Quantcast
PplWare Mobile

SpaceX ganhou contrato bilionário com a NASA para enviar humanos para a Lua

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. André R. says:

    Enviem alguns políticos e juizes para lá, mas num dos Starship de teste…

  2. Manuel da Costa says:

    Já se esperava. Há é o grande problema que a SpaceX não tem nenhuma forma de lançar o protótipo e ainda precisa de conseguir arranjar uma forma dele funcionar. É que se com 0,8% do peso base, conseguem fazer explodir o tanque, quando tiver os 100% de peso vazio, então fica em panqueca. Agora são é 3 milhões de euros… curiosamente o dobro do valor que Elon Musk afirmou ser o preço da missão, com 65 a 75 humanos a bordo, para aterrarem em Marte em 2024. Meras coincidências, por certo.

    • Técnico Meo says:

      Sim, porque o programa Artemis da Nasa tem sido de uma economia e inovação gritante, aos contribuintes dos USA…

      Quem fizer melhor que se chegue á frente…não existe melhor proverbio que este

    • Gonçalo says:

      sim o falcon 9 tambem teve varios testes falhados e agr não falha uma ahah, são 3 biliões já agr e isso é o preço do desenvolvimento da lunar starship obviamente que para a spacex com o desenvolvimento já feito custa uma fracçao disso a lançar

  3. Rogerio da Sila Matos says:

    Estranho, com todo a tecnologia, novos metais, novos materiais, conhecimentos que temos hoje em relação ao passado que já mandaram o homem a lua.
    Será foi um um engodo o homem na LUA no passado?

    • Vítor M. says:

      Achas que não estiveram lá? A sério?

      • Cláudio Andrade says:

        eu nunca creditei, pois se assim fosse não sei porque nao o fazem agora.. é só desculpas .. assim como tenho serias duvidas lá do “robot” em marte…

        • Ola says:

          A ignorância…..

          • Rogerio da Sila Matos says:

            Não acreditar não é Ignorância, e sim uma forma de pensar diferente.
            – Ora pois, como todos as descobertas tecnológicas contando apenas a partir do ano 2000, e ainda não vimos alguém pisar na LUA?
            – meio estranho, mas não ignorância!

          • TUGA says:

            Na altura perceberam que continuar a levar o homem à lua não trazia benefícios, claro que a primeira viagem realizada deixou as pessoas completamente deslumbradas porque foi um grande feito para a época e provou-se que era possível, mas nas seguintes viagens já não havia interesse da população… Continuar a levar homens a passear à lua? Então suspenderam isso.

            Agora é diferente, há mais tecnologia, mais testes de segurança (não esquecer que naquela altura houve um acidente em que morreram astronautas), os objetivos são diferentes, têm mais conhecimento sobre a lua, já se sabe que a lua tem água, agora o objetivo passa mais pela exploração… não é só chegar lá, aterrar homens e depois voltarem com uma pedra.

            Épocas diferentes, objetivos diferentes…mas duvidar que o homem foi à lua é por em causa tudo aquilo que já se conhece…tal como dizerem que o mundo é plano em vez de redondo.

          • FilipeB says:

            Não creio que a questão seja tecnológica, ou mesmo científica (infelizmente), mas sim financeira.
            Hoje em dia temos muitos milionários dispostos a pagar bem para irem passar férias à lua (ou mesmo apenas no espaço) e acredito que tem sido isso que renovou o interesse.
            Onde existe procura o capitalismo arranja maneira de aparecer a oferta…

          • Cláudio Andrade says:

            ha quem acredite que forma à lua, assim como tambem há quem acredite que o Sócrates é inocente.

          • eu2 says:

            @Cláudio Andrade
            Tem tudo a ver. Nem sei porque disse a mesma coisa 2x.

      • Rogerio da Sila Matos says:

        Estou meio abobalhado com isso, o homem foi a LUA na década de 60, onde os computadores eram arcaicos para cálculos precisos como os de hoje, e não tínhamos o conhecimento que temos hoje…
        (…) não é estranho que depois dos anos 60 nunca mais alguém foi a LUA?

        • Vítor M. says:

          Mas iam lá fazer o quê? A última vez que lá estiveram foi 1972, desde então o foco da Lua esmoreceu. Era um braço de ferro com a União Soviética, era estritamente militar e propaganda. Feito isso, visto os russos nunca lá conseguirem pousar, gastar milhões para ir lá fazer o quê?

          Agora há um novo interesse, minério, exploração de Marte (porque tem lá algo) e, novamente, militar.

          • Rogerio da Sila Matos says:

            Ué, mostrar que pode chegar lá em Marte. Já que indo na LUA de vez em quando mostraria a força da tecnologia e os avanços que isso traria para todes…

          • Vítor M. says:

            Quem já foi a Marte? Apenas máquina, calma! 😀

            Ir à Lua agora tem de trazer vantagem financeira, isso não tenhas dúvidas. Porque ir lá, os EUA já foram, várias vezes. Ter tecnologia na Lua, também já lá têm, que têm mais ascendente tecnológico face a todo o resto do mundo, isso já têm… mas os chineses estão a acrescer, e outras nações também estão a apostar mais.

        • Eu, somente eu says:

          Não sei se sabe, mas no início, muitos dos cálculos matemáticos foram feitos manualmente (papel, caneta e muito conhecimento matemático) por pessoas que eram conhecidas como computadores humanos. Os computadores electrónicos só facilitaram a vida deles e aceleraram os cálculos. De resto, e explicado de modo simplificado, nos foguetões eram apenas necessários computadores para operar as manobras dos cálculos já anteriormente efetuados e equipamento de telemetria. A tecnologia existente na altura era suficiente para irem à Lua. Aconselho vivamente a ver um filme muito interessante chamado “Elementos Secretos”. Conforme já explicado por outros aqui, o interesse perdeu-se e não justificava economicamente. Era muito mais complexo simular naquele tempo uma credível ida à Lua do que realmente ir à Lua.

      • Joao Cordeiro says:

        Eu sei que já lá estiveram.
        Sem qualquer dúvida.

        Mas sobre aquela primeira missao ser real…

        Com os soviéticos à frente, e ja tenho conquistado tantas vitorias, que teriam feito os americanos se soubessem que iam perder a corrida?

        Existem varios detalhes unicos sobre aquela primeira missao. Coisas estranhas.

        Fico 50/50 sobre a primeira, e apenas a primeira, missão ter sido feita num estúdio de cinema.

        As missões seguintes mostram sem duvida nenhuma a realidade da lua.

        • Vítor M. says:

          Essa parte que dizes é interessante 🙂 e se os russos estivessem à frente? Há na Apple TV+ uma série interessante, que mistura a realidade com algumas dessas questões: For All Mankind.

          Sobre as coisas estranhas, a NASA respondeu a muitas delas, outra são enredo de um filme 🙂

  4. Abreu says:

    E acelerar isso para acabar com essa praga de terrasplanas

  5. Joao Ptt says:

    Que desperdício de dinheiro, tantas infra-estruturas públicas em Terra nos E.U.A. que precisam de ser reparadas/ trocada e andam a desperdiçar recursos e dinheiro dos contribuintes para uma inutilidade.

    Se é uma forma encapotada de financiar a rede de satélites, então ok, mas de outra forma é dinheiro mal investido.

    • Backonline says:

      Sim é uma estupidez gastar dinheiro na evolução do conhecimento humano…

    • José says:

      É sempre muito mais barato, se falarmos apenas de dinheiro do gastar em armas, que qualquer país ou gangue de criminosos gasta apenas para matar e torturar! Investir em conhecimento e ciência nunca vi como desperdício, mas como uma aposta no futuro e quiçá na aposta de uma Humanidade mais consciente de si. Não é por acaso, que a maioria fos astrounautas, mesmo os militares e mais defensores de certas ideologias mudam de perspectiva ao olhar para o nosso frágil planeta suspenso no espaço.

      • TUGA says:

        Exato, ver o mundo de fora dá-nos uma perspetiva completamente diferente das coisas, somos uma coisa insignificante num universo tão grande.

    • IonFan says:

      Mas o que é que vocês acham que acontece ao dinheiro? Acham que vai no foguetão para o espaço?

      O dinheiro vai servir para pagar a fornecedores e funcionários que, por sua vez, o vão gastar em outros bens e serviços. O dinheiro é injectado na economia e vai naturalmente taxado inúmeras vezes durante as transacções subsequentes. Passados 3 ou 4 anos já passou todo novamente pelas mãos do estado e provavelmente serviu para construir infraestruturas.

      A única coisa que vai para o espaço é o tempo daquelas pessoas que trabalharam no projecto, mas em retorno recebemos avanços tecnológicos. Sem avanços tecnológicos não estavas aqui a comentar nem se tinha desenvolvido sequer a ideia de infra estruturas…

  6. Joao Cordeiro says:

    Para quem quiser um pouco mais de informação sobre este assunto.
    https://spacenews.com/nasa-selects-spacex-to-develop-crewed-lunar-lander/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.