Quantcast
PplWare Mobile

Aprenda a instalar o Fortnite no seu Android mesmo com a app banida do Google Play

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Marco Rua says:

    Cheira-me que por aqui (nivel europeu) a apple e a google vou voltar a levar com uns bons milhoes em multas. A união europeia nestes casos não perdoa…… A Epic acho que deu a cartada certa para acabar com o monopolio desses dois gigantes.

    • SD says:

      Concordo. Vi muita gente a disparar contra a epic e a dizer que 30% por cento era uma percentagem justa mas quando há outras alternativas (download diretamente do site, apk, etc), 30% de todo o dinheiro que entrar no jogo só para a aplicação estar nas “galerias” é um absurdo, até pq tanto a Apple como a Google tbem ganham muito por deixarem jogos que já deram sucesso noutras plataformas estarem disponíveis para “mobile”

      • Monte Gordo says:

        SD, se quiseres usar a plataforma é assim. A Epic tem sempre a hipótese de desenvolver o seu sistema operativo ou Linux e correr gratis a partir daí. Ah não? Então se quem usar sobre o trabalho de outros, que paguem. Além disso a Epic nos últimos anos a (ou das) empresas de jogos que mais dinheiro ganhou, na ordem de muitos muitos milhões. Ah claro, a ganância faz querer mais.

        Em suma todos querem updates do iOS e Android anos a fio, todo a funcionar bem, novas funções, etc, mas ninguém quer gastar direitinho. No entanto queimar dinheiro nestes jogos “vale a pena” lolol. Vocês jovens andam com os valores todos aos contrário.

        • Xixas says:

          A Google tem muitas fontes de rendimento no Android. Quem dá as actualizações é o fabricante, que pago directamente. A Google saca a responsabilidade toda de manter o sistema actualizado atirando a culpa para os fabricantes. Imaginem a MS a fazer isso com o Windows.

    • Monte Gordo says:

      Marco Rua, ou seja, a empresa usa uma plataforma e software que a Google / Apple desenvolveram durante anos, foram gastos muitos milhões com programadores e (óbvio) têm uma taxa de uso.

      E tu achas correto que a Epic abra uma loja alternativa para ficar com 100% do dinheiro (quando 70% já é absurdamente muito, tiveram o ano passado muitos milhões de lucro. Mesmo assim não consigo entender como os jogadores pagam para ter créditos, mas enfim) quando usa uma plataforma de outros. É quase o mesmo que tu teres uma horta ou restaurante usando o campo ou instalações de outros e achares que não deves pagar renda.

      Enfim, só mesmo certas mentalidades pequenas para acharem que a epic tem razão, ainda assim são a maioria…

      • Rrrrrr says:

        Nem mais!
        Também não entendo outras empresas o motivo de outras empresas de estarem a queixar destas comissões, quando na verdade estão a usar um serviço que não foi desenvolvido por eles e lhe dá acesso a milhões de utilizadores.
        Se não querem pagar, que não ponham la a aplicação

    • Miguel Costa says:

      Apps externas têm de aceder aos drivers e serviços do sistema operativo. Quando o sistema é actualizado, a promotora recebe os novos dados e actualiza para usar os novos.
      A razão base nem são os 30%… São as compras de créditos feitas fora das shop, para poderem evitar regras da Europa e EUA.

    • Jorge Carvalho says:

      Nem por isso , esqueceram-se destes :

      “Most if not all of the complaints Epic makes against Apple and Google seem to apply to Microsoft, Sony, and Nintendo in the console space as well. All three console makers also take a 30-percent cut of all microtransaction sales on their platforms, for example. ”

      Portanto ainda tem muito que pedalar.
      Abc

  2. Julio says:

    para android é facil, quero ver é tutorial de como instalar o fortnite para ios :v

  3. SuperSilva says:

    Liberdade! Por isso a internete é tão importante. Gente, o android é livre. Não posso falar do IOS. Ae é questão do utilitário escolher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.