PplWare Mobile

Estarão os smartphones a evoluir no capítulo da autonomia?


Curioso desde cedo por tecnologia, procuro aprender e partilhar um pouco mais a cada dia que passa.

Destaques PPLWARE

  1. Pedro Alves says:

    “Muitos de nós nos lembramos certamente da autonomia excelente que os antigos telemóveis ofereciam, fazendo com que o carregamento fosse algo esporádico. ”
    Isso é mito! As baterias não duravam mais. As pessoas é que não passavam tantas horas agarradas ao telemóvel como passam agora. Se eu estivesse agarrado a algum jogo naquela época a bateria durava o mesmo que hoje.

    • Vítor M. says:

      Olha que também não é mentira não senhor. Claro que duravam mais porque ofereciam menos, mas é verdade que passávamos muito menos dias agarrados ao telefone.

    • joao says:

      ouve lá mas queres comparar a resolucao e tamanho dos ecras daquela altura com os de agora? antigamente tinhas rede 3G e 4G? e os sensores eram os mesmo? tinhas som stereo? nao tem nada a ver com as horas que passavas ou passas agora. Os smartphones sao infinitamente superiores ao que eram no tempo que referes. Os processadores sao muito mais eficientes agora. A diminuicao do tamanho do processador, a mudança de lcd para oled e a optimizacao da utilizacao dos recursos do SO, sao tudo factores que levaram a diminuicao do consumo. O aumento do ecra e o aumento do poder do CPU/GPU contribuem exactamente o contrario, para o maior consumo do aparelho. mas comprar um smartphone de ha +10 anos com um de agora é ridiculo, alias nem estao na mesma categoria…um é um telemovel..outro é um smartphone.

    • S Pimenta says:

      O meu pai como vendedor teve um telemóvel desde 1998: Siemens e Nokias, e tinha de carregar na mesma todos os dias (e às vezes até durante o dia, com um carregador de isqueiro)

      Por isso… quem dá utilização intensiva nos telemóveis, desde sempre que só durava 1 dia a bateria…

    • Renato Nismo says:

      para a maioria dos jovens em 2004 a rede social era apenas SMS e eu me lembro que trocava sms sem parar e durava poucas horas até ao carregamento

      o lg l90 que eu tive, fez 15 horas de sot, tudo no mínimo dos mínimos e desligado e apenas trocas de sms, quadruplo ou quintuplo mais autonomia do que os tijolos que usávamos sms na época.

      quanto a jogo, o nokia 3200 a mim nem durou 1 hora. o lg l90 durou 7 horas de sot, 1 hora a jogar real racing 3 e o resto do tempo facebook e chrome,

      foi em 2014 que usei esse lg e a autonomia nada tinha a ver com os antigos
      tá aqui o álbum que fiz testes quando comprei o L90
      https://imgur.com/a/Mconb

  2. Fred says:

    Os smartphones têm evoluído de uma maneira exponencial, mas a tecnologia usada nas baterias é bem similar à usada há mais de 10 anos atrás. Ainda assim, a necessidade de carregar a bateria com tanta frequência está a diminuir a durabilidade de alguns smartphones, dado que, a maioria dos smarphones não dispõem de baterias removíveis, originando aqui que se chama obsolescência programada. Portanto, para maximizar a durabilidade do teu smarphone, é recomendado que mantenhas entre os 50 e os 80%, não deixando que baixe mais de 20%. Se estou enganado, por favor corrijam-me.

    • hommer says:

      não, estás correcto, no que dizes, os smartphones estão a evoluir a uma velocidades estonteante, mas o componente vital que faz com que o mesmo funcione, a bateria, pouca ou nenhuma evolução teve até ao presente, e por mais optimizações de software e afins, o smartphone ter capacidade para ter um dia de utilização extrema é impossível, dai ter de se carregar muitas vezes mais que uma vez ao dia, dai como foi dito algumas marcas apostarem em smartphones com baterias de elevadas capacidades o que culmata esse problema, no entanto a malta é fina, não lhe agrada qualquer coisa, logo um smartphone atijolado não interessa, ou mesmo recorrer a capas powerbank que é outra maneira de combater a situação de as baterias não serem amovíveis, mas não fica feio…

      eu simplesmente nesse aspecto estou-me na tintas para bonito feio ou gordo, não me importo de ter um smartphone atijolado desde que me garanta autonomia suficiente para durar um dia ou mais sem ter de andar com carregadores atrás, quero é que cumpra as suas funções para o qual o comprei…

  3. zeze camarinha says:

    PARECE MAIS UMA NOTICIA DE PROPAGANDA DA Huawei QUE DE PROBLEMAS DE BATERIA

    • hommer says:

      não é uma noticia de propaganda, é uma grande realidade no mundo dos smartphones em que toda gente se queixa…

    • F. Rodrigues says:

      Poderá ser mas, tenho um P20 (não o Pro, não o lite) e realmente a gestão da bateria não tem comparação com o meu anterior Samsung S6. No meu caso, mais do dobro da autonomia para um mesmo tipo de utilização (e com muito melhor desempenho …).

    • Wave says:

      Se fosse Samsung era Samsung, se fosse Apple é porque estão sempre a bater no ceguinho, é Huawei por isso é propaganda…
      Não há artigo que sirva?
      Usaram uma marca que possui uma gama variada para demonstrar um ponto, vem daí já é marketing…
      Há poucas marcas onde se possa pegar e fazer uma comparação de 3 ou mais smartphones da mesma gama. Esta possui desde gama média a gama alta!

    • carlos says:

      tem razão… mais uma vez sempre reforçar os chineses… o pplware deve receber comissão de algumas marcas…

    • Vitor says:

      Lol. Tens algum huawei p20 pro para falares? Eu tenho é posso garantir que é verdade já tive iPhone 6/7 plus. Samsung 6edge plus Sony z/3/5 Xz premium. E para mim o melhor que tive até agora é o huawei. Termos de câmara. Bateria desempenho. Por isso não fales do que não sabes. Se propaganda é falar bem de uma firma que faz melhor que as outras. Coitado

  4. maria vieira a atriz says:

    nao tenho tido problemas algum na bateria desde que comprei o Xiaomi Mi A1 bom preço e desempenho e ainda Android one com atualizações cada um tem o que merece

  5. Pedro Monteiro says:

    A mim parece-me que esta notícia é publicidade para a Huawei. Mas é apenas a minha opinião.
    E já agora, quem viveu com telemóvel no ano 2000, e lhe dava utilização intensiva, por exemplo com o boom dos SMS’s e Jogos como SNAKE, sabe bem que a bateria chegava ao fim do dia a colar no mínimo! Falo de experiência própria em 3210, 3310, 3330…

  6. José Lopes says:

    Na xiaomi tenho verificado que as autonomias não são nada más…

  7. Bruno says:

    Eu farto de ter de carregar o tlm mais que uma vez por dia acabei por investir num tlm com bateria de 6000mha. Conseguindo na maioria das vezes 3 dias sem carregar.
    Óbvio que abdiquei no design e peso do tlm, mas fiquei mais vem servido.
    Há no mercado alternativas para todos os gostos e preços.

  8. Miguel Santos says:

    Antigamente, comparando com aquilo que temos hoje, havia grandes autonomias com fracos (muito) equipamentos. Hoje, temos “bestas” de equipamentos, com autonomias relativamente fraquinhas, pelo menos para a maioria.
    Penso que o problema são os utilizadores e não os equipamentos, propriamente. Antes, os telefones eram a preto e branco, não havia cá aplicações nem nada parecido, e chegavam a durar dias e dias ligados, sem problemas nenhuns. Hoje, é aplicações daqui, aplicações dali, brutos ecrãs cheios de cor…hoje sai uma ecrã assim, amanha sai outro melhor e as baterias não acompanham esta evolução.
    Estou confiante de que quando houver uma maior estabilização da tecnologia, as autonomias também iram melhorar certamente.

  9. Elkido says:

    Super Vooc da OPPO é o carregamento mais rápido do mundo…. carrega uma bateria grande do OPPO FIND X em apenas 35 minutos… é a 50 watts

  10. Elkido says:

    Quando eles aqui ou os próprios fabricantes falam em 2 dias de autonomia me fazem rir.Muiita gente ainda acredita….. OS supostos 2 dias dá para aí 8/9h de utilização… isso é que deviam colocar porque é a realidade

    • Ana says:

      Isso não é bem assim. A bateria tem um peso fundamental. Passei dum telemóvel com 2100 mA para uma de 4100 mA e faz toda a diferença. No primeiro as x nem um dia aguentava e o que tenho agora da me para 2 dias a vontade e esta sempre ligado. O uso claro que influencia mas a potencia tem um papel fundamental. E não tenho Huawei como fala no artigo mas sim um Asus e cumpre com aquilo que promete

  11. Salsed says:

    Neste requisito a Huawei serve com bom exemplo. Tenho um Mate 10 pro e dura muito. Dou utilização intensiva e tenho tudo ligado, o próprio software encarrega se de desligar o que não utilizo. Um dia é o mínimo que me dura, um dia inteiro sem problemas. No meu anterior Samsung era uma chatice, com utilização intensiva, morria à tarde.

  12. Renato Nismo says:

    cada vez reduzem mais o tamanho dos chips e põem-nos cada vez mais eficiente a forma como trabalham, muito menos aquecimento, colocam amoled ou ltps ou tipo de ecrã com menos consumo, antenas e gps melhorados a puxar menos bateria, sensores de câmara a gastar menos, etc. etc.

    até agora tudo bem, é tudo uma evolução, mas estar a melhorar tudo e ainda reduzir o tamanho da bateria para manter a mesma autonomia de hoje ou de antes, isso é estar a parar no tempo.

    quick charge não é uma solução, os tlms novos são cada vez mais produtivos para trabalhar e depois ter menos bateria obriga sempre a gastar os ciclos e a bateria perder a vida útil em poucos anos.. e também fazer constantemente pausas nas horas da produtividade só para estar a carregar perto da tomada.. ou longe da tomada e não conseguir chegar ao fim do dia sem o tlm terminar a carga.. e estar a carregar powerbank tira prática.. quantos já vi pessoal com iphones ligados ao powerbanks..

  13. Elkido says:

    Salsed o teu Mate 10 da Huawei foi o primeiro smartphone com inteligência artificial do mundo e tem Inteligência artificial na gestão da bateria e câmeras…por Isso desliga o que não estás a usar…o meu Xiaomi Mi 8 tb já tem essa inteligência artificial

  14. Jose Lapao says:

    A duração da bateria não depende so da utilização do equipamento, mas também (e muito) das condições da rede que usamos.
    Dou exmplos reais para mim
    Tenho um LG G4, vivo em Borba no atentejo e uso a MEO como operador. De segunda a sábado das 6am as 17pm trabalho numa empresa transformadora de mármore a cerca de 2km da cidade, onde a cobertura é horrível e entre o 2G de 3 barras de 5 e o 3G de 1 barra de 5 o que faz com que o equipamento passe o tempo a alterar entre o 2G e o 3G aquecendo imenso, como se trata de o smartphone então uso todos os serviços que um equipamento deste tipo nos dá ou seja tenho o push do email e todas as notificações, sejam elas whatsapp, skype, twiter, etc. Ou seja a minha net esta sempre ligada e sendo assim e tendo em conta que por volta das 5am desligo o equipamento do carregador e por volta da 1pm ou 2pm o equipamento só ja está com 20% de bateria e isto sem quase ou nenhuma chamada, algumas SMS e algums whatsapp e/ou skype.
    Com o mesmo equipamento e as mesmas condições de utilização (ou talvez mais, porque durante as horas de trabalho não posso usar muito o equipamento) a bateria do equipamento chega a durar o fim de semana inteiro ou seja desde as 1pm de sabado e ate as 11pm de domingo hora a que normalmente me deito para me levantar na segunda as 5 am.
    Por isso de dizer que a bateria dura X ou Y horas dependendo da utilização não é de todo verdade pois as condições da rede são tanto ou mais importantes para a duração da bateria

  15. Jorge says:

    Talves!!!
    Menos os samsung e os apple esses é tudo menos autonomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.