Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Perseverance

Rover Perseverance vai largar amostras de Marte que viajarão até à Terra

A NASA tem em Marte vários robôs com tecnologia de ponta. O rover Perseverance, por exemplo, está equipado com várias câmaras, múltiplos espectrómetros, e até uma pequena caixa que produz oxigénio. No entanto, mesmo com tanta tecnologia, é aqui na Terra que se poderá obter informações com muito mais rigor do que foi escavado e recolhido no planeta vermelho.

Como tal, precisamos de trazer esses pedaços marcianos até ao nosso planeta. A tarefa não é fácil, nunca foi feita, mas há já um plano entre a NASA e a ESA para “trazer Marte à Terra”.

Imagem do rover Perseverance em Marte a recolher amostras


Rover da NASA descobriu lixo em Marte

Conforme temos vindo a ser avisados, a Terra está inegavelmente poluída e os milhares de milhões de pessoas do mundo produzem uma quantidade inimaginável de lixo. Aparentemente, não nos ficamos apenas pelo no nosso planeta e também já foram encontrados vestígios em Marte.

Aparentemente, o Perseverance da NASA já deixou a sua marca.

Rover Perseverance da NASA


Já pensou em como soaria a sua voz em Marte? A NASA mostra-lhe!

A NASA desenvolveu uma forma de trazer um pouco de Marte até à Terra e de oferecer sensações aos entusiastas que dificilmente terão oportunidade de visitar o planeta vermelho. Experimente e ouça como soaria a sua voz em Marte.

Só precisa de gravar um áudio e esperar que a magia aconteça.

Marte


NASA confirma: Cratera Jezero de Marte foi um lago gigantesco e pode conter fósseis

A milhões de quilómetros da Terra, a NASA continua a recolher informações que conformem as suspeitas: Marte já teve vida. Como tal, a agência tem uma nova análise das imagens tiradas pelo rover Mars Perseverance. As informações confirmam que o local de aterragem do robô, a cratera Jezero, era um grande lago alimentado por um pequeno rio há cerca de 3,7 mil milhões de anos.

Segundo o MIT, neste sítio poderá existir muitas provas de vida marciana.

Ilustração da cratera Jezero onde pode haver indícios de vida em Marte


A velocidade do som em Marte é estranhamente diferente, revelaram os cientistas

Por muito que se queira fazer comparações entre o que conhecemos no nosso planeta e como será em Marte, a realidade parece afastar cada vez mais estes dois mundos. De tal forma que os cientistas confirmaram a velocidade do som em Marte e chegaram à conclusão que, estranhamente, é muito diferente da velocidade do som na Terra.

A NASA utilizou o equipamento no rover Perseverance para estudar a atmosfera do planeta vermelho e os dados estão a intrigar os investigadores.

ilustração som de Marte