PplWare Mobile

Toyota está a trabalhar num plano de eletrificação mais ambicioso

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. Jota says:

    Já não era sem tempo! Que aproveite e dê uma pedrada no charco relativamente os (vergonhosos) preços praticados pelos construtores/concessionários automóveis!

  2. Valdemar Santos says:

    Estão e bem a direcionar recursos de I&D no desenvolvimento do que consideram ser – e eu concordo – o verdadeiro futuro da mobilidade, o hidrogénio.

    • RC says:

      Por acaso não, isso andam eles há 32 anos a tentar.

      O hidrogénio só tem futuro em aplicações muito especificas, em mobilidade privada e de pequeno porte não tem qualquer hipótese. Até já pararam de fabricar o mirai.

  3. Alejandro says:

    Se o hidrogénio for uma fonte de energia amplamente usada no futuro, tanto para combustão como para propulsão eléctrica, o que fazer com o vapor de água dele gerado? Pois o vapor de água é uma substância de efeito de estufa também.

    • RC says:

      Como a tecnologia de hidrogénio é semelhante à de combustão, em termos de complexidade, é simples, metem mais uma compressor de ac a gastar energia para arrefecer o vapor e condensa-lo.

      Deve ser por isso que a petrolhada acredita tanto em carros eléctricos a hidrogénio (sim, porque acreditar que vão ser a combustão já é gozar demais com o ceguinho), porque são complicados até dizer chega, até um humificador têm, portanto um desumificador é só mais uma coisita.

      Loooooool

      • Alejandro says:

        Lol, por isso a pergunta, é que os entusiastas do hidrogénio e até a sociedade em geral, ninguém fala dos possíveis efeitos adversos do excesso de vapor de água gerado por milhões de veículos que possam vir a usar esta mesma tecnologia, se algum dia a usarem massissamente. Acho que o desastre do Hindenburg deveria ser uma escola suficiente, para que fabricantes e sociedade soubessem dos perigos em transnportar hidrogénio. Além disso, retirar energia eléctrica a partir de uma bateria é a forma mais simples e eficiente que temos hoje.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.