Quantcast
PplWare Mobile

Tags: satélites

Pandemia do novo Coronavírus “chegou ao Espaço” e já fez vítimas

Todos os setores da sociedade estão a ser afetados pela pandemia do novo Coronavírus. A doença é tentacular e toca em todos os lados, até no Espaço. Assim, a empresa de satélites OneWeb que queria ligar os lugares mais remotos do mundo à internet, está em falência. Posteriormente a terem colocado 74 satélites em órbita, a empresa perdeu o maior e mais importante investidor devido à COVID-19.

A empresa está agora à procura de um comprador para dar continuidade aquele que seria o projeto concorrente ao Starlink da SpaceX.

Imagem do lançamento dos satélites OneWeb para o Espaço. Empresa está na falência por causa do Coronavírus


Manobra pioneira uniu 2 satélites em órbita e pode transformar as missões espaciais

Aconteceu no passado dia 25 de fevereiro uma manobra que muitos acreditam ser um salto importantíssimo na indústria espacial. Um satélite comercial foi ligado a um outro que estava em órbita para fornecer combustível. Assim, com esta manobra, o equipamento que estaria em fim de vida, irá conseguir mais uns bons anos de serviço.

O feito poderá abrir portas a uma série de outros negócios visando estender a vida, alterar tecnologias e prolongar missões no espaço.

Imagem satálite de comunicações que irá ser ajudado


Dois satélites estarão prestes a colidir em órbita terrestre e podem trazer problemas

A órbita baixa da Terra acomoda muitos satélites e detritos. Contudo, o que tem preocupado mais as entidades são os milhares de satélites antigos e extintos que já não comunicam com a Terra, lixo espacial. Surpreendentemente estes raramente colidem. Agora o caso pode mudar de figura, isto porque hoje poderá haver uma colisão entre dos satélites reformados.

Segundo a LeoLabs Inc, que monitoriza a rota dos satélites, logo à noite, dois satélites irão passar tão próximos um do outro que há uma forte probabilidade de chocarem.

Imagem detritos espaciais deixados por satélites abandonados


O próximo negócio da Apple pode estar na área dos satélites, para suportar os seus serviços

A Apple, ao longo dos anos, reinventou-se e investiu em diferentes segmentos de mercado. Segundo rumores, o próximo negócio da Apple pode estar na área dos satélites, para suportar os seus serviços e produtos como o iPhone.

O projeto, aparentemente secreto, está a ser desenvolvido e poderá concorrer com empresas como a Amazon ou SpaceX.

O próximo negócio da Apple pode estar na área dos satélites, para suportar os seus serviços


Programa Copernicus da ESA, relativo a incêndios, revela dados assustadores

O Programa Copernicus da ESA, que conta com os satélites Sentinel-3 A e B, está a monitorizar fogos e incêndios em todo o mundo. Os dados referentes a este ano são assustadores.

Os incêndios florestais constantemente registados pelos satélites ameaçam os ecossistemas e podem comprometer severamente a ecologia do planeta. Será que o ritmo a que a nossa Terra arde será sustentável?

Programa Copernicus da ESA, relativo a incêndios, revela dados assustadores