PplWare Mobile

Windows ou macOS para quê? Instale o Linux Manjaro (5)


Autor: Pedro Pinto


  1. Pedro says:

    Isso são aplicações do ambiente de trabalho Gnome. Não tanto do Manjaro…
    Coisas específicas do manjaro são o package manager, o instalador, a possibilidade de mudar de kernel, o Microsoft Office Online pre-packaged como app, o facto de ser baseado no Arch e ter acesso ao AUR…

    • arc says:

      @Pedro, package manager (pacman), não é especifico do Manjaro, mas sim do Arch Linux e de todos os derivados do Arch.

      • Pedro says:

        Pensei que o Octopi era exclusivo do Manjaro.

        • arc says:

          @Pedro, Octopi é um front-end para o pacman, especialmente concebido para o ambient desktop do KDE, bem como o pamac é um front-end para o ambiente desktop XFCE e outros.

          • Pedro says:

            É um package manager gráfico para aceder ao pacman… Mas foi desenvolvido pelos devs Manjaro. Não conhecia o pamac. mas também acho que a melhor versão do Manjaro é a KDE por isso não sabia que era um exclusivo.

          • arc says:

            @Pedro, ambientes gráficos … é uma opção de pessoal de escolha. Cada um, utiliza qual mais gosta…o que conta é o resultado final!
            Eu por exemplo, sou adepto do XFCE e do OpenBox+tint2, há gostos para tudo!!!

          • Gekko says:

            Openbox+tint2
            Boa escolha 🙂

    • Gekko says:

      Pois… Eu tou a usar o Antergos com Gnome e noto muito poucas diferencas com estes tutoriais do Manjaro, porque estão a falar de aplicações do Gnome.

      Sobre o Files (antigamente nautilus), só o gestor de ficheiros merecia um post próprio:

      A facilidade de montar pastas remotas por webdav, ftp, sftp/ssh, samba, nfs, apple talk, as funcionalidades de procura de ficheiros e conteúdo nos ficheiros, as possibilidades de renomear ficheiros em massa.

      Possibilidade de integrar scripts para autonomizar trabalho.

      E o Gnome Online Accounts merecia outro post dedicado

      • arc says:

        @Gekko…”Pois… Eu tou a usar o Antergos com Gnome e noto muito poucas diferencas com estes tutoriais do Manjaro, porque estão a falar de aplicações do Gnome.”

        Sim, a base é a mesma, daí existir muita identidade com o Antergos Linux. E a diferença mais substancial do Manjaro Linux para o Antergos Linux, é que o Manjaro, congela mais os pacotes do core e possui uma ou outra ferramenta em modo gráfico que o Antergos não tem.

        Sim…o antigo Nautilus, agora Files, merece pois uma série de artigos, é dos gestores de ficheiros para Linux, dos mais completos, mais robustos e que permite uma boa dose de personalização e integração com scripts de vária ordem e para as mais variadas necessidades.

        Quem sabe o Pplware, não faz uns artigos sobre o tema.

    • Pedro Pinto says:

      Sim sim, mas objetivo deste artigo é mostrar as ferramentas que estão dentro desta versão do Manjaro.

  2. arc says:

    “Kvantum Manager é um gestor de temas do Linux Manjaro.”

    Pedro Pinto, é conveniente reformular, pois o Kvantum Manager, é isto (https://store.kde.org/content/show.php/Kvantum?content=166241), sendo por isso mesmo, um gestor de temas para Qt4/Qt5 e KDE e que está incluído no ambiente desktop GNOME.

    No caso e para exemplo, se for utilizado o Manjaro Linux XFCE, o gestor de temas passa a ser o XFCE Theme Manager.

  3. Amilcar Alho says:

    Guarda, essa bela localidade!!! (segundo o meu colega a amigo sentado ao meu lado 🙂 )

  4. Fernando says:

    Nunca usei esta distro “Linux Manjaro”, posso dizer que desde o momento que o Pedro Pinto, passou a publicar informação acerca do mesmo, tenho estado a gostar, e posso dizer que poderá se calhar substituir o meu sistema operátivo “Ubuntu” por este (Linux Manjaro).

    Desde já, posso dizer que estou grato pela informação Pedro Pinto.

  5. paulo says:

    Por acaso estou a gostar bastante desta distro.

  6. irlm says:

    novo desktop em desenvolvimento por parte da equipa do Manjaro
    https://forum.manjaro.org/t/new-desktop-jade-in-the-works/17228

  7. maria vieira a atriz says:

    ainda bem que tenho windows 10

    • arc says:

      Ainda bem maria vieira, espero que nunca venhas a utilizar alguma distribuição de Linux. O Windows se responde a todas as tuas necessidades, então é esse um dos teus caminhos.

  8. Luis Jorge says:

    E um so pessado , continuo com o linux mint

    • arc says:

      @Luís Jorge, mais uma óptima opção de Linux.
      Isso agora a ser pesado, é muito relativo, depende logo do hardware e depois da forma como se configura o DE.

  9. ked says:

    Distro com muitos bugs e instável. Se algo corre mal é um problema. Not for me!

    • arc says:

      “Distro com muitos bugs e instável.”

      Será que pode especificar quais foram os bugs e em que sentido na sua máquina existiu instabilidade?

      Era importante, que os seus problemas, fossem do conhecimento de novos utilizadores do Manjaro Linux.
      Afinal um dos lemas do Linux, é precisamente a entreajuda e assim, já ficariam precavidos e quem sabe se arranjaria uma solução.

  10. Jacinto says:

    Linux Mint e Xubuntu os dois forçaram -me a deixar o windows 10 em repouso. Muito pesado cheio de coisas que não preciso torna-se cansativo. O mandato já usei mas tem ainda muitos bugs. Mas é bonitinho…

  11. Fábio Marrelha says:

    Tenho de admitir, apesar de ter trabalhado com Windows a minha vida inteira, (excepto o periodo de um ano em que usei exclusivamente macOS e apenas uma virtualização do Windows7 para algumas necessidades) tentei recentemente usar Linux Ubuntu, com a minha mente aberta e disposto à curva de aprendizagem necessária, no entanto, para mim onde o Linux peca mais não é no facto da maior parte do software proprietário não estar disponivel, até porque na maior parte dos casos existem versões dos mesmos programas em Web ou então existe sim boas alternativas open source. Mas o maior motivo que me levou a ter de voltar para o Windows, foram as dependências, admito que talvez uma grande parte do problema tenha sido o utilizador (eu, embora estivesse a aprender).
    Mas para mim som é algo bastante importante e para desfrutar do máximo dos meus headphones, necessito de um software, neste caso o único disponível para Linux, o pulseaudio, que visto não ter suporte à X tempo, é incompativel com o Discord, o que depois de me ter apercebido disto, decidi desinstalar o pulseaudio e voltar a utilizar o nativo ALSA, o que deixou de funcionar mesmo instalando-o de novo, ou activando-o pelo terminal.
    Sem falar que não conseguia virtualizar absolutamente nada, tanto pelo PlayOnLinux, tanto como directamente pelo Wine, por problemas de Kernel, que não ficaram resolvidos mesmo após o mesmo ter
    sido actualizado.

    Enfim… Eu acredito que existissem soluções para tudo isto, embora para ser completamente honesto, tenha pesquisado bastante e tentado algumas delas, no entanto, o problema grande do linux em comparação com os sistemas suportados pelas grandes empresas, é que para o básico, sim, vai funcionar tudo após a instalação, no entanto para coisas especificas que um utilizador necessite, é sempre preciso algum workaround, alguma solução. Eu lamento isso, é um sistema que tentei gostar, aliás, gosto bastante na teoria. Mas para mim, embora tenha achado certa piada ao desafio, inicialmente, não compensou a dor de cabeça.

    A vantagem do Linux? Sinto que o computador é MEU, faço o que quiser dele, (Claramente, dentro dos meus conhecimentos), altero tudo o que quiser, não me sinto que absolutamente tudo nele recolhe os meus dados, ou se recolher, não é difícil de desligar isso sem ter de navegar até à raiz mais escondida do sistema, se é que me faço entender.

    A vantagem do Windows, é que apenas funciona, simplesmente isto, porque tudo é feito para funcionar imediatamente em Windows, na maior parte, tudo ainda tem suporte e não existem muitas aplicações abandonadas desde 2012 sem haver outras alternativas.

    São apenas os meus três centimos no assunto, para quem quiser saber a opinião de alguém que experimentou recentemente Linux. Fico feliz que nem toda a gente pense como eu e que exista esta alternativa, apesar de, com certa pena minha, não ser para mim.

    Cumprimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.