Quantcast
PplWare Mobile

Entidades criticam a proibição da venda de carros térmicos após 2035 na Europa

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. speddy says:

    Um dia destes será :até 2050 a unica proteína animal para consumo humano na UE terá de prover de insectos . Para bem do clima, claro.

  2. Jota says:

    Carro térmicos? Térmicos parece uma coisa boa! 🙂

  3. Miguel A. says:

    A estupidez no mundo da política, mais uma vez a fazer estragos. A Toyota está a fazer um esforço para adaptar o motor térmico para hidrogénio, porque acredita que não é possível converter todo o mundo para motor elétricos até ao final do século. E estes cromos do Parlamento Europeu, nem sequer permitem a sua aplicabilidade… Gente burra…

    • Keyboardcat says:

      Claro. Certamente os interesses da Toyota certamente vão mais de encontro às necessidades da sociedade e não da empresa e dos seus acionistas.

      Tão inteligentes estes da Toyota. A pensar no bem de todos nós.

      • PAULO SILVA says:

        Se a Toyota lançar as suas novas baterias SSB, então sim, vai ser viável um carro elétrico, pois a sua tecnologia é muito superior ao que temos.
        Quando sair vou realmente pensar na hora de trocar o meu carro, pois é muito superior as novas baterias SSB.

        • Keyboardcat says:

          Anunciar não basta. Que metam os produtos no mercado.

          Se realmente forem competitivos, certamente as pessoas vão comprar. Incluindo eu mesmo.

      • Miguel A. says:

        Não faz sentido criticar a Toyota, porque foi das primeiras a investir em hibridos e hidrogénio. Aliás, a Toyota é das que tem a média de CO mais baixa nos seus modelos. Os seus hibridos são dos mais eficientes e o hidrogénio elétrico é uma tecnologia muito eficiente, mas cara. O hidrogénio a combustão é uma opção inteligente. Mas quem adora demonizar as empresas enquanto santificam as opções políticas, é querer enfiar a cabeça dentro da areia.

        • RC says:

          What?

          Muito eficiente ? Fica abaixo de um a gasolina.

          A combustão não é inteligente, é o modo mais disparatado que existe do o gastar, como o de cima era pouco eficiente, com a combustão fica só pelo metade.

          Pelo menos foi isso que a toyota demonstrou com o corola gr, entre outras marcas como Mercedes, bmw e mazda.

    • Toni da Adega says:

      Isso era acabar com os políticos e colocar a Toyota a governar o mundo. Isso sim

  4. Jose Lapao says:

    Não crítico ninguém, e cada um é livre de pensar por si só, na minha casa já é tudo o mais sustentável possível.
    Painéis fotovoltaicos para produzir cerca de 70% da energia consumida (os restantes 30% é o consumo noturno), carro 100% elétrico pois para os meus percursos chega e sobra os 300Km reais de autonomia (são mesmo 300Km reais medidos todos os meses), por isso não vejo qualquer problema com estas metas.

    • Pepe says:

      Devias era dizer quanto ganhas por mês antes de estares a cantar de galo… Olha lá oh totó, quanto custa um carro elétrico sem “renda” de baterias? 300km por mês? Lol … Não deves ser da classe operária ou professor deslocado… Nem deves ter filhos para te dedicares a essas contas e tomar essas acções… Se tivesses de mudar de fraldas n pensavas nisso… Vá diz lá quanto entra em tua casa por mês… Só para comparar se um português normal a ganhar o ordenado mínimo e a percorrer 80km por dia pode sujeitar a isso. Abre a pestana

      • Jose Lapao says:

        Também não sei quanto ganhas mas posso dizer que trabalho numa serração de mármores (talvez nem saibas o que isso é mas pesquisa no Google) sou casado sim tenho uma filha em idade de universidade e o meu único ordenado são 1200€/mês, trabalho das 6 da manhã às 17h de segunda a sabado a esposa não tem trabalho, pois infelizmente no interior do Alentejo o trabalho não abunda. Mas temos algumas vantagens não há centros comerciais para gastar o que não temos e não necessitamos de fazer 80Km para ir trabalhar. Por isso há muitas vantagens em viver no interior ao contrário dos que os tótós de Lisboa pensam. Enfim são escolhas vocês preferem viver ao molho e depois andarem 80km para irem trabalhar além de gastar horas e horas no trânsito eu prefiro a pacates do Alentejo e ter uma vida um pouco mais desafogada se é que me entendes

        • Infinity says:

          Com esse ordenado e so com um, alguem pagou-te a casa, o carro e os painéis. Ou entao tens dividas até a raiz dos cabelos

          • RC says:

            Só o que deixou de queimar em combustíveis paga tudo isso.

            Eu também tenho paineis, investimento de 5000 euros, isto são menos de 50 mil kms a queimar. O pessoal é que não tem a noção de quanto gasta porque paga pouco de cada vez.

          • Infinity says:

            @RC e achas que com apenas 1200€/mes dá? em que planeta vives, não comes? Com 1200 fazes uma casa e compras carro? Gostava de saber onde

          • RC says:

            Dá, desde que não se queime. LOOOL

            E não há mais gente lá em casa a ganhar também ?

          • Jose Lapao says:

            Ninguém ganha mais dinheiro cá em casa, e digo-te sobra sempre algum no final do mês. Os painéis foram pagos em 85% pelo fundo ambiental podias ter feito o mesmo, a casa ando a paga-la há 21 anos, mas ainda faltam 9, no meio disto (21 anos a pagar a casa) tive dois carros este elétrico é o 3°, há nem sempre ganhei 1200€ como é lógico, dívidas não tenho nenhuma, pois não considero uma dívida a prestação da casa paga ao banco assim como a prestação do carro.
            O local onde vivo como disse em outros comentários é no interior alentejano. Os 1200 auferidos são de 10h de trabalho semanal, mais 6h de sábado isto numa serração de mármores.
            Digo que da e ainda sobra sempre algum.
            Se para ti não dá talvez tenhas de ter lições de economia, e gestão de recursos.

          • RC says:

            Muito bem João, que continue o bom exemplo, felicidades para si e para a família.

  5. O que tu queres sei eu! says:

    E os americanos vão cantando e rindo

  6. Vitor Oliveira says:

    A data proposta parece-me muito ambiciosa. Mas se por um lado é preciso criar pressão para que a tecnologia evolua o mais rapidamente possível, por outro, não me parece que tenhamos uma infraestrutura sólida, e competitiva nesse curto espaço de tempo.
    Existe muito trabalho pela frente, incluindo a exploração de outras tecnologias. Porque apesar de a elétrica ser muito boa, (é se eu tivesse disponibilidade monetária, era o que eu usava.) não me parece a mais indicada em grande escala. Dificilmente os custos da energia elétrica residencial se manteriam quando existisse uma grande parte da população a carregar em casa e para mim, a meu ver, seria sempre mais vantajoso separar as águas.

  7. Gianluigi Buffon says:

    Parlamento recusa levantar imunidade parlamentar de Mariana Mortágua

  8. AlexS says:

    Este caso demonstra bem que cultura da União Europeia não é a Liberdade é a Tirania.

    Europa mais verde deve ser Europa “mais “verde” .
    Os jornalistas aceitam tudo o que vem dos Governos acriticamente basta que concordem com o que o Governo diz.

  9. Pepe says:

    É uma decisão de deficientes… Como é que um grupo de gestores e políticos decidem tão coisa? É apenas uma decisão que vai afetar negativamente milhões de famílias, que vai dar o monopólio a apenas 3 ou 4 fabricantes de automóveis e que aumenta substancialmente a poluição, seus anormais, o lítio das baterias é milhões de vezes mais poluente que os fazes de escape de um motor a gasóleo, está provado cientificamente, pesquisem no Google, há documentos e estudos feitos… Cambada de otários, todos a defender os carros elétricos, e os motores com combustíveis sintéticos? Ou combustíveis a base de hidrogénio que já existem no Japão? Porque fechar as portas? Quem está a lucrar? Eu não sou… Mas gostava de ser… Cambada de ignorantes… E ninguém diz nada… Impressionante…

    • Lelo says:

      “… lítio das baterias é milhões de vezes mais poluente que os gazes de escape de um motor a gasóleo, está provado cientificamente…”
      Essa é a melhor que já li este ano !!
      Trata lá isso antes que seja tarde… Espero que não seja contagioso.

      • Infinity says:

        e a electricidade com que carregas os carros, à excepção da malta que pode ter vivendas com paineis solares pensas que vem de onde?

        • RC says:

          do mesmo local que vem para soluções como hidrogénio e combustíveis sintéticos, só que em muito menor quantidade.

        • Jose Lapao says:

          Eu moro em apartamento e tenho painéis solares, a legislação permite ter painéis solares tanto em vivendas como em apartamentos, e onde vivo já vi montado e legal uma eólica de 2Kwp ou seja além du sol sempre que havia vento e ha muito está sempre a produzir.
          Uma coisa é certa quando se tem uma ideia fixa e pouca abertura a novas ideias, ou quando não se preocupa e se informar e pesquisar sobre o assunto, tudo é impossível para nós e só os outros é que podem ter.
          Há apoios para instalação de painéis fotovoltaicos, térmicos, carregadores de cartões elétricos em condomínios, para os próprios carros elétricos, pode dar algum trabalho a reunir toda a informação para poder usufruir desses apoios, mas no fim compensa e muito.

    • RC says:

      Está provado ? então se está provado mostre lá as provas.

      Então a gasolina não está cara o suficiente, quer algo 5x vezes mais caro ?

      Não entendo a vossa opinião, ELECTRICOS A GASTAR ELECTRICIDADE -NÃÃÃÃÃO

      Mas VEICULOS A COMBUSTÃO A USAR COMBUSTIVEIS FEITOS DE ELECTRICIDADE -> SIIIIIIIIIIIIIIIIMMM

      Sem mencionar que gastam 10x mais para fazer o mesmo, depois não venham com tretas que não há renováveis.

      Se tivesse algum conhecimento sobre a matéria já sabia que essas soluções poluem muito mais, hidrogénio também usa lítio, e gasta muito mais energia, como sabe quando se mete painéis solares em casa, não se usa lâmpadas incandescentes ? Não sei se tem inteligência para perceber isto, mas…….

    • FreakOnALeash says:

      Esse lítio que polui mais que a queima de combustível num motor a combustão está aqui entre nós? É que eu ainda não passei por nenhum carro a queimar lítio?

  10. says:

    Além do que diz o Pepe… Quero ver aviões com motores elétricos a fazer quase 10000km com voos intercontinentais… Afinal se isso não acontecer é o lobby às descarada… E como o Pepe diz, alguém está a encher os bolsos e não somos nós

    • Jose Lapao says:

      Já enchem há muito tempo os reis da Arábia Saudita, os gajos do Dubai, etc, etc. Neste caso eu posso produzir o meu próprio combustível a eletricidade pode ser gerada através de eólicas, fotovoltaica e até mesmo através de vapor de água, quando aquece a casa com uma caldeira a biomassa. Mas não é mais simples pagar á Galp ou a qualquer outra (e essas sim enchem os bolsos). O mundo não é perfeito, mas temos de ser inteligente o suficiente para ver i que está mal e tentar alterar.

      • FreakOnALeash says:

        Quem pode, pode…ainda bem para si que pode…mas a maioria de nós não pode e não é por sermos burros, é porque as contas a que a vida obriga a quem não pode não são de somar, são de sumir:)

        • RC says:

          Burros não digo, mas estão atrasados e agarrados ao passado, quando digo ás pessoas que produzo a minha própria energia, em vez de fazerem perguntas, riem-se.

    • RC says:

      Pode não ser para a sua época, mas já estão a ser desenvolvidos, no entanto aviões e navios são os que menos gastam, já que eles não transportam apenas o condutor/piloto.

  11. Samuel MGor says:

    Aos preços que estes automóveis elétricos serão vendidos será um prejuízo enorme para as mais marcas de automóveis e para as marcas que produzem componentes. O que resultará em encerramento de fabricas destas empresas na UE. Alem disto não existe lítio (a nível mundial) suficiente para produzir centenas de milhões de baterias para automóveis elétricos. Isto é talvez a cartada final para tentar salvar os negócios e os postos de trabalho. Em relação à UE vai resultar numa dissolução devido ao ódio de todos os europeus em relação a esta entidade quase totalitária.

    • RC says:

      Não existe lítio ? existe sim, e para 5x mais de carros que aqueles que existem no mundo, além de que o litio já está a ser cada vez menos usado e daqui a poucos anos deixa-se de usar.

      Só as faladas aqui dão para 8 mil milhões de veiculos.

      https://investingnews.com/daily/resource-investing/battery-metals-investing/lithium-investing/lithium-reserves-country/

      • Samuel MGor says:

        Não percebeste que só estava a falar de Portugal quando mencionei centenas de milhões de baterias. Mas esqueceste que não é só os automóveis que levam baterias de lítio mas duvido que 39 milhões de toneladas de lítio chegue para tudo.

        • RC says:

          Nem precisa de chegar, a reciclagem faz o resto.

        • Jose Lapao says:

          Mas o litio é reciclável, ou seja pode voltar a ser utilizado “eu o que eu depreendo de reciclagem”, logo se a economia circular funcionar, volta a haver lítio no mercado. Não sei o rácio de reciclagem do lítio, mas ganhasse alguma coisa, criam se novos postos de trabalho, aliás não acredito que o futuro seja só baterias de lítio, há vários estudos para usar outros materiais, ou mesmo misturas de vários onde se pode ganhar alguma densidade energética, a questão de fundo aqui é não haver interesse em investigar e desenvolver novas formas de produzir e armazenar a energia necessária para fazer andar o mundo.

          • RC says:

            Errado, o que está na moda são os subsídios aos combustíveis , e já se esqueceu dos anos que andaram a dar os mesmos para os a combustão?

            Já não de vendem carros com aluguer de bateria.

            Sobre o resto, é bom ver que a petrolhada frustrada com os preços da gota estão a ficar cada vez mais ambientalistas, mas são essencialmente egotistas, porque só olham para a poluição do umbigo dos outros.

            Enfim, os ridículos petrol ambientalistas.

          • RC says:

            Oops, enganei me no post, peço desculpa.

  12. RC says:

    Combustíveis sintéticos ? LOOOOOOOOOL

    Então os convencionais não estão caros o suficiente ? ainda querem algo que custa 4 a 5x mais ? Só visto….

  13. Vitor Oliveira says:

    Calma RC, acho que ninguém está contra alternativas aos combustíveis foceis. Veículos elétricos já é uma realidade e ainda bem. Agora há pessoas que sabem que esse, não serve para ser usado como padrão, em massa pela população pelas mais variadas razões. A tecnologia dos elétricos está a evoluir a olhos vistos, mas isso não quer dizer que não aconteça o o mesmo com outras.

  14. pepe says:

    Isso, vivam dos subsídios para investir em painéis solares… façam como todos os outros que não trabalham e vivem de subsídios… comprem 3 ou 4 carros elétricos e regime de aluguer… como fazem todos os outros que no fim não ficam com nada deles… mesmo com um carro a gasolina 1.0 posso dizer que é meu e não tenho dívidas, ganho o ordenado mínimo e sou engenheiro mecânico, tenho dois filhos e felizmente entram dois ordenados mínimos em casa que por isso me fazem passar de escalão e não tenho direito a subsídio escolar… a única dívida é a da casa que daqui a 15 anos é minha também fora o IMI que é sempre do estado… para criar subsídios como o IUC para subsidiodependentes… cambada de chupistas… mas como está na moda os popós a pilhas com subsídios bora lá comprar um carro anão que custa tanto como um mercedes E a gasóleo novo mas como polui não podemos comprar… quero ver em 2035 os tratores que colhem cearas para fazer o pão todos elétricos e os barquinhos que trazem peixinho elétricos e camiões de transporte de gado elétricos e aviões de voo intercontinental com autonimia para 500 ou 800km elétricos… Afinal nesses não tocam porque ainda não há provas de fiabilidade das baterias, pelo contrário, explodem quando atingem tempraturas negativas… pois… afinal vamos “atacar” o povo que não podem fazer nada e pagam para comer, vamos tapar os olhos com subsídios pode ser que passe e alguns mais ignorantes ou defensores do “verde” defendam os bolsos dos mais ricos que continuam a ter iates a gasolina e aviões particulares a jet e avgás…. mas anda tudo a dormir? e ainda defendem os carros elétricos… impressionante… As tendências da moda vão acabar por nos matar aos poucos a todos por decisões de pessoinhas que nada entendem de eletricidade. É assim a Europa, velha, acabada, líderes incultos, pessoas com dogmas, em guerra e de modas…

    • RC says:

      Errado, o que está na moda são os subsídios aos combustíveis , e já se esqueceu dos anos que andaram a dar os mesmos para os a combustão?

      Já não de vendem carros com aluguer de bateria.

      Sobre o resto, é bom ver que a petrolhada frustrada com os preços da gota estão a ficar cada vez mais ambientalistas, mas são essencialmente egotistas, porque só olham para a poluição do umbigo dos outros.

      Enfim, os ridículos petrol ambientalistas.

    • Jose Lapao says:

      Com o teu carrinho 1.0 a gasolina para fazeres 100km gastas cerca de 10€ (tendo em conta um consumo de 5Lt/100 e a gasolina a custar 2€/LT) eu com 10€ de eletricidade faço 400Km.
      Depois quando preciso fazer a revisão tu tens de pagar entre óleos, filtros e outras coisas cerca de 200€ ou mais, eu pago 60€. Experimenta converter esses 140€ em emergia elétrica e vê quantos Km posso eu fazer mais, tendo em conta que pago o kW a 0.145€ na tarifa bi-horária já com IVA, e colocando um consumo de 15kW/100Km faço cerca de 6400km.
      Agora independentemente da eletricidade ser produzida recorrendo a petróleo, gás, carvão, água, vento, sol, o que seja com o que poupo na manutenção e na diferença dos teus 100km para os meus tu fazes 100km eu faço 6800, agora diga-me não vale a pena ter um carro a “pilhas”?
      Tens mais tu todas as semanas não sabes o preço da gasolina e pode subir ou descer 10/15 cêntimos a eletricidade tem um valor muito mais estável anualmente.

      • RC says:

        Nem mais, as pessoas realmente não têm a noção do que é viver com um veiculo destes, depois agarra-se aos subsídios quando são eles que recebem a maior fatia de subsídios que existe, tanto é que o FMI passa o tempo a falar disto, mas como não lhes convêm essa conversa, ainda falam dos eléctricos, enfim, mentes tacanhas, mas o mundo evoluiu, eles ficam e um dia desaparecem, como sempre foi, senão ainda vivíamos nas cavernas, porque os tacanhos tinham medo de abandonar a caverna, como é até hoje.

        “Globally, fossil fuel subsidies are were $5.9 trillion or 6.8 percent of GDP in 2020 and are expected to increase to 7.4 percent of GDP in 2025 ”

        https://www.imf.org/en/Topics/climate-change/energy-subsidies

        https://www.imf.org/en/Topics/climate-change/energy-subsidies

        • Jose Lapao says:

          E depois dizem que é impossível viver com 1200€ mensais, a queimar dinheiro dessa maneira se calhar nem 2400, ou mesmo 4800, enfim… e tudo uma questão de fazer contas e depois tomar as decisões correctas.

          • RC says:

            Não fazem contas nenhumas, ainda por cima têm uma falta de inteligência absurda, em vez de apoiarem os ve para que exista menos procura por combustível, não, fazem estas birras e empernamentos quando somos os únicos que os estamos a ajudar.

    • Jose Lapao says:

      Tens mais, pagas o combustível a estes preços, porque o estado faz um acerto no ISP, e sabes de onde vem esse dinheiro? Do mesmo fundo que pagaram os painéis, ou seja está dependente de subsídios também quer queiras ou não, há e falaste em falta de subsídios escolar, então em que ficamos é a favor ou contra os subsídios????

  15. Jose Lapao says:

    @PEPE para o menino que é contra os subsídios tens aqui o preço do teu combustível sem o subsídio do estado.
    Sendo assim acho que deverias pagar este preço assim tinhas dignidade e podias dizer que não deves nada a ninguém.

    https://cnnportugal.iol.pt/amp/precos-combustiveis/gasoleo/gasoleo-subiu-quase-15-centimos-em-tres-dias-mas-quanto-custariam-os-combustiveis-sem-a-descida-de-impostos/20220616/62ab03c70cf2f9a86ea9752a

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.