Quantcast
PplWare Mobile

A rotação da Terra está a diminuir e por isso teremos oxigénio para a vida toda

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Bruno Mota says:

    Um cientista ou cientistas dizerem que algo é eterno, é ridiculo. No Universo, nada é eterno. Portanto não poderá haver oxigénio para sempre.

    • Louro says:

      Pode sim, basta pensares um pouco… aliás está explicado no artigo.

      • Há cada gajo says:

        O “para sempre” é à escala do tempo humano. É claro que não há nada eterno. Nada.

        • Pedro Patinho says:

          O infinito e eterno, o horizonte de evento também, a propria velocidade gravitacional é eterna. Ha quem pense que as piramides do egipto foram construidas ha milenios mas junto a um buraco negro milenios sao precisamente 12 minutos

      • zakarias says:

        Se fossemos atingidos por uma explosão de raios gama proveniente de uma supernova, as cianobacterias iam todas c’o crl e com elas o oxigénio. Por isso …

  2. TugaPensador says:

    Lá vem um justificação para 15 horas de trabalho diário…

    • Louro says:

      Há vários países a estudar uma semana de trabalho de 4 dias ao invés de 5, logo a ideia nao é aumentar a jornada laboral mas sim baixar a mesma ou no limite a tornar mais eficiente.

  3. Samuel MG says:

    Desde quando é bom a Lua afastar-se!? Estas amostras de cientistas não sabem que a Lua exerce um papel fundamental para a vida no planeta. As marés, as ondas, as plantas e tudo o resto precisa da lua.

    • João Magalhães says:

      Não precisa nada, só precisa de deus, amen aleluia

    • Pedro Patinho says:

      Desde quando e bom alguem usar linux? Sem windows ninguem sabia o era trabalhar

      • Free William da Silva says:

        Pelos vistos, não deves ser informático e nem ter o mínimo de conhecimento informático para dizer uma merd* dessas. Linux é o sistema operativo mais usado para servidores.

    • PeterJust says:

      Calma, são alguns centímetros por ano. Eventualmente sim, a lua vai afastar-se tanto que vai escapar à gravidade da terra. Da mesma maneira que o sol vai engolir a Terra. Mas isso nem é para si nem para as suas 300 gerações seguintes.

      • Isabel Peteira says:

        Não haverá 300 gerações futuras. Com este género de pesquisas que não servem para nada e a estupidez dos humanos que só pensam em dinheiro e divertimento para o gastar o planeta não vai ir longe. Pensem que a casa está a arder. Tentem apagar o fogo agora. O que vai acontecer dentro de milhões de anos não interessa a ninguém.

  4. J.C.Lopes says:

    Então, se a duração do dia aumenta, do outro lado do planeta a duração da noite não aumenta também?

    • Vítor M. says:

      A explicação a essa questão está no texto:

      A intuição sugere que dois dias de 12 horas devem ser semelhantes a um dia de 24 horas. A luz do sol sobe e desce duas vezes mais rápido, e a produção de oxigénio segue em compasso. Contudo, a libertação de oxigénio dos tapetes de bactérias não, porque é limitada pela velocidade de difusão molecular. Este desacoplamento subtil da libertação de oxigénio da luz solar está no cerne do mecanismo.

      • Paulo de Almeida says:

        Hahahaha … caro Vitor está muito fora de pés … não queira brincar aos cientistas … você consegue dizer 3 imprecisões em 2 palavras … é o que faz fazer copy past de uma tradução feita no google sem se perceber minimamente do que está a falar.

  5. nmma says:

    Bom, têm que gastar o dinheiro com alguma coisa….. Mas este estudo não faz sentido, porque por exemplo, na ERA DOURADA, que termina nos romanos não havia noites e a temperaturas eram constantes , sem as 4 estações que conhecemos hoje e havia O2 em abundância (logo a comida crescia mais)….. entre outras coisas….

  6. zakarias says:

    Não percebo o que é o facto dos dias serem mais longos tem a ver com o aumento ou diminuição de oxigénio. Tenham 14, 24 ou 36 horas, o numeros de horas de um dia não aumenta nem diminui a area terrestre exposta ao sol, é sempre a mesma.

    • zakarias says:

      Ok, já percebi tem a ver com tempo de exposição das cianobacterias, e o aumento exponencial relacionado com o tempo que levam atingir a superficie e o respectivo tempo de exposição continuo.

  7. FAR says:

    Obrigado pelo artigo, bem interessante.

  8. Free William da Silva says:

    HAHAHAHAHAHAHAHA…

    Muito engraçado ver estes comentários de pessoal que tem nos máximos dos máximos o 12 ano, a querer falar o que está certo ou errado para um estuado efetuado por cientistas (pós-graduação especializado).
    Sendo que nem entendem 1% da linguagem usada e não perceberam 0,5% do significado do estudo.

  9. Ana Jardim says:

    O “para sempre” referido no texto é algo que não existr

  10. traumatologiaeortopedia.com.br says:

    Caso a Terra pare de girar, terão outras consequências que não será necessário o oxigênio, pois a vida será extinta do mesmo jeito.

  11. Realista says:

    Mas as noites também ficam maiores…

  12. J Júnior says:

    Sempre se falou: “Haviam 2,4 bilhões de anos, surgiram as bactérias cianoficeas….”. Pergunto eu: “Surgiram ..?”; como? Do nada?

    • Vítor M. says:

      O registo fóssil das cianobactérias indica que estes seres fotossintéticos apareceram no éon geológico Arqueano e devem ter sido responsáveis pelo aparecimento do oxigénio na atmosfera terrestre – o que parece ter acontecido há cerca de 2,5 mil milhões de anos, espoletando a origem da vida eucarionte e dando lugar ao que se chama atualmente o éon Proterozoico (que significa aproximadamente dos “animais primitivos”).

  13. Tomás M. says:

    Entendi o artigo na sua generalidade, apenas fiquei com duvidas na parte “…a rotação da Terra está a diminuir porque a Lua exerce uma atração gravitacional no planeta, que causa uma desaceleração rotacional, uma vez que a Lua está gradualmente a afastar-se…”
    F= G x (Mm/d^2) quanto maior distancia menos a força,
    Está a escapar-me alguma coisa? ou existe outro fator que não se fala?

  14. Pedro Nogueira says:

    Será que é desta que vamos ter finalmente 28 ou até mesmo 30 horas por dia e aumentar o número de horas diárias de trabalho? Já está na altura não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.