Quantcast
PplWare Mobile

Tags: privacidade

Chefe da polícia de Londres usa 11 de setembro para atacar sistema de mensagens cifradas

Cada vez é mais complicado para as autoridades e para os hackers terem acesso a mensagens dos utilizadores. Isto porque as aplicações e plataformas estão a cifrar de ponta a ponta essas mensagens. Então torna-se muito difícil para as autoridades vigiar as informações de pretensos criminosos. No entanto, a privacidade do indivíduo comum tem de prevalecer.

Em total discordância sobre estes métodos de proteção de informações, a chefe da polícia de Londres, Cressida Dick, usou o 20.º aniversário do 11 de setembro para atacar empresas como Apple, WhatsApp, Telegram e Signal por oferecerem serviços de mensagem criptografada de ponta a ponta.

Imagem chefe da polícia de Londres, Cressida Dick


WhatsApp trabalha agora para aumentar a privacidade e tornar a pesquisa mais eficiente

O WhatsApp tem estado a criar novas funcionalidades de forma paralela e para as apresentar provavelmente em simultâneo. Não se foca numa única novidade, mas tem várias em testes para as conseguir avaliar e passar para testes públicos.

Estas surgem de forma não oficial, mas mostram que trabalhos estão a ser realizados. Duas dessas novidades surgiram, entretanto, focando-se no aumento de privacidade e também na pesquisa, que querem ainda mais eficiente.

WhatsApp novidades privacidade pesquisa mensagens


Onde fica a privacidade? O WhatsApp vai poder ler as suas mensagens se o denunciarem

O WhatsApp tem estado a apostar na criação de novidades em várias frentes nos últimos meses. Estas não se limitam a melhorar a sua interface, mas focam-se também em criar novas funcionalidades para este serviço. Se até agora tudo se limitava a mudar a forma como usamos o WhatsApp, agora tudo parece mudar, com esta novidade.

O WhatsApp estará a mudar as regras e irá ler as últimas 5 mensagens dos utilizadores que forem denunciados.

WhatsApp denunciar privacidade mensagens multi dispositivo


Clubhouse remove dados pessoais de utilizadores afegãos para os proteger

Com o panorama que se passa no Afeganistão, as plataformas sociais são um dos alvos escrutinados pelos Talibãs. O motivo é que nelas se encontram várias informações preciosas sobre a população.

No entanto, estes serviços estão focados em fazer braço de ferro aos grupo terrorista, através de várias medidas de proteção do povo afegão. Neste sentido, depois do Facebook, agora foi o Clubhouse que decidiu remover informações pessoais da população do país asiático como forma de zelar pela segurança destes.


Dica: Como ativar no Signal o tempo para ter mensagens que se destroem

O Signal sempre esteve associado à privacidade e à segurança dos utilizadores, tanto na troca de mensagens como no armazenamento destas nos dispositivos. Com algumas mudanças surgidas para melhorar este serviço, há novidades que todos podem usar.

A mais visível, e até mais importante, surgiu nos últimos dias e está já disponível. Finalmente podemos definir e ter ativas as mensagens que desaparecem durante os períodos que queremos. Veja como pode configurar e usar.

Signal mensagens destroem tempo privacidade