Quantcast
PplWare Mobile

Estudo: A mineração de Bitcoin gera resíduos eletrónicos substanciais

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Redin says:

    Pronto, como a anterior medida de FUD não funcionou, já inventaram outra. As imagens deste artigo em nada têm a ver com a mineração de Bitcoin.
    Todos os anos são criados milhares ou milhões de novos telemóveis só porque o canto redondo de um é mais bonito do que o outro e a velocidade é superior nem que seja em percentagens ridículas. Não vos parece que estão a exagerar?
    É certo que existe muito lixo eletrónico gerado mas o Bitcoin agora é o bicho-papão?
    O sistema Chila tambem tem dado cabo aos pontapés dos discos rigidos.

    • Samuel MG says:

      O estudo revela factos e não teorias!! Quando mais minas mais esforço pões no hardware e isso leva a certos componentes deixarem de funcionar sendo que os terás de comprar para continuar. Um ciclo sem fim a não ser que se pare de minar.

      • R!cardo says:

        E quando jogas não acontece o mesmo?

        • Samuel MG says:

          Queres comparar o esforço que é minar com o desempenho normal do computador!? Larga lá o vicio das criptomoedas 😛

          • R!cardo says:

            Deixa de ser básico. Uma gráfica a jogar a consome muito mais que a minerar, logo o esforço é maior.

          • Samuel MG says:

            Deixa de tentar virar o bico ao prego!! Não vale a pena!! Aceita a verdade de minerar põe esforço EM TODOS OS COMPONENTES 🙂

        • Fo says:

          Não. Não é preciso estar 24hr por dia a jogar nem é preciso a gráfica estar a bufar no máximo esse tempo todo. Além disso dura muito mais de um ano…
          Pfff não sei como é que gente dita inteligente ainda acha que o bitcoin é a oitava maravilha do mundo. A única coisa que a bitcoin é boa é a fazer lixo às toneladas, gastar energia de uma forma absurdamente alta, poluição atmosférica às toneladas e tudo com tendência crescente exponencial!
          Depois vem a treta de que as outras atividades também fazem o mesmo.
          As outras actividades têm utilidade! A bitcoin não!

          • Eu says:

            Não vou comentar a parte que tem haver com os gamers mas apenas a ultima frase.
            Que utilidades tem afinal as “outras atividades”?
            – Empobrecimento de toda uma população.
            – Aumento do custo de vida.
            – Inflação.
            – fraudes diárias que não são divulgadas
            – lavagem de dinheiro
            – fugas de capital
            – armas e terrorismo
            – Alimentação de um status-quo que se permitem a criar moeda e beneficiar com ela enquanto os demais perdem valor porque a distribuição monetária só beneficia em primeiro os do topo.
            – Ineficiência dos processos bancários e onerosos.
            …poderia continuar por aqui mas termino dizendo que se começares a prestar mais atenção irás verificar que um sistema como o Bitcoin foi criado para eliminar todos esses problema e já o provou nestes últimos 12 anos.

          • asdasd says:

            No cenário hipotético (e estúpido) que a economia global agora giraria à volta do bitcoin:
            – o empobrecimento desaparecia? levaria ao enriquecimento da população??
            – O custo de vida ia diminuir?
            – A inflação ia desaparecer??
            – Lavagens de dinheiro, financiamento de terrorismo e extremismo tb desaparecia?? Criptos são o veiculo preferido destes criminosos se ainda não prestaram atenção.
            Mostra lá as provas porque não vejo nada!

            Parece que há pessoas que estão presas a um desejo de uma utopia, um sonho, uma maravilha rodeados de bitcoins porque um dia duplicaram o dinheiro que investiram… lol

          • Eu says:

            É fácil. É só leres sobre os fundamentos da criação do Bitcoin, tirares as palas dos olhos e não levares tão à letra como se os pontos indicados fossem resolvidos já amanhã. Eu seria muito estúpido se acreditasse também nisso.
            Se tivesses andado na escola aprendias que se pode ler nas entrelinhas e sobre contexto.
            Se eu disser “vai morrer longe” não te estou a desejar a morte. Na escola aprende-se a “interpretação” que é o que te falta.
            Agora, sim. Tudo isso pode ser resolvido com uma moeda “sonante”… (mais uma palavra para ires procurar ao dicionário)

          • Redin says:

            Relatório:
            Bitcoin Net Zero
            POR ROSS STEVENS E NIC CARTER
            Em 1971, as principais economias do mundo perderam sua corda final para o ouro, entrando em um padrão monetário totalmente fiduciário. Sob esse modelo fiduciário, a inflação foi estruturalmente mais alta, as crises financeiras não menos ruinosas e o crescimento real não foi mais alto do que sob o padrão ouro. Hoje, a inflação e a instabilidade monetária interferem na capacidade de bilhões de indivíduos em todo o mundo de armazenar sua riqueza. O Bitcoin oferece ao mundo uma alternativa – um sistema monetário sólido fora do controle de governos e bancos centrais. Nosso relatório considera o mérito da Prova de Trabalho, quantifica os custos de recursos do Bitcoin e examina os caminhos para mitigar as externalidades associadas à mineração.

          • R!cardo says:

            Tu és um perfeito leigo na matéria. As Bitcoins são geradas por servidores Asic.

      • JR says:

        Espera até descobrires a quantidade de lixo e poluição que o sistema atual financeiro faz…
        Sem falar no sistema centralizado que vives diariamente ao qual te levam toneladas de euros anualmente so em fees de “manutenção” bancária…
        Vamos também falar que em menos de 10 anos a maioria do sistema de mineração de BTC passou de poluente para renovável?
        Antes de lerem “estudos”, sem qualquer info ou demonstração real, pesquisem. Fazem melhor figura.
        “As pessoas vão criticar o que não conhecem”

  2. jota says:

    Não era preciso nenhum estudo para perceber isso!

  3. Pe@ce says:

    Dizem que o Windows 11 também gera resíduos electrónicos substanciais.

  4. André Vieira says:

    Mineração de criptomoedas é o esquema de pirâmide do século XXI.

  5. Secadegas says:

    Conheço ZERO pessoas que depois de investirem milhares de euros em hardware de mineração de criptomoedas tenha tido lucro ao fim de 2 anos…

  6. Ricardo says:

    Cripto lixo não vejo a hora da bolha rebentar

  7. Miguel Real says:

    O importante não são apenas as criptomoedas! que até já os bancos querem para si! mas responsabilizar todos os fabricantes pelo reaproveitamento do que produzem no fim de vida reintegrando! como o vidro , (muito plástico tem que ser abandonado não todo)…
    O importante é a criptotecnologia em si!!! não sou a favor nem contra mas será mais uma forma de Big Brother vos digo, o que vai contra o espirito da sua invenção, (disrupção do corruptos meios financeiros)!!! alem da economia circular temos que ter produção circular e consciência circular e distribuição de riqueza circular e já sei UTOPIA CIRCULAR !!!
    Mas o presente é feito de Utopias passadas.
    Agradecido porque que temos um meio de comentar com seriedade aqui no PPLWARE sem tretas como em quase todas as outras plataformas de informação da treta, (sem graxa é a realidade)

  8. FreakOnALeash says:

    O pessoal das criptocoiso quer lá saber do ambiente…carteirinha recheada é o que interessa!

  9. GFan says:

    Tinha que ser o Vitor a escrever este artigo, então o IPhone agora é escala de medida para tudo lolol
    “cada transação equivale a dois iPhone mini”
    “equivalente ao peso de dois iPhones 12 mini”
    “outros dispositivos eletrónicos, tais como iPhones”

    Granda pancada fonix!

  10. KimPossible says:

    Tendo em conta que:
    -o BTC é minerado por ASICs e não por gráficas como deixa implícito o artigo com as suas imagens
    -que ASICs são máquinas optimizadas para correr um determinado algoritmo, neste caso, BTC da forma mais eficiente possível
    -e que ASICs são caros e levam meses a se pagarem a si mesmos…

    vir um estudo indicar que se estragam em 1,3 anos… é para rir. Se fossem tão descartáveis, quando foi proibido na China a mineração ninguém se daria ao trabalho de relocalizar as máquinas… era “só jogar no lixo”.
    A maioria das ASICs não se avariam por excesso de trabalho… ficam somente obsoletas devido à dificuldade de mineração subir…. caso a dificuldade baixe por algum motivo, como aconteceu este ano, voltam ao activo.
    Os telemóveis e pc’s também não acabam a sua vida por avaria… acabam por se tornarem obsoletos.
    As diversas Cloud’s espalhadas pelo mundo não passam de pavilhões e pavilhões, CLIMATIZADOS, cheios de servidores empilhados, ligados 24/7. Servidores avariam, discos avariam, à medida que saem novos modelos de discos e servidores, MAIS EFICIENTES ou com MAIOR CAPACIDADE, os anteriores são substituídos por não corresponderem à crescente demanda de nós… utilizadores. Portanto, causamos o equivalente ao dito aumento de dificuldade de mineração. E com isto, anualmente, temos toneladas de desperdício causado pelo simples facto de termos as nossas contas de e-mail, contas bancárias, armazenamento de fotos, podermos fazer compras online, etc. Mas o bitcoin é que é o bicho papão do ambiente. Claro.

    Adoro quando falam em pirâmide… pirâmide são os bancos centrais a imprimirem dinheiro infinitamente, a encherem os bolsos dos mesmos e com isso dispararem a inflação que torna o fruto do nosso suor mensal simples pó. E quando rebentar alguma coisa, cá estamos nós todos, na base da pirâmide, prontos a pagar a fatura… abram os olhos, leiam primeiro sobre os fundamentos seja do BTC seja de diversos outros projectos de criptomoedas.
    Um cheirinho: https://www.youtube.com/watch?v=cTs8T8pxqWU&t=557s

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.