Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Asteróide

Bola de fogo cruza o céu no sul de Portugal a 227 mil km/h

Este eventos são normais e acontecem frequentemente. Contudo, atualmente há mais câmaras viradas para todo o lado. Como tal, nesta madrugada foi filmada uma bola de fogo a cruzar o céu no sul de Portugal. Esta luz é um meteorito incandescente a atravessar a atmosfera terrestre. Esta rocha de asteroide foi detetada pelos sensores do projeto SMART, do Instituto de Astrofísica da Andaluzia.

O evento, pelas suas características pode ser apreciado a olho nu, tendo em conta a luz brilhante na madrugada escura.

Imagem asteroide que entrou na atmosfera e passou a sul de Portugal como uma bola de fogo


O pedaço roubado da nossa Lua parece estar a orbitar Marte

Uma equipa internacional de cientistas planetários, liderada por astrónomos da AOP, encontrou um asteroide atrás de Marte. Segundo o que foi analisado, este pedaço de rocha tem uma composição muito semelhante à da Lua da Terra. Como tal, os cientistas ponderam a hipótese do asteroide ser um fragmento antigo, dos tempos dos impactos gigantescos que formaram a Lua e outros planetas rochosos no nosso sistema solar, como Marte e a Terra.

O corpo celeste encontrado é o asteroide Troiano (101429) 1998 VF31.

Ilustração de pedaço da Lua encontrado em Marte


Asteroide Apófis poderá colidir com a Terra em 2068

Apófis é um asteroide que causou um breve período de preocupação em dezembro de 2004. Na altura, as observações iniciais indicavam uma probabilidade deste poder atingir a Terra em 2029. Posteriormente, com mais cálculos sobre a sua rota, concluiu-se que estava afastada a possibilidade de haver uma colisão com o nosso planeta ou mesmo com a Lua. Entretanto, um astrónomo da Universidade do Havai revelou uma nova e crítica descoberta sobre o Apófis.

Esta rocha de 400 metros, que passará muito perto da Terra em algumas ocasiões durante vários anos, poderá, segundo a Divisão de Ciências Planetárias da American Astronomical Society, colidir com a Terra no ano 2068. Mas…

Ilustração da rota do asteroide Apófis em direção ao planeta Terra


NASA toca com sucesso no asteroide Bennu e alcança mais um marco na exploração espacial

A evolução da tecnologia e do conhecimento sobre os asteroides, leva a que estes pedaços de rocha possam ser estudados. Além de contar a história do Universo desde há milhões de anos, estes astros podem ser importantes para descobrirmos a origem do nosso próprio planeta. Assim, numa missão carimbada com êxito, a NASA conseguiu tocar com um braço da sua sonda OSIRIS-REx no asteroide Bennu.

A agência espacial norte-americana mostrou imagens incríveis do momento em que a nave marcou o solo deste viajante do espaço.

Imagem da nave OSIRIS-REx da NASA a tocar no asteroide Bennu.


Asteroide em velocidade furiosa passará perto da Terra no final de novembro

Vem a caminho da Terra uma enorme rocha espacial que nos visitará no final de novembro. Este veloz e furioso asteroide, 2000 WO107 tem estado debaixo de olho da NASA.

O asteroide passará próximo do nosso planeta e, se nada perturbar a sua rota, será mais uma visita.

Imagem do asteroide 2000 WO107 que está a ser vigiado pela NASA a caminho da Terra