Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Asteróide

Se um dia a Terra estiver ameaçada por asteroides, quem nos pode defender?

Quantas vezes não ouvimos já os especialistas a dizer que a Terra é um planeta cheio de sorte? Mas a verdade é que desde há muitos milhões de anos que esta nossa esfera não é um alvo de um asteroide destruidor, como aquele que levou à extinção dos dinossauros.

No receio de sermos surpreendidos, crescem as vozes de que deverão ser os Estados Unidos da América a “salvar Terra do Apocalipse”. Mas por que razão terão de ser os americanos?

Ilustração asteroide contra a Terra

 


Asteroide próximo da Terra afinal pode ser um pedaço da Lua

Foi descoberto em 2016 e recebeu o nome de asteroide Kamo’oalewa, também conhecido como “mini-lua”. Este pedaço de rocha tem cerca de 40 metros de diâmetro, é redondo e quando está “perto” da Terra está a uma distância de 5.210.000 km. Tem a particularidade de perseguir o nosso planeta há cerca de 500 anos e, segundo os cálculos, ainda estará por cá mais umas centenas deles. No entanto, só agora se chegou à conclusão que esta rocha poderá, afinal, ser um pedaço da nossa Lua.

Não é fácil perceber a origem destas rochas, ditas como sendo um quase-satélite – uma subcategoria de asteroides próximos da Terra que orbitam o Sol. Estes objetos são ténues e difíceis de observar.

Imagem de asteroide que é um pedaço da Lua


DART – Seja um defensor planetário da NASA contra asteroides que ameacem a Terra

É recorrente ouvirmos alguns entendidos dizerem que a Terra tem tido sorte. Desde há muitos milhares de anos que um asteroide de grande dimensão não choca com o planeta e faz estragos devastadores. Contudo, não podemos depender da sorte e é urgente haver um plano de contingência para podermos um dia atacar o problema antes que o problema nos ataque a nós. A NASA quer-nos tornar defensores planetários com a sua missão DART.

A agência espacial norte-americana desafia-nos a um pequeno teste para comemorar a próxima missão de defesa de asteroides.

DART - Seja um defensor planetário da NASA contra asteroides que ameacem a Terra


Como poderá uma bomba nuclear salvar a Terra de um asteroide destruidor?

A Terra tem tido sorte. Com tantos asteroides a cruzar o sistema solar, o nosso planeta tem passado ao lado de situações catastróficas. No passado, pelos vestígios conhecidos, estas rochas destruidoras fizeram grandes estragos na superfície da nossa esfera azul. Como tal, há equipas empenhadas em desenvolver uma estratégia que seja eficaz para a defesa planetária.

As linhas de orientação para o melhor método são várias. Por exemplo, uma explosão atómica não é a solução preferida para os investigadores, mas os modelos 3D ajudam os cientistas a se preparar para o pior cenário possível.

Ilustrtação impecto de asteroide com a Terra


2021 PH27: É este o asteróide mais rápido do nosso sistema solar

Os asteroides são corpos rochosos de estrutura metálica que orbitam em torno do sol como os planetas. No entanto, possuem uma massa muito menor em comparação com os planetas.

Recentemente foi descoberto o asteroide mais rápido do nosso sistema solar, o 2021 PH27.

2021 PH27: É este o asteróide mais rápido do nosso sistema solar