PplWare Mobile

Escolhas Pplware 2015


Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. Emanuel Vitorino says:

    Curioso como no top dos dispositivos, no smartphone do ano, no sistema móvel do ano e no Computador Pessoal do Ano é Apple, mas nas marcas do Ano nada de Apple…

    • Humberto says:

      O problema é que o mundo da tecnologia está algo parado… A única inovação da Apple foi o Watch, o resto foi fazer o mesmo que fizeram até agora.
      Já a Microsoft apresentou o HoloLens, o Surface acabou com toda a especulação que não havia mercado para híbridos, e o Windows 10 é o único sistema operativo pronto para o futuro dos dispositivos.

      Concluindo, a Microsoft apresentou-se em 2015 a com uma estratégia renovada e a pensar no futuro, enquanto a Apple apresentou-se com o mesmo modelo de negócio dos anos anteriores, que não quer dizer que estejam errados, mas mostra tornam a marca desinteressante, principalmente para os media que querem é mudança para escrever notícias.

      Para os próximos anos, acredito que as grandes novidades no mundo tecnológico estejam nos automóveis, e aqui a Apple e Google parecem levar uma ligeira vantagem (já andam nisto à mais anos), mas novamente, tanto o Android e iOS ainda não são capazes de se apresentar a 100% noutros aparelhos que não em telemóveis e tablets (nem sempre), pelo que a estratégia do W10 até pode ter maior sucesso devido a estar pensado a correr em qualquer dispositivo (iot) e não num dispositivo específico.

  2. Hugo Silva says:

    Pode ser a vossa opinião, mas tendo em conta as vendas da PS4 vs. X1, é difícil considerar a X1 melhor. Sem ser fan boy nem nada (visto que já tive vários sistemas, desde a minha SNES, à Megadrive, Dreamcast, etc.), mas é que nem sequer é uma diferença pequena, os números até Nov. 2015 apontam para vendas de 30M de unidades de PS4 e metade disso para X1. Eu se pudesse teria os dois mas a PS4 é muito mais um sistema de gaming puro, ao passo que a X1 é um sistema de entretenimento. De resto, talvez só trocasse o Snapchat pelo Wahtsapp ou o Smart Watch por outro gadget (qual, não sei, mas não me parece aquele que tenha tido mais impacto)

    • Necroman says:

      Não são as vendas que fazem uma consola melhor ou pior. Isso da PS4 ser uma consola de gaming puro vs X1 ser uma consola de entretenimento foi algo que não te “venderam bem”: a PS4 é basicamente uma consola para jogar, ao passo que a X1 é uma consola que serve para jogar e não só, pois apresenta-se como sendo muito mais completa e flexível, principalmente no campo do entretenimento, já para não falar no multitasking…
      Para além disso, isto refere-se a este ano de 2015, onde os melhores e mais exclusivos jogos estão na X1. Cumprimentos e bons jogos!

      • Hugo Silva says:

        São várias as notícias que indicaram que jogos que iriam sair a 1080p e 60FPS acabaram por levar dumb down para 30FPS por causa da X1 (Tomb Raider, Destiny, Witcher 3). Claro que a Sony diz que a culpa é da Microsoft quando não sabemos se tem de ser assim por causa de ambas as consolas, mas há vários jogos com pior setting na X1 que na PS4. E os jogos exclusivos da X1, só tenho pena do Halo (o Forza não iria jogar assim tanto) e na PS4 tiveste Bloodborne e Until Dawn para competir. Com os problemas que têm tido, continuo a achar a PS4 muito mais “consola”, mas nada me impede de um dia mudar 😉

        • Ricardo says:

          Explica lá como é que um jogo como o Witcher 3, que nem sequer consegue correr a 30 fps estáveis na PS4 ia conseguir correr a 60fps?

          Em relação à escolha da consola, é opinião da Pplware, não te deveria fazer tanta comichão

          Para além do especificado no artigo, a MS este ano introduziu a retro-compatibilidade, de forma gratuita. Para além disso tens ainda o serviço EA Access, que por enquanto é exclusivo da Xbox One.

          A própria Sony admitiu que o ano de 2015 foi escasso.

          http://www.gamespot.com/articles/sony-admits-ps4-first-party-lineup-this-year-is-a-/1100-6427614/

          Talvez para o ano o caso mude de figura com Uncharted 4, Horizon, Gran Turismo Sport, etc.

  3. jliolp says:

    Concordo com todas… coloco apenas uma exceção: o iMac 5k (2149€) continua a ter um valor muito elevado para computador pessoal. Um de 21.5″ (1299€) chegava perfeitamente ou até mesmo o MacBook Pro (1499,63€), para não sairmos da maçã…

  4. Rui Cardoso says:

    Apenas mudaria o browser, que apesar de usar o chrome acho que anda a piorar, e o computador pessoal que meteria o Surface tambem

  5. Delta says:

    Hmm… A Apple não está no top 3 de marcas do ano no entanto ganhou um monte de categorias. Alguma coisa não está bem.

    • Francisco Almeida says:

      Isso quer dizer que tem de ser a marca do ano? A Microsoft foi muito mais activa que a Apple, por exemplo. A Google, com projectos como o Google X Lab foi muito mais dinâmica…. faltou ali, na minha opinião, o Facebook como 3ª marca do ano.

  6. Manuel says:

    o melhor é mesmo o iphone

  7. Vitor says:

    haja dinheiro

  8. RF says:

    Apple Watch escolha do ano 2015!? Um relógio que só tem integração com iOS..? Então e por ex. o Huawei Watch ou o Moto 360 2nd gen. que para alem de muito mais bonitos (ok bem sei que é a minha opinião pessoal), mas que conseguem interagir tanto com Android como iOS!? Isto para não falar que teem muito mais apps e a personalização deixa a um canto a Apple?! Em fim….

    • Vítor M. says:

      E em termos de vendas? De desenvolvimento e capacidade de mobilização? Em termos de inovação e propostas para áreas como esta: http://bit.ly/1YLB4x0

      Tudo conta, principalmente o que arrasta mais utilizadores, mais vendas, o hype e o valor do gadget em termos de imagem. Isso de deixar a um canto tem muito o que se diga. Sendo máquinas fantásticas (qualquer um deles e eu tenho o Moto 360 que adoro) não conseguiram cativar tantos milhões como o Apple Watch. Isso tem um peso no mercado global.

      • RF says:

        Em termos de vendas não podes analisar o Moto 360 ou o Huawai Watch ou outro qualquer smartwach com Android no individual Vítor M. como se pode fazer com o Apple Watch, por este último ser “único” no seu ambiente Apple. Há por aí algum estudo de mercado a nível mundial com % de vendas que possamos ver? (até posso estar errado e o Apple Watch vender mais do que os outros todos juntos..) Em termos de inovação sinceramente o Apple Watch para mim não traz nada de mais.. e sejamos sinceros, usas a maioria das Apps que está no video que apresentas-te? Acho que o que o torna num bem apetecível é precisamente o Marketing todo à sua volta, ou seja, o valor da marca.. o status de ter o gadget. Quantos anúncios em Portugal passaram do Moto 360 ou do Huawai? A maioria nem sabe que existem.. ao contrário da Apple que até dá no Jornal da Noite!
        Em termos de qualidade de construção.. aí sim, nada a dizer, eu tenho lá por casa um Macbook com 7 anos e um iPad já com 4 e não posso dizer mal. Já andei a brincar com o Apple Watch e… talvez por ser a 1ªGen deixe muito a desejar, assim como ser algo complicado de interagir, coisa que a Apple não é.

      • Emanuel Vitorino says:

        Não conseguiram cativar porque não foi feita publicidade nenhuma! O Watch apenas foi escolha porque mais uma vez o marketing da Apple é ridiculamente estrondoso! Se tivessem feito publicidade ao moto 360 e etc, logo se via se o Apple Watch vendia tanto.

        • Vítor M. says:

          Não foi feita publicidade? Eu vi muita publicidade, nesta última apresentação estavam muitos “media” pagos pela empresa para dar conta das novidades. Desculpa mas isso não é verdade. E mais, no meu entender o Moto 360 é o smartwatch mais bonito do mercado e se “ainda” não vingou apenas se deve à quantidade de outros que se abafam uns aos outros e não por falta de publicidade. Há marcas “branca” chinesas que se fartam de vender, por exemplo!

      • fer says:

        por essa logica então também a ps4 ficava a frente da xbox, tem mais vendas e arrasta mais utilizadores como tu dizes acima.

        • Vítor M. says:

          No conjunto de parâmetros não, Como já foi referido por outras pessoas, a XBOX ONE traz um ecossistema muito mais rico, um desenvolvimento mais prometedor, agora com o Windows 10, além de hardware mais vanguardista. Há vários requisitos que determinaram os vencedores, são esses os que fazem um produto ter sucesso ou não, desde que saiu, cresceu num período que está balizado do dia 1 de janeiro de 2015 ao 31 de dezembro. Ora pelo que vimos neste ano com suporte de mais de uma década, as escolhas e a votação dos vários editores determinou os resultados que estão à mostra.

          Uns concordo, outros não, uns votei neles, outros não, mas há critérios rígidos, muito bem estudados para chegar a estas escolhas, não é nada feito ao calhas ou com resultados ” pedido” 😉

          • Hugo Silva says:

            Essa do hardware mais vanguardista da XBOX… Espero que não seja o Kinetic, que vale 0 para um gamer. Porque a nível de specs, a PS4 é melhor (excepto no CPU, e aí a diferença é pouca, sendo que já têm 7 cores desbloqueados para devs e a X1 só tem 6). Nesta não consigo mesmo concordar pá! Mas pronto tem que se aceitar

          • Vítor M. says:

            Excepto? Conta tudo Hugo. Além do mais conta também o facto do Windows 10 estar muito mais “íntimo” desta plataforma como sabes, é uma vantagem considerável.

            Depois há o facto de podermos ligar outras novidades, esta por exemplo: http://bit.ly/1MGA3dr 😉

  9. Rui says:

    O Surface Book não foi lançado em 2015?

  10. RATAX says:

    Lumia 950 XL.

  11. irlm says:

    Gostei da última parte. iPad Pro

  12. Francisco Almeida says:

    Diria que a Apple foi a marca do ano (novamente), claro que a Microsoft apareceu este ano muito forte com tecnologias inovadoras, não se pode esquecer do HoloLens, do Surface Book e, da união de tudo, o Windows 10.

    Por isso percebo a vossa escolha.

    PS: discordo na consola. PS4 muito melhor.

  13. B@rão Vermelho says:

    Para mim a nível de inovação acho mais útil o ecrã com os cantos arredondados da Samsung do que o FORCE TOUCH, até que nem altera em nada esteticamente o tlf, e na minha modesta opinião o Edge da Samsung é atualmente o tlf mais bonito, pena é o preço elevado, mas isso são contas que não entram aqui.
    E quanto a Xiaomi, acho que tem tudo para subir, estou a espera do PPLWARE, sobre o veredito final do Xiaomi Note 3, 32GB, para mandar vir um para mim.

  14. Daniel Almeida says:

    Gostaria de ver tambem um portatil nessa lista, acho que e muito aceitavel
    Alem do mais acho que deveriam justificar melhor as vossas escolhas como por exemplo porque o computador mac 5k ….??? a unica coisa que se destaca e um ecra excelente optimo para designers e pessoal da area dos Photoshops e sony vegas
    Agora eu como tecnico de redes preferia memoria e precessamento e um ecra FHD ja e mais do que suficiente, porque temos um bocado a vida engrata passar horas com uma janela so putty aberta e nesse caso um ecra a preto e branco era o suficiente 😀 😀

  15. NewJ says:

    Muito difícil concordar quando entram muitos gostos pessoais..
    Cocordo no Spotify 🙂

    • Francisco Almeida says:

      Era estranho se todos concordassem, diria mesmo que havia máfia. Isto é como os clubes, cada um gosta do seu é por vezes é tão fanático que nem olha a mai nada 🙂

      • JMMS says:

        Como tu, que dizes que a Apple é que merecia ser a marca do ano, quando a Microsoft foi, de longe, a que mais inovou e a que lançou os produtos mals interessantes: Holo Lens, Surface Book (já nem falo do Pro 4), Windows 10, Lumia 950 e 950 XL que se ligam a um monitor e viram pcs, etc. Mais inovador que isto?

  16. NewJ says:

    Diria mais que o W10 Mobile se destacou muito mais em 2015 com a sua função Continuum do que propriamente o iOS9 sem nada de novo..

  17. loghain says:

    Tinha de ser o pplware a dar o prémio de melhor Smartphone a um iPhone 😛

    • Francisco Almeida says:

      Mas qual será o smartphone que tem os melhores serviços? O smartphone que mais vende no mundo? O smartphone com melhor ecossistema? O smartphone com o charme, o marketing e o hype que o mundo criou em volta de um telefone?

      Quem foi que conquistou a China? Tudo isso bate a concorrência é só por misericórdia seria outro.

      OnePlus 2 saiu furado. Os Xiaomi são parcos em mercados, a Sony morreu, a LG está moribunda, a Samsung canabaliza-se mês a mês, a HTC é tímida e a Huawei deu altos tiros nos pés com o Nexus 6P…

      Queres milagres ou vais lá sozinho?

      • Celso says:

        Melhores serviços, em quê? Se estás a falar das apps da Apple, coitadinhas.
        Tenho um ipad e coloquei-as todas numa pasta para não chatearem muito. De resto quase todas as aplicações de outras companhias estão nos 2 SOs.

        Relativamente ao ecossistema, neste momento a Playstore já tem mais apps que a App Store da Apple. Existem apps que realmente só existem para iOS, mas também já existem bastantes exclusivas Android.

        Quanto ao marketing, aí dou-te toda a razão. Ninguém é melhor a vender o seu peixe que a Apple.

        Da China estás bastante enganado, estando a Apple neste momento a ocupar o 3° ou 4° lugar em vendas, atrás de diversos OEM locais.
        E o Nexus 6p a que chamas tiro no pé foi considerado por diversos sites e publicações como o melhor Android do ano.

        Com isto tudo não quero dizer que o iPhone é um mau telemovel, muito longe disso. Mas para mim é apenas mais um excelente equipamento no meio de muitos outros de outras marcas.

      • Delta says:

        Qualquer Android tem serviços igualmente bons e normalmente mais baratos; Isso não faz parte de MELHOR smartphone; qualquer um com Windows Phone; isso faz dele um melhor smartphone como?; não sei, não estudei isso na escola, mas penso que a China foi um império que foi crescendo e conquistando outros impérios…

  18. Dc says:

    XBOX ONE? Really?

    • Francisco Almeida says:

      Provavelmente a melhor em termos de hardware, mas em títulos discordo.

      Agora, com a store, ligação a serviços Windows… ok com tudo isso sem dúvida que é a mais completa.

  19. Eduardo Silva says:

    Concordo com o Gmail, Dropbox, Facebook, Youtube e Spotify. São aplicações que funcionam perfeitamente nas minhas Distros e Smartphones ou Tablets. Em relação ao Chrome discordo, o Firefox está a funcionar muito melhor em termos de consumo de RAM, a sincronização é perfeita, o flash funciona sempre, isto claro nas minhas Distros. Já nos telemóveis acho o Opera Mini ou o CMBrowser bem melhor que o Chrome. O Google Photos desiludiu-me bastante, o Picasa era bem melhor. No Smart ou no Browser não tem a função de visualisação automática das fotos (apresentação em diapositivos)??? Uma função básica para qualquer visualizador de fotos. Quanto ao resto nem concordo nem discordo, pois não possuo nem faço conta de possuir qualquer dos artigos.

  20. João Ramiro says:

    Discordo no browser, flop e consola. Ok que o Chrome continua a ser o mais usado e como dizem, sem grandes melhorias mas o mesmo critério não serviu para a consola que é a que tem menos utilizadores assim como a que houve uma menor evolução (360 -> One vs PS3 -> PS4, hardware e funcionalidades, comando). Quanto ao iPad Pro, o mesmo factor, não é o mais utilizado/vendido da gama mas… o Surface Book? Não foi o que se esperou dele, com alguns problemas à mistura. Por outro lado, concordo plenamente com o The Witcher 3.

    • JMMS says:

      Fanático iDiota. O iPad Pro e um flop, sim! O Surface Book é dos melhores produtos do ano! Não tens dinheiro para um? Paciência, compra um iPad air de 500eur e finge que gostas.

  21. João says:

    Longe das luzes da ribalta há outras inovações que passam despercebidas mas que são bem interessantes do ponto de vista tecnológico. Por exemplo, a Jolla tablet com o sistema operativo Sailf Fish 2.0 que ganhou o prémio Best Tablet do Mobile World Congress 2015. Infelizmente este projeto ficou comprometido por falta de verbas e falência iminente, mesmo assim é impressionante o que uma pequena empresa de poucos recursos conseguiu produzir.

  22. Raul says:

    Mais me parecem… Ummm… Escolhas tendenciosas de 2015!!

  23. Carlos Duarte says:

    “Este é o caminho dos computadores pessoais (…) a um preço justo para a tecnologia que oferece”, para o iMAC RETINA 5K 27″ ?!?

  24. Carlos Duarte says:

    Vitor, recebeste o meu email?

  25. Pedro Pinto says:

    Não há cá nenhum comentário com isso. Vê la bem se publicaste!

  26. João Fonseca says:

    Concordo com o melhor smartphone, apesar de achar o 6S melhor pelo simples facto de ser muito mais manuseável com apenas uma mão, rornando-o ergonomicamente superior, característica que também é bastante importante em qualquer telemóvel. Quanto ao smartwatch, penso que o Huawei Watch merecia levar o prémio devido às várias razões já explicadas aqui, para além de o achar esteticamente mais atraente que o relógio da Apple. Por fim, quanto à inovação e apesar de achar a tecnologia Force Touch indubitavelmente a ter conta, teria de escolher as Hololens da Microsoft. A forma como conseguiram criar um mundo totalmente novo como é possível ver no seu vídeo de apresentação, abre portas para uma utilização verdadeiramente revolucionária.

  27. Sardao says:

    Computador pessoal: IMAC RETINA 5K 27″
    Sistema operativo: Windows 10
    Acho que não vale a pena dizer mais nada.

    • JMMS says:

      Qual é o problema? Não podem achar o hardware do iMac algo excelente, principalmente pelo 5k sem ter de considerar o MacOSx?
      É mentira que o Windows 10 foi o sistema operativo mais UAU do ano?

  28. JMMS says:

    Só discordo com duas, eu acho que o Samsung Galaxy S6 Edge foi, sem dúvida, o melhor smartphone do ano. Além de ser extremamente lindo, tem as curvas, que é algo inovador, os materiais de comstrução, que e algo novo na Samsung, que só lançava smartphones de plástico e as specs, que são muito, muito boas.
    Gosto imenso do iPhone 6s, mas e uma versão s, não foi aquela surpresa.

    A outra que discordo é o sistema operativo para dispositivos móveis. O iOS é apenas uma evolução, ou aliás, uma melhoria do iOS 8, não trouxe quase nada de novo. Aí o “prémio” deveria ser para a Microsoft, com o Windows 10 Mobile. O sistema operativo móvel da gigante de Redmond deu uma volta de 180º, é uma atualização de grande magnitude, tanto a nível estético, como a nível de novas funcionalidades. O Continuum é algo espantoso e é, sem dúvida, o futuro. Esta atualização é tão grande, que ainda tem alguma instabilidade e bugs, pois houve muita mudança por dentro, daí a Microsoft ter adiado a atualização para os smartphones com Windows Phone 8 (deveria sair em Dezembro para os modelos mais recentes, mas foi adiado para Janeiro deste ano, porque a Microsoft vai trabalhar mais na correção de bugs e na melhoria de performance), pena que já lançou os topos de gama com esta versão, o que tem desagradado algumas pessoas, devido à afinação e alimar de arestas que o Windows 10 Mobile precisa.

    PS: Há ainda algo que não concordo – o jogo. O GTA V foi o jogo do ano, de longe. Toda a gente fala nele, todos jogam.

    De resto concordo com tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.