Quantcast
PplWare Mobile

Tags: oceano

Drone do oceano capta imagens inéditas da atividade dentro de um furacão

A Saildrone e a NOAA divulgaram o primeiro vídeo recolhido por um veículo de superfície (USV) captado dentro de um grande furacão que atravessa o Oceano Atlântico. O Saildrone Explorer SD 1045 foi direcionado para o meio do furacão Sam, um furacão de categoria 4, que passará a leste das ilhas Bermudas.

O SD1045 luta contra ondas de 15 metros e ventos de cerca de 200 km/h para recolher dados científicos críticos e, no processo, está a dar-nos uma visão completamente nova de uma das forças mais destrutivas da Terra.

Imagem Saildrone no olho do furacão


Cientistas preocupados com ‘zona morta’ no oceano

Os cientistas têm vindo a alertar o mundo acerca das alterações climáticas e das suas consequências futuras. Contudo, o presente já nos está a mostrar como será. Aliás, os cientistas estão preocupados com o crescimento de uma zona de hipoxia, uma zona morta, no oceano.

Mais do que isso, consideram que esse crescimento poderá estar a acontecer na sequência das alterações climáticas.

Fundo do oceano


Incêndio em oceano no México provocado por fuga de gás

O México assistiu a um evento assustador, em alto mar. Devido a uma fuga de gás, um incêndio deflagrou na superfície do oceano, transformando uma vasta extensão de água num inferno e recrutando enormes navios para tentar sufocar as chamas.

Nas redes sociais, o incêndio ficou conhecido como ‘Eye of Fire’ (em português, olho de fogo).

Pemex


Quinto oceano da Terra confirmado pela National Geographic Society

Teoricamente, a Terra possuía quatro oceanos reconhecidos: Atlântico, Pacífico, Índico e Ártico. Embora as águas do Sul tenham sido amplamente mencionadas pelos cientistas como um oceano independente, esta ideia nunca reuniu um apoio unânime. Até agora, uma vez que foi finalmente reconhecido como o quinto oceano do planeta.

Esta decisão foi tomada pela National Geographic Society e acrescenta o Oceano do Sul, em torno da Antártida, aos quatro já conhecidos.

Antártida


Fenómeno está a aumentar o Oceano Atlântico e a encurtar o Pacífico

Entre 200 e 540 milhões de anos atrás, o planeta Terra não tinha a constituição que lhe conhecemos hoje, uma vez que contava com um único e gigante continente, a Pangeia. Assim sendo, era banhado por apenas um oceano, o Pantalassa. Contudo, devido a vários fenómenos naturais, como terramotos e atividades vulcânicas, este continente único começou a quebrar-se e, gradualmente, formou as estruturas que conhecemos.

Hoje, as placas tectónicas da Terra, responsáveis pelos fenómenos naturais que dividiram a Pangeia, permanecem em movimento. Como resultado, o Oceano Atlântico está a aumentar, ao passo que o Pacífico está a diminuir.

Oceano