PplWare Mobile

Tags: Nowo

ANACOM: coima de 465 mil euros, à MEO, NOS, Vodafone e NOWO

A ANACOM decidiu aplicar coimas no valor global de mais de 465 mil euros aos quatro principais operadores de comunicações eletrónicas – MEO, NOS, Vodafone e NOWO. Saiba qual a razão.

ANACOM: coima de 465 mil euros, à MEO, NOS, Vodafone e NOWO


Cartel com NOWO: Multa à MEO baixa para 70 milhões de euros

A Autoridade da Concorrência (AdC) impôs à MEO – Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A. (MEO), em 2020, uma coima de 84 milhões de euros por cartel com a NOWO. Agora o Tribunal da Relação de Lisboa baixou a coima aplicada à MEO para 70 milhões de euro.

Cartel com NOWO: Multa à MEO baixa para 70 milhões de euros


ANACOM: Compra da Nowo pela Vodafone pode ter “efeitos nocivos”

A Vodafone Portugal celebrou recentemente com a Llorca JVCO Limited, acionista da Másmóvil Ibercom, S.A. (“Másmóvil”), um acordo para a compra da empresa Cabonitel S.A., detentora da Nowo Communications (“Nowo”), o qual se encontra sujeito à necessária aprovação regulatória.

No entanto, a Anacom considera que “há suficiente evidência” que a compra da dona da Nowo pela Vodafone Portugal “poderá produzir diferentes efeitos nocivos”.

ANACOM: Compra da Nowo pela Vodafone pode ter "efeitos nocivos"


Recorde: Mais de 15 milhões em multas para Meo, Nos, Vodafone e Nowo

A ANACOM aplicou recentemente coimas no valor global de mais de 15 milhões de euros aos quatro principais operadores de comunicações eletrónicas.

Na lista está a MEO, NOS, Vodafone e Nowo, por não terem comunicado de forma adequada as alterações dos preços contratados em relação a um elevado número de assinantes.

Recorde: Mais de 15 milhões em multas para Meo, Nos, Vodafone e Nowo


Vodafone anunciou recentemente acordo para compra da Nowo

O mercado português de comunicações pode mudar nos próximos tempos. A Vodafone Portugal celebrou recentemente com a Llorca JVCO Limited, acionista da Másmóvil Ibercom, S.A. (“Másmóvil”), um acordo para a compra da empresa Cabonitel S.A., detentora da Nowo Communications (“Nowo”), o qual se encontra sujeito à necessária aprovação regulatória.

A transação terá de aguardar pela necessária aprovação regulatória, sendo expectável que a mesma possa estar concluída durante o primeiro semestre de 2023.

Vodafone anunciou recentemente acordo para compra da Nowo