Quantcast
PplWare Mobile

Dacia Spring Electric: Carro elétrico familiar que poderá custar cerca de 10 mil euros

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. SANDOKAN 1513 says:

    Este sim,este Dacia Spring Electric tem um design excepcional e é muito bonito e agradável.Agora aqueles outros como,por exemplo,o Citroën Ami “et alii” que vocês deram conta aqui no Pplware são tão feios como carroças velhas.Agora carros como este Dacia são lindíssimos.Muito bem. 🙂

    • ElectroescadaS says:

      Quase parece o Sandero Stepway…

    • Henrique says:

      Atenção que estas fotos são do modelo concept, a versão final será sempre diferente.
      Para alem disso 26,8 kWh é uma bateria ridiculamente pequena.

      • Miguel says:

        Ainda bem, assim não demora 2 dias a carregar numa tomada normal. Quando é que percebem que quanto maior as baterias, mais vai pesar na conta da luz?

        • fak says:

          Miguel
          ao fim ao cabo, acaba por ser igual, imagina, se fazes 50KM por dia, vai dar ao mesmo uma bateria grande ou pequena, a pequena vais carregar mais vezes e a grande menos vezes, mas ao final do mês, a conta da luz vai ser mais ou menos a mesma.

          • Miguel says:

            Nao, nao vai. Porque os carros sao diferentes, com potencias e consumos diferentes. É a mesma coisa que um carro de 100 cv a gasolina consumir o mesmo que um carro de 400cv, a gasolina tambem. É que o Dacia tem 45cv, o Leaf tem 150cv, acham que o consumo eletrico vai ser o mesmo. Potencia, peso, tamanho, aerodinamica. A conta da luz nao vai ser a mesma. Ha que pensar nos consumos dos eletricos. Atualimente ninguem fala disso, falam de capacidade e preço, como se a energia eletrica fosse gratuita…

          • Diogo says:

            O preço da eletrecidade é muito barato comparado ao petroleo a eletrecidade é um recurso renovavel metes um painel solar e ele faz te eletrecidade petroleo tem que ser extraido transportado refinado transportados outra vez etc, eu nao tenho um eletrico tenho um hibrido que no dia a dia usa sempre em modo eletrico faço cerca de 45 km por dia ir e vir do trabalho e o modo eletrico chegame perfeitamente tenho de carregar todos os dias mas tambem nao me faz diferença sabes quanto a eletrecidade aumentou 8€ (tenho bi-horario o que fica mais barato carregar a noite que é o meu caso) sabes quanto diminui a gasolina 112 eu gastava 120€ agr gasto 8€ e vêm falar-me do preço da eletrecidade

        • traveler says:

          Não necessita de carregar até aos 100%, a tomada normal no mínimo carrega 2.2 por isso 40Kwh seriam carregados em 19h a carregar no mínimo numa tomada normal.
          O que tem o tamanho da bateria a ver com a conta da luz? se tiveres um carro a combustão com um deposito de 26 litros gasta mais por mês de que um carro com um deposito de 100 litros?

          • Miguel says:

            Não sei se perceberam, mas esses 26,8kWh servem para 200km. Um Nissan Leaf tem uma bateria de 40kWh para 270km, logo significa que o consumo anunciado do Dacia é de 13,4kWh/100km, o Nissan é de 14,8kWh. Um smart forfour apresenta consumos medios de 18kWh/100km. Logo o facto de ter uma bateria pequena, aliado a um motor pouco potente, significa que a conta não será tão alta. Até o tão criticado Citroen Ami, tem um consumo anunciado de 7kWh/100km. Para voces, só querem saber da capacidade das baterias, mas ninguem quer saber o quanto comporta isso em termos de consumo, e consequentemente, na fatura da luz ao final do mês, que em Portugal é uma barbaridade com a catrefada de impostos, taxas a taxinhas, e preços ridiculos. Lá por ser eletrico, nao significa que seja à borla….

        • JL says:

          Não é bem assim, um carro tradicional com depósito de 80 litros gasta mais que um com deposito de 40 litros ?

          • Jose Barriga says:

            Provavelmente sim!
            Em regra, carros com depósitos de maior capacidade têm também motores mais potentes o que habitualmente significa maior consumo.

          • JL says:

            Mas eu comparava com a mesma potência, e nos eléctricos existem grandes diferenças, pois existem diferenças entre marcas a nivel de eficiência, e a tesla ganha em muitos pontos a outras marcas. Atualmente um Tesla model 3 com 500 cv e com um peso de 1730 kg consegue fazer melhores médias, a qualquer velocidade que um Renault Zoe, até menos que um Nissan Leaf.

            São diferenças que advém da tecnologia, da aerodinâmica e também da gestão de software que cada um usa.

          • José Barriga says:

            Não sei como chega a essa conclusão de os Tesla fazerem melhores médias.
            O Model 3 de 500cv tem um consumo de 15kWh/100km.
            Os Zoe têm um consumo de 10,5 a 13,7 kWh/100 km (dependendo da motorização e autonomia.
            Embora estamos a comparar carros de potências bem diferentes, com objetivos também bem diferentes, o que não é a forma correta de fazer comparações. O Tesla é sem dúvida um carro emblemático, invovador e que veio quebrar barreiras de autonomia eléctrica, mas não podemos afirmar que é o que tem a média de consumo mais baixa.

          • JL says:

            Um zoe para fazer 10 ou 11 kwh só em cidade e a baixa velocidade, aí consome um pouco menos que um Model 3, já os vi a fazer médias de 11 e 12kwh, mas em estrada nacional e AE consome menos um Model 3 que um zoe, os 15kwh do Tesla já é a andar em nacional e com AE. O model 3 juntamente com o Hyundai kauai e ionic são os carros com menos consumos/eficiencias.

  2. Mac says:

    Só os tolos acreditam nisto…
    Se uma KANGOO Z.E. 2 lugares tem preços a partir de 21 480,00 €, a sub-marca Renault ia fazer milagres?
    Está mesmo a ver-se mais um golpe publicitário, mas quando a hora chegar, o preço será próximo dos 20.000,00 € .

    Fantochadas…

    E não falar ainda da autonomia real ao fim de 100.000kms em 6 ou 7 anos… 60-70kms.

    https://www.milanuncios.com/nissan-de-segunda-mano/nissan-leaf-330713562.htm
    Soy Particular. El coche se ha cuidado con mucho cariño y cuidado. Tiene el Equipamiento de Serie estándar del modelo Spoiler y también el Opcional que es la pintura metalizada. Tiene la autonomía excelente teniendo en cuenta la degradación normal de la batería. La autonomía real depende de velocidad y desnivel, para llevar una orientación (Murcia-La Manga) 70 km a 90 km/h de media, aunque se puede hacer hasta 100 km a velocidades bajas. Con esa autonomía ha cubierto el 90% de mis recorridos diarios por lo que me ha supuesto un ahorro de 1500 € anuales entre gasolina, impuestos, itv, aparcamientos y mantenimiento. Color Azul

    año 201386.000 kmseléctrico5 puertas109 cvautomat

    https://www.milanuncios.com/nissan-de-segunda-mano/nissan-leaf-338014610.htm
    Nissan LEAF eléctrico Esta en prefecto estado. Autonomía de 70km Itv al dia Revisado de mecánica
    año 2011 111.000 kms eléctrico 5 puertas automat

    Realidade?

    • Vítor M. says:

      Vê o preço do mercado Renault e o preço do mercado Dacia. Depois vê os incentivos para este mercado dos elétricos e poderá rondar esse valor. Não pode rondar os 20 mil, ninguém quer um Dacia elétrico por 20 mil… 😉

    • Ricardo Gomes says:

      Eu tenho um Leaf II e consigo 250km na boa…se não conduzir em autoestradas consigo 400km… E esse Dacia vai conseguir fazer o mesmo porque é mais oeque o e mais leve…sobre o preço, acima de 15mil não vai ser nem em Portugal. Posso garantir. Além do mais nos eléctricos todos pensam que trataram o carro excelentemente bem… Facto é que a maioria tem instalações eléctricas inadequadas para o carregamento das baterias…e isso obviamente que traz danos a longo prazo.

      • Álvaro says:

        O problema principal dos veículos eléctricos é que os pontos de carregamento em muitos locais não dispõem dos carregadores adequados, para a capacidade de carga eficiente do tipo de baterias que estão instaladas.
        É um pouco como os telemóveis, os tabletes e os portáteis.

  3. James Sousa Dias says:

    Pena que jamais será vendido no Brasil, pois não há interesse do governo brasileiro em aceitar este modelo de veículo, se fosse híbrido e até aceitável, se for realmente vendido no mercado brasileiro eu só o primeiro a comprar um dependendo do preço a vista.

  4. Roger says:

    Este carro já existe no brasil ,china nome kwid,motor 1.0 ,tamanho dum suzuki,valores para portugal a partir dos 17500€,em 2021 vai deixar de existir subsidio para carros elétricos,carro designado city car vai surgir em abril 2021,autonomia igual ao antigo zoe mas como é mais pesado,140km,na china verificou-se barulhos,utilização plasticos ,desastres devido pouca estabilidade,para europa estão efectuar testes para resolver e utilização tecidos e cortica

  5. MalicX says:

    Se o preço é 15k e os apoios do estado 3k como é que chegam as 10k?
    Para empresa é diferente, mas para o Zé não.

  6. Mac says:

    fak e Miguel; Se retirar-mos o valor dos abusivos impostos extra no combustível, um diesel que consuma 5L/100kms, nos dias de hoje fica assim € 1,07 -52% = € 0,52 +IVA = € 0,63 x 5L = € 3,15 / 100kms. E se for Gasolina, pouca diferença faz +- € 3.60(a andar com pé leve como num eléctrico). Mas sem as notórias limitações do eléctrico. Autonomia; Limitações; Postos, etc.
    Dou um exemplo: Alguém que trabalha a 60 kms da grande cidade e vai à mesma 2 a 3 vezes por semana em trabalho, onde nas suas voltas, a cada ida, faz 300 – 330 kms. Se fosse de eléctrico, ficava muitas vezes a pé…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.