Quantcast
PplWare Mobile

Tags: privacidade

WhatsApp volta a apresentar o aviso para a sua nova política de privacidade

A polémica do WhatsApp e da sua política de privacidade está longe de estar esclarecida e resolvida. A empresa adiou para o próximo dia 15 de maio a data limite para que seja aceite e assim tornada ativa.

Com esta data a aproximar-se rapidamente, o WhatsApp volta a insistir e mostra aos utilizadores um aviso.

WhatsApp política privacidade aviso utilizadores


Várias entidades pedem ao Facebook para não avançar com o Instagram para crianças

Há cerca de um mês demos a conhecer as intenções do Facebook em criar uma versão da rede social Instagram direcionada sobretudo às crianças. A ideia será algo como um Instagram Kids e o objetivo é permitir aos mais novos usarem a plataforma de forma segura.

No entanto a possibilidade está a ser recebida com alguma inquietação por parte de várias entidades. Tanto que agora há mais de 30 investigadores e associações de defesa das crianças e da privacidade que pedem à empresa de Zuckerberg que não avance com esta plataforma.


Nova política de privacidade do WhatsApp afinal pode ser considerada ilegal

A mudança na política de privacidade do WhatsApp está a revelar-se um problema para este serviço e para o Facebook. Os utilizadores recusam-se a aceitar esta mudança e viraram-se para outras alternativas consideradas mais seguras.

Mesmo com todas as justificações do WhatsApp, tudo poderá estar em causa e a nova política de privacidade pode mesmo estar em risco. A Alemanha quer avaliar e poderá considerar ilegal esta alteração.

WhatsApp Facebook alemanha privacidade ilegal


LinkedIn: Dados de 500 milhões de utilizadores alegadamente hackeados

Ainda a poeira dos dados roubados do Facebook não tinha assentado, quando o LinkedIn viu a privacidade dos seus utilizadores invadida. Alegadamente, foram hackeados dados de 500 milhões de contas da rede social.

Esta tem sido efetivamente uma semana dura no que concerne à privacidade dos utilizadores.

LinkedIn


Hackers estão a roubar e vender vídeos de câmaras de segurança privadas

A instalação de câmaras em casa é um método comum para garantir uma proteção e segurança acrescida, contra assaltos, por exemplo. Todavia, aparentemente, hackers chineses têm vindo a roubar imagens privadas das câmaras de segurança com o objetivo de as vender online.

Os vídeos são mais caros se o conteúdo incluir nudez ou atos sexuais.

Câmara de segurança