Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Asteróide

Descoberta água e matéria orgânica num asteroide pela primeira vez

Conforme é várias vezes dito pelos cientistas, descobrir o que há para além de nós pode dar pertinentes indicações daquilo que trouxe a Terra a ser como a conhecemos. Além disso, explorar o espaço pode permitir que se descubra vida noutros planetas ou objetos.

Pela primeira vez e de forma chocante, cientistas encontraram água e material orgânico num asteroide.

Asteroide Itokawa


Vem a caminho da Terra o mais rápido asteroide conhecido, viaja a 123.887 km/h

O 2001 FO32 é um pequeno asteroide cuja órbita cruza a órbita da Terra. A NASA classificou o 2001 FO32 como um “Asteroide Potencialmente Perigoso” devido à sua passagem próxima pelo nosso planeta. Contudo, esta rocha tem outra característica que o torna interessante. Este viajante do espaço vai passar na nossa vizinhança a uma velocidade de 123.887 km/h.

Tem um tamanho considerável, cerca de 1 quilómetro de diâmetro, e está a caminho do nosso planeta.

Ilustração do asteroide que passará pela Terra


Encontrado objecto artificial entre as amostras retiradas do asteroide Ryugu

No início deste mês, as amostras recolhidas em Ryugu pela nave japonesa Hayabusa2 chegaram em segurança à Terra. Após a abertura do depósito com o material recolhido do asteroide, os astrónomos foram confrontados com várias surpresas. A mais recente mostra um objeto artificial encontrado no meio do material recolhido. Para já, ainda não foi possível a sua identificação.

Entre o pó negro e as rochas contidas na cápsula que voltou à Terra, encontra-se um objeto brilhante. Será que esse material fazia parte da nave, ou é algo “extraterrestre”?

Imagem de material extraído do asteroide Ryugu

 



O Planeta Terra diz adeus à sua mini lua

Depois de mais de 3 anos presa à Terra, esta mini lua está agora a despedir-se do nosso planeta para se afastar para sempre. Conforme demos a conhecer, no início deste ano, uma equipa de astrónomos conseguiu encontrar uma mini lua, a segunda até agora, a orbitar-nos. Batizada de 2020 CD3, tem o tamanho de um carro e inicialmente foi confundida com lixo espacial, até que se conseguiu perceber o que era realmente.

Este pequeno asteroide próximo do nosso planeta tinha bilhete de estadia temporária. Foi descoberto no Observatório de Mount Lemmon pelos astrónomos Theodore Pruyne e Kacper Wierzchos em 15 de fevereiro de 2020.

Ilustração mini lua da Terra