Quantcast
PplWare Mobile

COVIDSafe: Austrália lança uma polémica aplicação para rastreio da doença

Download

Homepage: COVIDSafe
Preço: Gratuito

                                    
                                

Fonte: Minstério da Saúde da Austrália

Autor: Marisa Pinto


  1. Informação drámatica says:

    WOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOW já existe na coreia do sul á pelo menos 3 anos wooow

    https://www.smartcitiesworld.net/news/news/south-korea-to-step-up-online-coronavirus-tracking-5109

    • Dark Sky says:

      Não baralhes.
      Diz no link que puseste sobre o sistema da Coreia do Sul:
      “A aplicação “proteção de segurança de quarentena automática”, desenvolvido pelo Ministério do Interior e Segurança, permite que aqueles que estão em quarentena permaneçam em contato com os responsáveis ​​pelo caso. O sistema também usa o GPS para rastrear sua localização e garantir que não quebrem a quarentena,
      Usa dados como filmagens de câmeras de vigilância e transações com cartão de crédito de pacientes com coronavírus confirmados para recriar os seus movimentos.”

      O da Austrália não é nada disso, não é um sistema de rastreamento e localização, para forçar os infetados com Covid-19 a ficar em casa, não usa GPS (nem sistemas de localização através de operadoras, como por cá alguns inventaram)

  2. Dark Sky says:

    Sim, o que é de esperar para Portugal é uma plataforma idêntica à australiana.

    Quanto ao que diz o post “Em Portugal, um sistema idêntico (link para post anterior) poderá estar a ser analisado para ser aplicado no nosso país. Esse post diz “O Pplware tem conhecimento que as operadoras, o Governo e o SNS estão a trabalhar numa solução para que se possa ter acesso à localização de telemóveis dos cidadãos.”

    Não tem nada a ver com operadoras nem com acesso à localização. Andaram a assustar as pessoas para nada.

    O que diz o site da app australiano:
    “O COVIDSafe pode ser usado para rastrear um utilizador ou contato?
    Não. Ele não registra a localização ou os movimentos de um indivíduo. O aplicativo apenas observa que ocorreu um contato próximo [através da troca automática de informação por Bluetooth entre os smartphones] para permitir que as autoridades de saúde do estado ou território entrem em contato com esses utilizadores da app para permitir que eles se auto-isolem rapidamente e busquem atendimento médico”.

    • azazel says:

      O aplicativo não necessita de guardar nada, assim que o governo quiser tem toda essa informação disponivel ja que a guarda a vários anos para quem questionar a veracidade desses factos pergunte a vodafone pq tem varias racks de servidores dedicados ao wireshark e porque é que a nossa lei permite a vodafone e as outras varias operadoras guardarem metadados com localizações.

      • Dark Sky says:

        O que é preciso saber é a menos de quantos metros e durante quanto tempo duas ou mais pessoas estiveram próximas uma da outra.
        Isso só pode ser dado pela intensidade da ligação Bluetooth e pela duração dessa ligação.
        Os metadados das localizações que os operadores guardam não permitem nada disso.
        Não venhas com a treta dos operadores, já basta o pplware.

        • azazel says:

          Tretas ???? acho que o amigo não pesca muito da coisa bluetooth so funciona se estivel ligado (activo) a antena do telemovel funciona sempre a não ser que o telemovel esteja desligado e se quiser saber + pesquise como funcionam os varios protocolos utilizados pelas antenas de telemovel.

        • azazel says:

          Como não da para responder no debaixo não sei pq respondo aqui, a ser seguidos estão a ser todos a muitos anos não directamente mas se quiserem estão lá os metadados todos e os metadados incluem muita coisa são + de 30 parametros como e só alguns como ex localização , proximidade , datas horas etc etc .

  3. eu2 says:

    Como é que isso invade a privacidade, se tudo o que se tem que fazer é colocar na app se estou ou não infetado, e ligar o bluetooth? Não me localiza (não usa GPS, apenas bluetooth para detetar se estou perto de outra pessoa ou não), não me identifica (não precisa de nome nem nada), e a única informação que obtém é que estive em contacto com alguem [não] infetado.
    Basicamente, se vou à rua, ao instalar essa aplicação fico automaticamente mais seguro, pois se passar ao lado de alguem que poderia ter estado em contacto com um infetado, seria logo notificado e tomaria logo precauções.

    • Dark Sky says:

      Não funciona assim. Não andas com app a detetar “alguém que esteve em contacto com alguém infetado”, como quem anda à caça de pokemons (mas de facto, circulou essa informação).

      Ligas a app e o Bluetooth. O sistema guarda, durante 21 dias, a informação das pessoas (com a app) com quem estiveste à distância até 1,5m e mais de 15 minutos. Se uma dessas pessoas introduzir na app que teve um teste positivo (o que é confirmado pelo SNS australiano para impedir falsas comunicações) o SNS australiano entra em contacto contigo.

      Mais FAQ em: https://www.covidsafe.gov.au/help-topics.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.