Quantcast
PplWare Mobile

Tags: chips

Falta de chips pode arrastar-se até 2023! Preocupações são muitas…

A pandemia por COVID-19 que vivemos tem impactos nas mais diferentes áreas da sociedade. Como temos vindo a acompanhar, a falta de chips (componentes eletrónicos) tem dificultado em muito a operação de várias empresas, e não são apenas afetadas as do ramo automóvel.

Empresas de telemóveis e de consolas de videojogos, de eletrodomésticos, etc, todas podem sofrer com a falta de chips que se poderá arrastar até 2023.

Falta de chips pode arrastar-se até 2023! Preocupações são muitas...


Samsung pode aumentar o preço dos seus chips até 20%, o que afetará as marcas

Recentemente as informações indicaram que a taiwanesa TSMC vai aumentar o custo dos seus wafers. De acordo com os detalhes, este aumento poderá chegar a um máximo de 20%, o que vai afetar diretamente o mercado.

Mas tudo indica que também a Samsung irá seguir esta tendência e aumentar igualmente em até 20% o preço dos seus chips. Desta forma, e caso de confirme, é de esperar que marcas como a Nvidia sofram as consequências deste aumento.

chips


Cuidado com o SSD que compra! Samsung, Crucial e WD com desempenho reduzido

Mesmo em máquinas mais antigas, os SSD assumem um papel essencial para dar uma nova vida a estes PCs. Garantem uma velocidade de escrita e de leitura muito mais elevada face aos discos tradicionais e que acompanhavam estas máquinas.

Assim, esta é a escolha óbvia para muitos que querem reavivar o PC. Infelizmente, do que se descobriu agora, marcas como a Samsung, Crucial e WD estão a colocar no mercado unidades com um desempenho inferior, sem alertar os utilizadores para isso.

SSD chips Samsung WD Crucial


Intel vai produzir chips de última geração para o Departamento de Defesa dos EUA

A Intel Foundry Services (IFS) foi implementada na empresa pelo atual CEO Pat Gelsinger, como parte da estratégia da marca. E as mais recentes informações indicam que esta é realmente uma aposta ganha que trará frutos a médio e longo prazo.

Nesse sentido, a Intel revelou nesta segunda-feira (23) que a IFS vai produzir chips de última geração para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

Intel vai produzir chips de última geração para o Departamento de Defesa dos EUA


Intel vai investir 200 mil milhões de dólares na produção de chips

Com a escassez de componentes ainda no seu auge, é cada vez mais importante encontrar novas forma de, no futuro, o setor industrial dar resposta aos constantes pedidos de equipamentos.

Nesse sentido, a Intel Foundry Services vai investir até 200 mil milhões de dólares no negócio de chips. Este investimento poderá ser a alavanca necessária para tornar a fabricante numa concorrente mais forte em relação às rivais TSMC e Samsung.