PplWare Mobile

Tags: incêndios

Eco Camões: Carro português de Combate a Incêndios totalmente elétrico

A aposta nos veículos elétricos, por parte das empresas do segmento automóvel, é algo normal nos dias de hoje. A Tesla revolucionou o mundo nesta área e as grandes marcas europeias e não só estão a tentar seguir o mesmo caminho.

Em Portugal chega-nos agora uma novidade… o Eco Camões, um veículo de combate a Incêndios totalmente elétrico e único no mundo.

Eco Camões: Carro português de Combate a Incêndios totalmente elétrico


As Cidades do Futuro e os riscos elétricos associados

As cidades estão a mudar, estão a ficar mais inteligentes, mais autónomas e mais elétricas, de forma a responder melhor às necessidades das populações que tendem a aumentar de ano para ano.

Apesar de toda a evolução, especialistas apontam para o facto do nível de risco de incêndio urbano estar a aumentar à medida que estas se tornam ainda mais elétricas.

Imagem: Freepik - As Cidades do Futuro e os riscos elétricos associados


Fogos.pt – Saiba em tempo real quais os fogos que existem

Foi em 2016 que apresentámos aqui o site Fogos.pt. Este projeto funciona como um serviço que lhe permite saber, em tempo real, todas as ocorrências de incêndios com a respetiva localização e estado do incêndio.

Recentemente o portal foi renovado e além da nova interface há também novas funcionalidades.


Incêndios em Portugal: Alertas vão chegar ao telemóvel

O ano de 2017 ficará para sempre na memória dos portugueses (e do mundo) como sendo um dos mais fatídicos no que diz respeito aos incêndios. Para que tal cenário negro não se volte a repetir, estão atualmente a decorrer várias ações.

De acordo com as informações divulgadas recentemente, a ANACOM está a trabalhar com as operadoras, rádios e televisões para operacionalizar um sistema de alerta de incêndios.


Portugal: Exército compra 36 drones para detetar incêndios

O ano de 2017 ficará para sempre marcado na memória dos portugueses como um ano negro devido aos incêndios! Houve várias vítimas mortais, muitas casas arderam por completo, a devastação ao nível da floresta foi enorme e nesse sentido há que tomar medidas urgentes para que cenários como os que se viveram não se voltem a repetir.

De acordo com informações recentes, o exército português comprou 36 drones para vigiar a floresta e detetar incêndios.