Quantcast
PplWare Mobile

Tags: notícias falsas

Estudo diz que desinformação no Facebook gera mais tração do que as notícias

A desinformação que circula online tem sido uma outra pandemia difícil de combater. E com o aparecimento de novas redes sociais, estes conteúdos têm assim mais oportunidade de se disseminar.

Curiosamente, um recente estudo revela que a desinformação partilhada na rede social Facebook gera mais tração do que as notícias verdadeiras.


Trump assina hoje uma ordem executiva sobre redes sociais, devido à polémica no Twiter

Donald Trump é também conhecido por ser muito ativo no Twitter, mas esta semana os motivos foram outros. Depois que a rede social assinalou algumas mensagens do presidente dos EUA com alerta de verificação de factos, Trump decidiu reagir de uma forma mais radical.

Segundo anunciou a Casa Branca, o Presidente norte-americano vai assinar hoje uma ordem executiva sobre as redes sociais.


Google bloqueia diariamente 18 milhões de emails falsos sobre a COVID-19

Como forma de combater as notícias falsas e a desinformação, o Google está a mostrar-se implacável no seu serviço de correio eletrónico. A empresa anunciou que bloqueia diariamente 18 milhões de emails falsos relativos à pandemia da COVID-19.

Estas atitudes sensatas são fundamentais por parte das grandes empresas de comunicação, uma vez que a disseminação de informações falsas sobre o coronavírus tem um efeito completamente contraproducente.


COVID-19: Antenas 5G destruídas no Reino Unido por teorias de propagação da doença

Os tempos que estamos a atravessar são propensos a muita informação errada e a teorias que tentam por tudo mostrar que a origem dos problemas não é natural. Todas estas fake news têm resultados negativos e espalham informação falsa.

O mais recente exemplo desta histeria parece estar focado no Reino Unido. Em várias cidades deste país estão a ser queimadas antenas 5G, sob a justificação de que estas estão a ser usadas para espalhar a Covid-19.

5G Covid-19 antenas teorias notícias falsas


Google dá 6,5 milhões de dólares para combater notícias falsas da COVID-19

A Google vai destinar mais de 6,5 milhões de dólares para combater as informações que não são verdadeiras acerca da COVID-19.

Em todas as alturas as notícias falsas podem fazer prejuízos e ter consequências graves. Mas muito mais acentuadas podem ser nesta altura em que nos encontramos a combater uma pandemia. Desta forma, toda a ajuda é importante para tentar acabar, ou pelo menos diminuir, estes conteúdos.