Quantcast
PplWare Mobile

A Terra está a girar mais rápido do que o habitual. Os cientistas estão preocupados

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. João Ferreira says:

    Se os dias são mais curtos então teremos menos calor. Fixe.

  2. Antonio Santos says:

    Já falaram com o pessoal da “terra plana”?… Vão dizer que é tudo mentira!..:)

    • Joana IC says:

      Parece que os “cientistas que estão preocupados” também o são: “… a par do tempo solar, que se baseia no movimento do Sol através do céu.”

  3. SANDOKAN 1513 says:

    Excelente artigo.Pelo que li em termos tecnológicos isto de somente 1 segundo seria uma barracada das grandes. 😐

  4. Joao Ptt says:

    É bom sinal, significa que os espíritos errados estão a ser levados pró inferno, ou se preferirem, para o plano inferior onde podem ser felizes com as suas paixões mais doentias e só beneficiar os demais com paixões similares, ao só se incomodarem mutuamente.
    Por isso a Terra está a tornar-se mais rápida, tem menos gente pesada a retê-la.
    Mas ainda há imensa humanidade aqui na Terra para varrer de volta para tais planos inferiores, pelo que ainda deverá vir a acelerar mais, além de mudar um pouco a órbita para estar melhor exposto às energias do paraíso espiritual.

    • Vasco says:

      Ó João Ptt, quantas gramas? Cada espírito, claro…

    • AntiFanBoy says:

      Bem esse comentário realmente vem romper com a onda actual e usual, devo dizer que consegue surpreender ao mesmo nível de um individuo denominado por RC (mecanico, camionista , empresário e acionista da tesla) que nega dificuldades de operabilidade das baterias nos carros eléctricos. Ainda assim suscitou a curiosidade de alguns , faço a mesma pergunta que o Vasco, quantas gramas é que isso dá? Ou melhor com quantas gramas é que isso se dá? Questão espiritual uma vez mais.
      Se perder muita “gente pesada” não será discriminação pelos standards media actuais? E não ficaremos demasiado leves e estatelamos a nossa “terra plana” (não confundir com cataplana) contra uma parede e partimos este maravilhoso bolo?
      Cumprimentos (Zoltan)

  5. AlexS says:

    Culpa do aquecimento global!
    Agora a sério alguém se de dedicou a estudar a influência disto no clima?

  6. João Viana says:

    Malta q acha q é eterna fica a cozer com estas coisas q o mundo vai acabar.

  7. LarilasOS says:

    Então assim vamos viver mais depressa…os Rádio Macau já previam isso quando no refrão cantavam “A vida num só dia”

  8. Alex says:

    Fico mais descansado com esta notícia. Finalmente está explicado o porquê de tantos tontos que a habita.
    A culpa é a rotação excessiva. Vou dormir mais descansado.

  9. Zelig says:

    Porra, significa que vou ter que trabalhar mais para atingir a reforma!

  10. Paulo says:

    A terra vai ser multada em excesso de velocidade,

  11. João Almeida says:

    Também ouvi dizer que cientistas já afirmaram que a construção de grandes cidades em betão numa área do planeta, pode ser um contrapeso que fará oscilar a Terra, dando-lhe mais velocidade, é como numa roda de um carro,se lhe colocarmos um peso na jante para não oscilar, um peso mal colocado vai fazer a roda oscilar.

  12. iDespairing says:

    We are are all doomed.

  13. ATEU says:

    Lembro-me de em criança ter assistido a uma aurora boreal, julgo que já andava na escola primária e de madrugada, era tudo cor de rosa e as pessoas pelas ruas cá da vila gritavam que era o fim do mundo ! mas não foi o fim do mundo, pelo contrário, não faltaram casamentos feitos à pressa, com tantos cachopos a nascer , foi verdade !
    Se a terra já anda mais depressa um segundo, ou coisa assim, que diferença fará na vida das pessoas ! É mais segundo menos segundo ! Olhem, trabalhei no Estado, reparem que digo trabalhei, porque trabalhei, porque no máximo serão uns cinquenta por cento que lá trabalham, os outros andam lá a levar o ordenado ao fim do mês, por isso é que dizem ser funcionários públicas e o tempo nunca contou para coisa nenhuma.
    Pelo que dizem, os sabidos, a Terra já tem muitos milhões de anos ( mais milhão menos milhão, eles é que sabem) e também tem direito a dar as suas cambalhotas , olhem, como os padres têm de dar as suas, como agora tanto se fala ( eu não gosto de padres e nem de gente de outras religiões )- não sou ATEU, apenas acredito no Criador, mas não acredito que uma mulher se meta numa sacristia a sós com um padre e jovem, seja só para rezar e eu não acredito em SANTOS ! e creio que também não há santos noutras religiões e não se fala nelas ! ALGO DE SACANA ESTÁ POR DETRÁS DESTAS MAROSCAS! Talvez seja por a TERRA estar a andar mais depressa! Mas reparem, como a mulher, hoje se VESTE OU DESPE (!) em público e CLARO, há gente que entende que o VERDADEIRO HOMEM E MULHER QUE DEUS CRIOU, têm de ser todos anormais, sim , porque DEUS criou o macho e a fêmea e fora disso, já é anormalidade. MAS SERÁ QUE TUDO ISTO SEJA POR A TERRA ESTAR A RODAR MAIS DEPRESSA ?

  14. Tonheco says:

    Estou estou preocupado é com o dinheiro que estes “Xientistas” gastam em estudos da treta.

  15. Gerson says:

    Aqui no Rio de Janeiro, pode estar influenciando no clima.

  16. Paulo Cruz says:

    Se o gelo dos polos está a derreter, o peso estava juntos os eixos, passou a estar distribuído pelos oceanos, logo há mais ou menos rotação dependendo da inércia da água (em estado sólido e líquido)… acho eu 🙂

  17. LarilasOS says:

    Cabecinha pensadooooooora

  18. secalharya says:

    Em 150 anos o Homem conseguiu dar cabo do planeta.

    • SombraSys says:

      Você acredita mesmo isso que foi a humanidade a estragar o planeta? Mas eu posso-lhe garantir que eu, os meus familiares, amigos e conhecidos mais próximos nuca fizemos nada que contribuísse para danificar dessa forma tão grave o planeta! Se você me dissesse que os que nos governam controlam e dominam e que são apenas uma percentagem mínima dos que habitam esta terra, esses sim são os verdadeiros culpados de tudo que de mal e prejudicial tem acontecido não só ao planeta mas também a toda a vida que o habita. Isso de ser a humanidade culpada de tudo é apenas mais uma lavagem cerebral! Nós somos culpados “apenas” pela passividade e submissão em como aceitamos esse MAL!

  19. KaPutnixZ says:

    Fixe.. Pode ser que 16 anos de antecedência dê para nos organizarmos.. Ou isso ou no inicio do ano de 2038 estamos a trocar tudo o que é 32 bits.. Tipo à tuga mesmo..

  20. Diogo says:

    A terra não gira…o planeta é não é redondo, é plano, o que gira é o sol e a lua e se girarem mais depressa, é normal que os dias se tornem mais curtos. Ninguem conseguirá por muito tempo continuar a proteger a mentira que diz que a terra é redonda, para esconderem a obra do nosso criador.

    • MR says:

      Por alguma coisa vivemos num planeta, e não num redondeta 😀

    • Antonio Santos says:

      A sério?… Não me digas, queres ver então que agora que também não há satélites, não há lua, é um holograma, não há estrelas, galáxias, é tudo CGI como os “flat earthers” querem fazer querer.
      Basta sair um bocadinho da cadeira e olhar a nossa volta para perceber que isto (terra), não é plana!

  21. AlexX says:

    O Sol sempre foi seguido com muita atenção por quem de direito, para isso existem também todas essas cúpulas espalhadas pelo mundo com pequenas janelas em redor tipo a basílica de s Pedro ou o panteão nacional, onde alguém com alguma regularidade se certifica no interior da cúpula que a “luz do sol” está sendo projectada onde tem que ser à hora que tem que ser. Se 1,59 milisegundos em 24h já está causando preocupação, que dirão em 2100 caso o dia tenha 16h ou o ano 220 dias? O relógio de sol nunca falhará enquanto houver sol. Mas o sol também pode simplesmente desaparecer dum momento para o outro e entrarmos numa nova era das trevas, não deixaria de haver dia e noite mas os dias seriam mais escuros. Se na última vez caíram impérios e outros surgiram, a história repete-se vezes sem conta. Próximas décadas prometem-nos uma experiência de vida fantástica.

    • MR says:

      Mesmo no caso limite de serem todos os dias com -1,59 milli segundos, (2100-2022)*365,25*0,00125 = 35,6 s.
      Portanto ainda estamos a falar de valores muito inferior a 1 hora até 2100.

  22. Há cada gajo says:

    E os instrumentos de medição não podem agora ser mais evoluídos e por isso mesmo mais precisos nas medições realizadas ?

    • AlexX says:

      Se era comigo nem disse o contrário, e tanto são que conseguiram detectar os 1,59 milisegundos num dia. Mas isto foi só um dia, não podem daí tirar conclusões. Não sabemos como foi em 28 ou 30 de Junho, se igual ou não. Estas medições deviam ser diárias e só passados os 365 dias analisar os resultados como fizeram para os 28 dias de 2020 que pelos vistos foram só 28 e tão pouco sabemos se foram contíguos ou não, os restantes tiveram, presume-se, duração “normal”. No fundo isto foi só mais uma confirmação entre várias que houveram que os dias estão ficando mais curtos, mas por enquanto não tem qualquer relevância.

      • MR says:

        Nos anos que fevereiro tem 28 dias, não significa que a terra tenha girado em torno do sol mais rápido!
        Os movimentos de rotação (que formam o dia) e o de translação(que formam o ano) são completamente independentes.
        De acordo com https://pt.wikipedia.org/wiki/Ano , 1 ano tem a duração de 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos.

        Assim é necessário corrigir de 4 em 4 anos, adicionando 1 dia, pois em cada ano estamos a “roubar” aproximadamente 6 horas.
        O ajuste de 4 em 4 anos, ainda não é suficiente, pois não são exatamente as 6 horas, e então nos anos divisíveis por 100 e que não são divisíveis por 400, o ano é comum (28 dias em fevereiro) quando deveria de ser bisexto.
        Por isso, o ano 2000 foi bisexto (é divisível por 400), e o ano 1900 foi comum (divisível por 100 mas não por 400). O ano 2100 será como o de 1900 e será comum, ou seja, irão passar 8 anos de intervalo entre anos bisextos (de 2096 a 2104)

        • AlexX says:

          Fevereiro foi apenas o mês escolhido em acordo para implementar a geringonça que tenta corrigir a não linearidade do tempo. Podia ter sido outro mês qualquer que não fazia diferença. Alguns países no hemisfério sul usam outra geringonça para tentar corrigir essa mesma não linearidade, tentando com isso manter dentro do possível o pico do sol o mais perto possível do meio-dia, e que fazem eles? Mudam a hora apenas uma vez por ano. Quando não há necessidade, não mexem no fuso.
          No entanto nada disso está relacionado com o artigo, os 28 dias mais curtos mencionados no artigo nada têm a ver com Fevereiro. Os dias mais curtos acontecem sempre perto do solstício de verão, Junho e Julho. Mas volto a dizer que podem não ter sido contíguos e pelo meio desses 28 dias mais curtos poderem surgir alguns dias com a duração dita “normal”. O texto descreve o dia 19 de Julho de 2020 como tendo sido 1,46 milisegundos mais rápido. Este ano foi o 29 de Junho 1,59 milisegundos mais rápido. Este valor vai aumentar mas não será num modo linear, não seria surpresa se em 2024 já tivéssemos dias na casa dos décimos de segundo mais curtos, em 2026 na casa do segundo e 2028 termos já dias com 1 ou 2 minutos mais curtos. Só podemos esperar. O que não podemos é alterar ou impedir o que seja no que à “passagem de tempo” diz respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.