente says:

    “submetidas a altas temperaturas durante 24h por semana”

    Claro que comprava.

  13. Rui Silva says:

    Como minerador diria: depende de grafica…
    As RX570/580, se estiverem a funcionar é boa compra (pela minha experiencia ou funcionam ou não funcionam)
    As RX550 dão problema de ventoinhas, é só substituir, as RXVega é lixo com elas depois

  14. Rafilda says:

    Comprei 201 só ontem. Amanhã mais 305. Tudo usado.

  15. Redin says:

    Respondi não porque assumidamente se está a indicar ter sido já utilizada para esse efeito.
    Mas quem compra não tem como verificar isso.

  16. wtvlol says:

    Nunca compraria uma placa dessas. Foram esmifradas ao máximo 24/7.

  17. Fo says:

    Lixo. Ou melhor reciclagem com elas.

  18. Rafael says:

    24h por semana? Antes fosse

  19. Rafael says:

    Ja agora o preco final nunca sera esse pois passa na alfandega impostos mais impostos vai para o preco de nova

  20. rjSampaio says:

    Sem qualquer problema, a única coisa que pode problemático é as ventoinha, porque se está a ceram 100% 24/7 isso sim é mau.

    Ainda dou uso para jogar a uma 390 que esteve ligada 3 anos a minar 24/7, sem qualquer problema, (fan entre 30 e 70) dependendo da altura do ano.

    • iDroid says:

      A questão é que nunca saberias em que condição foram utilizadas para minar; podem ter tido underclocking num espaço bem refrigerado ou exactamente o oposto.

      Não terias forma de saber e de certeza o vendedor não te diria se as condições de mineração tivessem sido menos que ideais.

    • Cicrano says:

      Uma curiosidade, ao fim de 3 anos, estás rico, pobre, igual?
      Valeu a pena? Compensou?
      Eras tu que pagavas a luz ao fim do mês?
      Pergunto isto, porque nunca vi ninguém a dizer que não precisava de trabalhar mais por causa da mineração!

  21. JMAguas says:

    Nunca compraria uma gráfica dessas. E a razão mais forte é mesmo por princípio.
    Esta cena do PoW só está a servir para fazer disparar os preços das gráficas para valores obscenos.
    E desculpem-me, mas não acredito que alguém se faça rico com PoW ou PoS. O investimento nas gráficas é grande, o consumo de eletricidade é elevado, basicamente vejo isso como um desperdício que vai contra o objetivo das criptomoedas. Mas pronto é apenas uma opinião minha.

    • rjSampaio says:

      “E desculpem-me, mas não acredito que alguém se faça rico com PoW”

      Isso é porque não sabes ou queres fazer contas.
      Obviamente quanto mais aware a malta é das cripto moedas mais difícil é.

      • JMAguas says:

        O PoS, necessita que quem está a minerar tenha algo investido no sistema. O PoW não.
        O PoS é tão descentralizado como o PoW. Basta ver o código do PIVX por exemplo de que está disponível no GitHub. Não tem nada de controlo de bancos. Simplesmente o número de tentativas que cada wallet pode fazer depende da quantidade de Coin que se tenha na wallet.
        Ainda assim, se for ver o PIVX, pode ver que o arrancar da rede faz-se sempre em PoW, em seguida passa a PoS.
        Agora, em PoW quem consegue achar primeiro a Nounce e disseminar pela rede é quem ganha a reward. Se tiver a competir com os mineradores chineses como os que se têm mostrado nestas últimas peças, só tem duas soluções:
        O consegue a hashrate deles, ou mete-se numa mining pool. Pq caso contrário com uma 3080 caríssima não tem a mesma hashrate de 20, 30, 100 ou mais gráficas a trabalhar em conjunto.
        Se tiver numa mining pool a reward é dividida pelos participantes,ou seja ganha-se menos.
        As rewards não são elevadas e todas as wallets podem participar.
        Ao mesmo tempo, se não houver muito investimento a vir de fora, e a maioria dos users tiver a minerar a Coin perde muito valor com o tempo, porque o seu valor depende do dinheiro que os investidores lá meteram.
        Então diga-me como é que se ganha assim tanto dinheiro?

        • rjSampaio says:

          “O PoS é tão descentralizado como o PoW.”

          Eu não tenho 30eth para PoS juntamente com a vasta maioria, logo não posso contribuir logo não é tão descentralizada onde qualquer pessoa pode validar, nem precisas de estar numa pool, isso é só se quiseres garantir um pinga pinga em vez de esperar pela sorte grande.

          Uma poll de PoS é o que nos temos, tenho o dinehrio no meu banco.

          • JMAguas says:

            É sempre descentralizada.
            Repare, as wallets que estão nos PCs têm todas uma copia de todas as transacções da rede, e toda a rede funciona no principio do consenso. Inclusivé com os registos da propria wallet pode-se ver a quantidade de criptomoedas que um dado endereço tem, embora não se saiba de quem é o dono. É assim que funcionam os explorers das coins. Basicamente o que eles têm é ou uma wallet que está a fazer download dos blocos, ou então um algoritmo que apenas registra blocos da rede.
            No caso da PoS na PIVX, basta haver uma transacção entre o seu endereço e outro endereço e já tem tentativas para achar a Nounce que minimiza a hash do bloco. Desta forma a coisa é mais equilibrada e não deixa fugir tanto valor para fora da rede.
            As pool de PoS ou PoW quanto mais users tiverem, mais hashrate, mas em contrapartida menos pinga. 🙂
            Como o rjSampaio disse e bem, tem de esperar pela sorte. As rewards normalmente não são muuuuito grandes, e quantos mais utilizadores estiverem a minerar menor é a probabilidade e encontrar uma Nounce que minimize a Hash abaixo do valor alvo. Um video que vi no youtube de um bacano que tava a usar um 2080, dizia que conseguia 3€/dia, não sei se é verdade ou não, mas vamos a ver… isto não é nada, nos trabalhos em que há menos responsabilidades e que requerem menos habilitações ganha-se bem mais que isso. Tirando desse dinheiro apenas, vai levar uns bons meses para pagar o investimento da gráfica (a electricidade tb tem de ser paga e o objectivo das rewards é compensar o consumo electrico) e depois é que se pode dizer que efectivamente pode ter algum lucro. Resta também saber quando é que está a gastar em electricidade. O meu computador que tem uma 1070, com um CPU Ryzen 7, ao relantim está a consumir 127W, medidos pela UPS. Se eu meter a minha gráfica e CPU a bombar numa simulação passa os 270W. No caso de mineração em PoW quanto é que está a puxar uma mining rig? Pouco não será. A pergunta mantém-se: Assumindo que tem uma maquina como a minha, com tudo a 100% consome 270W. E está 24/7 com todos os recursos alocados a mineração. Quanto é que terá de conta de electricidade ao fim do mês? Quanto é que está a perder em desgaste do proprio hardware(se avariar a placa gráfica… podem ser mais de 1000€ para comprar outra equivalente ou melhor)?
            O bacano do video falou em números vindos de um simulador de rendimentos feito por alguém que está dentro da mineração de criptomoedas. Não sei se posso ou não ter confiança que os numeros não estão cozinhados para cima. Não acredito que seja uma coisa imparcial tendo em conta que vem de um grupo de uma pool e que a eles lhes interessa terem cada vez mais utilizadores a investir com eles.
            O que sei é que à conta desta cena, se eu perder a minha placa gráfica posso não ter dinheiro para comprar outra igual ou melhor à conta desta cena. E neste momento o meu computador é a minha ferramenta de trabalho, o meu ganha-pão.

            É apenas a minha opinião. 🙂

          • rjSampaio says:

            É descentralizada mas é menos descentralizada, pensa nos ataques de 51%

          • JMAguas says:

            Continua a ser descentralizada da mesma maneira que é a PoW. Os ataques podem ser sempre feitos em ambas se ouverem participantes suficientes. Podem criar uma branch da blockchain e se conseguirem por consenso fazer com que essa branch seja a que reune mais consenso, então a rede pode eventualmente sobrepor a branch marada à branch principal, mas para isso necessita ganhar no consenso. 😉
            Num teste de rede em que participei, duas maquinas minhas perderam comunicação com o resto da rede por falha no meu router e entre as duas, criaram uma branch própria. em que dividiram rewards entre elas, isto em PoW. Quando pedi para a wallet regenerar do inicio, perdi tudo. E isto era o PoW a funcionar.
            Com o PoS temos para além das wallet, também os Masternodes que têm coin alocada à rede e que de certa forma impedem que isto aconteça. Não digo que não aconteça, mas é mais dificil.
            Como o código das criptomoedas é aberto está sempre sujeito a que haja maroscas pelo meio. Nada impede de um gajo fazer um fork de uma criptomoeda das principais e adicionar código para procurar no disco por exemplo o ficheiro wallet.dat :-\
            ou um grupo grande de mining pool conseguir gerar uma branch nova de uma moeda pequena e com um grande número de users conseguir gerar consenso suficiente para sobrepor a sua branch à que é a correcta.
            Como as wallets normalmente têm a sua source publicada no Github e qualquer pessoa pode fazer forks, testar, alterar… Há hoje uma enormíssima comunidade, e com gente que sabe bastante de programação e que tem tempo para analisar o código, procurar falhas e (se a ética não for muita…) utilizar as falhas para seu benefício. É tão vulnerável o PoW como o PoS nesse aspecto.
            Destruir sempre foi fácil. O difícil é construir.

  22. Mario Valente says:

    Compro todas, desde que o preco seja bom. Vao para o tacho e ficam como novas.

    https://youtu.be/-AJhJKSx_70?t=161

  23. SANDOKAN 1513 says:

    Destas não mas recondicionadas compraria,sem dúvida.

  24. Miguel Ângelo Figueiredo Oliveira says:

    24 horas por semana? Coisa pouca.

  25. FreakOnALeash says:

    Nope! Prefiro deixar o sabujo do minerador a arder!

  26. TheGame says:

    Já tento vender a minha 2080 Ti que só joguei nela há 2 meses e só me aparece malta da mineração com perguntas que não entendo.

    Nem sei como funciona a mineração. Lol. Aparece cada um…

    Comprar comprava mas dado com o covid não dá para testar nada, dificilmente confiava. A não ser que seja algo só dedicado aos jogos.

    Comprei uma 3080 a 800 euros em Janeiro e só foi usada para gaming. Até hoje dá impecável

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.