Quantcast
PplWare Mobile

Apple, Samsung e Huawei, nunca se venderam tantos telemóveis Premium

                                    
                                

Autor: Pplware


  1. Joao says:

    Mais do que telemoveis, smartphones. E parece-me normal. Cada vez dependemos mais destes dispositivos e cada vez mais lhes damos mais utilidades portanto é normal que o investimento seja maior. Se ha uns anos era essencialmente para chamadas, IM e email, hoje em dia podemos fazer pagamentos, chamar taxis/ubers, utilizar serviços de mobildiade urbana como ecooltra o lime, substitui totalmente um GPS automovel, seguimento de dados biometricos, controlar a nossa propria casa e por aí adiante. Parece-me uma tendencia normal.

    • Rui Bacelar says:

      Completamente de acordo, mas…porquê a maior procura dos equipamentos mais caro?

      • Hugo says:

        Exacto. Tenho um conhecido bem próximo que volta e meia usa o argumento da falta de dinheiro para não ir jantar fora ou ir beber um café e comprou um P20 poucos meses depois de ter saído.
        As pessoas preferem ter roupa de marca, carro da “moda” e megapíxeis no bolso ao invés de boa alimentação e qualidade de vida.
        É um problema de prioridades e tudo o que seja para mostrar aos outros tem prioridade.
        Uma coisa é certa…um smartphone que tenha custado 2000€, daqui a 4-5 anos, no máximo, vai estar encostado, como todos os outros.

      • Mf3rRo says:

        Porque o pessoal tem a mania das grandezas e tem de ter a ultima tecnologia do mercado, e isso paga-se (em que o smartphone tem de ter tudo incluido)… E 90% das vezes quase que não precisa de metade das coisas, contudo tem de ter tudo junto:

        NFC PARA PAGAMENTOS / INFRA VERMELHOS / BLUETOOTH 5.0/6.0 / 5G/6G / CAMARA DUPLA/TRIPLA/BLABLA 1.000PX / CAMARA SELFIE DUPLA/TRIPLA/BLABLA 1.000PX / SENSOR ID PARA A CARINHA LAROCA / SENSOR DEDINHOS ATRAS/FRENTE/LADO TELEMOVEL / CARREGAMENTO WIFI / 6/7″ / ECRAS QUE SE DOBREM/ESTIQUEM / CARTAO SLOT 1TB / BURACO PARA CONECTAR SONSINHOS / 3D/4D/5D SOM ESTEREO / SENSORES DE CALOR / BALAO DO ALCOOL / BALAO DA ESTUPIDEZ / SENSOR DE GRAVIDEZ / SENSOR DO CORAÇÃO / SENSOR DA ERECÇÃO / SENSORES DO MAIS *** NINGUEM SE LEMBRA / BLA BLA

        Resumindo, como tem de ter tudo e é o ultimo modelo, o preço é elevado (e o utilizador não utiliza metade das coisas), porque se for um smartphone mais em conta só terá metade das coisas (que normalmente é tudo o que é necessário, boas fotos, rapido, boa memória, bom para jogos, boa bateria e a tudo a um bom preço, mas para isso não é o ultimo modelo). E também chama-se moda e marketing que já entrou nas cabeças dos utilizadores, em que o vendedores como vendem a altos preços novas gamas de mês a mês, não precisam de abaixar nada (1.000€/2.000€/3.000€)… é a minha opinião 🙂

    • Fernando says:

      Há uns anos a bateria durava 3 ou 4 dias. Hoje nem um dia dura. Enquanto as marcas não resolverem este problema, pouco adianta andar com smarphone topo de gama.

  2. s_junior says:

    Eu tenho outro pensamento. Dou prioridade a um telemóvel rápido no que toca a abertura de App, ir a Net, GPS etc, infelizmente são caros.
    Já tive tlm de €50 e era um cancro. Além do mais os meus equipamentos electrónicos são para duram no mínimo 4 anos.
    Tive um Lumiar 950 (250€) durou 3 anos e só troquei porque a bateria já não aguentava 1h. Hj tenho um P20 (285€) e custe o que custar tem que durar.
    Também tenho noção que muita gente gosta de ostentar. Pelo que ganho o meu limite de investimento num tlm é de 300 no max é já dói.

    • Hugo says:

      Com esse orçamento já se conseguem bons smartphones para 3 aninhos pelo menos.
      Curiosamente há dias tive de recorrer a um velhinho da vodafone, já com alguns anos e fiquei surpreendido com o seu desempenho após todo este tempo. Dei conta de que estamos um pouco mal habituados, pois há meia dúzia de anos um telemóvel “lento” era aquele que não suportava determinadas apps e não servia sequer para navegar no browser. Hoje reclamamos porque demora mais 5 segundos, quando há pessoas a passar 5 horas diárias nas redes sociais.
      Entretanto o meu mi4 de 190€ já vai com 3 anos. A bateria morreu mas com 10€ está apto para mais uma temporada.

    • Pedro says:

      O Lumia 950 abre o painel traseiro e da para introduzir uma bateria nova ao que penso?
      O meu velho Galaxy S4 já levou 2 baterias e continua a ser usado sem cartão sim para navegar nas redes sociais, NET ouvir música etc qnd tenho redmi note 5 a carregar. E está a rodar com lineage os 15.1.
      Um telemóvel que para a samsung morreu a muito ao nível de atualizações continua atualizado com interface sem máscaras rápido e fluido. Pena a política de 2 anos das empresas, poderiamos ter telemóveis perfeitamente utilizáveis após 5anos se eles dessem suporte oficial.

      • Hugo says:

        Bem bom esse telemóvel. Só encostei o meu porque precisava de um touchscreen e o mais barato que conseguia eram cerca de 30€-40€ mais o risco de fazer porcaria durante a montagem. Optei por não ir por aí.
        Em relação às baterias todos dão para mudar.
        Troquei a do meu xiaomi mi4 e é relativamente fácil.

  3. s_junior says:

    Eu tenho outro pensamento. Dou prioridade a um telemóvel rápido no que toca a abertura de App, ir a Net, GPS etc, infelizmente são caros.
    Já tive tlm de €50 e era um cancro. Além do mais os meus equipamentos electrónicos são para duram no mínimo 4 anos.
    Tive um Lumiar 950 (250€) durou 3 anos e só troquei porque a bateria já não aguentava 1h. Hj tenho um P20 (285€) e custe o que custar tem que durar.
    Também tenho noção que muita gente gosta de ostentar. Pelo que ganho o meu limite de investimento num tlm é de 300 no max é já dói.

  4. Paulo Santo says:

    Depois de vários equipamentos de média Gama que em apenas um mês de utilização já começavam a apresentar alguma lentidão decidi comprar um premium. P20 pro. Excelente bateria, rápido, não foi pela câmera. Carregamento rápido. Essencialmente. Consigo dar algum argumento a minha escolha porque atualmente também não uso PC, ė só telemóvel e estou satisfeito. Agora não percebo ė gastar 1200 ou mais que seja, por um equipamento que nem carregamento rápido traz….

  5. Flavius says:

    Já nem digo nada, sendo assim , as marcas vão vender cada vez mais caro, porque há muito mercado (com base neste artigo) pelos smartphones premium, aliás quase que se traduz em mercado único somente premium.
    Mais ano menos ano, com 300€ só posso comprar um smartphone para fazer chamadas, porque se quiser mais que isso tenho que subir acima dos 500€ ….
    Não sei, será que há tanta gente a ganhar tão bem na vida? E que cada vez os ricos são mais ricos e os pobres aumentam a velocidade da Luz.

    • Joao says:

      Nao é bem assim. O artigo nao explica que o mercado movel esta declino. Estao.se a vender menos aparelhos no geral. A apple na china ja é o 5 fabricante (a descer cada vez mais). A xiaomi na india ja é n.1. Esta noticia nao refere tambem o facto ke as pessoas que compraram mais caro esperam vir a trocar o aparelho tambem mais tarde. Espero bem que se vendam menos aparelhos. O planeta agradece. So os frustrados de pi__ pequena é que kerem mostrar o ultimo modelo mesmo quando so o usam para ir as redes sociais e vee emails.

      • Rui Bacelar says:

        Verdade meu caro. O mercado contraiu entre 3 a 4% no que ao volume de vendas de smartphones diz respeito (em 2018). Este relatório mostra-nos outra realidade, de que ainda assim, certos nichos continuam a crescer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.