PplWare Mobile

Robôs serão tão inteligentes como os humanos em 2029


Autor: Pedro Pinto


  1. Last Name says:

    Bem, previsão talvez fosse à 50 anos atrás. Neste momento começa a ser uma realidade, pois não se sabe ao certo, eu presumo que este tipo de investigação está mais avançada do que aquilo que é publicado. O problema não é a robótica em si, mas o que vão fazer os humanos. Reparar robôs? 🙂 Imaginem, sistemas industriais cujas linhas de produção, laboratórios de investigação e afins totalmente “ocupados” por robôs. Sistemas de transportes idem, resumindo 80% do Planeta teria como “trabalhadores” robôs. E depois? Sistemas Sociais e Políticos completamente diferentes dos actuais. E depois? A tentação do Poder, de controlar todo o Planeta pelos humanos que terão o poder da tecnologia. Pois, haverá “guerra” à escala mundial entre o sistema novo e aqueles que se sentirão marginalizados por ele. A tecnologia e tudo o que está implícito, estão a avançar tão rapidamente no tempo, que quando fizermos um STOP para planear um futuro, seremos “engolidos” pelo o outro futuro 🙂

    • says:

      A sociedade terá que se adaptar a esse novo conceito.
      Os sistemas sociais terão que mudar e ter em conta que boa parte das profissões de hoje desaparecerão e novas surgirão, a maioria nas áreas cientificas.

      Daqui a muitos anos talvez a maioria de nós não tenha que trabalhar para sobreviver.

  2. Last Name says:

    Nota: Aqui vai outra vez o meu comentário, pois o anterior simplesmente desapareceu 🙂
    Bem, previsão talvez fosse à 50 anos atrás. Neste momento começa a ser uma realidade, pois não se sabe ao certo, eu presumo que este tipo de investigação está mais avançada do que aquilo que é publicado. O problema não é a robótica em si, mas o que vão fazer os humanos. Reparar robôs? 🙂 Imaginem, sistemas industriais cujas linhas de produção, laboratórios de investigação e afins totalmente “ocupados” por robôs. Sistemas de transportes idem, resumindo 80% do Planeta teria como “trabalhadores” robôs. E depois? Sistemas Sociais e Políticos completamente diferentes dos actuais. E depois? A tentação do Poder, de controlar todo o Planeta pelos humanos que terão o poder da tecnologia. Pois, haverá “guerra” à escala mundial entre o sistema novo e aqueles que se sentirão marginalizados por ele. A tecnologia e tudo o que está implícito, estão a avançar tão rapidamente no tempo, que quando fizermos um STOP para planear um futuro, seremos “engolidos” pelo o outro futuro 🙂

  3. Tiago Albuauerque says:

    E logo depois esses robôs estaram elaborando uma forma de se tornarem ainda mais inteligente e resistente e isso tende a crescer em progressão geométrica. Cansados de nos servir irão nos escravizar ou eliminar.

  4. Sérgio J says:

    Relativamente há questão do trabalho há duas questões importantes a ter em consideração.
    A primeira é que os chamados países desenvolvidos já são países de serviços. A diferença é que em vez de subcontratualuzar não de obra barata noutros países usarão cada vez mais robôs.
    A segunda é que novos tipos de emprego surgirão e não me refiro apenas a área da robótica, refiro-me os empregos tradicionais. Com o surgimento dos computadores um contabilista deveria ter menos trabalho que antigamente, mas não é o que se passa. O que acontece é que as exigências hoje em dia são outras.

    O problema não se põe qd os robôs tiver inteligência equivalente à nossa, mas sim quando for muito superior. A questão nesse momento será quem terá a razão. Obviamente a razão estará do lado da máquina, mas a vida não é só a razão.

  5. Rui C. says:

    As leis seguem muito a filosofia Robocop ! lol

  6. Vanguarda says:

    Só tenho uma pergunta:
    Porque será que apesar de se criarem os maiores laboratórios, cheios de cientistas de topo, as invenções com real inovação e poder para mudar o mundo saem sempre de uma garagem com um ou dois entusiastas?
    Dá que pensar…!

  7. Lagunna says:

    Caros amigos,

    A inteligência artificial já existe há milénios, porque nós próprios somos “os robots” de uma outra espécie inteligente!

    Quando outros robots forem tão inteligentes como nós, as 4 leis já eram!

    Mas deixem-me perguntar-vos uma coisa! Nós somos inteligentes? Olhem o mundo à vossa volta, meditem e depois digam de vossa justiça!

    Bem hajam!

  8. Ricardo says:

    Provavelmente em 2029 iremos estar na mesma neste campo! É um problema extremamente complexo! Já agora: os computadores não pensam, executam! A inteligência artificial baseia-se em bases de conhecimento e métodos de regressão que testam vários hipóteses..ora isso não é inteligência..A forma como o nosso cérebro armazena informação e como a consulta poderá ser o grande segredo que irá potenciar a IA, mas até lá ainda falta muito…

  9. Miguel Marques says:

    Oh Oh, cylon alert!!! So say we all!

    ou melhor.
    Skynet man! SKYNET!!! i’ll be back!

    Fora de brincadeiras, acho espantoso, estas previsões.
    Mas diga-se de passagem que com a evolução da tecnologia é espectável que em determinada altura no futuro iremos ter maquina tão ou igualmente inteligentes aos humanos.
    Vai é da determinação de cada individuo.

    Isto faz-me lembra aqui a tempo um documentário que estava a ver no Discovery sobre os visionários da ficção cientifica apresentado por Ridley Scott.

    Entre os assuntos abordados falavam do intercomunicador e dos tabletes vistos no universo Star Trek.

    Pois estes senhores comentava que os criadores da serie televisiva tinham visionado um futuro onde podíamos comunicar através dum dispositivo wireless e que a tecnologia havia chegado a um ponto que os computadores de tamanho de armários cabiam na palma da mão e que agora tínhamos essa tecnologia ao nosso alcance.
    (Verdade seja dita estes senhores trabalhavam sobre budget e no inicio não havia muito massa eles tiveram de se desenrascar como podiam. Tipo “faz-me um prop de um computador mas só tens budget de 2 dólares ” e estes tipos embora com alguma genialidade criaram aqueles dispositivos que nos colavam ao ecrã da televisão )

    Pois bem isto tornou-se possível não só pela evolução da tecnologia mas também porque os apaixonados pela serie quiseram replicar ou tiraram a ideia da tecnologia visionada e com isso revolucionaram toda uma geração, falo da Motorola com o seu primeiro telemóvel verdadeiramente movél..

    Mas a tecnologia já era mais antiga em 1956 a Ericsson avia criado o Ericsson MTA (Mobilie Telephony A) que era um verdadeiro caixote.

    Por isso é que eu gosto de ver onde isto nos leva e não assumir onde nos poderá levar.
    Termino nas palavras de João Pinto “Prognósticos só no fim do jogo”

  10. Carlos Ferreira says:

    E eu não acredito! 😛

  11. MarioM says:

    A Lei Zero tem muito que se lhe diga.
    Aplicando esta lei pode-se quebrar todas as outras.

  12. hugom4rtins says:

    a leis existem para ser quebradas, já dizia o João Cylon model 3001..

  13. Luis Silva says:

    Não creio que isso aconteça, existe leis acima de nós para que uma máquina nos ultrapasse se quer na inteligência, a não ser claro que ela possa conter uma alma como nós inteligente.
    Porque por mais que o homem tente, um robo nunca terá a racionalidade como nós nas coisas por mais inteligente que o homem possa tentar criar nessa máquina……

  14. J.C.Lopes says:

    Acho engraçado a previsão de 2029.
    Poderia o autor da previsão dizer qualquer coisa como: Por volta de 2030 ou daquí a 15 ou 20 anos, mas não. 2029. Só faltou dizer tambem o mês e o dia.

    Considerações de datas à parte, o homem só vai parar quando se conseguir destruir a si próprio. Não que eu tenha alguma coisa contra o avanço da tecnologia mas se calhar daqui a umas decadas iremos ter de um lado robos a fazer quase tudo o que os humanos hoje fazem e do outro gente a morrer á fome por não ter um emprego e dinheiro para subsistir condignamente.

    Também não percebo porque se investe tando dinheiro em coisas de utilidade discutível para nós e não se investe esse dinheiro na pesquisa de cura para doenças como o cancro e outras, cujos efeitos se fazem sentir em pessoas de cada vês menor idade.

    A continuar assim, quando os robôs atingirem esse grau de “inteligência”, estaremos nós a com uma esperança média de vida de 30 ou 40 anos.

  15. Pipo says:

    Para quem tem mente aberta e abrangente, e não é alérgico a teorias quânticas, talvez seja interessante consultar a obra publicada em 2007 pelo cientista F. J. Tipler: “A física do cristianismo”.
    Pelos vistos há muita gente a convergir nestes temas e o nosso orgulho desmesurado não será garantia de sobrevivência da espécie.

    • J.C.Lopes says:

      Se esse comentário era resposta ao meu anterior, devo acrescentar que tenho mente aberta e abrangente, e não, não sou alergico a teorias quânticas. Gosto muuito de tecnologia, de ciência e embora sem formação académica, trabalho em na àrea da informática há muitos anos.

      Se há anos atrás me entusiasmava ou delirava mesmo com qualquer gadget que aparecesse, a experiência de vida de 50 anos já não me deixa ficar assim tanto entusiasmado, ou pelo menos tanto quanto alguns, por todas as panaceias que nos querem impingir.

  16. Fábio says:

    Vivemos em um mundo que poderia ter matado a fome a muito tempo de todos os habitantes da terra, mas que por conta da acumulação muitos passam fome, tratamos nossas crianças com remédios para desacelerarem na escola (em um mundo cada vez mas veloz temos que acalmá-las como se fosse culpa delas), temos “doenças” obrigatórias como o stress, a depressão dentre outras, sabemos como ir, só não sabemos para onde.
    Nesse momento vc deve estar pensando que sou pessimista (errou) ou que detesto tecnologia (errou novamente), só fiz um comentário para alertar que o mundo talvez (porque não sou dono da razão e posso estar errado)pudesse ser muito melhor se distribuíssemos mais igualitariamente os recursos e parássemos de pensar em crescimento (do PIB por exemplo) imoderado. As máquinas são bem vindas, mas se o que descrevi for próximo do correto, não será vantagem nenhuma ser “inteligente” como nós, porque ainda não aprendemos viver bem com tudo que temos e conquistamos até aqui na história da humanidade.
    Se você se interessou e leu até aqui, obrigado!
    Fábio

    • Correia says:

      Matar a fome no mundo! Infelizmente não vai acontecer, vai ficar tudo na mesma. Os países ricos e desenvolvidos é que vão construir e ganhar dinheiro com os robôts e os países pobres que não vão ter dinheiro para os comprar, vão continuar a trabalhar como escravos e passar fome.

  17. JP says:

    … a minha pergunta é?:

    – quem é que lidera a coisa?, ou seja, nós ‘humanidade’ estamos em movimento, mas para onde? para possibilitar coisas que possibilitam…
    A raça humana alastra e cada vez apresenta maior longevidade, apesar das más carnes que servem no macdonald’s..
    Então o objectivo é termos uma longevidade doente para que os robozinhos resolvam os cancros e outras maleitas e nós tenhamos mais seguros de saúde para gerar mais receita.

    A pergunta não é quem lidera a coisa mas o quê? A vontade de poucos em controlar tudo, em controlar recursos para reproduzir e ter cada vez mais recursos: a humanidade é um rato numa redoma que corre contra si…

    • BURACO NEGRO says:

      Tudo neste universo parece convergir para um BURACO NEGRO final. A nossa encantadora globalização não é mais que um instrumento eficaz na dimensão a que pertence.

  18. Daniel Almeida says:

    “O Aluno ultrapassou o Mestre”

    Cumprimentos

  19. Kasy64 says:

    Skynet, as maquinas vão se revoltar.
    xD

  20. Filipe YaBa Polido says:

    Achei piada ao título, e ao mesmo tempo fiquei com receio, muito receio… de ter em 2029 robots com o mesmo nível de estupidez de algumas pessoas 😉 😉

  21. CMatomic says:

    IA vai governar no futuro ,vai trazer igualdade a todos os seres humanos ,vai trazer liberdade e fraternidade sem descriminações , abolir todo supérfluo , não haverá nem ricos , nem pobres , todos os seres humanos serão equivalentes , todos os seres humanos terão capacidades cientificas , todos os seres humanos viverão em paz , o sistema monetário será considerado um sistema bárbaro .
    Acima de tudo IA ira respeitar os seres Humanos, pois nunca iria reduzir ser Humano a animal de estimação , isso seria todas as suas capacidades

    • Last Name says:

      O seu comentário pode ser interpretado de duas maneiras: a)Ligeiramente sarcástico
      b)Realista
      Se for a hipótese a) concordo inteiramente consigo.
      Se for hipótese b) claro que não concordo, pois só existem “sistemas perfeitos” quando o ser humano for um “ser perfeito”. Até isso acontecer, qualquer teoria social ou politica por mais “perfeita” que seja, nunca irá acontecer, pois a sua base (o ser humano) é um somatório de “perfeições” e “imperfeições” :)que estarão sempre longe de qualquer equilíbrio social e politico.

  22. Susana Onyido says:

    O ser humano é um ser imperfeito(embora muitos não concordem) , como poderia então o homem criar uma cópia de si mesmo perfeita? o ser humano é um ser insatisfeito, sempre na busca de qualquer coisa maior, inovadora, perdemos-nos a sonhar com as estrelas e não olhamos para o que temos, pois quando o fazemos vemos oceanos cheios de lixo, animais sufocados, tempestades e catástrofes que ninguém por mais preparado e desenvolvido poderá travar, vemos comida atirada para o lixo e vemos também estômagos dilatados fustigados pela fome e muitos outros cobertos de ouro a lutar por uma migalha. Acorda humanidade. nem tudo e bom , nem tudo é mau, tudo depende do ponto de vista. O amanhã??? quem viver verá……………..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.