Quantcast
PplWare Mobile

5 coisas a considerar antes de mudar para um veículo elétrico

                                    
                                

Autor: Rui Jorge


  1. Ricky Martin says:

    Motivos para não mudar para um elétrico

    1) Num futuro próximo, os carros elétricos serão controlados pelos governos ex: SIS (Serviços de Informação Secreta), Elite. Isto é o carro nunca será teu… Podem sofrer ataques cibernéticos por pessoas mal intencionadas (condução automática) por exemplo corres imensos riscos!!

    Complementar eu sei que há carros a combustão que têm coisas elétricas mas não comparem um carro 100% elétrico a um carro a combustão com algumas coisas elétricas

    E sim estou a falar de hacking (bioweapons) feito por elite (não venham falar de skids) estamos a falar de pessoas altamente qualificadas. Mossad é um exemplo disso.. Israel conseguiria sem problema algum parar o vosso carro quando quiser e bem apetecer. São peritos em cibersegurança e outros países..

    Não obrigado, as chances são muito maiores com elétricos do que combustão. Nem tem comparação.

    2) Gastos enormes e despesas com a bateria que são mais caros que os carros a combustão. Imaginem se avariar toda a parte eletrónica e a bateria. (Reza uma ave Maria) que a tua carteira aguente!

    3) São silenciosos, não da pica para conduzir. Não quero que um carro conduza sozinho por mim. Não obrigado, não confio, não quero.

    4) Postos são poucos e se for numa Ilha ficas a ver navios e não não.. nem todos têm uma garagem ou podem ter o carro ao pé de casa…agora juntem isso a uma enorme quantidade de gente numa ilha com poucos postos vou andar a esperar 2h? Para o outro dono dar o lugar? Não obrigado!

    5) Os idosos ou pessoas com mal audição correm o risco de serem atropelados (quem nunca teve um festival ou uma festa num hotel com música perto de casa) ao sair para ir ao café ou atravessar quem nunca se assustou com um elétrico por este ser demasiado silencioso? Ainda por cima com festas a decorrer num hotel ou música alta? Espelhos? Sim.. se tiver…

    6) É mentira totalmente mentira, a parte de quererem um mundo mais sustentável.. isso não vai acontecer. Porque para isso teria que ser toda a população mundial! É uma farsa. É um falso argumento que as pessoas são iludidas e aceitam facilmente sem se questionar. Será que um elétrico é assim tão bom? Não não é.

    Mais uma vez volto a relembrar, isto faz lembrar o Samsung e a Apple que querem remover os carregadores por causa ambiental, mas está gente tá louca? Causas ambientais!! Sim sim sim, vai na volta vai-se a loja e anda aos 40€/50€.. e estou a falar de carregadores originais!! Se são causas ambientais porque razão querem retirar e cobrar mais por isso? Só aqui já se vê a treta das “causas ambientais” a mesma coisa com os auroculares. Não fazem nem dão por causa de ser causa ambiental..

    Vais a loja e tens da mesma marca a venda.. e mais caros.. é tudo negócio e as pessoas engolem essa argumentação.

    São inteligentes, mas felizmente ainda há quem resista e saiba dessas táticas (eu por exemplo) sou a favor de termos coisas mais sustentáveis mas sem denegrir os outros, sem usar artimanhas para ganhar dinheiro.

    Mas sim, admito que se fosse dono de uma empresa também usava esse argumento, eu quero é dinheiro… Então pensem… Que se lixe o ambiente é assim que pensam. As pessoas é que ficam apaixonadas e pensam que eles querem saber, quando não não querem mesmo!

    Viva aos carros a combustão!

      • Ricky Martin says:

        Aqui o Assange disparou umas quantas batatadas. Não se deixa ser iludido, questiona… É esse o grande problema de muitos portugueses.

        Engolem a seco. Vejam as manifestações na Austrália e por aí fora.. isso sim é luta. Em último caso é fazer um golpe militar.

        Chega de gajos de fato com a mania que estão interessados no ambiente, eles querem é dinheiro. E eu também. O argumento do ambiental é só para parecer amigo do ambiente no fundo no fundo quer é guita e lucro.

        Viva ao Assange (sem ele nao sabes metade do que sabes hoje… Financiamento a terroristas por exemplo mas isso já não te interessa… Não convém..)

        Ponto.

        • Ricardo Gomes says:

          Ricky Martin, uma pergunta, o que raio é que tu fumas? Podes esclarecer aqui a malta?

          • Jose says:

            Não que esteja curioso, mas já que fizeste a pergunta ao Ricky Martin o que ele fumava, queira então o Ricardo Gomes esclarecer o que fuma… Acho que é justo, não acha ?
            Já deu para entender, que tem uma opinião, e a opinião dos outros para si não conta, porque possui a verdade suprema.

          • Ricardo Gomes says:

            Eu não fumo… oriento-me com factos como podes ler aqui nos comentários e não em diarreias com ZERO sabedoria ou informação.

          • Jose Pereira says:

            Factos…
            Se 100% adquirir um carro elétrico como vamos produzir energia para todos automóveis? Reativar centrais de carvão?
            Acho que primeiro devíamos investir em colocar 100% de energia limpa e só depois pensar nisso…
            Depois incentivos é só para ricos neste país, comprar carro, colocar painéis solares, primeiro tens que investir dinheiro teu e só depois é que recebes o incentivo…tretas, quem é pobre não consegue fazer! Solução era fácil, mudar procedimentos, primeiro apresentar orçamento, depois seria aceite e o estado pagava diretamente ao instalador após conclusão de obra, simples e ajudava quem realmente precisa.
            O carro só poderá ser limpo se for carregado com energia limpa, senão estamos a varrer para debaixo do tapete.
            Verdade que me assusta terem total controle do meu carro remotamente por quem quiser, assusta sim.
            Por exemplo um hacker entrar no sistema e de forma aleatória e só por diversão enviar um código para um carro acelerar sem parar, e isso acontece com o teu carro…assustador!
            Posso ter carros mas quero o mesmo offline.
            Etc, há muitas questões que estão a ser esquecidas como as que referi mas o Zé povinho gosta é de electrónica e novidades e consumismo, nada tem a ver com o AMBIENTE em 80% dos casos.

          • RC says:

            Factos, então mas vão investir em energia limpa para abastecer o quê ?

            Eu já investi, e nem sequer recorri ao incentivo de 2500 euros, gastei 5000, se tivesse ficava por metade, sim, tive a inteligência suficiente à uns anos para deixar de queimar dinheiro e começar a usá-lo da melhor maneira, portanto o problema não é do pais, é das “cabeças”.

            Por acaso não é só para ricos, caso não saiba não existe incentivos para carros que custem mais de 62500 euros já com iva.

            Então o meu já é quase 100 % limpo, já que 90% da electricidade que leva vem dos meus paineis, e dos 10% que faltam 80% dela é renovavel, pelo menos é o que o fornecedor diz.

            Anda a ver muitos filmes, não existe forma de entrar dessa forma no carro e acelerar, considere que os filmes são filmes, a vida real é a vida real, aprenda a separar… e já agora, isso não é uma particularidade dos eléctricos, qualquer carro que se venda hoje em dia tem sistemas online, se não é obrigatório cá, em muitos países já é e vai acabar por ser.

          • Ricardo Gomes says:

            Não o que estas da dizer não são factos…. informa-te sobre o tratado de paris e depois entendes que o que acabaste de escrever é uma autentica borrada… já agora estas a falar sobre economia e dinheiro oriundo do nada com taxas de juros negativos para todos os países na qual era possível investir em painéis solares se tivéssemos um governo que realmente olha-se para os interesses do pais. Mas isso é outra historia.

          • Louro says:

            @Ricardo Gomes,
            Eu também gostava de saber, porque parece ser potente.

          • Louro says:

            @Jose Pereira,
            Caso todos adquiram carros eletricos, a esmagadora maioria irá investir em paineis solares e acumuladores de energia para que lhes fique ainda mais barato circular.
            E no dia em que decidirem aumentar os precos da energia eletrica, eles vao ver a noticia e dizer “hehe”.

          • Ricardo Gomes says:

            @Louro…mesmo, so pode ser HOT SHIT 😉 LOOOL

          • RC says:

            @Louro mesmo…. eu sei que são maus os aumentos, mas no meu instinto contabilístico fico feliz cada vez que existem aumentos nos combustíveis e na eletricidade, por um lado porque deixei de os consumir, logo mais rentabilidade comparavel tenho, por outra, quanto mais aumentar, mais depressa rentabilizo os paineis.

            Mas volto a frisar, isso não me dá alegria nenhuma, sei que os aumentos são maus para todos.

          • Bobines says:

            Ricardo Gomes, tanta defesa que acho que deves ser daqueles que anda porta-a-porta a vender paineis solares da edp. Relaxa que ainda vamos ver as central a serem reativadas ou comprar a centrais nucleares francesas. A grande treta electrica está a aparcer.

          • Ricardo Gomes says:

            Não bobines rapidamente inteligência ao teu cérebro não ;)… devo ser… posso ser 😉 LOOL e porque não pesquisas? A mim ao menos encontras no google, e se não fores capaz conheces LinkedIn? A única treta aqui são mesmo os teus comentários.

        • RC says:

          Que manifestações tem na Austrália ?

    • Lelo says:

      ??!!!
      Nem sei se deva comentar…
      Estou genuinamente estupefacto !!

    • Jonas says:

      És um cromo.

    • Jonny says:

      Voto em ti para presidente!

    • Fred Flintstone says:

      olha este ainda vive na pre-historia

    • Ricardo Gomes says:

      Resumindo: Os decepticons vão enrabar o Ricky Martin…. este vai adorar e vai trocar na mesma para electrico 😉

      • Jose says:

        O debate de ideias não existe, é asneiradas e pancada a quem tem uma opinião diferente, que ate pode estar parte certa ou errada, mas isso não interessa, o que interessa é que a “MINHA” opinião é que conta.

        • Ricardo Gomes says:

          Exato, mas a maioria do português é mesmo assim… não aprenderam comunicação na escola e em casa também não sabiam dar melhor educação, o resultado é este. Factos não interessam e aprender também não querem porque já sabem tudo 😉

          • Anonimizer says:

            ahahaah esta arrogância e atitude de prepotência diz tudo sobre ti! ainda bem que também és tuga.. faz um favor ao resto dos portugueses emigra e naturaliza-te lá.. mas longe e não voltes! sim porque os outros é que são xico-espertos!! lolololol OMFG

          • Ricardo Gomes says:

            Anonimizer e o que achas que foi que fiz? Portugal não precisa de gente com Know-how, precisam é de muitos sem ele… assim fica tudo como está 😉 E como Portugal está quando resto da família falecer também não tenciono voltar… eu aprecio sabedoria não o contrário… além do mais o meu entendimento sobre arrogância é totalmente diferente do teu… arrogante e prepotente é aquele que com zero conhecimento afirma o que quer que seja… e disso infelizmente está o país cheio. Quer te custe ouvir ou não Portugal é infelizmente deficiente na formação e atrasado em todos os sentidos…. Também precisei de muito tempo para chegar a essa conclusão… mas ao fim de alguns anos la tive que reconhecer, aceitar e mover em frente… pelos teus comentários es apenas mais um desses 😉 grande abraço

          • Anonimizer says:

            Meu caro, sou apenas mais um “desses” !? mas que conhecimento tens tu sobre a minha pessoa para afirmar isso assim “de boca cheia” !? incrível essa tua atitude de te achares a ultima carta do baralho.. os outros são todos parvos só tu é que és inteligente .. lol novamente prepotente ! Pensa que cada um tem uma historia de vida diferente da tua.. descentra-te da tua visão que é baseada na tua historia de vida (independentemente de ser correta ou não) e não julgues os outros.. tens muita falta de contexto para o fazer.. já para não dizer que não tens nada a ver com isso.. mas vir para aqui mandar uns bitaites isso sim já é sinal de inteligência! lol mas a parte que mais gosto da atitude é a de ser chorão e dizer mal de tudo e achar que se fosses tu fazias melhor !! lolol essa é a cereja no topo do bolo típica do tuga! mas pronto já reparei que existem ai uns sentimentos recalcados.. lamento! ps- experimenta psicanalise que é capaz de resultar.. Forte abraço

          • Ricardo Gomes says:

            Depois dessa salada russa toda sem princípio meio ou fim ainda achas que alguém quer saber algo sobre a tua pessoa? Digo isto porque se não dissesses mais nada só ficava a pensar que talvez fosses atrasado, com a tua resposta, fiquei com certezas… alem do mais o que é valido pra mim, com base no teu proprio ajuizamento teria que ser igualmente valido pra ti (Se é que entendes). E não me acho a última carta do baralho, mas com a tua resposta fiquei com 100% a certeza que tu és uma carta fora do baralho…

          • anonimizer says:

            bem.. antes disso falavas em enrabar alguem , depois disso viraste hater á generalidade dos portugueses, e agora chamas-me atrasado… lol ok meu filho estas apresentado! resume-te á tua triste insignificancia .. deve ser uma vida muito triste com todo esse odio ! lol ja agora como abominas os tugas aproveita e deixa de escrever em português e para portugueses! dedica-te ao coreano que me parece ser o mais indicado para uma aberração como tu!

          • Ricardo Gomes says:

            Ódio? Quem? Eu não tenho nada disso… sinto é tristeza de ver tanta incompetência junta 😉 além do mais os meus comentários estão sempre nivelados ao nível do Post 😉 o mesmo fiz contigo… só que como não tenho nada a esconder não me escondo no anonimato 😉

          • anonimizer says:

            Exato.. nada a esconder e so tempo a perder.. portanto é enrabar, hater e atrasados e os outros e que são incompetentes ! LIKE!! ahh adoro esse tipo de gente que so sabe mandar bitaites e apontar o dedo aos outros.. oh Ricardinho e fazer alguma coisa na vida sabes o que é isso ? ou o papá não te ensinou que apontar o dedo é feio ?

          • Ricardo Gomes says:

            Eu não apontei dedo nenhum… a incompetência desse lado é apenas um simples facto 😉 e o que é feio, eu diria até mal educado é não terem investido tempo nenhum sobre uma materia especifica, virem para aqui espalhar diarreia e desinformação, inclusive, não aceitarem factos de quem investiu bastante tempo e estudou o assunto aprofundadamente, iniciarem um processo de desacreditação juntamente com uma incapacidade de aprendizagem incrível… e para finalizar vêm as queixinhas e chorinhos, porque levaram por tabela 😉 Isto de facto é incrivel, só mesmo em portugal 😉

          • anonimizer says:

            meu caro não espalhei nem diarreia nem desinformação nenhuma…. apenas comentei a tua atitude que por sinal volto a dizer que é pessima, arrogante e prepotente. e nem sequer falei sobre o tema dos carros eletricos … tu e que te achas sempre o mais inteligente e que a tua opiniao é a certa e tudo o resto é errado… não atingires isso é simplesmente triste.. mas volto a dizer, se achas que portugal e os portugueses sao assim tao maus nao sei porque perdes tanto tempo de volta deles..

          • Ricardo Gomes says:

            Então não saber ler ou não consegues entender… Eu já disse que so comentava barbaridades ou perguntas…. Igualmente também disse que os meus comentários têm sempre o mesmo nível do Post. Que queres que explique mais? é assim tão difícil de perceber algo tão básico? E já agora…se não vieste comentar o conteúdo nem te deste ao trabalho de a ler ou se nem sequer percebes do que se trata…. Mas que raio então viste ca fazer? Eu sei que o tuga gosta de meter o nariz onde não é chamado, mas tu alcançaste o proximo nível 😉 PARABENS… Quando te preocupares mais contigo mesmo avisa a malta 😛

          • RC says:

            @Anonimizer, para ele estar errado, tem de haver argumentos e provas para isso, o que acontece é que não há, se as pessoas se basearem em factos comprovados, deixarem de se levar por preconceitos, que é a maioria do que aparece aqui, e usarem a cabeça, chegam lá, talvez por isso que uns sejam mais inteligentes que outros, usar a cabeça para inventar e deturbar a realidade não é ser inteligente, mas sim desinformado.

    • Jarvis says:

      Só pensas no teu bolso, que tal falarmos dos problemas que os carros de combustão têm? Ou melhor os problemas que estes causam a nossa saúde? Asma, Ataques de coração, cancro do pulmão etc. Abre os olhos pa!

      https://www.theguardian.com/commentisfree/2016/feb/04/car-fumes-air-pollution-ban-motorists

      • Jose says:

        Diz nessa pagina o seguinte “This article is more than 6 years old”, se qualquer maneira não deixa de ser verdade.
        Mas esclarece-me, está a falar dos antigos motores térmicos ou dos novos ?
        É que os motores antigos são muito poluentes, os atuais obedecem a norma Euro 6, são coisas muuuito diferentes.

      • Jose Pereira says:

        Em vez de começar pelos carros devíamos era começar pela energia limpa e depois para os carros. De nada vale mudar uma coisa e não a outra. A energia já bateu recordes este anos, passou de 50€ para 320€, dizem que é falta de vento e etc, analisa o que o estado teve quer cortar devido a isto e já existem países a reativar fábricas de carvão, realmente é o caminho correto, ahahah! Daqui a poucos anos vai ter a energia mais cara que o gasóleo, já pensaste que por causa disso (subida de preço) as familias mais pobres nem vão ter dinheiro para ter energia em casa… As pessoas estão mais egoístas que nunca e não pensam nos outros.

    • TiGaSPT says:

      Concordo +1

    • RC says:

      Relato do lobo sobre não comer os 3 porquinhos ou não.

      Antes de começar qual é a sua experiência com eles ?

    • lol?! says:

      Tanta gente que já morreu que efectivamente fazia cá falta, e gajos como tu, continuam a escrever coisas destas. Mas eu dou o desconto. O teletrabalho não é benefico para ninguém.

    • Louro says:

      @Ricky Martin
      Vais continuar a espalhar informacoes falsas baseadas em absolutamente nada?

      Esses argumentos já foram desfeitos uma serie de vezes, usa novos.

    • Zé dos Factos says:

      1) Não são apenas os carros elétricos que estão sujeitos a ataques cibernéticos. O controle eletrónico é, aliás, bastante independentemente do tipo de motor utilizado. Fonte: https://techcrunch.com/2020/08/06/security-bugs-mercedes-benz-hack/?guccounter=1
      1.1) Hacking não são “bioweapons”. Referência: https://en.wikipedia.org/wiki/Hacker e https://en.wikipedia.org/wiki/Biological_warfare.

      2) O custo das baterias é esperado vir a descer. Tal como todas as novas tecnologias, ao início é mais caro. “This review demonstrates a strong belief in both, declining future battery cost and its transformative impact on the energy and mobility sector.” Fonte: https://pubs.rsc.org/en/content/articlehtml/2021/ee/d1ee01530c

      3) “Pica” de condução é um factor subjectivo, quanto ao resto, a introdução da automação, por exemplo, na aviação, trouxe novos desafios de segurança mas levou, no geral, a uma diminuição dos acidentes. “The aviation safety record has improved dramatically over the years to reach an unprecedented low in terms of accidents per million take-offs, without ever achieving the “zero accident” target. The introduction of automation on board airplanes must be acknowledged as one of the driving forces behind the decline in the accident rate down to the current level.” Fonte: https://cdn.intechopen.com/pdfs/37990/intech-automation_in_aviation.pdf

      4) À medida que houverem mais veículos eléctricos a circular, é esperado que apareçam mais carregadores. Referência: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lei_da_oferta_e_da_procura

      5) Existe alguma pesquisa objetiva a confirmar este facto? Parece que não: “According to the experiences reported, it seems that the risk due to the low noise levels of electric vehicles is moderate and does not reach alarming levels.” Fonte: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7558663/

      6) O petróleo é um recurso limitado e como tal, insustentável, porque um dia vai acabar. Uma sociedade que baseie o seu consumo de energia apenas no petróleo vai, inevitavelmente, colapsar. Transitar para energias renováveis é, não só uma questão ambiental, mas também uma questão de sobrevivência da sociedade. Referência: https://pt.wikipedia.org/wiki/Sustentabilidade

  2. Fernando says:

    Carro elétrico amigo do ambiente? Como é produzida a energia que o alimenta? Como é obtido o lítio das baterias? Qual o destino a dar às baterias em fim de vida? Quanto custa trocar a bateria em fim de vida? Respondam a isto e deixem de vender a banha da cobra.

    • Ricardo Gomes says:

      Vamos la as tuas Perguntas:

    • Ricardo Gomes says:

      Como é produzida a energia que o alimenta? No meu caso 90% em casa com energia solar e quando estou fora espero que as companhias usem o mesmo tipo de energia… se ainda não o fazem, vão fazer certamente num futuro próximo devido ao tratado de paris.

      • Jose says:

        Nem todas as pessoas têm capacidade financeira para investir em energia solar, o teu caso é só o teu, não o dos outros…
        Portanto, as pessoas normais gastam eletricidade que lhes é fornecida pelo seu fornecedor, que por sua vez os compram a um produtor, como as centrais a carvão no caso de Portugal já foram desativadas, compramos eletricidade a Espanha (carvão) e França (nuclear), caso não saibas a União Europeia já classificou o Nuclear como energia Verde assim como o Gás, para os ambientalistas fundamentalistas deve ser estranho, mas o problema é o choque da teoria com a realidade.
        Como pessoa que presumo bem informada, deve saber que a UE já declarou que é impossível fazer a descarbonização abatendo os veículos térmicos, basta fazer uma busca no site da UE.

        • Ricardo Gomes says:

          O tratado de Paris vai obrigar todos os países a produzirem somente energia renovável até 2050, até la haverá um período de crescimento nos renováveis como já está a a acontecer. Quem tem uma casa, existem bastantes incentivos para por painéis solares em casa com até 80% a fundo perdido e um bom painel solar custa 150euros… por tanto isso não é desculpa.

          • Jose Pereira says:

            Treta! Quem deve instalar 1 painel solar de ser alguém certificado e capaz, 1 painel solar com tudo inerente tem um custo total mínimo de 500€ ou mais. Lembra-te que para concorreres a esse fundos tens que ter o dinheiro e depois não é garantido que recebes o incentivo, PODES RECEBER, e os mais carenciados não o fazem. Quem aproveita estes incentivos é quem já não precisava deles, que poderiam pagar uma instalação normal, tal como ter carros elétricos apenas para quem tem posses. Ainda bem que vives numa realidade para conseguires que só não tem quem não quer, não é verdade de todo a realidade.
            Como disse, para ajudar deviam mudar as regras, submetia um orçamento e mesmo era avaliado, depois a empresa instalava o sistema e o estado pagava o projeto ao instalador e cobrava os tais 20% ao consumidor, só assim se ajudada quem mais precisa, da forma que está só ajuda quem não precisa, abra os olhos.

          • RC says:

            @José Pereira, errado, continua a espalhar desinformação, é sim necessário ser certificado, mas duvido que encontre um instalador que não seja, e não custa 500 euros por painel, os meus nem a 2000 chegou , isto para os paineis, com o inversor e bateria chegou aos 5 mil. Isto para 3.2 kw.

            Concorre, se não for aprovado não gasta o dinheiro, mas não tem de instalar e depois ficar à espera que seja aprovado.

          • Louro says:

            @Jose Pereira
            Treta, 10kW instalados aqui por menos de 10mil, isto inclui instalacao, baterias e tudo mais.

          • Jose Pereira says:

            @RC como concorres sem factura? Informei-me e só podes concorrer após instalação …
            Pedi 5 orçamentos em empresas locais e não às comercializadoras de energia, como é óbvio, para 4 painéis trifásicos, preço total de obra e nenhum me forneceu menos que 2600€ (iva incluído).
            Arranja o nome de um empresa que o faça por menos no centro do País. Preço chave na mão e a funcionar e com assistência em caso de avaria.

          • RC says:

            @Jose Pereira, é verdade sim, neste momento é preciso apresentar recibo da instalação, houve uma altura que bastava apresentar fatura proforma, depois se fosse aprovado avançavam.

            Sem saber as características da instalação não sei dizer se é barato ou caro, deve-se ter enganado na característica, mas entendi, não são os painéis que são trifásicos mas sim o inversor, como disse antes, a minha instalação com 3.2 kwp e uma bateria não chegou aos 5000 euros.

            Só os painéis foram 1300 euros.

          • Jose Pereira says:

            O ROI era de 10 a 11 anos caso não fosse buscar o fundo… Estão preços absurdos para o painéis. E para quem passa o dia fora de casa como eu e a minha mulher? saímos à 8h e chegámos muitos dias às 18:30h ou mais tarde, este ROI vai para 18anos…
            Eu sei que o inversor é que é trifásico e deve ter balanceamento para maximizar o aproveitamento da energia.
            Uma verdade impirica para uns pode não ser para outros, e as pessoas não percebem isto nesta questão dos elétricos.
            Só uma pessoa burra não teria painéis e baterias, carros elétricos e etc se pudessem.
            Sempre disse que a melhor fonte de energia e que ainda não está aproveitada é o sol ou geotérmica, esqueçam o resto. É a minha opinião.

          • Ricardo Gomes says:

            José Pereira ainda há pouco gastei 25mil euros o meu ROI e de apenas 7 anos 😉 agora vamos lá ver se o estado paga os 5mil a que ainda reduz mais o ROi.

          • Ricardo Gomes says:

            José Pereira por acaso o seu ROI foi calculado pela EDP? Caso sim esqueça esse cálculo que é feito só para a venda para eles terem lucro… um bom painel solar de 600w custa 150 euros. Inversor Fronius e Multimeter para poder usar Energie independentemente da rede.ö e caso pretenda armazenar aconselho apenas BYD HVM. Abraço

          • RC says:

            Eu percebo, eu carrego em casa uma vez por semana, e claro que o faço ao fim de semana, quantos kms faz por semana ?

            Claro que sabem, mas noutra tecnologia como a diesel eu não podia produzir o meu próprio combustível, quando se podia eu produzia, ah pois, até 2010 produzi biocombustível para usar no veiculo a diesel que tinha na altura.

            É por essa razão que meti uma bateria, hoje em vez de gastar 90 a 120 euros como era antes, gasto entre 12 a 20. Essa é a diferença, o meu ROI é de 5 anos.

        • RC says:

          Pois não têm capacidade para investir em energia solar, andam literalmente a queimar dinheiro, assim não vão ter não.

          Eu gastei 5000 euros, em vez de os gastar para fazer +- 50 mil kms, agora faço 100 kms por pouco mais de 1 euro.

        • Louro says:

          @José,
          Há umas decadas atrás nem toda a gente tinha dinheiro para investir em carros a combustao, ainda me recordo de haver muita gente que nao tinha carro e nao sou assim tao velho quanto isso, hoje, conheco mais pessoas com 2 ou 3 carros em casa e muito poucas que nao tenham carro.

          Deviamos de ter investido nas bicicletas e nos cavalos ao invés de termos investido nos carros?

          • Jose Pereira says:

            Não discordo com o avanço, discordo como o estão a fazer apenas isso!
            Acho que este avanço não deveria interferir numa coisa tão básica quanto a energia, mas é só uma opinião. Esta questão para mim deveria estar salvaguardada.

          • RC says:

            @José
            Se ver bem, não interfere. Não se espera que todos sejam eléctricos nem daqui a 30 anos, eu próprio não acredito que seja tão rápido.

          • Louro says:

            @Jose Pereira
            Só interfere porque estamos a falar da fonte de energia que faz com que o carro ande.
            E claro, o meio ambiente, isto a menos que gostes de andar a snifar o escape dos carros.

      • José Antônio de says:

        És um espertalhão da tasca.
        Respeita a opinião dos outros,andas aqui a tentar vender painéis solares e baterias, parece que tens comissão.
        Eu, não tenho aversão a carros eléctricos, tenho aversão do golpe que fizeram pra lucrar o máximo possível,como se não estivesse a Europa toda em crise,e vem aí pior.
        Tenha tento na língua quando adjectivar as pessoas que não conhece,tá bom?

        • RC says:

          Ah portanto você tem comissão noutro negócio ?

          Não, esteja descansado, não vendo nada disso, volto a dizer: sou um UTILIZADOR feliz e sem preconceitos.

        • RC says:

          Se quisessem lucrar era continuar a vender carros a combustão que levam óleos e filtros todos os anos, tem de trocar peças a x tempo e kms, já que dão garantias ridículas dos motores e caixas, se tivessem confiança davam garantias à homem, como fazem nas baterias e motores dos carros eléctricos.

          Eu continuo a dizer o seu problema é o mesmo de muitos , preconceito e falta de conhecimento e sobretudo Facebook a mais.

          Experimente e depois opine.

    • Ricardo Gomes says:

      Como é obtido o lítio das baterias? O lítio vem de duas fontes principais: salmoura e rocha dura. Os depósitos de salmoura são encontrados em lagos salgados onde o lítio é extraído por meio de um processo de evaporação. A colheita de salmoura é historicamente um método de extração mais simples e comum, mas geralmente produz lítio de baixo teor. Para a extração em rocha dura será obrigatório construir uma mina, extrair a argila e minério e separar o metal por meio de um processo complexo. Este processo produz lítio de alto teor mas é ambientalmente questionavel. Obviamente que se formos a comparar a extração de petróleo então teríamos que parar o mundo porque pior que isso não existe. já agora uma bateria somente precisa de 10% ou menos de lítio dependente da densidade de energia de cada bateria (LFP, NMC, NCA).

      • Jose says:

        Lítio, como já falaste, este tipo de extração não é de todo sustentável devido a destruição que provoca nas paisagens, assim como o consumo exagerado de agua para a realizar, a somar ao lítio, temos o cobalto, terras raras etc, que como muito bem o Carlos Tavares (CEO Stellantis) já disse em várias entrevistas, que não existe matérias primas suficientes no Mundo, para fornecer o Mundo com baterias, mais explicito que isto acho que não há, mas os ambientalistas fundamentalistas andam a surfar na maionese.
        Carlos Tavares entrevista https: //bit.ly/3rtvT8c

        • Ricardo Gomes says:

          As baterias significam apenas uma evolução… desde que a Sony comprou os direitos exclusivos durante 20 anos (1987 ate 2007) até ao momento que a Tesla se fundou e começou realmente a melhorar a tecnologia tivemos um aumento de densidade de mais de 2000% pelo mesmo espaço. O que comprova que baterias é a solução para os nossos problemas. Igualmente e como já referi extração de petróleo inclusive a poluição dos oceanos que já vimos várias vezes sejam elas porque um navio anda a deriva ou porque um posto de extração explodiu… qual achas mesmo pior para o ambiente? Além do mais estamos a falar em nem sequer 10-% de baterias. Igualmente o cobalto já não é necessário nas baterias tal foi a evolução e já temos a próximo solução a porta que apenas tem zinco e ar… eliminando totalmente o lítio. O Carlos Tavares é um CEO, não é nenhum engenheiro… esteve numa situação confortável durante muito tempo… agora é tempo de evoluir e aprender, se ele for realmente um bom CEO vai conseguir, caso contrário não.

        • RC says:

          Então e sem litio como tem veiculos a combustão ? se o litio é assim tão mau e já se extrai desde 1925, onde é que havia baterias de ions de lítio nessa altura ?

          Então e mineração de petróleo não destoi nada ?

          Quem parece um ambientalista fundamentalista é você, pelo menos nas intervenções, onde usa argumentos de um gestor de um grande grupo de empresas que produz maioritariamente veículos a combustão. Parece-me um tiro ao lado e com imparcialidade zero.

          Já agora não vi em lado nenhum que ele diz que não existem matérias primas suficientes….

    • Ricardo Gomes says:

      Qual o destino a dar às baterias em fim de vida? Baterias em fim de vida nas viaturas ainda podem ser usadas por muitos anos como armazenamento de energia em casas e edifícios públicos. Depois disso são recicladas. 99.9% é reutilizado para novas baterias. Já existem várias empresas pelo mundo fora…só na Europa temos 14 em funcionamento. Mesmo assim o sucesso dessas empresas será apenas a um prazo muito longo visto que ja temos por exemplo baterias que duram mais que 2 Milhões de Km (LFP).

      • Jose says:

        O problema deve ser meu, mas… baterias usadas, servirem de armazenamento de energia em Portugal ? Sim é de Portugal que estamos a falar, vai ao concreto e explica onde existem esses edifícios e quanto isso custa, em Portugal isso é simplesmente uma realidade alternativa, continuamos a surfar na maionese…
        Em relação a reciclagem tenho as minha duvidas que vão conseguir retirar todos esses metais preciosos das baterias, mas pode-se fazer a reciclagem, isso para mim é pacifico.

    • Ricardo Gomes says:

      Respondam a isto e deixem de vender a banha da cobra. Como viste respondi, aqui não existe banha de cobra, existe é muita falta de competência. Vir para aqui mostrar isso publicamente é que prontos…. Tens internet como eu, se não sabes é porque nunca pesquisaste nem nunca abordaste o tema.

      • Jose says:

        Presumo que deves ter Internet, deves saber que a Deco publicou um estudo sobre o custo se carregamento de carros elétricos, o qual até foi publicado aqui na pplware e no qual comentas-te esse artigo, lembras-te o que dizia ? https://pplware.sapo.pt/motores/afinal-so-compensa-carregar-o-carro-eletrico-em-casa/
        Existe um outro estudo também na Internet, realizado pela Volvo (fabricante unicamente de carros elétricos), portanto parte interessada, no qual dizia que “Construir um elétrico gera 70% mais emissões que um carro a combustão”. Sempre pode ler aqui alguma coisa: https: //bit.ly/3uwGykw
        Portugal a nível mundial polui 0.03%, na Europa é menos de 1%, e queremos salvar o Mundo, porreiro, isto é que é surfar na maionese…
        Deixa de tratar os outros como tontos e não sejas tonto, a tua verdade não se coaduna com a realidade do País que temos, pois o que andaste aqui a vender foi banha da cobra ou fake news, tudo aquilo que disse está na intenet, e vem de diversas fontes basta apenas investigar um bocadinho, não muito…
        Transição energética tem que se fazer? SIM, mas não desta maneira, num País pobre como o nosso, com ordenados baixos.
        Já agora utiliza a internet e vê quanto andam os Portugueses a pagar em Impostos ditos Verdes.

        Cumprimentos

        • Ricardo Gomes says:

          Chamar o Artigo da DECO de estudo é uma afronta a quem realmente sabe o que é um estudo… e não os números da DECO não correspondem a realidade e podes bem ler todos os meus comentários que te comprovo cada um deles com vários estudos independentes e feitos com precisão. Se tiveres perguntas, pergunta que tenho todo o gosto em responder. Do país com ordenados baixos… isso tens razão mas eu não tenho culpa nem os carros eléctricos tem culpa do português ser atrasado e votar sempre em quem os rouba diariamente.

        • RC says:

          Esse estudo dos 70% é para a fabrica da volvo, presumo que fizeram o estudo para saber como vão, tanto é que já negociaram com uma empresa que fabrica baterias de material reciclado.

          https://expresso.pt/economia/volvo-e-northvolt-avancam-com-fabrica-de-baterias-na-suecia/

          Desculpe, mas essa desculpa de que poluímos menos que os outros e como tal não temos de salvar nada, pode servir para todos, a poluição dos transportes terrestres no mundo é de 17%, portanto os EUA contribuem talvez com menos de 5%, a China um pouco mais, portanto eles vão dizer o mesmo, ou seja, ninguém tem de se esforçar, porque todos poluem muito pouco, ok, vamos acabar com isto, até porque nem precisamos de preocupar-mos com o planeta, ele vai cá ficar até o Sol o engolir daqui a 4.5 a 5 mil milhões de anos.

          Se têm ordenados baixos, então deixem de queimar dinheiro, esta é a minha recomendação, aquela que tomei à mais de 15 anos.

        • Louro says:

          @Jose,
          Construir gera mais poluicao, é verdade, poluicao essa que é abatida facilmente ao fim de “meia duzia de km”.

          É facilmente compreensivel isso, nao o problema dos ICE nao é só a sua construcao, é a construcao, a extraccao de petroleo, o seu transporte, refinar e depois queimar.
          É assim tao complicado de perceber que as emissoes que o teu carro ICE faz, nao sao apenas aquilo que ele manda para o ar directamente? Ou és daqueles que acha que a gasolina ou o gasoleo nasce debaixo dos postos de abastecimento?

      • Fernando says:

        É verdade é falta de competência. Tenho de tirar um curso na área e mudar de carreira.
        Enquanto não o faço, vou-me safando com as dicas de sabichões incontroláveis que partilham generosamente o seu conhecimento a custo zero.
        Grato.

    • RC says:

      Então mas em pleno séculos XXI e com tanta informação na internet ainda faz essas perguntas ?

    • RC says:

      Onde é que dizem que é amigo do ambiente ? só vejo você e outros a dizer isso.

      Em pleno século XXI ainda faz essas questões ? onde andou este tempo todo ?

    • Louro says:

      @Fernando

      Muito boas perguntas…
      Resposta por ordem.
      – Nao, nao é, mas é mais amigo do ambiente que um a combustao e com a evolucao da tecnologia, vai sendo cada vez maior a diferenca.
      – A energia que o alimenta depende de onde o carregares, contudo, continua a ser muito menos poluidor e energeticamente eficiente que extrair petroleo, transportar o mesmo, refinar e depois transportar o produto já refinado para os postos de abastecimento que depois por sua vez é transportado por aí enquanto é queimado.
      – O litium é obtido através de extraccao de minério, um processo similar a extracao de outros metais e pedras precisoas.
      – O destino das baterias no fim de vida é a reciclagem das mesmas, seja para utilizacao como acomuladores de energia que podem ser usadas em casa, para armazenar energia capturada por paineis solares (popr exemplo) que nao esteja a ser consumida e quando nao servirem para isso, sao recicladas, de momento sao reciclaveis quase a 90%, com o tempo ainda mais reciclaveis irao ser.

      Tens mais alguma dúvida?

      • Fernando says:

        Obrigado pela cortesia.
        Faltou só a última: Quanto custa trocar a bateria em fim de vida?

        • RC says:

          Menos que um motor a combustão na marca.

          Diga qual é o carro.

          Como sabe existem motores de 10 mil e de 20 mil.

        • Ricardo Gomes says:

          se comprares uma viatura com baterias LFP… acho que vais ter mesmo que comprar um carro novo visto que estas duram mais de 2 milhões de KM…não penso que a carroceria aguente isso tudo 😉 e se comprares NCA ou NMC tens 800mil KM…. uma bateria dessas custa hoje sem mão de obra cerca de 15 a 20 mil euros… até conseguires os 800mil KM ainda vão passar uns anos e depois certamente elas vão custar no máximo um terço do preço.

        • Louro says:

          @Fernando,
          É verdade sim senhor, nao respondi a essa por lapso mas a verdade também é que a resposta depende da marca e da capacidade da mesma.

          No entanto, há aqui várias coisas a ter em conta:
          – O fabricante dá uma garantia normalmente de 8 a 10 anos da bateria com KM limitados da mesma forma que muitos fabricantes ICE dao garantia de motor de 5 a 10 anos com km limitados, nao significa por isso tanto num caso como no outro que ao fim de X km ou X anos se tenha de trocar de motor.
          Para além de que por exemplo, no caso dos eletricos dao garantia de que a bateria continuará acima de 70% da sua capacidade original, já no motor ICE ninguém te dá garantia baseado nos consumos ou na potencia do motor.
          – Uma bateria é composta por muitas celulas, dificilmente todas elas ficam danificadas ao mesmo tempo, o que faz com que na realidade nao tenhas de trocar a bateria completa mas sim apenas algumas celulas que estejam danificadas, depois é só calibrar a bateria e voilá, novo outra vez.
          – Um dos meus é um Model S de 2014, foi dos primeiros, ainda no primeiro ano a bateria foi substituida em garantia, apesar de que já tinha ultrapassado o limite de KM largamente, isto porque foi descoberto um defeito de fabrico.
          Desde entao, o carro já conta hoje com mais de 450 mil km, e a bateria continua com capacidade acima dos 90%

    • Zé dos Factos says:

      > “Como é produzida a energia que o alimenta?”

      “De janeiro a dezembro de 2021 foram gerados 46 749 GWh de eletricidade em Portugal Continental, dos quais 65,4 % foram de origem renovável.” Fonte: https://www.apren.pt/pt/energias-renovaveis/producao

  3. BMad says:

    (Alerta chalupa!) Nos carros novos hoje em dia a diferença entre um carro elétrico e um a combustão é apenas o motor. A direção, os travões, os vidros, o trancar, faróis, escovas, displays, tudo é elétrico e muitos deles já conectados ao fabricante de forma permanente, ou seja, o perigo de ataque é igual.
    Todos os carros novos são obrigados a ter cartão GSM para envio de alertas se necessário, por isso esquece lá a cena do big brother só nos carros a combustão.
    Falam com tanto medo do aceder aos carros e afins, mas no fim têm a vida publicada nos “Faces” e “Instas” da vida. Que hipocrisia.
    Ui o governo……

    • Jose Pereira says:

      Também podes ser considerado chalupa…
      A questão é a segurança!
      Nos “Faces” e “instas” cada escolhe o que fazer mas não mata…
      Imagina ires no carro, seja elétrico ou de combustão, e o carro começa a acelerar e nada podes fazer, vai desta para melhor porque um miúdo de 17 apenas se estava a “divertir”, sim é possível.
      Os carros deveriam estar por obrigação sempre offline e programados para ficar online apenas quando detetassem um acidente, ou seja, garantir a tua segurança, e preservar os teus dados pessoais.
      A mentalidade das pessoas é, mas eles já sabem tudo pelo tem tlm, faces, instas portanto é comer e aceitar e não se questiona nada, deixamos de questionar as coisas e desde que esteja tudo bom com a nossa vida para que me vou chatear, deixa andar nada posso fazer.

      • RC says:

        Mas desde quando é que os sistemas online dos carros estão ligados ao acelerador ou equipamento que controla a aceleração do carro ?

        Onde é que viu isso acontecer ?

        Houve um caso de um prius mas o problema não foi esse, algo relacionado com o tapete que bloqueou o acelerador, e o condutor em vez de carregar no botão de desligar o carro, fez uma chamada para os serviços a perguntar o que fazia. LOL

        • Louro says:

          @RC,
          É como alguma malta que vejo nas redes sociais, há dias uma que foi para um grupo dizer que estava na beira da rua e se precisava de dar o numero de cliente a empresa de assistencia em viagem quando os chamasse.

          E que tal ligar para eles em primeiro lugar? lol

      • Louro says:

        @José Pereira,
        Ficarias surpreendido de saber que já há muitos anos, mesmo nos ICE consegues controlar quase todos os elementos do carro através da porta OBD, imagina alguém conseguir acesso ao teu carro, ligar um equipamento a porta OBD (por trás da mesma claro para nao veres) e depois brincar?

        Eu se fosse a ti, nao saia da beira do carro nem para ir a casa de banho, nao vá as vezes…

        • Jose Pereira says:

          Anda fazer isso no meu w210 (carro de estima) que é mecânico…
          Depois está a confudir, por definição não tem isso lá ligado nem tenho o carro ligado ao “mundo”, enquanto que agora me obrigam esta ligado ao “mundo” sem eu queres, a liberdade termina quando começam a dos outros, e sem dares por ela cada vez tens menos liberdade.

          • Louro says:

            @Jose Pereira
            O w210 saiu para aí em 96, tive um e55 de 99, era um excelente carro que acabei por trocar por um m5 e60 em 2005 e mesmo esse modelo já tinha muita eletrónica para a sua altura, tudo era controlavel através da porta obd, desde que tenhas claro o software correcto.

            Por isso sim, mesmo no teu w210 não é tudo mecânico como dizes, tem menos eletrónica que um carro novo claro, mas não é tudo mecânico.
            Se não estou em erro, o w210 foi precisamente o primeiro Mercedes a ter obd, portanto se queres algo mecânico tens de ir muito mais para trás, pois até antes disso já tinham interfaces para se ligar a várias centralinas e sensores, não tinham era um interface comum.

            O não estar ligado ao mundo, é verdade, mas com o estar ligado ao mundo vem muito mais investimento em Segurança, o teu w210, não tem, porque na altura não era comum, não era algo que fosse pensado.

            Se queres falar do assunto, devias de perceber mais, se não sabes e estás à procura de informação, não afirmes, pergunta.

          • Jose pereira says:

            Não percebes patavina. Misturas tudo e vários assuntos…
            Boa sorte

          • José Antônio de says:

            Controlar as pessoas num mundo global preconizado pela menina da EU que pra ligar o motor, vamos soprar por um tubo pra ver se tem álcool. Imagino se for de manhã…
            Agora querem que os carros estejam ligados a satélites que por sua vez controla o lugar por onde andas. Arrancasse a antena, ou perdesse a um amigo pra dar um jeito.
            Isto um dia vai rebentar

          • Louro says:

            @Jose pereira
            Tu é que disseste que nao conseguiam controlar o teu carro electronicamente porque é tudo mecanico.
            Eu só te respondi que é mentira, nao é tudo mecanico é quase tudo elctronico até.

            Mas é a tal coisa, eu é que nao percebo lolol

          • Louro says:

            @José Antônio de
            Existe um grupo de pessoas que acha que o mundo conspira contra eles e com o avanco da tecnologia e o acesso mais rápido e fácil á informacao esses pacóvios andam por aí a tentar influenciar terceiros para que eles pensem como eles.

            É o iluminati lololol

          • José Pereira says:

            @louro Mas neste momento está alguma coisa ligada na porta OBD que me possa controlar o carro remotamente, não!!!
            Só com minha autorização é que ligam lá alguma coisa, percebes? Estás a misturar assuntos.
            Eu não consigo conceber porque me “obrigam” agora a que os carros possam ser totalmente controlados pelo fabricante e remotamente até por terceiros que desconheço. Não é pelo medo de expor os meus dados e etc, apenas pela minha segurança.
            Exemplo, porque é que o Windows é mais atacado que o macOS, simplesmente porque o windows tem mais utilizadores e os “ataques” compensam mais, não é por uma plataforma ser mais segura que a outra. No caso dos carros, quantos mais houver ligados ao mundo e obrigatório vão começar a ser mais atacados, vê ainda agora como um ciberataque deitou abaixo a Vodafone.
            O pessoal diz, mas é o avanço e etc, concordo com o avanço mas com os seus limites e gosto de ter opções.
            Se um dia todos decidirem que é uma evolução começarem a comer “fezes” e 90% da população o fizer, também as vais comer?
            Acho saudável questionar as coisas e não dizer que “tem que ser” porque é tudo assim…
            Mais uma boa sorte, mas só mostras que não percebes nada que podes controlar um w210 e um Tesla por exemplo da mesma forma, tanta ignorância junta.

          • Louro says:

            @Jose Pereira,
            Tu é que estás a confundir as coisas todas até porque estás a tentar divergir do assunto original.
            Eu inicialmente disse que os carros antigos também podem ser controlados remotamente, através das portas OBD, tu disseste para eu tentar fazer isso no teu w210 porque dizias tu ser tudo mecanico.
            O que é mentira até no teu w210…

            Para alguém ligar alguma coisa ao teu carro para o controlar é necessário que haja interesse em que isso aconteca, da mesma forma que é necessário que haja interesse em acederem ao meu carro e considerando que sou uma pessoa completamente mundana, nao acredito que haja interesse seja de quem for em saber como conduzo ou para onde o faco.
            Para além de tal, caso quisessem saber de algo sobre mim, talvez fosse mais eficiente tentarem entrar no meu telefone do que no meu carro por razoes que me parecem até bastante óbvias.

            A principal diferenca, é que o teu w210, vem de fábrica como vem, imaginemos que na versao 1.0 do software, depois sao descobertos problemas (seja de que origem forem), o teu carro continua na versao 1.0, mas o carro do Manuel que o comprou uns meses depois de ti, já ve na versao 1.2 e assim continuará até que eventualmente um de voces se lembre de ir ao consessionário pedir e pagar para que o carro seja actualizado com o ultimo software.

            No caso dos meus Tesla e da maioria dos carros hoje em dia, sejam ICE ou electricos, estao ligados, fazem updates OTA(Over the Air) e problemas que terao sido encontrados (seja seguranca ou nao), sao resolvidos.

            Depois, tens a questao de funcionalidade, um dos meus Tesla é um 75D (sim eu sei pobre lol), já tive updates que fizeram o carro melhor do que aquilo que era quando eu o comprei, algo que nao era possivel antigamente.

            Mas se estás tao preocupado com o teu carro estar ligado a rede, entao também imagino que devas de meter o teu telefone em modo de voo sempre que nao precisas de fazer uma chamada ou aceder a internet e mesmo o teu computador também assim seja.
            Queres aceder ao pplware, ligas o acesso a rede, mal fazes load da página, desligas logo a internet e voltas a ligar quando precisas de navegar… É isso?

          • Ricardo Gomes says:

            @Jose Pereira para mim a segurança está em primeiro lugar e como podes ver aqui o teu veículo infelizmente não tem nenhuma: https://youtu.be/GCfYmbjReXU depois se quiseres saber algo sobre segurança NSA etc podes sempre perguntar a quem sabe em vez de formares opiniões baseadas em nada. Nesse ramo também tenho experiência como posso comprovar aqui: https://www.google.com/amp/s/pplware.sapo.pt/informacao/darkmail-servico-de-e-mail-seguro-portugues/amp/ ou aqui entre muitos outros links pelo Google fora: https://sol.sapo.pt/artigo/121398/empresa-portuguesa-quer-estrear-novo-sistema-de-encriptacao-de-emails-este-ano adicionando neste momento produzo software para os caças F35 deixo aqui também um vídeo: https://www.facebook.com/1301402645/posts/10226462016438979/?d=n também já fui gestor do projecto da linha de produção do Model 3 em freemont, e vários outros projectos no ramo das finanças e tecnologia quais podes comprovar no LinkedIn etc… e depois de ler todos os teus comentários só te tenho a dizer que o problema de que tanto falas… não existe nem nunca existiu. Abraço

          • Jose pereira says:

            @Ricardo Gomes
            Só demonstras a tua ignorância com esse vídeo…pelo video nem deves saber o que é um w210, acredita tem mais segurança que muitos carros actuais em caso de acidente, o carro em particular tem sistemas de segunrança que alguns casos actuais nem trazem de série.
            Quando falo da segurança, falo apenas da parte cibernética, os ataques terroristas estão a mudar de forma, é só ler opinião de especialistas.
            Olha a segurança da Vodafone e de todas as empresas que estão a ser afectadas na Europa e mesmo mundialmente.
            É uma questão de tempo.
            Depois misturam a segurança dos carros com a segurança de fotos e vídeos, um mata ou não, não coloco as duas no mesmo bolo.
            Certas pessoas só vão perceber quando a estatísticas estiver contra eles. Exemplo: só foram 2 pessoas em 1 milhão de pessoas é que morreram, mas se uma dessas 2 pessoas for a filha deles a perspectiva muda logo, 1 vida é 1 vida. Mas tou a divigar, portanto vou terminar.

          • Ricardo Gomes says:

            Vi agora que postei um link dum Golf e não do Mercedes mas o Crash Test do Mercedes não fica muito melhor na fotografia aliás encontras fácil na net ou mesmo no site oficial … são carros antigos que não tem a desformacao necessária para garantir o máximo de segurança como os carros de hoje … da parte cibernética já te disse que isso não exige mas também já estou mais que habituado a a encontrar empregados do supermercado a saberem mais que eu sobre a minha profissão 😉

  4. Vilna says:

    Conseguiste rebater e com menos palavras

  5. Valdemar Santos says:

    Talvez daqui a 10 anos faça sentido. Neste momento, acredito em alguns híbridos. Nos 100% elétricos e plug-in, não. A autonomia das baterias é uma burla autêntica. O preço da sua substituição supera largamente a manutenção de um carro a combustão durante anos. E a rede de carregamento não tem nem de perto nem de longe a robustez necessária para suportar a utilização massiva.
    Claro, que é uma opção de cada um. Respeito e admiro imenso quem opta por veículos eletrificados à data de hoje, mas para mim, pessoalmente, estamos a vários anos de ser uma opção viável.

    • Ricardo Gomes says:

      Eu so me pergunto porque é que as pessoas acreditam sempre em tudo que lhes poem a frente… Mas Valdemar uma Pergunta: Tu es daqueles que acredita seriamente que por exemplo um carro híbrido e o mesmo carro a gasóleo consome mais? E se te disser que é precisamente o contrário? Um carro hibrido tem 2 tipos de motor (Electrico e Bateria + Combustao). A não ser que seja um plug-in e que andes sempre eléctrico na pouca autonomia que tens…vais sempre consumir mais em qualquer viagem porque o veículo é mais pesado…além dos serviços custam o dobro porque tens dois sistemas para alimentar. Outra senão é a bateria pequena que se degrada rapidamente por ser extremamente pequena. Para híbridos mais te aconselho a comprar só gasóleo visto ser a maior mentira da indústria. Se queres saber mais sobre o tema, pesquisa. Deixo aqui um vídeo também: https://www.youtube.com/watch?v=kIEdqU0ewlg agora a unica solucao viavel e com futuro é puro electrico. Autonomias ja são boas, e com as novas baterias blade, LFP ja consegues mais de 2 milhões de km quase sem perda de autonomia (Algo que com Híbridos simplesmente não é possível)… so te digo que estás muito mal informado e que te devias basear mais em factos e menos em opiniões.

      • Jose says:

        Portanto, como diz a DECO, a nível de poupança o melhor é o diesel.
        Estás certo.
        O melhor mesmo é ler e não se ficarem pelos soundbites, para formarem a vossa própria opinião.

      • Ofabulastico says:

        Ricardo Gomes, das poucas coisas que dizes correctas.

        Combustão interna: acabar com eles e abrir uma excepção a carros clássicos e muito desportivos (que pagarão altos impostos)

        Híbridos: os que deveriam já substituir os de CI e ter um mínimo de 70 km de autonomia em eléctrico. Em cidade deveriam ser obrigados a estar neste modo eléctrico.

        Eléctricos: as baterias da tesla são muitíssimo fiáveis. Quanto ao resto não ponho a minha mão no fogo. Tenho um amigo que é chefe de oficina da Audi e diz que as baterias do grupo VW (e segundo ele de muitas outras marcas fora a tesla) são uma lotaria… tens as que fazem 200.000 km sem problemas, outras que aos 70.000 já dão notificação de problemas. Basicamente rezam para que durem até a garantia acabar. Segundo ele uma bateria fora de garantia custa uns 12 a 15.000€ (com mão de obra, mas até agora as que substituíram vieram de garantia, assim que não sabem ao certo até terem a primeira a custo do cliente)

        • Ricardo Gomes says:

          Correção: Tudo que digo é baseado em factos facilmente comprováveis. Alem da experiencia propria com vários veículos. E repondo sempre a quem perguntar… o contrário ocorre quando aparecem afirmações baseadas em opiniões erradas (Que infelizmente é a grande maioria)

    • RC says:

      A rede cresce em função do numero de utilizadores, ou em 1950 já havia postos de abastecimento em todo o lado, eu moro numa aldeia onde só há pouco tempo existe um posto a 8 kms, antes disso só a 20 kms.

  6. Samuel MGor says:

    Ponto 5: Motor a gasolina 7 litros aos 100km a custar €11? Não é em Portugal de certeza!! Mete ai mais uns €5 em cima. Eu com €10 nem 6 litros meto no depósito. Ainda bem que que consigo poupar alguma nas descidas e que o meu automóvel só gasta 5 litros aos 100km.

    • Jose says:

      A comparação entre motor a gasolina e diesel, a vantagem está sempre no diesel pois é mais eficiente.
      A nível de poluição os motores atuais estão muito idênticos, enquanto o gasolina produz mais CO2 e menos NOX, o diesel produz mais NOX menos CO2 e consome menos combustível.
      Os dispositivos anti-poluição atenuam (não eliminam completamente) muito os níveis de poluição, dai que quando se fala de motores, saber se são motores antigos ou motores recentes, é que há uma diferença enorme.

      • Ofabulastico says:

        Qualquer motor actual de CI tem um problema entre poluição declarada e real:
        – gasolina: consomem e poluem cerca de 30% mais que o declarado

        – diesel: as partículas retidas irão ser queimadas, quando são produzem uma poluição brutal. Esta queima não é tida em conta na avaliação da poluição.

        Portanto esta veículos têm que deixar de existir em cidades mas os governos apoiarem a mudança a eléctrico visto que ainda equivale a veículos de gama alta / muito alta. Quem vir os VW I’d.3 vai ver que aquilo é um Golf mas ainda mais rasca, plásticos de carro de 10.000€ e travão de tambor atrás e um preço a chegar a gama alta. Logo muito dinheiro por pouca qualidade.

        • Filipe Amaral says:

          Tenho um ID.3 e sim, os plásticos são duros, mas compará-los à qualidade de plásticos de um carro a 10k€ é abuso. Já tem quase 30k km em cima e zero barulhos parasita. O bater de porta é super silencioso. É um Golf no exterior, mas nonintervention tem o espaço de uma Passat. Os travões traseiros são de tambor, mas duvido que já tenham sido usados, porque o regen atua para 99% das ocasiões. Nem sei se alguma vez terei de trocar pastilhas na frente.

          • RC says:

            Eu tenho um electrico que já fez 125 k kms nas minhas , tive de substituir as pastilhas não por desgaste, mas porque se estavam a desfazer pela velhice, comparadas com as novas tinham meio uso.

        • Louro says:

          Não te esqueças que os consumos anunciados são sempre em determinadas condições médias, nunca nas tuas condições reais.
          Tudo influencia, temperatura, pressão atmosférica, condições do veículo, condições da estrada e por aí fora.

          Num elétrico eliminas a pressão atmosférica que não influencia em absolutamente nada os consumos.

      • RC says:

        Esse é um erro comum, é mais eficiente sim, mas a diferença é porque o gasóleo é mais caro, se o gasóleo tivesse o preço e impostos como tem a gasolina, era mais caro, isto porque é mais caro de produzir, tem mais emissões na produção e tem mais emissões no consumo, portanto um veiculo a gasolina é menos eficiente, porque usa um combustível com menos energia por litro e mais barato de produzir.

        Faça essas contas em paises onde o gasóleo é mais caro que a gasolina e fica tudo ao contrário.

      • Louro says:

        @jose,
        Errado, um motor a gasóleo não é mais eficiente que um a gasolina, não podes pura e simplesmente dizer que é mais eficiente porque gasta menos litros de combustível.
        A eficiência é medida no gasto calórico /energético.

        Cada litro de gasolina tem 32.6 mJ (9.1kWh)
        Cada litro de diésel tem 35.9 mJ (10.0kWh)

        Podes depois ter gasolina ou gasóleo em que os valores sejam diferentes mas isso é apenas devido a aditivos.
        Isto dá uma diferença de quase 10% só em energia, portanto é de esperar que um carro a diesel equivalente tenha um consumo cerca de 10% inferior a um a gasolina, o que nem sempre é verdade pois um carro a diesel tem tendencialmente um motor mais pesado, pois para teres a mesma performance de um a gasolina, tens de ter muito mais peso, logo precisarás de mais energia para o mover.

        Que é basicamente o mesmo que acontece num elétrico, para teres mais capacidade de armazenamento de energia, tens de ou aumentar a densidade dessa energia (menos espaço para mais mJ ou kwh) ou então vais baixar a performance poder ter mais autonomia.

        Não há energia grátis, para moveres um veículo com a mesma força (potência e aceleração) gastarás sempre a mesma quantidade de energia, seja diesel ou gasolina.

        Nos elétricos, necessitas de menos energia apenas, porque há menos partes móveis que fazem com que o carro seja energeticamente mais eficiente porque a transferência de energia é feita quase directamente da bateria para as rodas, isto ao contrário de um ICE que tens de transferir energia para mover pistons que por sua vez movem outras partes que depois fazem as rodas mover.

      • Grunho says:

        A “economia” e a “eficiência” do diesel é PAGA pelo consumidor de gasolina, que é obrigado a pagar 20 cêntimos de imposto a mais em litro. Isso chama-se subsidiação fiscal e é moralmente baixo. Porque antes de impostos o litro de gasolina custa 0,82 euros, contra 0,86 para o litro de gasóleo. Além disso o gasolina é menos denso em carbono, logo emissões mais baixas por litro queimado: 2,31 kgs CO2, contra 2,64 kgs CO2 por litro de gasóleo.

  7. Ofabulastico says:

    FACTO 1: os eléctricos / hidrogénio são o futuro, venham lá com a água que quiserem. E já não falta muito…

    FACTO 2: os de combustão interna estão já a ser proibidos em muitas cidades, a curto prazo em cidades grandes serão eliminados.

    FACTO 3: os defensores de combustão interna andam todos a precisar duma desintoxicação. Eu próprio tenho um diesel Euro 6 super silencioso mas é incomparável a um eléctrico. O silêncio e limpeza do ar dum eléctrico numa cidade agradece-se e muito!

    FACTO 4: já há demasiadas provas de que um eléctrico é menos poluente a construir (mesmo a retirar o litio) e a manter. O único é o preço de construção/ baterias. Quantidade à poluição a gerar electricidade: a maioria dos países já tem energias muito limpas e o caminho é aumentar escandalosamente. Mesmo países ainda com muito carvão (Alemanha por exemplo) a produção NÃO é em centros urbanos junto a pessoas. Logo ainda que gerem poluição, os efeitos nocivos sobre pessoas são muito inferiores à poluição local (transportes).

    FACTO 5: para quem viaja imenso ao dia (500km+ em autoestrada) e tem horário apertado, tem que usar diesel e terá nos próximos paar de anos. Eu, por exemplo, faço 900 km reais em autoestrada com um depósito e atesto em 5 minutos. Num eléctrico é impossível. No entanto para este cenário há já muito pouca gente, ainda mais em países pequenos como Portugal…

    • José Antônio de says:

      Vai dar banho ao cão. Não te preocupas muito com a poluição do lítio. Vale a pena destruir uma montanha pra tirar meia dúzia de kilos lítio? As baterias daqui a 5 anos vão ter um drop,o hidrogênio quer a pilhas de bateria quer a combustão como a Toyota já tem é o futuro, embora o Elon Musk tenha medo.
      Os biocombustíveis também vão fazer parte da cadeia, assim como os combustíveis sintéticos, o resto é palha pra burros.
      Já alguém dizia que daqui a 10 anos a energia vai ser cara e racionada.
      Já li um iluminado dizer que o petróleo é escasso, já ouvi isso a mais de 50 anos e casa vez a mais

      • RC says:

        José, a toyota apresentou o seu primeiro de 15 carros eléctricos a baterias, sobre o eléctrico a hidrogénio , nem uma palavra se o vai vender na Europa.

    • José Antonio says:

      O que você diz é mentira.
      Facto 4. Um eléctrico polui mais 70% que um a combustão dizem as próprias marcas.
      Facto 3. Os utilizadores de automóveis a combustão, não vão em cantigas, e a maioria nem tem dinheiro pra comprar uma carcaça como um Zoe.
      Facto 2 essa proibição é no centro de algumas cidades e é em Franca, mas não se preocupe, que o povo Francês não é manso.
      Facto 1. As baterias não são o futuro, o Hidrogênio e o combustível sintético sim.
      Bom dia fique bem

      • Ricardo Gomes says:

        Interessante e depois de tantas explicações você ficou a saber o mesmo não é? Factos não interessam pra nada 😉 o que interessa e a mais pura das verdades é o que lhe vai na cabeça ;)… aí José António de qual buraco é que você saiu… os seus factos não são factos nenhums são diarreias que tem na cabeça nada mais, e não são factos pelo facto muito simples que não consegue comprovar nenhuma delas 🙂

      • RC says:

        Facto 4 – MENTIRA, os veículos da volvo fabricados naquela fábrica da Suécia poluem no fabrico 70% mais que os a combustão naquela fábrica. Se não sabe ler , fica aqui a explicação até apresentar prova em contrário. E até dizem que na pior das hipóteses ao fim de 100 mil kms já compensou.

        facto 2- eu tinha 2 a veículos a combustão e mudei, tal como acontece com a esmagadora maioria dos que mudam, apresente factos também .

        Facto 2 – é isso, você é que vai governar o mundo.

        Facto 1 – veículos a hidrogénio são eléctricos, se são o futuro porque não são o presente ? Existem deste sempre antes dos eléctricos e até antes dos a combustão.

        Mas enfim, como é teimoso, nem sei se vale a pena continuar.

        Já agora, isso não são factos, são coisas da sua cabeça.

  8. Zé das couves says:

    Nem me vou dar a trabalho de ler tantos comentários.
    Só deixo aqui o meu ponto de vista. ( Sou proprietário de um elétrico Mini Cooper 230 klm de Autonomia ) .

    1. Postos de carregamento
    *Para quem compra um elétrico a primeira questão é ” Tens garagem ? ” Não ? então esquece, os carregadores implementados em Portugal são demasiado caros. São impostos sobre impostos na fatura de carregamento.
    Para quem não percebe. Fatura = Custo da energia + Custo do posto + custo do fornecedor + Comissões e taxas.

    2. Autonomia máxima. Ilusão… Maria vais com as outras…
    *As nossa capitais têm o máximo de 10 klm? Fazemos 50 ou 60 klm por dia… Para que serve teres um carro de 800klm de autonomia? e o preço de ter um carro de 800klm ? Vive-se a ideia Americana de Cidades Megalómanas… E é a ideia que vos vendem… Acordem… Para um percurso de casa – trabalho basta 300 a 400 klm de autonomia.

    3. Performance.
    *??? Tema muito dúbio… Falo por mim se quero potencia seria a gasolina…
    Elétrico tens potencia sim… Mas nada como o prazer de conduzir um carro a combustão.

    4. Incentivos Fiscais.
    *Em Portugal é para esquecer a ideia de que vou comprar e receber incentivos… São incentivos para 10 quando somos 10.000 a comprar… Ou mais dão incentivos no principio do ano e chega a Julho e já não há vagas.

    5. Custos de possuir um veículo elétrico.
    Reduzidos visto não existirem Óleos, válvulas ou embraiagens.

    Deixando a NOTA pessoal.
    Não comprem elétricos… Andem de transportes.
    É mais verde… É mais económico… E leva-vos a todo lado…
    E poupam muito dinheiro 😀

  9. tHaGam3r says:

    As contas estão mal feitas… Ou melhor estão feitas para iludir as pessoas. Isto é como estes governantes da treta que não são da treta, dão por um lado e tiram muito mais por outro, conclusão acabas por ainda ter menos ao fim do mês… Mas povinho português continuem a votar no PS que vamos longe talvez num futuro próximo para a banca rota, agora com o Medina a ministro das Finanças isto é que vai andar já vão fazer a correr o TGV, se calhar uma Dinamarca tem vamos nós ter… Comprar um carro eléctrico é o maior erro que o português faz na questão de poupar dinheiro. Vamos ver comprar um carro eléctrico sai muito mais caro na compra que um normal carro a gasolina, logo á partida já estão a perder milhares de €. Tudo bem que colocar energia sai muito mais barato que colocar gasolina, mas para compensar esse gasto têm de fazer milhares de km… Coisa que um carro eléctrico não permite. Quer dizer quanto mais autonomia mais caro se torna, ainda menos compensa. Depois tem o tempo limite de vida das baterias que paga não sei quantas manutenções de um carro a gasolina, colocar novas baterias ao final de 8 a 10 anos… Depois se quiserem revender a desvalorização que tem. A questão da não poluição de um carro elétrico é uma boa treta… A produção das baterias, os danos para o ambiente para o fabrico das baterias, ainda não explicaram bem o que vão fazer às milhares de baterias em fim de vida… A questão do aquecimento global, em vez de olhar para cima comecem a olhar para baixo. Eu acho que é o subsolo que está a aquecer. Grande parte dos vulcões activos são subaquáticos…

    • Ricardo Gomes says:

      Achas muito e bases pouco… que tal reverter os papeis: Saber mais e achar menos? Começa por ler os comentários e perguntar… isto é o que se faz quando não se sabe alguma coisa… agora não saber e ter um opinião baseada em NADA, isso é que não consigo de todo compreender como é isso sequer possível. E não, não é o Subsolo que esta a aquecer LOOL.

      • RC says:

        Neste caso o planeta deve ser plano, e estamos dentro de uma frigideira, com lume por baixo, por isso é que fazemos buracos para ir buscar o gás. Ena, nunca tinha pensado de onde vem o gás. LOOOOL

    • RC says:

      No meu caso foi o melhor que fiz em termos de mobilidade.

      Por acaso não conheço ninguém que tivesse voltado atrás.

      Todas essas questões de poluição já não fazem sentido falar hoje, todos os dados que temos hoje indicam o contrário, fazem poluição sim, mas muito menos.

      Não lhe explicaram , simples, são reutilizadas em projectos de segunda vida, pode ver que andam por noticias sobre isso, e depois são recicladas.

      Reze para que tenha vulcões ativos, porque deixar de os ter, aproveita a vida, porque a vida no planeta não vai durar muito tempo depois dos vulcões estarem ativos.

      Isso é ignorância a mais, todos sabem e aprenderam na escola que o planeta quando mais para o centro se vai mais quente é, quando arrefecer a vida como a conhece dura poucos anos.

      Por dia tem +- 50 vulcões ativos.

  10. Czul says:

    Sejam verdadeiros. Um carro elétrico custa mais dinheiro na aquisição.
    O motor não aguenta tantos quilómetros comparativamente aos carros a combustão, ao fim de poucos anos, deverá substituir parte do motor, custo elevado.
    As baterias e o sistema envolvente das baterias envolve substituição ao fim de poucos anos, custo elevado.
    O custo de abastecimento, está constantemente a subir, com taxas e mais taxas.
    O valor de usado é baixo. Comprar um carro elétrico usado, é sinonimo de substituir as baterias e o motor.
    Outra coisa que ninguém fala e existe muitas reclamações, é a perda de autonomia das baterias, em carros com menos de 1 ano. As marcas dizem que é mau uso ou culpam os postos de carregamento, indicando que muitos estão mal parametrizados.
    É preciso de escrever tudo e não apenas fazer publicidade.
    Um carro a Diesel vai e vem ao Porto, por um custo mais baixo que um elétrico, Isso é uma verdade que custa aos que pagaram imenso e estão agora a arrependerem-se.

    • Ricardo Gomes says:

      Não é nada, se comparares Limões com Limões e Batatas com Batatas. Mesma Gama, Mesmas Opções = Preço idêntico. Agora não ha é eléctricos sem certas opções, nem existem ainda eléctricos em certas gamas. Mas isso é outro assunto.

    • Ricardo Gomes says:

      Já agora e depois de ler tudo o que escreveste: 1. Sobre o Motor…Um Motor eléctrico é sempre mais viável que um motor a combustão porque este simplesmente tem muito menos peças moveis dai ser muito mais eficiente e muito mais duradouro e não o contrario 2. Exato o custo do combustível esta sempre a subir no final do ano temos certamente mais de 2 Euros por litro… e para um carro electrico chegar ao preço dum a combustão teriamos que ter um preço de energia de 70 centimos pra cima (Neste momento estamos de 17 a 22 centimos) alem do mais podes produzir a tua propria energia algo impossível nos carros a combustão acho que esta na altura de activares o cérebro ;)… 3. O problema da baterias ja esta resolvido ha algum tempo, novamente: em Baterias LFP tens tens mais de 2 Milhoes de KM sem qualquer perda na autonomia…não chega? 4. E não nenhum caso a Diesel nem mesmo O VW Lupo 3L chega ao Porto mais barato que um carro electrico até de gama superior. PONTO

  11. Zedotelhado says:

    Ao texto acima falta acrescentar o valor da retoma !
    Quem vai comprar um carro eléctrico em 2º mão ? penso que muito poucos arriscam .
    Um possível comprador tem de equacionar a possibilidade de ter de trocar as baterias e quanto custa isso ?
    portanto a meu ver um carro eléctrico só vale para o 1º dono e depois abate.

    • Ricardo Gomes says:

      Estas completamente errado… eu pergunto-me como é possível formarem uma opinião sem qualquer conhecimento? 1. o Estado da bateria é facilmente visível com apenas um ODB e uma aplicação 2. alem do mais isso já deixou de ser um problema com as novas baterias LFP, NCA, NMC, já alguma vez fizeste 2 Milhões de KM ? Não ? Pois isso é possível com as baterias LFP…alias em testes já la vão 2.8 Milhões de KM feitos com a mesma bateria sem perda de qualquer autonomia.

    • RC says:

      Dos vários que tenho não tenho nenhum que tivesse adquirido novo, a maior parte dos que existem em Portugal são importados, o meu tem 2, ambos em segunda mão, um deles importado.

  12. lol?! says:

    Eu acho que já nem interessa o preço. É que sinceramente isso passa- me ao lado.
    Vamos lá a uma analogia:
    Eficiencia de um motor electrico —> tipo 90%
    Eficiencia de um motor a combustão —> tipo 65%

    Check!

    Obrigado. Depois pagam a cerveja

  13. Jose Pereira says:

    O que se esquecem é de separar as águas, e por causa do carros elétricos a energia vai subir, energia que para muitas famílias já é cara o que vai provocar ainda menos qualidade de vida para muitas.
    Concordo a 100% com os carros elétricos ou energias limpas, mas acho que para tudo deve existir equilíbrio e claramente está a deixar de existir classe média, ou somos ricos ou pobres e esse fosso está a aumentar com o tempo e não a diminuir como deveria, lutam por o ambiente mas esquecem-se rapidamente da dignidade da vida! Hipocrisia e moda do ambiente apenas e depois nem um pão dão a quem tem fome!
    Conheci ontem uma pessoa que é cega e com mais problemas de súde, vive num prédio com mais 25 apartamentos e durante 3 meses de confinamento ninguém lhe questionou se precisava de ajuda. Era um desconhecido e ele desabafou comigo apenas por sentia só a penas lhe preguntei se precisava de ajuda, triste a sociedade que vivemos só a pensar no nosso umbigo, e cada vez pior e a pandemia apenas aumentou esse problema, quando deveria ser o contrário. Grande parte são pseudo amigos do ambiente, se calhar nem a reciclagem fazem como deve ser, além dos 3 grandes contentores não conhecem outros tipos de reciclagem, como o óleo usado, eletrodomésticos, pilhas, medicamentos, roupas e calçados, etc…. Vejam a estatística de reciclagem do nosso país.

    • RC says:

      Se vai subir a eletricidade, vão descer os combustíveis certo ? portanto uma coisa compensa a outra ? LOL

      Se quer equilíbrio aposte num modelo que dependa tanto do exterior em termos de importações, ou acha que quem paga os juros desse dinheiro são os Árabes ? Porque é que um pais rico com a Noruega que é o pais com mais petróleo da Europa investe tanto em eléctricos ? para vender mais petróleo certo ?

      Não percebi a segunda parte, que esse caso tem a ver com o assunto, por ter eu mudar para um a combustão que já está tudo certo ? já vou perguntar a essa pessoa se precisa de algo, e também já posso meter o lixo em qualquer lado, já que segundo o que diz, não sendo um pseudo-ambientalista, tá tudo certo.

      Ok, deve ser isto que vai na sua mente.

      Já agora, eu separo o lixo sim, tenho muitas arvores no meu quintal, não gosto da cidade e até faço compostagem do lixo que pode ser usado para produzir fertilizante.

      • Jose Pereira says:

        Primeiro sou da opinião que um elétrico não é para todos.
        Sei que de prepósito inclino a balança para os veículos a combustão porque estou farto de querem impingir que não há melhor que elétrico em todos os campo e que quem tem veículos a combustão não são amigos do ambiente, quando na realidade ainda existem muitos casos que não é verdade, por razões económicas e por outra razões.
        No presente existem vantagens para um elétrico mas também existem vantagens para um de combustão ou para até a gás que ninguém fala, o problema é dos defensores do elétrico, colocam umas palas no olhos e não conseguem analisar o panorama geral.
        Nunca disse que os combustíveis vão descer, aliás até podem subir, difícil prever isso, eu que já li muito já encontrei as duas versões.
        Para minha carteira se conseguisse até comprava um Dacia Bi-fuel, é para veres em que ponto estou, na atual realidade era a minha melhor opção (preço e consumos) mas se pudesse até tinha um elétrico, mas ao preço que estão, infelizmente não posso.
        Há aqui muita gente que diz que só não tem painéis solares quem não quer e isso não é verdade, imaginem as famílias com dois ordenados mínimos e com 2 filhos. Fico feliz por ver que existem aqui pessoas que se vão rir após a eletricidade subir porque já têm painéis solares e baterias, o que confirma aquilo tudo que disse, a pessoas cada vez estão mais egocêntricos e desde que eu esteja bem os outros que se lixem, depois vêm estas pessoas dizer que são boas e só estão a pensar no ambiente, hipocrisia ao mais alto nível! Pensam o que quiserem mas esta é a verdade para mim e devemos respeitar sempre os outros, via aqui muito comentários a ridicularizar as minhas opiniões, mas se analisarem os meus comentário nunca ridicularizei as vossas ideias, reflitam nisso e respeitem.

        • RC says:

          Também não me vai ver que dá para todos, mas que dá para uma grande maioria, para os que não dá, tem os híbridos plugin, e até podem ser alimentados por combustíveis sintéticos, porque não, pagam para isso.

          Eu não sou defensor dos eléctricos, ao contrário do que você pensa, da maneira como fala você é que é contra, eu sou UTILIZADOR, eu só meto aqui factos relacionados com a minha experiência.

          Portanto tanto podem subir como descer, se a eletricidade subir, os combustíveis sobem e vice-versa, o problema é que quanto mais avançamos no tempo mais tendência os combustíveis tendem a subir, sabemos isso desde os anos 70, sempre foi assim, não há volta a dar. E quando componente continuar a pesar cada vez mais, imagine qual vai ser aquela que sobe mais.

          Sobre o Dacia BiFuel cada um sabe de si, para mim não dava, ele faz até 350 kms com um deposito de GPL, o que quer dizer que tinha de abastecer quase pelo menos 2 vezes por semana, há dias que faço mais 240 kms por dia, ou seja, abastece em 7 a 10 minutos, mas o meu electrico abastece em 20 segundos, não é bem em 20 segundos, mas de facto é o tempo que eu perco. E gasto 1.40 euros a cada 100 kms, ao preço que tá o gpl, com esse dinheiro faço pouco mais de 20 kms no dacia a gpl, comparado com o dacia spring electrico que custa 16800, dá uma diferença de 6000 euros se não tiver direito a incentivo, com a diferença de manutenção e impostos, em 5 anos e alguns 60 mil kms tem a diferença compensada.

          Não, você não invente, eu não disse que ia rir, eu disse que isso não me fazia feliz, mas sim na contabilidade, escusa de usar isso como argumento porque eu fui bem explicito, mas claro que já estava à espera desse afrontamento.

          Não, não confirma nada, você é que se aproveitou do que disse, mas já que é assim, e quer usar isso como argumento, esteja à vontade. Duvido que tenha mais consciencialização que eu nesse aspecto.

  14. Fred says:

    Esquecem-se da variável garagem para o carregar? Certamente uma grande parte dos portugueses com carro, não tem garagem ou garagem com electricidade para poder ter um carro elétrico.

    • RC says:

      Precisa de uma garagem porquê ?

      Segundo o ACP 31% das famílias não tem local PRÓPRIO de estacionamento.

      • Fred says:

        Isso é uma pergunta retórica? Com a escassa rede actual de postos de carregamento, quem não tem garagem para carregar o carro não se safa.

        • RC says:

          Não, é uma pergunta, precisa de garagem para quê ? O que interessa é ter um ponto de carga. Pode ser na rua, o carro não se constipa.

          A rede atual está a acompanhar os números dos que existem, é como a galinha e os ovos.

        • Ricardo Gomes says:

          Porque não? O preço mais caro que vi até hoje são 0.22centimos por Kwh… para chegar sequer ao preço do gasóleo este teria que ter um custo de mais de 70 centimos por kwh… e com os aumentos dos preços no gasóleo de duas em duas semanas… cada vez compensa é mais ter um EV e não o contrario… mesmo sem garagem.

          • Fred says:

            Se houvesse postos de carregamento em todos as freguesias, e dependendo do número de pessoas por freguesia ainda seria de considerar. Acontece que nem todos os concelhos tem postos de carregamento activos quanto mais em todos as freguesias.

  15. José Antônio de says:

    Isto dos carros eléctricos,engole quem quer.
    Este tipo de pseudo automóveis, alguns deles nem deviam estar a circular. O exemplo é o Crash test da Euro ncar em que um Renault Zoe teve zero estrelas, é isso mesmo 0 estrelas e o Dacia eléctrico teve 1 estrela.
    Vão gozando com o povo, e alguns parvos que fazem poucos km e vao comprar essa espécie de carros.
    Eu gosto de conduzir, portanto vou continuar com o meu turbo e caixa de 6

    • RC says:

      Porque não falou dos teslas, audi’s, peugeot, bmw, mercedes, hyundai, entre muitos outros que tiveram 5.

      Usou logo um que teve 0 estrelas porque é um carro que foi testado anos após a sua construção e não tem os últimos dispositivos de segurança que os teste de agora exigem ou comtemplam.

      Enfim, mais salada para deitar fora.

    • RC says:

      Poucos kms ? só eu chego a fazer 240 por dia, e conheço quem faça mais de 600.

    • Ricardo Gomes says:

      Oh Antonio um conselho antes de escrever borrada informa-te… mas entendes o porque das 0 Estrelas ao menos? Sabes que um BMW x6 de 2021 também tem 0 estrelas entre muitas outras maquinas? Tanto o ZOE como o Dacia eléctrico são bem mais seguros que o teu Turbo de caixa 6… mas quem não se informa é como quem não vê 🙂

      • José Antônio says:

        adoro este comentário.. sem saber qual o modelo e estado do mesmo compara-se e afirma-se afincadamente que os outros são melhoreS! lol e logo um zoe e um spring ! sim porque isso sim são automoveis espetaculareS. ganha juizo e ta calado.. não é comparavel um elétrico citadino com um diesel minimamente decente.. são construidos para targets completamente distintos! uma coisa é certa a haver um acidente por exemplo a 80 ou 100 kmh tu Ricardo Gomes podes ir no zoe ou spring caixa de fosforos e eu vou no meu turbo caixa de 6.. quero ver
        1 -quem sai melhor de dentro do carro
        2 -quem sofre mais estragos na viatura
        3 -quem vai gastar mais € a repara-la..

        • RC says:

          Lol, então quem fez o teste não sabia de que ano é o lançamento do carro ? Uma versão de um carro é lançada em 2019, até sair outra, esse carro será sempre a versão de 2019, e o zoe continua a ser a mesma versão.

          Mas afinal o que é um turbo caixa de 6? nunca ouvi falar dessa marca e modelo.

          Pois não é comparável, o eléctrico dá um baile em muitos aspectos, mas duvido que tenha conheça algum depois de vir falar de um turbo caixa de 6. 😀

          • Ricardo Gomes says:

            José Antônio… você acredita mesmo na parvoíce que diz? Quanto mais velho for o seu Turbo 6 menos seguro ele é, e comparando com eléctricos de origem europeia, é mais que obvio que o eléctrico é sempre mais seguro pelo simples facto dum puro eléctrico ter uma rigides estrutural adicional onde estão localizadas as baterias. Acho que esta na altura de começar a usar aquilo que tem na parte interior/superior do cranio.

          • José Antônio says:

            o eletrico da baile em alguns aspectos, longe de serem muitos.. e noutros aspectos nem tem hipotese… em termos gerais o diesel ganha sempre, é polivalente coisa que o eletrico não é.. concordas RC ?

          • RC says:

            Depende do uso de cada 1.

            Eu por exemplo, trabalho a 120 kms de casa, vou uma ou 2 vezes ao Algarve por ano, onde gasto no máximo mais 1 hora em carregamentos que se fosse no veiculo que antes tinha ( ah sim, quem tem estes, já teve outros, portanto tem um termo de comparação, ao contrário de muitos dos que comentam por aqui).

            Vou comprar um carro que me dá 1000 kms de autonomia em 5 minutos para quê ? para usar uma ou 2 vezes num ano ? isso sim é desperdicio de dinheiro. Eu não vou comprar uma retroescavadora porque algum dia posso precisar de fazer um buraco no quintal, se chegar o dia que preciso de um carro que faça 2000 kms sem parar, alugo um carro.

            Mas pronto, o tuga tem esta fama no mundo inteiro, de ser mau gestor, talvez um dia e da pior situação aprendamos.

        • Ricardo Gomes says:

          José Antônio… você acredita mesmo na parvoíce que diz? Quanto mais velho for o seu Turbo 6 menos seguro ele é, e comparando com eléctricos de origem europeia, é mais que obvio que o eléctrico é sempre mais seguro pelo simples facto dum puro eléctrico ter uma rigides estrutural adicional onde estão localizadas as baterias. Acho que esta na altura de começar a usar aquilo que tem na parte interior/superior do cranio.

          • José Antônio says:

            Entao vamos la Ricardo.. o meu turbo caixa de 6 é um vw passat de 2018, continuas a afirmar que num acidente a 100 km/h vais mais seguro num dacia/zoe que no passat 2018 ?! nunca afirmei que o carro era velho mas sempre quero ver se continuas a dizer burrices da boca para fora… acho que esta na altura de começar a usar a massa cinzenta para estar calado… no seu caso é o maior sinal de inteligencia que pode dar !

          • Ricardo Gomes says:

            José Antonio… você deve ser sadomasoquista porque gosta que alguém comprove que você é um incompetente…então vamos la: 1. Rating do Seu Passat: https://www.euroncap.com/en/results/vw/passat/7900 2. Rating do Renault ZOE: https://www.euroncap.com/en/results/renault/zoe/8889 como pode verificar o ZOE é mais seguro em todos os aspectos por uma grande margem e usando os mesmos métodos de medição. Como ja lhe expliquei os métodos de medição foram alterados em 2021… e nesse método o seu carro tinha 0 estrelas também. PONTO

          • José Antônio says:

            Ricardo vou aproveitar parte do texto escrito por si em que diz “Eu so me pergunto porque é que as pessoas acreditam sempre em tudo que lhes poem a frente…”

            e quanto ao resto fique com a sua opinião que eu fico com a minha.. . quanto ao chamar-me incompetente… bem nem vou perder tempo com isso, voce nao vale a pena..

          • Ricardo Gomes says:

            Agora os Crash Test oficiais são mentira é mesmo isso que está a querer dizer? Bom realmente isso já não tem só a ver com a falta de competência mas engloba também muita falta de inteligência 😉 loool … faça um favor a si mesmo e deixe de comentar porque só diz parvoíce.

          • José Antônio says:

            Ricardo Gomes aqui a pessoa com falta de inteligência e incompetente tem uma novidade para ti.. “Star ratings cannot be compared directly between different categories of vehicles..” in https://www.euroncap.com/en/ratings-rewards/best-in-class-cars/2021/ , quanto ao resto podes continuar a argumentar e a vender a banha da cobra.. a mim não convences e o resto são balelas! Para teimar são precisos 2 por isso vou deixar o jumento a teimar sozinho!

          • Ricardo Gomes says:

            José Antonio… cada vez te enterras mais… agora postas um link que diz exatamente o que disse em apenas uma frase ha 2 comentarios atras… a sério faz um favor aqui a malta: Vai ao Pingo Doce, ao Intermarche, ao Continente ou a qualquer outro lado, até pode ser no mini preço… mas por favor, encontra alguém que te venda um pouco de inteligência, sim… fazes isso aqui pa malta? é que acho que o povo está todo cheio de te ouvir bater sempre na mesma tecla e de provares e sublinhares a tua ignorância a cada novo comentário que fazes.

          • RC says:

            José António, então ???

            La em cima valiam as estrelas e agora já não valem ?

            Dito por si :

            “ José Antônio de 7 de Fevereiro de 2022 às 21:03
            Isto dos carros eléctricos,engole quem quer.
            Este tipo de pseudo automóveis, alguns deles nem deviam estar a circular. O exemplo é o Crash test da Euro ncar em que um Renault Zoe teve zero estrelas, é isso mesmo 0 estrelas e o Dacia eléctrico teve 1 estrela.”

  16. José Antônio de says:

    Tenho lido alguns ignorantes dizer que eu confundi tudo, e que sou mais uma alface pra deitar fora, fora outros nomes pouco impróprios.
    Isto pra dizer,que a primeira coisa que vocês dos carros a pilhas se preocuparam,foi em chupar os que andam em carros a combustão, ou seja eu com os meus impostos ajudo alguns de vós, a passear o vosso micro ondas.
    Mais ao iluminado que disse que eu disse que o Zoe teve 0 estrelas mas que era um modelo antigo e não havia classificação. Vai estudar otario, foi na facelift do Zoe e teve zero estrelas sim contabilizadas. Agora se os carros a pilhas tem uma classificação a parte está o caldo entornado. E sim há eléctricos de topo com a máxima classificação, e a Tesla não é um caso desses.
    Outro corista vem dizer” prontos é verdade os plásticos são todos rijos e digo eu de ma qualidade” este da um balurdio por uma caça e fica satisfeito
    Compre um apartamento com azulejos de 5 euros e alumínio rasca, e veja se vai querer ficar.
    Vai

  17. secaya says:

    Só faltou dizer que passados 7-8 anos a bateria precisa de ser substituída e fora da garantia é mais de 50% do valor do carro.

    Viva os elétricos!

    Entretanto um carro de combustão interna dura décadas e décadas e décadas…

    • RC says:

      Não faltou dizer porque isso não é verdade, qual é que mudou ?

      Eléctricos também não é dificil encontrar com 100 anos, eu tenho um com 23.

    • Lelo says:

      E, literalmente, queimas dinheiro durante decadas e decadas.
      Quanto ás baterias, nada dura pra sempre, mas trocar passado 7 anos só se fizeres 100 000km/ano…e mesmo assim…
      Dentro de 7/8, estima-se que o custo das baterias baixe para metade.
      Para grande tristeza minha ainda não posso comprar 1, mas está mais perto. Um MG ZS Long range era ideal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.