Quantcast
PplWare Mobile

Veículos elétricos são obrigados a ter um dístico identificativo

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. windows says:

    Mais uma palhaçada, um dístico para saber que o carro é elétrico, “facepalm”, só inventam tretas para ganhar dinheiro, até porque não se conhece a léguas os carros elétricos dos outros com motorizações a combustível.

    Hoje pela matricula sabe-se tudo, ainda se anda com papeis no para-brisas isto só mesmo na Tugolandia.

    • PM says:

      De facto. Mas mais vale assim do que o emplastro dos GPL

    • Ricky Martin says:

      É para a sustentabilidade mano… Ecologia. tens de ver isso…

      Na hora de avariar o sistema eletrônico todo e a bateria logo vês se o estado ajuda na manutenção ou reparação…

      É a sustentabilidade… E as inúmeras desculpas para implementarem o que querem e o people aceita. Porque são burros e não pensam que tudo isto é um puro negócio qual sustentabilidade qual quê…

    • rjSampaio says:

      “só inventam tretas para ganhar dinheiro”?
      Para o condutor é de borla pelos vistos, com quem é que estas a mandar vir mesmo?

      Entre outras coisas diria que é para facilitar as multas de quem estaciona onde nao deve, e até para os bombeiros mais rapidamente identificarem o carro e agirem em conformidade em caso de acidente/incendio.

      “Todos” sabemos que o tesla é eletrico, mas uma serie de outros, especialmente hibridos (penso que também tenham de ter) andam a aparecer aos pontapes e a malta não é obrigada a saber e reconhecer todos.

    • RC says:

      Como ganham dinheiro se o dístico é de borla ?

      Devia ter lido tudo, o dístico serve para não ser multado nos estacionamentos onde eléctricos estacionam à borla.

    • Fait says:

      Fazem de tudo para justificar mais uns tachinhos para os amigos na função pública.
      Cria-se burocracia e mais burocracia, que depois tem de ser paga com os elevados impostos.

  2. Ricky Martin says:

    Autêntica porcaria os carros elétricos. Nunca mas nunca irei mudar para eles. E se tiver de mudar que me paguem ou comprem um!

    Essa tal coisa de obrigar as pessoas em 2030 em ter um carro elétrico é patético. Todos nós sabemos porquê basta pensar… Elétrico = mais eletricidade. Certo?

    Muito em breve para deter alguém basta fazer “car hacking” e esta feito. E não duvidem que isto vai acontecer. Porque vai… Fiem-se na virgem e não corram…

    Detesto carros elétricos e detesto quem usa o ambiente e sustentabilidade como desculpa… Para introduzir o que nós sabemos. O controlo sobre tudo!

    Aliás nem da pica conduzir um eletrico.. metam-se num elétrico e depois num Honda Type-R com o outro escape… E logo vêem a diferença! Não é só o Honda, quem diz Honda, diz outros também…

    • LR says:

      És o maior da tua aldeia!!! Um Mister!

    • David says:

      Parece que estás a dizer que só os carros eléctricos estão sujeitos a “car hacking”. É falso, por exemplo: https://techcrunch.com/2020/08/06/security-bugs-mercedes-benz-hack/

      • Ricky Martin says:

        Oh rapaz eu sei disso. Mas qual é que está com mais risco de isso acontecer?

        Um carro sem eletrónica ou pouca. Ou um carro totalmente eletrônico?

        Vá deixo te uns segundos a pensar e refletir muito… Não há comparação possível.

        E digo mais, quando é para reparar o Estado (que tanto vos ajuda a comprar o vosso shitty eletric car) assobia para o lado como é óbvio.

        Não obrigado. Viva os carros a combustão!! Já chega de palhaçadas de dizerem que é para a sustentabilidade mas tem montes de fábricas na China a emitirem químicos e mais químicos e não é só na China…

        Todos ganham com isto, isto é um negócio. Se realmente querem melhorar o ambiente criem incentivos para isso.. Uso de bicicletas, estradas, apoios para quem usa bicicletas (ahh esqueci me não tem motor… Quer dizer se for às elétricas..)

        Tudo isto é um negócio, o que fazem é meramente dizerem “nos somos e apoiamos a sustentabilidade ecológica” conversa para enganar parolos.

        Óbvio que é negócio assim como os smartphones que dizem que os carregadores não devem vir mas depois estão na prateleira da loja a 30€ – 50€.. senão mais….

        Vou fingir que não li isso… Basta dois dedos de testa para perceber quem é que fica mais exposto a ataques cibernéticos..

        • rjSampaio says:

          dedica-te a musica…

        • RC says:

          Então mas que tem a ver o tipo de alimentação do carro para a segurança em roubo ? veio agora de que século ?

          Quando mais segurança eletrónica mais difícil é roubar o carro.

          Por exemplo um tesla, até podem conseguir levar o carro, mas este numa vai trabalhar sem que tesla saiba, é como um telefone, só gente burra é que rouba um telefone, e mais burro ainda quem compra um telefone sem saber a origem dele, porque quem ficou sem ele vai mandar bloquear e esse telefone é lixo.

          Então e quem paga recebe do ivavoucher não beneficia também ?

          Também assobiou para o lado quando estado ajudou a comprar carros novos a combustão ? ou não se lembra disso ?

          É isso é, o mundo anda todo parolo e você é que está certo, não sei como não é um presidente de um governo ou de uma grande empresa.

          Então tem dificuldades em comprar um carregador para o seu telefone, eu vendo um por 15 euros. LOOL

    • RC says:

      Então quais teve para ter essa opinião ?

      Já agora, o distico é de borla e serve para os senhores da autoridade ou da emel não multarem nos estacionamentos, porque estes não pagam estacionamento.

      Ainda não gosta de carros electricos ?

    • Louro says:

      Li o teu comentario e a unica coisa que me ocorre é mesmo, “A falta de informacao é danada”.

      Ora para fazer um debunk ao teu comentário, e agradeco claro que respondas a contestar pois é assim que todos aprendemos.

      – Ninguém em 2030 sera obrigado a ter um carro eletrico, em 2030 as construtoras autmovel irao deixar de poder fabricar mais carros a combustao (ICE), mas ninguém te vai fazer comprar um eletrico. Poderas no entanto ao andar com um ICE, ter algumas restricoes de locais onde podes circular, nomeadamente nas cidades e claro é muito provavel que os impostos nao so de circulacao como nos combustiveis aumentem.
      Basicamente fazer do carro ICE um luxo.

      – Car hacking, nao sei se sabes mas nao sao só os eletricos que estao conectados, a esmagadora maioria dos carros mais recentes (talvez tirando de gamas mais baixas) já estao conectados e sao susceptiveis a serem hackeados.
      Pesquisa um pouco, pois vais encontrar muita informacao sobre o assunto.

      – Acho que seja obvio que temos de fazer alguma coisa pelo nosso planeta, nao sei que idade tens, mas se tiveres mais 20/30, certamente que te lembras de invernos mais rigorosos e ser muito raro chover no verao.
      Nos dias que correm, é normal teres calor no inverno e até chuva no verao.
      Podes argumentar que nao tem nada a ver com os carros a combustao, mas que esses sao um grande contribuidor sao, especialmente nos carros domésticos nas cidades onde em muitas que a densidade populacional é mais alta já é complicado de respirar.

      – Nao ha controlo sobre nada, mas quiseres podes sempre andar com um carro de 1930, as convém que desligues os teus gadgets todos especialmente o telemovel.

      – Nao dá pica conduzir um eletrico e inda por cima dás como exemplo um Honda Type-R…
      Eu sou entusiasta automovel, tenho dois eletricos e troquei em 2018 o meu ultimo ICE por um eletrico, nao estamos falar de pseudo desportivos para alegrar a miudagem estamos a falar de ter trocado um M5 E60 por um Model S e uma Mercedes E63 Avant por um Model X.
      Se me disseres, que nao tens barulho, tens toda a razao, foi das coisas que mais notei quando mudei do M5 para o Model S, performance é mais do que suficiente e na verdade até melhor especialmente por ter potencia disponivel de imediato.
      Posso dizer-te também que qualquer eletrico de valor similar a um Type-R lhe dá uma tareia descomunal.

      Experienta conduzir um, depois dá a tua opiniao.

      • Paulo says:

        Escusas é vir para aqui mostrar ao pessoal que és rico. Ahahah

        • Louro says:

          @Paulo,
          Por acaso até nao sou rico, sou trabalhador, trabalho arduamente para poder ter aquilo que tenho.

          O comentário foi mesmo para explicar ao utilizador que para além de ele estar errado, está a influencar outras pessoas a pensar da forma que ele pensa o que nos leva a nunca evoluir.

          Imaginemos que os nossos antepassados tinham decidido que os carros eram só um negócio e que os cavalos é que eram um bom meio de transporte?

  3. ervilhoid says:

    ovo estrelado!?

  4. frustrado says:

    mais uma coisa para encher o pára-brisas
    não era mais fácil ter algo na chapa de matrícula, por exemplo uma “tira” verde na zona onde as matrículas tinham antigamente a data e ano?
    no UK não é preciso colar nenhuma papelada no pára-brisas, nem seguro, nem selo, 0!
    só mesmo em Portugal

    • Louro says:

      Sim isso é verdade, mas sabes também que no UK nao és obrigado a circular com documentacao nem do carro nem tua.
      Por acaso foi das melhores coisas que fizeram desde que acabaram com a rodela da road tax, ter o parabrisas completamente limpo.

      • oFrustrado says:

        sim claro que sei, eu nunca ando com passaporte nem com carta de condução e claro o “livrete” está em casa arrumadinho num arquivo pronto para a próxima venda.
        tudo descomplicado que é uma maravilha

        • Louro says:

          @oFrustrado,
          Sim vivo cá há pouco mais de 20 anos, também ando sem documentacao e agora (desde há uns anos) com NFC no telefone nem com carteira ando na rua.

          • RC says:

            Cá também já temos essa tecnologia, o problema é que as autoridades não sabem como fazer… 😀

          • Louro says:

            @RC
            Acho que nao seja nao saberem, é instalarem isso em todos os carros patrulha e ao mesmo tempo nao há grande interesse pois é mais rentável multar porque nao tens documentos contigo.

  5. Rodrigo says:

    PALHAÇADA AUTENTICA, já como quem diz TVDE

  6. Pedro says:

    O selo do seguro não é obrigatório estar presente, o selo da inspeção tb não…. Até que enfim que voltam a obrigar a colocar qualquer coisa no vidro, já tinha saudades…nostálgico

    • Daniel says:

      O seguro continua a ser obrigatório.

    • Jorge Carvalho says:

      Sabes qual o dec lei que dispensa o dístico da inspeção ?
      É que na última inspeção perguntei e o rapaz disse-me que á anos que houve essa notícia mas nunca foi promulgado a lei que dispensa o dístico.

      Abc

      • FM says:

        Não é preciso nenhuma lei para dispensar a obrigatoriedade de colocação do selo da inspecção. Simplesmente não há nenhuma que diga o que acontece se não colocar.
        É como o “ovo estrelado” que era obrigatório antigamente, depois deixou de ser, e voltou a ser durante uns 15anos, entre talvez 2005 e 2020 (mais ano menos ano). Estava escrito NA LEI que era obrigatório. Mas a validade da lei era nula porque nem estava definido o formato.l do dístico nem a coima.

    • Joaquim says:

      O do seguro é o único obrigatório. Portaria 234/2020

  7. Jumper says:

    Só os híbridos/plugin e os full electric.
    Por agora gratuito, no futuro?…

  8. Pedro says:

    Veículos elétricos NÃO SÃO obrigados a ter um dístico identificativo para circular na via publica.

    O referido artigo regula o acesso aos ponto de carregamento integrado na rede de mobilidade elétrica.

    No entanto é proibido o estacionamento nos locais destinados a carregamento dos veículos elétricos expecto quando os mesmos estão a carregar.

    Quando um veiculo está a carregar é porque o mesmo é elétrico, não faz sentido o selo.

    Mas, como estes políticos não tem mais nada que fazer inventaram mais uma maneira de fazer dinheiro.

    Querem multar os veículos elétricos a carregar, pois não sabem se são elétricos na ausência de selo.

    Agora multar na via publica por falta desse selo não é legal.

    • Pedro Pinto says:

      Os veículos elétricos são obrigados a ter um dístico (selo) identificativo azul colocado no canto inferior direito do pára-brisas, para que possam circular na via pública, ou estacionar em zonas destinadas a veículos elétricos.
      https://eportugal.gov.pt/servicos/pedir-o-distico-identificativo-para-veiculos-eletricos

    • Rui M says:

      É legal se estiver a circular numa zona reservada a esse tipo de veículos e não ostentar o respetivo “selo”.
      Não é atuado pela falta do selo, mas sim pela circulação em “zonas verdes” sem o mesmo. Apesar de só o ser se não for possível identificar o veículo como elétrico, sendo que certas marcas, como a “Tesla”, por exemplo, não produz outro tipo de veículos.
      É uma forma clara de não obrigar o agente fiscalizador a saber todas marcas da produção de VE.
      Não é discriminatório, é útil para quem o pretenda. Simples assim.

  9. João Carvalho says:

    O dístico sinalizador de veículos elétricos não tem nenhum custo adicional”… Não!!!!!… Nada é de graça!!! Alguém produzirá (normalmente alguém ligado ao governo, primo, tio, tia, conhecido…), alguém receberá por isso, e esse dinheiro sairá dos nossos impostos. Resumindo, mais um tacho à pala de uma despesa inútil!!!

  10. Napoléon Bonaparte says:

    Os veículos elétricos são uma fraude. Não vão resolver nada e muito menos os problemas que temos com o clima. Vão é tornar-se uma problema insolúvel em fim da vida.
    E acham que existe mesmo lítio suficiente em todo o mundo para substituir os restantes veículos com motor a explosão?!
    Vejam mas é se acordam! Antes aue qseja tarde…

    • rjSampaio says:

      Os veículos a combustão são uma fraude. Não vão resolver nada e muito menos os problemas que temos com o clima. Vão é tornar-se uma problema insolúvel em fim da vida.
      E acham que existe mesmo petróleo em todo o mundo para substituir as restantes carroças?!

      ps: as carroças efetivamente criavam um problema no clima, procurem “The Great Horse Manure Crisis”

    • RC says:

      O seu problema é esse, é achar sem nenhuma fonte de informação, mas sim, se consultar as fontes, só Portugal tem lítio para quase todos os carros da europa.

      • João says:

        Bora contaminar fontes de água, gastar milhares de milhões de litros de água para lavar o lítio. Iupiii. Ah e pagar o kWh em casa a 0.30 como vai acontecer já em breve.

        • RC says:

          O melhor é continuar a contaminar água com os combustíveis e óleos nas estradas e pagar combustível a 2 euros.

          O mundo está errado e você está certo.

          Looool

    • ElectrorelvaS says:

      Se calhar até existe. Se der ouvidos às famosas teorias da conspiração com a questão dos incêndios que têm acontecido este Verão com sucessivos reacendimentos “consta” que nessas zonas até existe bastante lítio. Sinceramente não sei mas começo a achar que anda muita teoria no ar. Agora se é verdade…

      • RC says:

        Pois, pelos vistos os incêndios servem sempre para qualquer desculpa, menos a verdadeira causa deles. Lool

        • ElectrorelvaS says:

          E qual é mesmo já que o amigo é entendido na matéria?

          • RC says:

            Depende dos incêndios, dos que ocorreram perto de mim, foram queimadas sem autorização, explorações abandonadas e com muita lenha seca, descuidos, entre outros.

            Essa do lítio e incêndios, é mesmo só para tolos, até parece que os incêndios são coisa da era dos eléctricos. looooooool

  11. Pepe says:

    Portanto… Quem tem carro a gasolina ou a gasóleo é um excomungado, não tem direito a nada. Se fosse elétrico ou bisexual (híbrido) tem direito a lugar de estacionamento primeiro que os condutores de mobilidade reduzida, grávidas e país com crianças pequenas, estes sim deveriam ter dístico, e não o autocolante do Vitinho onde diz “bebê a bordo”… Como isto não dá dinheiro ao estado, então não vale a pena, aliás, reduza-se esses lugares em parques que é o que acontece e toca a abulir 9 atendimento prioritário (os leitores menos atentos reparem que a maior parte dos sítio já não tem). As bicicletas têm faixas dedicadas só a elas, mas podem andar em parelha a ocupar todas e os outros nem podem piar ou apitar porque são logo rotulados de xonofobia ciclística, já os peões podem andar em passadeiras com os olhos pregados ao telemóvel e ai de quem buzine a reclamar… E pensando bem tanto pedestre como ciclista não pagam iuc ou seguro (algum sei que sim mas a maior parte não) e nem fazem inspeção… Mas o elétrico… Oh o elétrico é o futuro … Mas ninguém fala da m3rd@ da reciclagem de baterias nem do preço de mudar uma bateria num carro elétrico ou do valor de um carregamento rápido numa viagem na autoestrada por exemplo… Políticos São tão fdp… Vão todos pró coiso do vosso pai q provavelmente tbm era político… Essas pessoas não sabem nada da vida, são sempre advogados ou gestores ou ciências políticas… Mas e gajos q estejam no poder e saibam alguma coisa? Ninguém

    • RC says:

      Tem outros direitos, como desconto no combustivel, eu tenho electrico e não tenho direito a ivavoucher.

      Ninguém fala da reciclagem ou você não sabe ? não se fala muito porque já é um tema do passado.

      Abra o google e meta assim :”vw abre fabrica de reciclagem de baterias”

      Depois “Renaul reciclagem de baterias”

      Redwoodmaterials
      Li-Cycle
      Dusenfeld

      Chega ?

    • RC says:

      Não sabem nada da vida, mas você é que não sabe coisas tão simples como :

      -os combustíveis têm ajuda do estado, pelo menos até Abril, e sempre tiveram, já que são financiados, de outra forma o gasóleo era mais caro que a gasolina.

      – o distico é de borla, e serve para identificarem o carro como eléctrico e não ser penalizado pela descriminação positiva que têm, por exemplo em locais que pode entrar e outros não, estacionamentos que não pagam e outros pagam.

      -não sabe que as baterias já podem ser recicladas

      -Não sabe quanto custa uma bateria, coisa que qualquer dono já sabe, porque o que lhe falta é comprar um

      -não sabe quanto custam os carregamentos, algo tão simples como instalar uma aplicação como a miio e fica a saber

      Portanto o seu problema é não ter nenhum carro electrico, compre um e viva a vida, porque donos de carros eléctricos não têm esse nervosismo que você tem, e aproveitam a vida.

      Não precisa de me agradecer, só quis ajudar.

      -não sabe que o futuro ninguém sabe qual é, mas você até assume saber,

  12. Wtf says:

    Inacreditável, não disseste nada de jeito

  13. BMad says:

    “Requerimento modelo 13-IMT preenchido e assinado pelo proprietário, com pedido de dístico identificativo de veículo elétrico”.
    Então e alguém como eu que o híbrido é de empresa? Acham que as locadoras vão andar a assinar papeis em barda só para os dísticos?
    Vamos lá multar o carro que está a carregar porque eu não sei se ele é elétrico ou não… (duhh)

  14. Tony says:

    Preparem-se que a carga fiscal socialista vai chegar.

  15. Armando Sousa says:

    Aqui na Alemanha na matrícula dos veículos eléctricos tem um E no fim. Por ex: M XX 1234E. Também consta um selo referente à Inspecção Periódica e um selo símbolo da região onde o carro está registado. Neste exemplo o M é referente a Munique.

  16. M. says:

    e que tal olharem para a traseira do carro e ver se falta ou não o tubo de escape? Simples de perceber se a viatura é ICE (combustão) ou EV (elétrica)….

  17. . :NAF:. says:

    Discutir pros e contras dos veículos com motor de combustão vs veículos eléctricos é como discutir o sexo dos anjos.
    Cada um gosta do que gosta, cada veículo tem as suas características únicas e diferentes que podem fazer ou não mais sentido à realidade de cada 1.
    Em relação ao dístico, sim é importante informar, até porque o fiscal pode não ter meios e informações necessárias para saber se é ou não um VE.
    Os veículos estão todos a convergir para uma coisa, autónomos. A partir desse momento deixam de existir “As” dos volantes e ninguém quer saber se o veiculo é mais ou menos potente que o do vizinho.
    Ninguém vai utilizar o argumento de potência (k nos dias que correm é tão absurda quanto ao tamanho, quanto à poluição que causam, sejam VE ou VC.).
    A poluição será resolvida num momento em que estados decidirem ninguém fazer disso um negócio. Até lá veremos muito absurdo por aí. Infelizmente.

  18. Miguel A. says:

    O livrete deve dizer qual é o combustível que tem. Eu sou proprietário de dois carros a GPL, logo, estou habituado a selo identificativo no para brisas. E posso dizer que é a coisa mais inútil que lá está, ninguém liga nenhuma, nem a Polícia. Sinceramente, é um não assunto e é mais uma “burrocracia” num país de “burrocratas”…

  19. Steven Coelho says:

    Uma questão…são para TODOS os carro elétricos? HEV (Não plugins), PHEV….?

  20. Daniel says:

    É capaz de fazer sentido identificar um carro electrico por exemplo em caso de incêndio de modo aos bombeiros ou quem tentar apagar as chamas saber que tipo de metodo utilizar no atque às chamas.
    Num incêndio com equipamentos electricos que podem estar em carga a ultima coisa que se deve deitar em cima é agua ou espuma retardante.
    Mas um distico no parabrisas parece-me pouco para sinalizar o tipo de veiculo, mas posso estar enganado!

  21. Pedro says:

    Que regra estúpida…
    O gratuito é relativo não vou perder uma manhã de trabalho para ir ao IMTT, e 5€ por correio da para comprar alguns selos…
    Se é obrigatório porque não enviam junto com o livrete???

  22. secaya says:

    Devia ser cor-de-rosa. Os donos de EVs são muito sensíveis.

  23. TugaTesla says:

    “Caso não seja possível fazer prova de que tem um carro elétrico…..”
    Sendo assim os Tesla estão isentos.

  24. Crazyscientistpt says:

    Só não entendo o porquê do imt não emitir e enviar o dístico aquando da emissão do DUC do carro. O dístico é grátis, mas as multas por não ter uma coisa que muitos não sabe que deve ter, porque um carro eléctrico é facilmente identificável, são salgadas e ajudam na receita estatal.

  25. Bento Fidalgo says:

    Penso que mais necessário é exigir a instalação, nestas viaturas, de um qualquer sistema sonoro que nos alerte para a aproximação dos mesmos pois, qualquer pessoa sem se aperceber pode deslocar-se para a frente dos mesmos.

  26. Maria Silas says:

    Qualquer dia até os Vegans vão ter um dístico… Agora a sério, tudo isso é treta… Mas já me questionei o porque do som emitido por um elétrico deveria ser tipo o zoe. Como um invisual consegue ter a percepção da aproximação de uma viatura elétrica? Isso sim devia ser legislado… Agora autocolantes!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.