Quantcast
PplWare Mobile

Tags: windows defender

Dica: Como controlar o CPU que o Windows Defender pode usar no Windows 10

O Windows Defender conquistou já um lugar de direito no Windows 10. Esta solução de segurança da Microsoft está cada vez melhor e garante a proteção dos utilizadores, dos seus dados e de todas as suas navegações na Internet.

Claro que, como qualquer outro antivírus, o Windows Defender pode ter tendência para consumir mais recursos do que o esperado. Este pode ser controlado e é simples de definir o CPU máximo que pode usar no Windows 10.

Windows 10 CPU Windows Defender controlar segurança


Dica: Windows 10 está seguro? Ative a proteção em tempo real do Windows Defender

A segurança do Windows 10 deve ser uma preocupação constante dos utilizadores deste sistema. Os perigos são constantes e, por isso, este deve estar salvaguardado, recorrendo a uma solução de segurança.

O mais lógico e prático é usar o Windows Defender, a proposta da Microsoft que acompanha este sistema e que está cada vez melhor. Em particular, deve ser garantida que uma opção especial está ativa. Falamos da proteção em tempo real, que vai defender de todos os ataques.

Windows 10 Windows Defender segurança tempo real


Não, o Windows Defender não pode ser usado para descarregar e instalar malware

Sendo a ferramenta de segurança de eleição da Microsoft, o Windows Defender está sempre a ser melhorado e a receber novidades. Uma das mais recentes tem levantado polémica e estava a ser considerada uma falha de segurança.

Não se esperava que isso acontecesse e muito menos que partisse de dentro do próprio Defender. Tudo não passa de uma verdadeira confusão e até de falta de lógica. A verdade é que não, o Windows Defender não pode ser usado para descarregar malware e vírus.

Windows Defender Microsoft malware vírus


Não pode desligar o Windows Defender no Windows 10? Microsoft já explicou a razão

Com tantas mudanças a acontecer no Windows 10, é normal que a Microsoft tome decisões que não comunica aos utilizadores. Contudo, no foco da empresa está sempre na melhoria do sistema. Assim, uma das últimas alterações efetuadas deixou de fora determinada opção que muitos utilizadores apreciavam. A empresa permitia que com uma simples alteração da chave de registo o Windows Defender pudesse ser desativado.

O Windows já não permite tal alteração e agora, após algum descontentamento, a gigante do software explicou a razão desta mudança.

Windows Defender Microsoft registo Windows 10 segurança


Microsoft fez uma alteração no Windows Defender que poucos utilizadores vão gostar

O Windows Defender é a solução de segurança que a Microsoft criou para proteger o Windows 10 e outras versões anteriores. Tem conseguido melhorar de forma muito importante e é hoje inegavelmente uma das referências do mercado.

Nem todos os utilizadores a querem usar e, por isso, a empresa tinha dado a possibilidade de desativar alguns componentes. Com a mais recente atualização, a Microsoft fez mais uma mudança que poucos utilizadores vão gostar.

Windows Defender Microsoft Windows 10 segurança atualização