Quantcast
PplWare Mobile

Epic Games apela ao tribunal para que a Apple pare com o bloqueio

                                    
                                

Fonte: Engadget

Autor: Marisa Pinto


  1. Tadeu says:

    Quer dizer, quebram as regras da loja e quebram regras do programa de apoio a programadores de forma propositada e consciente, e depois vêm chorar porque o jogo é removido, e por receberem um aviso para cumprirem as regras para não ter as contas removidas!?

    • Alfa says:

      Não vou estar a defender se os 30% são justos ou injustos, porque percebo que haja opiniões diferentes neste assunto e que sejam propostos sistemas de remuneração alternativos.

      Mas aqui a Epic é que “pediu” que isto acontecesse. Quebraram o acordo que assinaram com a Apple. Ao remover o Fortnite da App Store, a Apple só cumpriu o estipulado nesse acordo. E agora estão a dar um aviso com 14 dias de antecedência, permitindo à Epic não sofrer com o encerramento da sua conta de programador, simplesmente se cumprir as regras do referido acordo e não fizer bypass ao sistema de pagamento do iOS.

  2. eu says:

    Os 30% não são muito, são demais.
    A Apple encaixa 30% e depois a Epic tem de pegar dos 70%, pagar impostos, pagar programadores, etc …
    A Apple não está a ficar com 30% do lucro mas sim 30% da faturação.

    Por outro lado, a Epic não é mais do que os outros e se fosse feita uma excessão iria criar um problema sem fim.
    A redução da percentagem para ser justa seria para todos.

    Por último a Epic violou as regras. Não é a primeira vez que arranja problemas com as lojas e só ainda não foram banidos de vez porque mexe com muito dinheiro. Se fosse um pequeno não teria segunda hipótese.

    • Pedro says:

      Google igual

    • Tadeu says:

      Todas as lojas têm uma margem sobre a sua faturação. 30% não é nem muito nem pouco, é uma percentagem sobre o que o consumidor paga na loja – se alguém terá que reclamar será o consumidor não o programador, já que o programador pode definir os seu preço.
      E já se sabe que a intenção da Epic não tem nada a ver com a margem da Apple, mas querer que alguma entidade obrigue a Apple a permitir outras lojas – ou seja permitir a loja da EPIC. Não passa dum “jogo” algo hipócrita.

  3. ... says:

    Será que uma worten tem 30% de lucro dos produtos que vende?

  4. Joselito says:

    Se não gosta das regras, então:

    1. Encontre um Steve Jobs e um Steve Wozniak com sede de inovar e funde a Pineapple

    2. Comece do zero, claro, na garagem vendendo placa de circuito impresso

    3. Na tenha família, amigos, vida social, ou pelo menos saiba que vai perder boa parte de tudo já construído e gaste duas décadas construíndo um sonho que pode acabar ou não dar certo…

    4. Vá em uma empresa concorrente, tipo a Xerox, observe bem tudo que andam a fazer por lá, e depois IMITE, isso mesmo IMITE, e depois vá melhorando de pouquinho o que eles não deram valor…

    5. “Inove” no mercado com as ideias antigas copiadas e as novas q forem surgindo, invista seu tempo e esforço em um produto q talvez as pessoas gostem e PAGUEM por isso…

    6. Venda bons produtos, e faça as pessoas precisarem deles…

    7. Contrate um CEO para roubar o seu sonho e depois demití-lo da sua empresa

    8. Crie uma nova empresa, tipo Next, faça dinheiro e espere o CEO que te demitiu fracassar miseravelmente, o q é invitável, já q foi vc q pagou com a sua vida pela empresa e o seu sonho, ninguém no mundo vai ser capaz de fazer nada igual, vc é quem sabe o preço do seu sangue.

    9. Veja confortavelmente da sua casa o CEO que te desprezou fracassar completamente, pois ele não entende nada sobre sonhos, e então aguarde um telefonema…

    10. Volte a fazer o q vc faz de melhor no mundo, claro que agora sabendo muito, muito, muito mais, destrua as velhas concepções e finalmente transforme o mundo com serviços e produtos de qualidade e sem comparação

    11. E agora vem os palhaços da Epic Games e querem dizer como eu devo conduzir meu negócio? Ah se o Steve ainda estivesse aqui… não era só a exclusão da app que eles receberiam…

    • Keimatudo says:

      Que comentário… então o Steve Jobs foi o único humano que lutou pela empresa dele, pelo seu sonho…os outros que cá andam, andam por andar…tanto a Apple como a Google andam cá pelo dinheiro, lucro e mais lucro e tudo farão para não ter concorrência…no android ainda podes instalar stores alternativas ou directamente a apk, no IOS estás preso (parece o governo chinês, fazes o que eu quero ou põe te a andar). O grande problema, é que não existem grandes alternativas a estes dois players… O que a Apple está a fazer neste caso concreto é: não usam esta aplicação na nossa store e dentro de 15 não usam mais nenhuma!

  5. Maria says:

    As lojas são algo similares das superfícies do Continente, Pingo Doce, etccc
    Queres vender lá, acatas as regras, incluindo margens. São lojas “financeiras”.

    A diferença principal é que… o Continente, pingo doce etc… não te obrigam a teres em casa ou usares os produtos que eles querem, mesmo que lá compres o tacho.

  6. PTO says:

    A criança (EPIC) foi apanhada a transgredir as regras e como não gostou do castigo que recebeu (Apple) foi fazer queixinhas ao papá (Tribunal).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.