Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Artemis 1

Artemis 1: cápsula da NASA mergulha no Oceano Pacífico

A missão Artemis 1, que tinha como objetivo testar o poderoso foguetão SLS e levar a cápsula Orion até à órbita lunar, chegou ao fim e com muito sucesso. Depois de percorrer mais de 2 milhões de quilómetros e dar várias voltas na Lua, a nave da missão não tripulada da agência espacial caiu com segurança perto da ilha de Guadalupe, na costa oeste dos EUA.

Este é um excelente tiro de partida para a humanidade voltar à Lua e estabelecer no solo do satélite uma base com presença humana permanente.


Artemis 1: Orion ainda teve um encontro próximo com a Lua antes de voltar para casa

A missão Artemis 1 está a mostrar que a NASA se preparou bem para voltar à Lua. Nesta primeira jornada, apesar de ter vários contratempos antes de descolar, a Orion cumpriu os objetivos, até agora, e bateu mesmo um recorde, 50 anos depois da Apollo 17. Contudo, está na hora da nave voltar à Terra.

A NASA partilhou imagens notáveis onde mostrou a sua nave espacial a passar sobre a superfície lunar a uma altitude de apenas 1.106 km.

Imagem da Orion perto da Lua, a nave da NASA da missão Artemis 1


Cápsula Orion da NASA foi onde nenhuma nave espacial para humanos conseguiu ir

A missão inaugural do programa Artemis acaba de bater um recorde, graças à cápsula Orion, a nave espacial desenhada para ser tripulada viajou mais longe da Terra. Fê-lo ao atingir o zénite da sua órbita retrógrada distante (DRO), a quase meio milhão de quilómetros da Terra.

As imagens recolhidas são só por si um testemunho único deste feito. As múltiplas câmaras na nave captaram a Lua e a Terra de um sítio nunca viajado. Veja as imagens.

Imagem da cápsula Orion da NASA na missão Artemis 1 a olhar para a Lua e para a Terra mais longe que nunca


Artemis 1: Hoje é um dia especial, a nave Orion entra na órbita lunar (vídeo)

A nave espacial Orion da missão Artemis 1 DA ASA chegará à órbita da Lua hoje, sexta-feira dia 25 de novembro, e poderá assistir ao momento marcante ao vivo. O evento, que acontecerá pelas 21:52 hora de Lisboa, irá por à prova a cápsula, dado que o caminho até lá chegar é sinuoso.

Com mais esta etapa, a nave não tripulada atinge com sucesso o seu objetivo principal. A entrada em órbita será acompanhada da Terra e poderá assistir a tudo em direto. Veja como.

Imagem da Artemis 1 da NASA rumo à Lua


O sistema inteligente e altamente complexo a bordo da Artemis 1 da NASA… é um iPad

Depois de vários adiamentos, a missão Artemis descolou e rumou à Lua. Além dos objetivos traçados, sendo o primeiro chegar à orbita lunar, a nave espacial leva também a missão de testar novas tecnologias, que poderão ser o futuro no que toca aos voos espaciais. O projeto chama-se Callisto e é uma destas tecnologias, que tem por trás uma grande colaboração entre Lockheed Martin, Amazon e Cisco.

Este é um dos computadores de bordo da cápsula Orion. Um iPad totalmente modificado com software Cisco e um assistente baseado na Alexa. Além de querer demonstrar como as tecnologias de voz, IA e videoconferência podem funcionar no espaço, o tablet da Apple tem uma função aberta bastante curiosa: podemos enviar mensagens de uma aplicação para o espaço!

Ilustração Callisto num ipad dentro da nave Orion da NASA na missão Artemis rumo à Lua