PplWare Mobile

Manjaro Linux 0.8.9 disponível com KDE, xFCE e OpenBox


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

40 Respostas

  1. int3 says:

    @lmx
    vou exprimentar isto xD
    Arch é a melhor coisinha, eu tenho a correr no meu raspberry pi.

    Eu aconselho a quem gosta de explorar o sistema ao máximo 😀

    • VC says:

      @int3 @lmx

      Ĉonsegui por o Ubuntu Touch no meu Nexus 5, no entanto tenho aqui algumas duvidas, helpp!!!

      • lmx says:

        hehehe

        eu ainda não pude experimentar…

        diz ai como é isso…e um videozito 😉

        • int3 says:

          lmx, meti um jumper para reduzir o speed da ligação sata de 6 para 3 e funciona na boa agora. o problema é mesmo a velocidade mas não estou preocupado até arranjar um chipset novo.
          http://ubuntuforums.org/showthread.php?t=2207651 só para te lembrar do link do meu thread 😀

          Quem curte ubuntu mas odeia o unity, o edubuntu trás o unity como pré-definido mas também trás o gnome fallback. http://www.omgubuntu.co.uk/2012/03/gnome-classic-in-ubuntu-12-04-its-like-nothing-ever-changed

          Não sei se o ubuntu mesmo tŕas o fallback, mas exprimentem o edubuntu!

          • lmx says:

            boas..

            ha uma coisa não percebi…que tipo de raid é que tens??

            faik raid – software raid fornecido pela bios…a unica solução(em software) para multiboot windows/linux

            software raid – via systema operativo, funciona em multiboot para linux OSes

            hardware raid – controladora raid em hardware

            Presumo que tenhas ou fake raid(para multi boot win/linux)??

            Se só usasses linux, iria te dizer para pores software raid apenas…funciona em 90% dos casos mais rápido que o fake raid…tendo em conta os processadores actuais…

            Com duas drives mecânicas em raid0 deves andar a volta do dobro de velocidade, de apenas um disco…mas mesmo aqui pode variar muito…depende do faik raid da tua motherboard, ou do software raid(e neste caso do processador/trabalho que esta a fazer), e ainda do tamanho definido como tamanho mínimo de cada bloco…sendo que o raid 0 faz striping da info pelos vários discos..

            dizes que um disco funciona bem, mas o outro mal, e que os dois suportam sata3…

            pode ser o fake raid da tua board,mas também pode ser badsectores…

            eu tirava o disco fora(com live cd por exemplo) e via se tem badblocks e se são muitos e em que zona estão…

            se o disco está montado…desmontava-o e de seguida…

            sudo badblocks -v /dev/sdb1

            se tiver podes marca-los como inutilizáveis…mas a info que lá esta vai a vida(nesses blocos) :S
            e2fsck -f -c -v /dev/sdb1

            quer dizer ela não vai a vida, mas os blocos já não são utilizados…pensa bem…

            tens uma outra coisa que pode estar a matar o teu disco…tu houves as cabeças de leitura do disco a arrumarem e a voltarem a posição de escrita muitas vezes??
            por isso te falei no idle3 timer…

          • lmx says:

            não andas numa de arch…

            olha aqui sobre badsectors…
            https://wiki.archlinux.org/index.php/badblocks

          • int3 says:

            instalo um arch quando tiver tempo para investigar porque é complexo.
            agora estou no edubuntu. Mas em máquinas virtuais gosto sempre de meter o bridge linux ou algo parecido para andar a brincar 😀

          • int3 says:

            Tenho por hardware mas é apenas e só para o Sistema Operativo! A primeira vez que instalei neste desktop que tenho feito por mim foi por software e era opensuse xd. Não sabia instalar por hardware, mas agora já sei.

            Agora posso instalar qualquer distro em hardware raid na boa. E nao uso dualboot porque tenho 60+60 GB (120GB raid0).

            E o disco Sata3 da WD funciona bem em modo 3Gbps. As cabeças funcionam igual quer seja 6Gbps como 3Gbps. É mesmo uma anomalia do kernel a negociar a velocidade com o chipset.

        • VC says:

          @lmx Já consegui por a dar, mas ainda falta mt :p conseguiram portar para o nexus 5 com multi room mas ainda mtas apps n funcionam. Logo faço um video para mostrar… A shell funciona lindamente e os comandos todos disponíveis 😉

          • VC says:

            @lmx
            Nexus 5 – Instalar Dual Boot + Ubuntu Touch de forma muito fácil

            1º Nexus 5 tem que estar com bootloader unlock e com root
            Instalar prerequisitos em Sistema 64-bit Debian, Ubuntu ou derivados:
            sudo apt-get install lib32z1 lib32ncurses5 lib32bz2-1.0 lib32stdc++6

            – Download:
            http://download.chainfire.eu/363/CF-Root/CF-Auto-Root/CF-Auto-Root-hammerhead-hammerhead-nexus5.zip

            – Extrair ficheiro zip

            – Dar permissões ao ficheiro:
            chmod +x root-linux.sh

            – Colocar telefone em bootloader/fastboot mode e ligar USB ao PC:
            Ligar telefone mantendo pressionado VolUp+Power

            – Executar ficheiro:
            ./root-linux.sh

            – Seguir instruções no PC / Telefone.

            2º Depois de reiniciar, já com root, instalar app MultiROM Manager:
            https://play.google.com/store/apps/details?id=com.tassadar.multirommgr&hl=pt_PT

            3º Abrir app e seleccionar MultiROM v22a + Recovery 2014-02-04 + Kernel Android 4.4.2 (necessário instalar patch no kernel), de seguida pressionar INSTALL

            4º Download 2 files do Ubuntu Touch e guardar na memória telefone:
            rootfs-armhf.zip
            Donload: https://docs.google.com/uc?id=0B5yziRadNp7iNzZ6RWR3V0xZcDA

            system-armel+hammerhead.zip
            Donwload: https://docs.google.com/uc?id=0B5yziRadNp7ibDFVTk93UjltU1k

            5º Ligar Telefone em MultiROM recovery mode:
            – Desligar telefone, e ligar pressionando tecla POWER + Vol UP e Vol Down
            – Com teclas volume, seleccionar Recovery Mode e tecla POWER

            6º Instalar Ubuntu Touch
            – Seleccionar Advanced > MultiROM > add ROM > Ubuntu Touch e seguinte
            – Vão aparecer 2 Botoẽs:
            Botao ARMHF (clicar e seleccionar ficheiro rootfs-armhf.zip)
            Botão armel+hammerhead (clicar e seleccionar system-armel+hammerhead.zip)

            Aguardar que tudo instale e depois fazer reboot system.

            Done! Nexus 5 com dualboot Android + Ubuntu Touch

  2. Eu says:

    Instalei ontem no meu portátil(XFCE)esta nova versão(nunca consegui instalar esta distro antes).
    -o único bug que deparei é não conseguir mudar o ambiente trabalho/papel de parede.
    De resto parece ser uma distro a manter instalada ao lado da SolydXK;e já agora,aprender a usar PacMan.

  3. Ricardo Monteiro says:

    Eu a semana passada, mudei para o Manjaro (em casa e no trabalho) e estou muito satisfeito!
    A versão que estou a usar é o Gnome! Não é só estas 3 versões que existem.

    • cnavigator says:

      Pois não, mas as três edições referidas no artigo são as edições oficiais, as outras são edições da comunidade e cujas imagens geralmente não estão actualizadas ao nível mais recente no website, contudo é muito fácil actualizar o sistema depois de instalá-lo.

  4. Vítor Moreira says:

    Pedro, permite a seguinte correcção: a definição de “rolling distro” não parece estar correcta: “não é uma rolling distro (isto é não tem um ciclo de releases de X em X tempo) ”

    Uma rolling distro é aquela que tem actualizações constantes, não sendo periódica. Sei o que pretendes dizer mas o texto pode enganar.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Rolling_release

    obrigado

  5. cnavigator says:

    Para usar no desktop, onde geralmente se pretende ter as novidades mais recentes assim que possível e a estabilidade de um Debian ou CentOS não é essencial, o Manjaro é um sistema de eleição e muito próximo da perfeição (reparem que ainda nem atingiu a versão 1.0!), pois não é tão agressivo nas actualizações como o Arch Linux, uma vez o Manjaro dispõe dos seus próprios repositórios, onde as actualizações ficam de molho por uns dias, para garantir que nada no nosso sistema acaba quebrado… ao mesmo tempo que é compatível com a instalação a partir do Arch User Repository (AUR), onde se encontram a grande maioria das aplicações. É incrível como quando uma aplicação fica disponível apenas no formato Debian, numa questão de poucas horas ou dias está disponível no AUR, é o poder da comunidade Arch! O Manjaro vem juntar o útil ao agradável, pelo que não admira estar actualmente entre as distribuições mais populares. Se cada vez mais pessoas aderirem e contribuírem para o projecto, acredito que o Manjaro se tornará um caso sério, à altura do Linux Mint por exemplo.

    É o que tenho a relatar da minha experiência de 3/4 meses, o sistema porta-se lindamente. As edições oficiais vêm com algumas configurações de origem mas podemos personalizá-las a fundo e de todas as formas possíveis e imagináveis, tal como deve acontecer num sistema GNU/Linux digno desse nome. Eu peguei na versão XFCE e adicionei-lhe o Cinnamon e KDE, tudo funciona sem conflitos, não é preciso esperar uns meses pela versão seguinte para obter aquela melhoria no gestor de ficheiros ou a correcção daquele bug no menu de aplicações, como estamos habituados nas distribuições baseadas em Debian/Ubuntu… E depois, claro, nunca mais é preciso reinstalar o sistema de X em X tempo.

    Recomendo a todos, tanto a leigos como a utilizadores avançados que não queiram arriscar um sistema bleeding-edge como o Arch, não se vão arrepender. Não se esqueçam é de desactivar o SecureBoot em sistemas com Windows 8, senão nem arranca, nesse aspecto a única distribuição que conheço e que tem uma chave reconhecida pelo SecureBoot é o Ubuntu.

  6. Eduardo says:

    Bom tarde,
    Tenho um Eee Pc com as seguintes características:
    -Intel Celeron 900Mhz
    -504 MB Ram
    -Disco de 3,70GB
    Quais os requisitos minimos para instalação desta distro?

    Esta distribuição será que funcionaria bem nesta máquina com o objectivo de ver streaming TV (mais concretamente futebol na net)e vídeos no youtube?

    Já tentei instalar o DaxOs; o WattOs; o Puppy mas não consigo.

    Cumps

    • Eu says:

      Boas,
      Tenho um desses,tinha JoliOS instalado,mas como a distro morreu,acabei a instalar AntiX.
      -funciona e instala bem,só não consigo por o Wi-Fi a funcionar como deve ser(deve ser noobice minha)mesmo depois de ler os tutoriais e videos.De resto tudo OK.Streaming não te sei dizer(não uso) mas youtube dá perfeitamente desde que tomes em atenção que é um ecrã de 7″ e uma gráfica fraquita,visualizar em 360p.

      experimenta

    • Gonçalo Teixeira says:

      Eu aconselharia crunchbang com openbox.

  7. José Chula says:

    Depois de uma tentativa falhada a instalar o arch tentei o Manjaro ontem.Só hoje reparei que tinha saido a versão 0.8.9. Depois de muito tempo a usar LinuxMint estou a gostar bastante desta distro arch-based.
    daqui a mais uns tempos volto a tentar o arch puro e duro, mas para já acho que me vou manter aqui pelo Manjaro

  8. rodrigo says:

    queria um ambiente grafico que service para notbook, com opção de energia, que quando fechasse a tampa, o mesmo desligace, mas não queria o KDE

  9. rodrigo says:

    Pergunta: Tem como configurar as opções de energia do Cinnamom, para ele desligar sempre que eu fechar a tampa do notbook???

  10. Jorjão says:

    Instalei manjaro xfce num Eeepc Asus da minha filha, há cerca de 1 mês, e aquilo funciona que é uma beleza. Ela já não quer outra coisa.
    Estou neste momento a instalar num acer Aspire que tinha XP.
    Aposto que vai ficar a correr que é uma maravilha.
    Abraço a todos.

  11. Tripov says:

    E em portáteis com tecnologia Optimus da NVidia? Funciona bem? Já alguém experimentou? Tenho sempre alguns stresses no Linux Mint 16.

  12. Ruben Nunes says:

    Eu tentei da outra vez usar em LiveCD mas nunca me funcionou… Em dois PC’s diferentes e com dois programas diferentes. Instalar não era o objectivo neste momento.

  13. José says:

    É versão final, ou Beta?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.