Quantcast
PplWare Mobile

Tags: vacina

Vacina da Johnson & Johnson produziu forte resposta imunológica

No mundo são vários os laboratórios que estão a trabalhar intensamente numa vacina para a COVID-19. Os resultados ainda não são os esperados, mas tem havido algumas boas novidades. Uma das vacinas que se tem alguma esperança é na Ad26.COV2.S da Johnson & Johnson.

De acordo com o que foi revelado recentemente, a vacina produziu resultados positivos com apenas uma dose em 98% dos voluntários.

Ad26.COV2.S: Vacina da Johnson & Johnson produziu forte resposta imunológica


COVID-19: 8000 aviões jumbo para fazer distribuição da vacina

A COVID-19 ainda não tem solução! Uma das vacinas mais promissora (AstraZeneca) foi suspensa, mas há outras investigações em curso. O que sabemos até agora é que a COVID-19 nos tem colocado à prova e os desafios são mais que muitos.

Na área da aviação poderá estar também a caminho um enorme desafio! Segundo informações, serão necessários 8000 aviões jumbo para fazer distribuição da vacina pelo mundo.

COVID-19: 8000 aviões jumbo para fazer distribuição da vacina


Coronavírus: testes com vacina de Oxford são interrompidos após paciente ter “adoecido”

Das dezenas de vacinas em produção, algumas estão já em fases adiantadas, com testes em humanos. A vacina que a Rússia produziu, está a ter bastante sucesso, segundo a revista científica britânica “The Lancet”. Já no caso de uma das primeiras promessas, a vacina de Oxford, os testes pararam porque um paciente que participa no estudo de imunidade adoeceu sem qualquer razão aparente.

Os números da pandemia estão galopantes. Segundo os dados disponíveis, ao dia de hoje já foram infetadas mais de 27 milhões de pessoas e aproximámo-nos de um milhão de mortes pela COVID-19.

Ilustração vacina de Oxford contra o coronavírusque está suspensa


China aprova patente para vacina e a produção em massa está para breve

Já se começam a vislumbrar os resultados de alguns meses de muita e intensa investigação para acabar com a pandemia causada pelo novo coronavírus. Várias vacinas estão já a ser ultimadas, primeiro foi a Rússia que fez saber que a sua Sputnik V estava pronta e em produção e agora é a vez da China comunicar que aprovou a primeira patente de uma candidata a vacina contra a COVID-19.

Assim, conforme informou a imprensa local, esta vacina poderá “ser produzida em massa num curto período de tempo”.


COVID-19: Primeira vacina é registada pela Rússia, antes de se completar a fase 3

A Rússia, através de Vladimir Putin, acaba de anunciar que esta manhã foi registada a primeira vacina contra o novo coronavírus. Segundo avança, é uma vacina eficaz e que passou por todas as provas necessárias, permitindo uma “imunidade estável” face à doença. No entanto, a fase 3 da investigação não foi completada.

A vacina começará a ser distribuída a 1 de janeiro de 2021.

COVID-19: Primeira vacina é registada pela Rússia, antes de se completar a fase 3