Quantcast
PplWare Mobile

Tags: taxa de hash

Mineração de Ethereum perdeu 19% da sua força em apenas um mês

O assunto das criptomoedas tem sido vastamente abordado, especialmente desde o ano passado. Apesar de já não se tratar de uma novidade, o que é certo é que o interesse das pessoas pelas moedas digitais cresceu significativamente à medida que as moedas aumentaram a pique a sua valorização.

No entanto, muito devido à aplicação de medidas restritivas por parte de alguns países, este mercado tem sentido uma regressão. Desta forma, segundo as recentes informações, a mineração GPU da criptomoeda Ethereum perdeu 19% da sua força apenas no espaço de um mês.


Imagem mostra uma Nvidia CMP 170HX com uma taxa de hash Ethereum de 164 MH/s

Como a própria Nvidia já fez questão de frisar, as placas gráficas da linha GeForce RTX são para os jogadores. Como tal, a fabricante pensou e criou a gama CMP destinada em exclusivo à mineração de criptomoedas.

Agora, de acordo com uma imagem revelada, é possível ver um modelo CMP 170HX com uma taxa de hash para Ethereum de 164 MH/s.


Gráfica GeForce RTX 3080 Ti terá uma taxa de hash de 58 MH/s

Na próxima segunda-feira, dia 31 de maio, serão finalmente anunciados os dois novos modelos de placas gráficas da Nvidia. As GeForce RTX 3080 Ti e RTX 3070 Ti são muito aguardadas numa altura de quase completa escassez de stock.

Mas estes modelos já trazem limitações de desempenho para a atividade de mineração de criptomoedas. E, segundo as recentes informações, a GeForce RTX 3080 Ti terá uma taxa de hash de apenas 58 MH/s.


É oficial: Gráficas RTX 3080, RTX 3070 e RTX 3060 Ti terão menos poder para minerar

A Nvidia já havia deixado bem claro que as suas placas gráficas GeForce são destinadas aos jogadores e não à mineração de criptomoedas. Nesse sentido, a fabricante começou por limitar a taxa de hash do seu modelo RTX 3060 para desktop.

Para além disso, e como já se previa, a Nvidia tornou agora oficial que também as GPUs GeForce RTX 3080, RTX 3070 e RTX 3060 Ti serão limitadas para a prática de extração de moedas digitais.


Galax lança as primeiras RTX 3070 e RTX 3080 com limites às mineração

Nunca o mercado das placas gráficas esteve tão agitado como atualmente se encontra. A Nvidia é, sem dúvida, a grande estrela deste segmento, e não para de enviar para as prateleiras novos produtos. Bem, pelo menos envia a quantidade que a escassez de componentes permite.

Paralelamente à produção de GPUs, fala-se também na mineração de criptomoedas com estes equipamentos. Assim, e como já se previa, a marca Galax lançou agora as primeiras versões personalizadas das gráficas Nvidia GeForce RTX 3070 e RTX 3070, mas com limites à mineração.