Quantcast
PplWare Mobile

Vodafone anunciou recentemente acordo para compra da Nowo

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Micas says:

    infraestrutura HFC espalhada por todo o país. E migrações para FTTH? Vão desconsiderar como fez a NOS não permitindo a migração a atuais clientes, exceto a novas adesões? Temos de esperar. Eles deverão querer fazer uma mudança soft.

  2. jota says:

    A AdC tem que vetar este negocio! A Nowo tem preço mais baixos do que os outros, e o que está aqui a acontecer é claramente uma tentativas de eliminar, do mercado, preços mais em conta!

    • David Guerreiro says:

      Concordo. Absorvem a empresa, e acabam com os tarifários mais baratos.

    • Keyboardcat says:

      É uma prática comum. Assisti ao mesmo fenómeno nos Países Baixos. O mercado era dominado por 3 grandes, e os preços eram bastante superiores à media europeia.

      Com espectro subsidiado pelo governo, uma nova operadora surgiu no mercado, a Tele2. Embora com uma cobertura inicialmente reduzida, a nova operadora abanou o mercado por completo. Eu que pagava cerca de 30€ por 5GB cerca de 6 anos atrás na KPN, atualmente pago 16€ por 20GB na Tele2. Foram introduzidos tarifários ilimitados por 25€, algo que era impensável antes da nova operadora. Em menos de 2 anos os preços médios praticados em muitos casos baixaram para metade.

      O mercado estava finalmente a ficar competitivo. Até que há 2 anos atrás a T-Mobile comprou a Tele2, voltando ao monopólio das 3 operadoras. Embora tenham feito promessas que os clientes não iam ser afetados e os preços iam ser mantidos, a verdade é que isso não se verifica. A qualidade da Tele2 começou a deteriorar a partir desse dia. Velocidades cada vez menores, chamadas instáveis. Neste momento é a única que não oferece e-SIM. Aos poucos a T-Mobile vai degradando o serviço até as pessoas ficarem fartas e deixarem de usar a operadora e mudarem para a empresa mãe.

      Espero que outros países não caiam no mesmo erro e deixam a pequena operadora ser comprada por um dos 3 grandes. Vai ser um retrocesso no mercado.

    • Amilcar Alho says:

      ISTO!

  3. pedro says:

    Continuam a comer quem lhes faz concorrencia… adiantou muito leiloes 5g e agora ficam com essas frequencias… vamos la comer a concorrencia pq nao faziam parte do cartel dos 29.90€ de todas as outras!

  4. Pedro Miguel says:

    Mais uma vez, os pequenos são engolidos pelos grandes e volta tudo ao mesmo.
    A autoridade da concorrência existe para quê mesmo?
    Este país é uma anedota de mau gosto..

  5. Hugo Pombo says:

    A Vodafone comprou o accionista da Nowo que é espanhol . Em Portugal só há uma hipótese. Ou a Nowo funde – se com a Vodafone ou é vendida. Aconteceu o mesmo quando a Altice comprou a PT, teve que vender a cabovisao (actual nowo).

  6. Bernardo duro says:

    Um dos cartéis em Portugal continua impunemente o consumidor é que vai pagar a fatura…

  7. Rui Mateus says:

    Comprar para eliminar. Angariação de novos clientes? Não me parece que seja esse o objetivo. Não posso ver a Vodafone à frente. Se eu fosse cliente Nowo e se o negócio avançasse, mudava de operador em 3 tempos.

    • k says:

      Tens uma história de “não posso ver X” em todos os operadores, se perguntares a pessoas diferentes.
      O MEO tentou vigarizar o meu pai aqui a uns anos e mudou pra NOS. A NOS tentou-me vigarizar a mim e mudei para vodafone. E a vodafone volta e meia tenta-me tirar mais dinheiro da mensalidade por merdas sem fundamento, quase todos os meses tenho que ligar para lá para me fazerem notas de crédito.

      Do ponto de vista comercial, nenhum é bom. Do ponto de vista técnico, depende da zona e da tua sorte ao lidar com eles. Que eles nos vão tentar esfolar é um dado adquirido, é preciso é estar sempre atento.

      Uma protip, das melhores coisas que se pode fazer é comprar um BOM router, desligar tudo do router deles menos o DMZ/bridge para o teu novo router e esquecer que aquela desculpa triste de router existe.

  8. Realista says:

    Não é só questão de preço. É questão de cobertura também. Sempre estou para ver se depois da compra a Vodafone vai passar depois a Nowo para a sua rede em vez de continuar a usar a rede da MEO.

    Assim como muitas pessoas, tenho Nowo porque onde resido (interior) não há rede nem da NOS nem da Vodafone. Só MEO (e Nowo porque usam a mesma rede). E tenho uma fidelização ainda activa. Se assim for, se passarem a Nowo para a rede da Vodafone, quero ver como vão resolver os contratos que vão ficar sem cobertura de telemóvel, como irá ser o meu caso

  9. SANDOKAN 1513 says:

    FTW Vodafone !! Mainada. 🙂

  10. ERUS says:

    Dejavou onde é que se já viu isto??? há sim NOS a abafar a concorrência comprando o concorrente Pluricanal…

  11. informado says:

    Sempre a mesma coisa,. Compra-se quem tem preços mais baratos.

  12. Carlos says:

    Enfim, sempre a piorar… Tb não vou mto a bola com a Bodafone apesar de achar que no fundo são todos iguais. Uma coisa que não entendo é pq não existe um tarifário só de internet sem TV a um preço decente… a ANACOM que devia nos defender é o que é, tb pq não existe interesse nisso, nem o governo pq qt mais se paga mais imposto entra.

    • Domdiego says:

      A Nowo tem. 22€ por mês… velocidade não tenho certeza mas andará a volta de 20Mbits (reais na minha casa)… ou seja haverá sítios melhores e piores…

  13. deeppurple says:

    Eu tenho um contrato NOWO com 3 números. Dos desses números tem o mínimo e pagam 7,50€. No outro pago 12,50€ e tenho 20GB.
    Desisti da Vodafone após ser maltratado e chupando com a cobrança casa vez que não tinha saldo para renovar a semanada.
    O que a Vodafone quer é mesmo eliminar a concorrência para depois aumentar os preços. Tão claro como a água.
    Dinheiro dinheiro dinheiro… poder poder poder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.