Quantcast
PplWare Mobile

Tags: estação espacial internacional

Misterioso “jato azul” vindo da Terra e visto no espaço pela ISS

A Estação Espacial Internacional, que se encontra no espaço em órbita baixa terrestre a uma altitude de aproximadamente 400 quilómetros, permitiu aos investigadores captar um fenómeno raro, um jato azul. Estes raios não são novos, contudo, sendo um episódio raro, adensa o mistério à sua volta.

Os cientistas estão particularmente interessados ​​nas luzes recém-descobertas que ocorrem na atmosfera superior durante tempestades chamadas de sprites (duendes) vermelhos, jatos azuis e elfos.

Imagem Jatos Azuais vistos da Estação Espacial Internacional


NASA: câmaras da Estação Espacial Internacional captaram imagens de 150 OVNIs

A Estação Espacial Internacional (ISS) está equipada com várias categorias de câmaras que filmam e fotografam o espaço e a Terra em vários momentos. Um conjunto de equipamentos estão permanentemente apontados ao espaço a partir da estação. Nesse sentido, são conseguidas imagens que se tornam famosas pela singularidade do que se consegue captar. É exatamente na particularidade do que aparece nalgumas filmagens que reside agora um novo mistério.

No passado dia 15 de novembro, uma das várias câmaras instaladas na ISS registou imagens de centena e meia de “objetos voadores não identificados” na órbita terrestre.

Imagem de OVNIS captados pela ISS e mostrados pela NASA


SpaceX faz hoje história ao levar a missão Crew-1 até à estação espacial Internacional

Em maio passado, a SpaceX levou os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley numa missão histórica à Estação Espacial Internacional. Assim, ficou registada a primeira vez que uma empresa privada colocava astronautas em órbita. Contudo, a missão foi fundamentalmente um voo de teste para provar que a cápsula Crew Dragon da SpaceX era segura para ocupantes humanos.

Hoje, o voo oficial fará história se a Crew-1 partir às 19h27 de Cabo Canaveral, 00h27 em Lisboa. Para já as previsões mantêm-se positivas, com 50% de possibilidades de sucesso.

Imagem da Crew-1 da SpaceX que levará os astronautas até à Estação Espacial Internacional


Estação Espacial Internacional ativa manobra de emergência para escapar à colisão com detritos

O lixo espacial é um problema que se tem agravado com os avanços na exploração do espaço. Segundo a NASA, a órbita da Terra está cheia de lixo espacial. Mais de 130 milhões de peças individuais de detritos orbitam o planeta. Desses, cerca de 34 mil são tão grandes que têm de ser vigiados por entidades dedicadas. Como resultado, a Estação Espacial Internacional (ISS) teve de acionar uma manobra de emergência para evitar a potencial colisão com um fragmento de entulho espacial.

Já no passado recente, um destes fragmentos atingiu a ISS provocando fuga de ar.

Imagem Estação Espacial Internacional a fugir do lixo espacial


Motores da Estação Espacial levam prótese de perna robótica a outro nível

O desenvolvimento de tecnologia para ser usada no espaço tem, ao longo das últimas décadas, mudado a vida cá na Terra. São muitas as criações para astronautas que revolucionaram o uso de ferramentas e utensílios do comum mortal. Assim, um novo protótipo de perna protética robótica oferece um caminhar mais natural, além de mais silencioso. A tecnologia envolvida traz à prótese mais eficiência, em termos de energia, do que outros modelos.

As próteses robóticas estão a tornar-se mais simples, mais fáceis de usar e mais baratas. Uma boa notícia para quem precisa destes membros artificiais.