Quantcast
PplWare Mobile

Tags: sistema solar

Astrónomos descobrem uma nova “estrada” de saída do sistema solar

Com o conhecimento das órbitas dos asteroides e cometas, os astrónomos identificaram verdadeiras autoestradas formadas pela interação da gravidade dos sete planetas. Estes astros viajantes do universo são importantes para se perceber por onde se pode entrar e sair do sistema solar.

Será que existe um caminho mais rápido para viajar no universo?

Ilustração de estradas espaciais no sistema solar


NASA descobre que o sistema solar está envolto numa bolha magnética com forma de ‘croissant’

Os cientistas da NASA desenvolveram uma nova previsão do formato da bolha em torno do nosso sistema solar. Segundo eles, todos os planetas do nosso sistema solar estão envoltos numa bolha magnética. Esta foi esculpida no espaço pelo material do Sol em constante fluxo, o vento solar.

O aspeto tosco dessa bolha faz lembrar um croissant murcho.

Ilustração da NASA da heliosfera que se parece com um crossaint murcho


A conquista do Universo com Solar System Colonist

Game Hunters é o nome dos estúdios polacos sediados em Varsóvia, que se encontram a desenvolver um jogo que pretende levar o jogador às estrelas: Solar System Colonist.

Como o nome indica, a conquista do Cosmos é a palavra de ordem do jogo.


Astrónomos dizem ter descoberto o centro do Sistema Solar

Quando pensamos no Sistema Solar, tendemos a pensar que o Sol está no centro de tudo. Contudo, para os cientistas, é claro que o centro gravitacional não se localiza no meio exato do sol. Aliás, situa-se fora dele, próximo da sua superfície. Pelas influências gravitacionais a que o universo está exposto, tem sido um desafio perceber onde fica exatamente o baricentro.

Agora, uma equipa internacional de astrónomos conseguiu reduzir a localização do centro gravitacional a cerca de 100 metros.

Astrónomos dizem ter descoberto o centro do Sistema Solar


Há seis mil milhões de planetas semelhantes à Terra na nossa galáxia. Estaremos sozinhos?

Estaremos a ser imensamente pretensiosos ao pensar que somos os únicos seres inteligentes no Universo. Isto porque de acordo com novas estimativas dos astrónomos, que recolheram dados da missão Kepler da NASA, pode haver até um planeta semelhante à Terra para cada cinco estrelas parecidas com o Sol na Via Láctea.

Agarrando nesta possibilidade, haverá seis mil milhões de planetas semelhantes à Terra na nossa galáxia. Isto poderá fazer-nos pensar que muito provavelmente algum tipo de vida poderão ter esses planetas.

Ilustração de planetas parecidos com a Terra no meio de milhões de estrelas