Quantcast
PplWare Mobile

Tags: satélites

Qual a probabilidade de um ser humano ser morto por lixo espacial?

Cada vez o lixo espacial tem mais impacto na nossa vida e pode ser um problema de várias ordens, até de começar a cair na cabeça das pessoas, literalmente. Claro, atualmente, a hipótese de alguém ser morto por este tipo de detritos caídos do céu pode parecer ridiculamente pequena. Afinal, ninguém ainda morreu de tal acidente, embora tenha havido casos de ferimentos e danos à propriedade.

Assim, a questão que não quer calar é: com o aumento de lançamento de satélites, foguetões e sondas no espaço, temos de começar a levar a sério este risco?

Imagem de lixo espacial a cair na Terra


SpaceX garante que os próximos satélites da Starlink serão invisíveis a olho nu

Embora pretenda garantir que todos, estejam em que parte do mundo estiverem, têm acesso a Internet, os astrónomos não estão muito satisfeitos com o resultado do projeto. Um dos problemas apontados à Starlink da SpaceX é o facto de dificultar o trabalho científico realizado a partir da Terra.

Para resolver esta questão, a SpaceX garante que os próximos satélites que forem enviados serão invisíveis a olho nu.

Starlink da SpaceX


UA prepara satélites para energizarem futura estação lunar

Portugal tem também “dado cartas” na área espacial. Investigadores da Universidade de Aveiro têm vindo a trabalhar, desde 2020, num projeto energético num protótipo de um satélite que hoje está no museu da Agência Espacial Europeia (ESA).

Os planos preveem uma constelação modular de satélites que orbitará a Lua passando diretamente por cima da base lunar.

UA prepara satélites para energizarem futura estação lunar


Rússia está a construir base antissatélite para “cegar” satélites inimigos

Os espaço começa a ser um lugar cada vez mais ocupado e não estamos a falar de satélites de comunicações ou de meteorologia. A espionagem, a monitorização a partir dos céus é cada vez mais a arma das armas. Uns países com mais poder têm verdadeiros arsenais a gravitar a Terra. Como tal, as tecnologias antissatélite estão em ascensão à medida que o espaço se torna um domínio cada vez mais vital para as atividades militares. A Rússia parece estar a investir numa nova “arma”.

Segundo o que foi dado a conhecer, satélites do Google Earth localizaram a construção de uma instalação de laser antissatélite russa. A intenção será “cegar os olhos dos inimigos no espaço”.

Ilustração de nova arma da Rússia antissatélite


Alerta: Satélites Copérnico relevam “grande nuvem de poeira do Saara”

De acordo com informações recolhidas pelos satélites Copérnico, uma “grande nuvem” de poeira do Saara está a entrar na Europa.

Esta nuvem deverá estar mais concentrada sobre Portugal e Espanha durante o fim de semana, segundo o sistema europeu de monitorização atmosférica Copérnico.