PplWare Mobile

Comandos Linux para Totós – Tutorial nº19


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Luis says:

    Boa tarde,

    Será que não podem disponibilizar para download em .pdf por exemplo cada um dos Tutoriais ?

  2. GulyFMG says:

    Estes tutorias estão me a dar muito jeito na disciplina de sistemas informáticos…
    O prof isiste em se usar apenas o terminal e nada de GUI… devo admitir que ao inicio não foi fácil mas… da mesmo mt jeito saber mexer com o terminal.
    Podem continuar que a malta agradece 🙂

    OBS: Acho que a ideia do Sr. Luís bastante interessante… nem será preciso partilhar os tutoriais em PDF, basta apenas um botão para imprimir e por exemplo o DOPDF faria o resto.

  3. GulyFMG says:

    Bem retiro o que disse afinal já temos essa opção 🙂

  4. Armando says:

    $ ./configure
    $ make
    $ sudo make install
    O último comando requer sudo, isto é, privilégios de root.
    O único probleminha é quando o processo empanca por falta de 1001 dependências não instaladas ou devido a outro factor misterioso, como acontece em regra.

    • joao L says:

      se reparaste vem com # antes do meke install logo é com root.

      cumps

      • Armando says:

        Reparei sim. E reparei também que o próprio autor do artigo referiu os privilégios de root. Mas convém não presumir que toda a gente sabe o que significa o cardinal ou como activar esses privilégios ou, ainda, partir do princípio de que todos leram os artigos anteriores. Se está a falar para “totós” que nunca ouviram falar em configure e make, o melhor é explicar tudo 🙂

  5. serva says:

    Boa noite ,

    Para não existirem problemas na instalação através de terminal , deverão escrever , sudo apt-get install -f (nome do pacote ).

    aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  6. João Henriques says:

    Um bem haja pela continuidade deste thread Linux. Já era tempo de alguém mostrar aos novos utilizadores que o terminal não é bicho papão nenhum. Quanto ao htop, não conhecia. Digamos que é um top “maricas” 😀 Não estou a mandar abaixo, até porque é muito normal os utilizadores escreverem o seu próprio script para análise do top de uma forma mais personalizada. Eu tenho mais do que um, até porque tenho que analisar tops de 30 máquinas remotas. Logo torna-se indispensável fazê-lo de uma forma automatizada e simples. Continuação de bom trabalho.

  7. Valente says:

    Uma ajuda p.f.

    Instalei o Ubuntu num notebook com o XP. No ecrã de arranque aparece o XP na linha 4. Será possível editar este menu para colocar o Windows XP na primeira linha?

    Grato pela dica que aguardo.

  8. Valente says:

    Obrigado Pedro e João

    Já tenho com que me entreter. Mas vou esperar pelo próximo tutorial.

  9. Ricardo Santos says:

    E quando começa a dar erros que ng percebe?.. lol

    ah e tal faz configure make make install… configure bomba mas em mts casos o que me acontece é que o make manda-me dar uma curva e la vou eu RFM.

    O que acho é que cada caso é um caso e a compilação nem sempre corre bem.. depende mt da distro que se utiliza…

    utilização de src’s não é das coisas mais pacificas em muitos casos de se utilizar….

    apt-get, yum ou whatever é sempre bem melhor =) ..

    cumpz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.