PplWare Mobile

Tags: terra

NASA vigia atentamente 5 asteroides que vão passar pela Terra

Apesar de não haver nas contas da NASA nenhum asteroide em rota de colisão com a Terra nos próximos 100 anos, tudo pode mudar rapidamente. De facto, neste momento, há 5 asteroides que estão a ser vigiados de forma mais individual.

Segundo as informações, uma das 5 rochas que estão a caminho do nosso planeta é um corpo celeste grande. De tal forma que, se porventura estivesse em rota de colisão com o planeta, poderia destruir uma cidade inteira.

Imagem ilustrativa de 5 asteroides que irão passar pela Terra, segundo a NASA


Hubble acabou de captar uma imagem nova e impressionante de Saturno… nem parece real!

Saturno é um planeta incrível. Para ter uma ideia “aproximada” do seu perfil, podemos dizer que tem de diâmetro cerca de 116 464 km, nove vezes o tamanho da Terra. O seu aspeto hipnotiza com os seus 32 anéis e 62 luas. Sim, faz frio, a sua temperatura média da superfície é de -178 graus Celsius. Contudo, o seu interior fervilha até aos até 11.700 °C. Portanto, é um astro supremo. De tal forma que o Hubble, da NASA, captou uma nova imagem de Saturno que nos faz pensar se será real ou não.

Se prestar bem atenção, verá que a imagem é tão nítida que parece que Saturno está apenas a flutuar no espaço. Na verdade… é isso mesmo!

Imagem captada pelo Hubble, da NASA, mostra o impressionante Saturno


Cientistas usam ‘impressão digital’ da Terra para encontrar Exoplanetas semelhantes

Compreender muitos dos mistérios do nosso universo começa aqui no nosso planeta, literalmente. Uma das grandes questões que temos sobre o nosso vasto universo gira em torno da ideia de encontrar planetas semelhantes à Terra além do nosso sistema solar.

O homem sonha com a Terra 2.0 e ambiciona encontrar esse lugar num universo que ainda não é de todo um local conhecido. O nosso planeta pode dar muitas pistas.


Sabia que por cima da sua cabeça gravitam mais de 19 500 objetos de lixo espacial?

Ontem vimos que há já “falta de espaço” no Espaço. Poderá ter suscitado alguma dúvida, mas se olhamos para os números poderemos perceber porque está a ficar apertado o Espaço em redor da Terra. Há mais de 19 500 objetos de lixo espacial flutuam por cima das nossas cabeças. Cada vez há mais lixo, mais poluição e mais risco destes objetos chocarem uns com os outros.

A Rússia e os Estados da ex-URSS são os que mais objetos enviaram para órbita, seguidos de perto pelos Estados Unidos.

Imagem da Terra e do lixo no espaço que existe na sua órbita. NASA


NASA afirma que nenhum asteroide registado vai colidir com a Terra nos próximos 100 anos

Há hoje uma preocupação maior relacionada com os asteroides. Ameaças do asteroide do Apocalipse ou do Deus do Caos estão a ser vigiadas pela NASA que desdramatiza os possíveis casos de colisão com a Terra. Segundo a agência espacial, nenhum asteroide conhecido representa um risco significativo de impacto com a Terra nos próximos 100 anos.

Conforme as informações divulgadas, dos cálculos efetuados, os prováveis riscos aparecerão entre 2175 e 2195.

Imagem que ilustra asteroide a passar perto Terra