PplWare Mobile

Windows ou macOS para quê? Instale o Linux Manjaro (3)

Outros Tutoriais - Linux Manjaro

Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

17 Respostas

  1. arc says:

    Pensamento Dominical…para um fim de tarde com derby!

    Pois muito bem…Sabendo nós, que uma das vantagens do Manjaro Linux (ou NÃO), é não convergir de forma directa com os repositórios do Arch Linux, fazendo com que alguns pacotes se encontrem em freeze mode, quando comparados a Arch, principalmente os relacionados ao repositório core.

    Ao mesmo tempo, também sabemos que instalar Arch Linux na sua forma tradicional NÃO é uma tarefa para todos…a questão É … possível passar de Manjaro Linux a Arch Linux de forma indolor, então como fazer?

    https://imgur.com/a/oXEGd

    O mais difícil está realizado, agora são uns simples trocados…embelezar o desktop, modificar o grub.cfg e o bootsplash.

    Afinal…NÃO existem IMPOSSÍVEIS!!

    • Marco says:

      “mudastea”? Depois diz que tal é o manjaro e a experiência. (Até dava um artigo)

      Não é que vá abandonar o meu Antergos

      • arc says:

        @Marco, o Manjaro Linux tal qual foi instalado deixou de existir, desde o momento em que eu realizei aquelas alterações e agora é Arch Linux. A razão de eu ter feito aquele ” malabarismo” ao Manjaro, foi um simples divertimento para demonstrar, se ainda existissem duvidas, que tudo é possível em Linux.

        Obviamente, que esses procedimentos não devem ser executados por ninguém, na medida em que desvirtua o carácter da distribuição Manjaro e ainda obedece a mexer nas entranhas do sistema alterando muitas directivas.

        Assim, quem deseja Arch Linux, deve instalar via Arch way…e Manjaro/Antergos/etc…da mesma forma que é RECOMENDADO por essas distros.

        Mas sim, terminei hoje ao final da manhã, alterando o grub.cfg e instalando o boot splash.

        Simplesmente foi um DIVERTIMENTO e nada mais do que isso.

  2. osvander says:

    Sou mais Deepin e linux mint, o resto, é resto.
    Também uso o win 10. Deus me ajude na hora de atualização, uffa.

  3. AiOGajo says:

    Tenho um problema com as distros Ubuntu (todos os flavors) e Mint, após a instalação reinicio, passo pelo splash screen do portátil e nem chego ao grub… Fico apenas com um cursor a piscar no canto superior esquerdo e o ecrã preto sem sequer poder usar teclado ou rato.

    No entanto Elementary e Deepin instala sem problema.

    Alguém ajuda?

    Obrigado.

  4. Telmo Almeida says:

    Bom lote de artigos a dar a conhecer alternativas válidas e grátis para ter no computador.

  5. Alan Rodrigues says:

    Uma distro muito boa. Usei por um tempo, mas a dificuldade em ajustar o driver de vídeo nvidia me fez retornar ao Windows. E eu já havia experimentado outras como OpenSuse, Debian, Ubuntu, ElementaryOS, mas foi impossível corrigir o ‘vsync tearing’ em vídeos de tela cheia.

    • SoulReaver says:

      @Alan Rodrigues
      Chegou a instalar o Compton ou o Compiz em alguma delas? Para corrigir o Screen tearing não é necessário efetuar qualquer alterção á configuração da gráfica…por exemplo em Manjaro Xfce basta instalar um dos programas que referi e adicioná-lo aos programas de arranque inicial, isto vai substituir o compositor do Xfce pelo programa escolhido, e o problema do Screen Tearing fica resolvido.

      • Alan Rodrigues says:

        @SoulReaver
        Não tentei, é verdade. Mas não instalei porque estive lendo que muitas pessoas que o fizeram não obtiveram êxito. Aí eu desisti. Mas vou tentar numa instalação virtual pra ver se pega. Obrigado!

        • arc says:

          @Alan Rodigues, é isto que o SoulReaver descreveu.

          https://imgur.com/a/64AwE

          • Alan Rodrigues says:

            Ah muito bem! Deu uma nova vontade de voltar ao Linux! Só uma coisa: eu devo deixar o driver noveau ou instalo o driver proprietário nvidia antes de instalar o Compiz/Compton? Com qual ele se adequa?

          • arc says:

            Faça o seguinte…

            Em Debian execute

            sudo apt-get install compton compton-conf

            Em Arch execute

            sudo pacman -S compton
            sendo que também vai ser necessário do repositório AUR o compton-conf.git, mas o Arch faz o download dele mesmo e compila directo.

            Na figura acima, eu não estou a utilizar o Compton, porque não necessito. Então no seu caso, desactive o campo “Ligar composição de ecrã” e feche esta aplicação caso a tenha.

            Depois é necessário adicionar o Compton ao inicio da sua sessão, então vá para Definições -> Sessão e arranque e clicar em Aplicações Automáticas

            https://imgur.com/a/ItxqM

            é a segunda imagem.

            Depois são os procedimentos para adicionar o compton e os respectivos ajustes no caso de tearing.

            Caso tenha o tearing, depois de instalar o compton, o comando que vai remover o tearing por completo a ser incluído é

            Comando = compton –backend glx –paint-on-overlay –vsync opengl-swc

            Mas como digo, eu não tenho necessidade de utilizar essa ferramenta.

            Por ultimo tem realizar alguns ajustes na configuração do Compton, caso deseje.

            Eu iria optar em primeiro lugar pelos drivers Open Source com o Compton e só depois caso não fossem os resultados esperados pelos drivers proprietários da Nvidia.

          • Alan Rodrigues says:

            Perfeito arc! Muito obrigado! Vou tentar aqui com o VirtualBox.

          • arc says:

            OK @Alan Rodrigues. É sempre um prazer ajudar. Isso mesmo, na VM faça os testes.

  6. Bruno says:

    Interessante, mas.para mim.não dá. Teria que instalar uma máquina virtual para correr lihhtroom entre outros programas

  7. William Neis says:

    Vale a pena também falar dos sabores comunitários do Manjaro. Há muitas outras interfaces gráficas produzidas pela comunidade. Entre elas: Cinnamon, DDE, Budgie, MATE, LXDE e há também WM prontos (ready-to-use) como i3, bspwm e recentemente foi adicionado o awesome.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.