Quantcast
PplWare Mobile

Tags: relógio atómico

A Terra está a girar mais rápido do que o habitual. Os cientistas estão preocupados

Há um fenómeno que agita a classe científica. Os investigadores ficaram perplexos após descobrirem que a Terra gira mais depressa do que é habitual. Este comportamento torna os dias mais curtos do que o normal. O fenómeno foi abordado já no passado e desde então os valores da velocidade de rotação aumentaram.

As novas medições feitas pelo Laboratório Nacional de Física do Reino Unido mostram que a Terra gira atualmente mais depressa do que há meio século.

Imagem globo terrestre


Os dias estão mais curtos porque a Terra está a girar mais rápido

O seu dia “não dá para nada”? Bom, de facto a Terra está a girar mais rápido do que no último meio século. Isso faz com que os nossos dias sejam um pouco mais curtos. Embora seja uma diferença infinitesimalmente pequena, tornou-se numa grande dor de cabeça para os físicos, programadores e até mesmo para os corretores da bolsa.

O nosso planeta tem comportamentos que ainda deixam os cientistas intrigados, mas faz parte da sua existência. Qual será a razão de estar a aumentar a velocidade de rotação da Terra?

Imagem do planeta Terra na sua rotação


Cientistas reinventam o relógio atómico, tornando-o muito mais preciso

O relógio no seu pulso pode parecer muito preciso no dia a dia, mas não tem nada quando comparado aos relógios atómicos. Os cientistas usam relógios atómicos para uma variedade de propósitos, e quanto mais precisos eles são, melhores e mais úteis serão dos dados que fornecem. Contudo, embora os relógios atómicos mais comuns sejam numa ordem de magnitude mais precisos do que um relógio de parede típico, eles não são perfeitos.

Cientistas do MIT desenvolveram um novo relógio atómico. Este é tão preciso que, em toda a história de 13.800 milhões de anos do Universo, só se atrasaria uns singelos 100 milissegundos.

Ilustração do novo relógio atómico do MIT


NASA lançou um novo relógio atómico mais preciso que os existentes

A NASA lançou um novo relógio atómico. Por outras palavras, a agência espacial colocou em órbita um relógio que usa um padrão ressonante de frequência como contador. Quer isto dizer que o relógio atómico é um medidor de tempo que funciona baseado numa propriedade do átomo, sendo o padrão a frequência de oscilação da sua energia.

Este tempo medido por este relógio é o mais certo que existe. Já agora, que horas serão nesse medidor de tempo?