Quantcast
PplWare Mobile

Tags: satélites

Pedaço de satélite chinês por pouco não atingiu a Estação Espacial Internacional

A órbita da Terra está cada vez mais saturada e o lixo espacial começa a ameaçar de forma severa não só os satélites em funcionamento como também a Estação Espacial Internacional (ISS). No início desta semana, a ISS foi forçada a manobrar para fora da rota de colisão com um potencial pedaço de lixo espacial. Este acontecimento exigiu uma ação urgente por forma a não haver dano do observatório que tem atualmente uma tripulação de 7 pessoas, entre astronautas e cosmonautas.

No passado dia 11 de setembro o alarme tocou quando um pedaço de um satélite chinês se dirigia como uma bala contra a ISS.

Ilustração de lixo espacial em volta da Terra e que pode atingir a Estação Espacial Internacional


Cumbre Vieja: imagens de satélite ajudam a entender a erupção do vulcão de La Palma

Cumbre Vieja, o vulcão localizado na ilha de La Palma, nas canárias, está em erupção desde o passado dia 19 de setembro e poderá permanecer a expelir lava durante mais dois ou três meses. O cenário é de catástrofe para a ilha espanhola e depois da chegada da lava ao mar, as preocupações das autoridades aumentaram devido ao risco de explosões e de libertação de gases altamente tóxicos para o ser humano. Há imagens que nos chegam e que revela o tamanho da destruição, mas para as autoridades as imagens de satélite podem trazer respostas importantes.

Veja algumas das imagens de satélite do vulcão e entenda de que forma podem ser importantes.

Cumbre Vieja: imagens de satélite ajudam a entender a erupção do vulcão de La Palma


China vai lançar uma constelação de satélites para prever e monitorizar desastres naturais

Segundo os alertas que têm vindo a ser dados por várias entidades, as alterações climáticas terão um impacto muito significativo no planeta. Uma das grandes consequências são os desastres naturais que, com o passar do tempo, tornar-se-ão mais frequentes e agressivos.

Por essa razão, a China enviará uma constelação de 36 satélites para a órbita baixa da Terra, para prever e monitorizar desastres naturais.

Satélites


SpaceX enviou 100.000 terminais Starlink para os seus clientes

Este projeto da SpaceX promete revolucionar a forma como nos ligamos ao mundo digital. Sem fios, sem problemas de sinal de antena, os satélites da empresa irão cobrir o planeta para fornecer uma rede global de internet. O projeto visa colocar na órbita baixa da Terra cerca de 30 mil satélites Starlink. Alguns já estão a funcionar, mas a empresa de Elon Musk ainda está longe do objetivo.

Segundo o que a empresa veio comunicar, a SpaceX já enviou 100.000 terminais Starlink aos seus clientes. Para Portugal, a empresa apontou uma data de início de atividade.

Imagem kit de internet da SpaceX, Starlink


Grécia: Satélites mostram a devastação causada pelos incêndios florestais

Além da pandemia por COVID-19, com o verão chegam também os incêndios. Portugal é normalmente notícia pelos enormes incêndios, mas este ano parece estar tudo mais calmo comparativamente a outros anos.

Em sentido oposto, na Grécia, os incêndios florestais deste ano são já considerados a maior catástrofe ecológica a que o país assistiu em décadas. As imagens de satélite mostram a enorme devastação.