Quantcast
PplWare Mobile

Rússia invade a Ucrânia: internet do país também está a ser atacada

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Ask Me says:

    Uma vergonha. Que raio ganha esse anormal em conquistar a Ucrânia? A morte de milhares de inocentes?

    • Luis Rosalino says:

      Eu tmb nao percebo o que ganha ele…Ainda por cima se a guerra escala para níveis internacionais não estou a ver a Rússia a ter força económica e financeira para se aguentar…enfim n se percebe.
      Não entendo o pq disto tudo em 2022 estamos mesmo a regredir isto so pode ser mais um indicio de que a humanidade esta a acabar, é triste.

      • David Guerreiro says:

        O Putin é doido, e tem aspirações imperialistas. Quer voltar a ter o que a URSS tinha. A Ucrânia é o primeiro passo.

          • B@rão Vermelho says:

            A Rússia faz lembrar os grandes bancos ou até mesmo as grandes empresas multinacionais, têm um tamanho tão grande, e não é só geográfico, que fica quase intocável agir sabe que têm poderio nuclear e riqueza energética, e os países Europeus precisam desses recursos e como tal não se atrevem a agir contra a Rússia.
            O que está a ser feito atualmente faz lembrar a anedota do gajo que está a ver um matulão a bater num anão e diz para o matulão: volta lá a bater no anão outra vez agora que eu estou a ver, e o matulão volta a molhar a sopa no anão, volta o gajo a dizer se tiveres coragem bate lá mais uma vez no anão, e pimba mais uma carga de lanha no anão, e volta a dizer vá bate lá outra vez, experimenta a bater outra vez no anão, e o anão leva mais umas pingas, e diz o gajo para o anão, foge se não o matulão arrebenta contigo.
            A comunidade internacional com as sanções aplicadas à Rússia é o que faz lembrar.

          • PovoManso2 says:

            Ao mesmo tempo que isto acontece, em Portugal temos partidos políticos com assento parlamentar na Assembleia da República Portuguesa como é o caso do PCP que apoiam Putin e a Rússia e toda esta guerra.

        • Edila Provini says:

          Ele não e é doido ele e Patriots, quer que os russos, Ucrânia é isso berço da Rússia, sejam protegidos, e o Biden e outros tem outros projetos. Biden ama uma guerra e o idiota do Presidente da Ucrânia, esse comediante, humorista , tá vindo na onda .. De retirar guerra, o povo sofre, mas, esses fazedores de conflitos, mexeram com a pessoa errada.

          • Técnico Meo says:

            Bot soviético, justifica lá então agora os mais de 12000 Mercenários Muçulmanos radicais da Tetchénia que já estão na Ucrânia, o que estão lá a fazer? Quantas pessoas vão decapitar? A fama precede-os, Putin está completamente louco, perdeu a cabeça de vez. A Nato não é ameaça para ninguém, só é ameaça para os seus próprios membros por se ter transformado num grupo obeso de militares de alta patente que desfilam medalhas ganhas em tempos de paz.

      • darksantacruz says:

        Concordo em pleno! Estamos no século XXI e parece que a humanidade nada aprendeu, matamo-nos uns aos outros com base em desculpas mesquinhas.

        Estamos a falar de mortes, ódio e massacres. Ou a humanidade evolui no caminho da paz, amor e respeito ao próximo ou então realmente é o fim da humanidade.

        É mais um capítulo triste na história da humanidade.

        • B@rão Vermelho says:

          Na Netflix há um documentário sobre ditadores se lhe for possível ver, veja vai “compreender” melhor o porquê da invasão Russa, a melhor forma de prever o futuro é olhar ao passado
          Também no canal História passou uma serie sobre o mesmo tema que se chamava Eu Ditador, que recomendo também a sua visualização

          • David Guerreiro says:

            Em suma, Putin não é muito diferente de Hilter ou Estaline. Em todos os casos, desejaram expandir o império e subjugar tudo e todos.

        • eu2 says:

          Não se pode dizer que a humanidade nada aprendeu quando o problema é o Putin. O Putin não é a humanidade.

          • eu2 says:

            Mas uma coisa é certa, aquela gente ainda não foi capaz de chegar ao raio de um consenso diplomático com o Putin e de refutar a ideia dele de que está aberto a discussão.

          • darksantacruz says:

            O problema é Putin sim mas só? Não concordo. Porque é que os EUA e Europa não decidiram diplomaticamente informar à Ucrânia que não deveria aderir à Nato? Porque é que que continuam a armar a Ucrânia?

            A Ucrânia não tem a menor hipótese e a solução é (era) simples, para mim são mais importantes as vidas humanas do que jogos de poder.

          • Julio says:

            “Porque é que os EUA e Europa não decidiram diplomaticamente informar à Ucrânia que não deveria aderir à Nato?” – mas porque? Porque e que um pais soberano nao pode aderir a NATO e a UE, se ambas as partes assim o desejarem? Foi o que aconteceu em 2004 com a Lituania, Letonia, Estonia e Polonia. Os paises tem o poder de decidir o seu proprio futuro, era o que mais faltava.

          • Tadeu says:

            Julio, sem dúvida! Não entendo o argumento destas pessoas que acham que um país pode ter o direito de impôr quais as alianças que outros países podem ou não ter. As pessoas pelos vistos acham que a mentalidade por detrás da cortina de ferro imposta por Staline a seguir à 2ª Guerra Mundial, está correcta, tornando alguns países fantoches de outros.
            Pior, é achar que não fazer o que um BULLY quer, serve de justificação para se levar pancada! É uma perversão total da culpa. Até porque o Putin está a fazer demonstra que a Russia não é de confiança para a segurança dos seus vizinhos, o que no fim confirma a necessidade dos vizinhos para terem alianças de defesa.

      • Godlike says:

        Primeiramente a Rússia tem o apoio da China, logo não existe problema económico.

        Segundo, a Ucrânia é a máquina de branqueamento de capitais internacional dos globalistas, Putin e o Zelensky sabem o que estão a fazer. É claro que os “média” estão assustados… Já que isto a ter sucesso significaria que muitos corruptos ao redor do mundo seriam expostos.

    • jorgeg says:

      ignorancia politica,… faz la um esforco e procura saber o que levou a esta situacao,… faz-la um esforco quem sao os verdadeiros responsaveis,… va-la eu acredito em ti,… tu es capaz!

      • vacinasfuncionam says:

        Finalmente um comentário decente no meio de tanto “especialista”

      • UnExpert says:

        Jorge quantos mais comentários teus vejo por aqui mais tenho a certeza que só comentas para ser do contra mesmo.
        Andaste meses a defender oTrump e quase a bater em quem ousasse falar mal dele, meses esses nos quais a China e o PCC eram o diabo na terra. Agora vens defender a Rússia que mais parecido que a ditadura chinesa só mesmo na Coreia possivelmente para além da união que existe entres os dois países.
        Ou gostas de ser do contra e chatear o pessoal ou tens uma panca por ditadores (ou com a mania de), mas aí é um bocado estranho não gostares do chinês…

  2. TSSRK says:

    O video parece ser falso.

  3. Futurious says:

    Curiosamente.. o http://www.flightradar24.com esta também em baixo…

  4. Aybara says:

    Ganha isto:

    https://twitter.com/business/status/1496753027591843846

    Com o cancelamento do Nordstream 2, A Ucrânia é dona do “endpoint” dos gasodutos russos e o putinho não quer isso.

    • Miguel Pereira says:

      outro facto é a ucrania ser o celeiro da europa e a posição geografica que se encontra na europa.

    • Rui says:

      É verdade que ainda existe o Nordstream 1 mas os USA querem exportar o seu gás para a Europa e podem começar a fazê-lo. Se a Rússia não tiver para onde exportar o gás não lhe interessa se o preço subir.

  5. Julio says:

    Havia um iluminado (Ricardo Gomes) que aqui ainda ha alguns dias dizia que o Putin queria era paz e resolver as coisas a bem e que nao havia invasao nenhuma. Tretas!

  6. Digo eu says:

    Isto aconteceu não porque o Putin seja doido, de doido ele nada tem. Apenas “farejou” a fraqueza dos EUA e da UE e mais o seu “soft power” da treta, e avançou, pois sabe que as sanções são controláveis e daqui a 1 ano ou dois, pela Realpolitik, estão todos a fazer negócios com a Rússia, outra vez. Se se tivessem lembrado ao menos, de fazer “exercícios militares conjuntos” com o exército Ucraniano, a uma distancia segura dos Russos, não haveria invasão a não ser cibernética. Mas pela fraqueza Ocidental, preferem cometer o mesmo erro de 1939, onde tanto tentaram apaziguar o Hitler, fechando os olhos aos abusos da Alemanha Nazi, que acabou por acontecer a Guerra.

  7. Guilherme Lino says:

    Como assim invade?
    Eles foram lá salvar o rebeldes contra o ditador nazi. Uma página do manual da liberdade dos EUA/RU/UE

  8. Rui says:

    Preparem-se não só para gás mais caro nos próximos meses mas também combustíveis e eletricidade. Além disso farinhas e rações vão ficar ainda mais caros sendo a Ucrânia e a Rússia grandes produtores. Ainda por cima num ano de seca em Portugal…

    • luis carreira says:

      A eletricidade não percebo porquê??? até diz na minha fatura que 53.28% é elólica, 16.65% hidrica e 30.07% outros renovaveis…

      Cambada de vigaristas…. Quem estará errado???

      • Rui says:

        Luis, apesar das centrais a carvão terem fechado, continuam em funcionamento centrais de produção de energia que utilizam a queima de gás. Alias essas centrais foram reforçadas assim que as centrais a carvão foram fechadas.
        A produção hídrica será muito fraca este ano, e assim ficamos dependentes das eólicas e do pouco solar disponível. Quando não existe produção das renováveis então o pais fica totalmente dependente das centrais a gás, com o custo que isso terá, e de importações.
        Não digo que o carvão fosse a solução, até porque o próprio carvão era importado e o preço também subiu muito nos últimos tempos e é provavel que continue a subir, no entanto teríamos mais escolhas. É preciso começar a pensar seriamente em centrais nucleares, porque o hidrogénio está longe de ser uma opção prefeita, principalmente num pais com seca. As baterias não são opção viável para já, e bombeamento hidráulico é pouco eficiente e é necessário, mais uma vez, agua com secas cada vez mais frequentes.

    • PorcoDoPunjab says:

      Rui, exactamente e isto num ano tb em que fechámos a última central a carvão que tínhamos para produzir electricidade…
      Somos tão espertos, mas tão espertos, que até mete impressão como é que somos tão atrasados.
      A Alemanha já tem previstas a construção de uma séries de novas unidades e nós fomos fechar a última.
      Agora vamos comprar electricidade aos outros, que a produzem a carvão ou nuclear..Lol..

      Calma, não tarda nada haverá mais uma cegonha a deixar Portugal às escuras.
      Sinceramente, dizer que foi uma cegonha a fazer uma coisa daquelas… Isto só mesmo para gado ouvir… e o pior é que acreditaram Lol..

      Eu já disse aqui por várias vezes que é mais astuto o Putin a dormir do que as florzinhas europeias todas juntas acordadas.
      Subestimaram-no, agora aturem-no…

  9. Tecnico Meo says:

    O covid e o seu desgaste assim como a má gestão do mesmo, enfraqueceu as economias, bem como a latente bipolaridade que enfrenta o mundo ocidental (blm, extremas a crescer, da esquerda á direita, a fraca imparcialidade / infatilidade dos média, a infantilidade e maturidade dos decisores/ governantes atuais, a estupidificação de valores base de uma sociedade) levou a que o terreno fique fértil para este tipo de oportunismos militares por parte de quem não quer saber de valores humanos. A Rússia não será a única, não tardará a China a invadir taiwan, entre outras nações terceiro mundistas que se sintam mais confortáveis com a perda de ” agressividade” que as Nações evoluídas adquiriam ao longo do tempo á medida que as sociedades evoluíram em tempos de paz. É preciso por os olhos em formas de estar como Israel, sempre prontos, sempre operacionais mas vão vivendo a vida da melhor maneira possível. Implementação do serviço militar obrigatório é urgente, aumento significativo dos benefícios para quem é voluntário. Na sociedade civil é preciso criar programas de formação de defesa a toda gente e manejo de algumas armas, mesmo sendo objetores de consciência, a se defenderem e a sobreviverem em tempos duros, a consumirem menos, a poluírem menos, a viver com menos e dar valor ao que se tem. Já me dizia alguém que muito me ensinou faz 2 décadas, treino difícil, combate fácil. Ou para todos os outros, como dizia Reagan, ” Trust, but always verify “

  10. Samuel MGor says:

    Vai sair caro ao Putin!! A NATO já mobilizou os meios para atacar as tropas russas na Ucrânia. Já agora a maior parte do gás usado em Portugal vem de África.

  11. Vasil Gorbachev says:

    Valeu a pena os $40M que foram transferidos lá para os lados das Ucrânias (para financiar coisas e cenas), a anarquia que se seguiu e a ascenção do governo fantoche de extrema-direta.
    Anos a fio a picar o vizinho do lado, e agora, finalmente, o tanto desejado resultado.

    Do outro lado do atlântico, os US que tanto ficam a ganhar com este conflito.
    Aqui ao lado o UK, que sorte a deles, está fora da UE.

    • Julio says:

      Noticias de Moscovo, produzidas por um troll assalariado Russo

      • Vasil Gorbachev says:

        Sim, a invasão de Iraques, Sírias, Líbias em nome do petróleo e outros recursos que tais, são “notícias de Moscovo”também. Que bela borrada que US, UK, FR e lda fizeram.

        Uns são “imperialistas”, outros são “santos”.

        Os turcos também estavam a aproveitar a confusão, e a tentar aproveitar para anexar mais umas quantas províncias da Síria (e Arménia), foram os “imperialistas russos” que se lembraram de bombardear e fazer recuar as tropas invasoras turcas, que ainda sonham com impérios otomanos.

        • Julio says:

          Um belo “whataboutismo”. O que e que a invasao do Iraque ou do Afeganistao, tem a ver com isto? O que e que as borradas dos EUA (que existem e sao varias, claro) tem a ver com isto?

          • Ricardo says:

            Basta ver o nome “Vasil Gorbachev” para saber quem lhe paga o salário, ou então é um bot. Seja como for, está aqui a debitar uns comentários ridículos.

          • Vasil Gorbachev says:

            Conseguem ser o denominador comum, tendência a estarem envolvidos em todos os conflitos que surgem.

            Há muita jogada de bastidor por detrás, é do conhecimento comum apenas o que está à superfície.

            Com isto, longe de mim estar a defender a Rússia, mas não há necessidade para hipocrisia ou discriminação.
            Uns são o lobo mau, os outros são santinhos e têm direito a fazer o que bem entenderem que a seguir ainda lhes vamos beijar os pés.

            Mas em breve ficamos a saber quem realmente lucra mais com esta guerra.

          • Julio says:

            Enterra-te mais um pouco, que esse ultimo comentario ainda tem menos sentido que o anterior. Denominador comum?!

          • Vasil Gorbachev says:

            Uns invadem países em nome da “democracia”, montam governos fantoche e exploram os recursos dessas terras.
            Outros ao mínimo espirro são imperialistas. F*** logic.

          • Julio says:

            Sim, claro, eh bem sabido que os governos do Iraque e do Afeganistao foram implementados pelos EUA (estou a ser, obviamente, ironico). Noticias de Moscovo!

          • Vasil Gorbachev says:

            @Ricardo, sim sou pago pelo KGB para andar aqui a fazer comentários.

            @Julio, tudo o que seja a falar mal dos US of A é propaganda comunista. Confirmo.

            Foi o Nepal que invadiu o Vietname, Médios Orientes e lda.

          • vacinasfuncionam says:

            Calado eras um poeta… Fica lá com esse teu “conhecimento” e deixa a realidade para os adultos.

        • Memória says:

          O mais estranho é a quase perfeita simetria entre os acontecimentos agora e o que se passou no Kosovo nos fins do século XX.
          Quem aplaudiu o ataque à Sérvia terá de ser muito hipócrita para condenar a invasão russa.

        • Otioobvio says:

          Vasil: por estes lados (Portugal) não faz falta vir com notícias falsas.

          A UE compra gás à Rússia (e cereais, etc etc como boa vontade e necessidade) a um ritmo de muitos muitos milhões de euros ao dia. Esse dinheiro NÃO CHEGA à população russa, só a um punhado de bilionários russos.

          Esta guerra não a provocou nem a UE nem os EUA. Foi a Rússia. Por isso quem está a dar um tiro no pé é a Rússia. Se isto vai favorecer o GPL dos EUA, Noruega, etc a culpa TOTAL é da Rússia.

          Explica-me lá como tem a culpa alguma entidade externa à Rússia (ou China ou Coreia do Norte). Não tem. Já está.

    • Memória says:

      O UK (ao contrário de Portugal) não se conformou ainda com a sua total insignificância.
      Mas isto são notícias muito positivas para o Primeiro-Ministro, servem para desviar as atenções.

    • André Villas Boas says:

      Já cá faltava a típica desinformacao Russa. Primeiro, essa comparaca nao tem sentido porque uma coisa nao pode justificar a outra (como alguem ja comentou, isso é whatboutismo). Segundo, estamos a comparar a invasao de uma democracia soberana que nao invadiu ninguem, com a invasao do Iraque – um país que tinha um ditador como chefe de estado, que usou armas químicas contra a propria populacao, que promoveu o terrorismo internacional, e até invadiu um outro país soberano? (Kuwait) É essa a comparacao que se está a fazer, a sério? Nível baixo.

      • darksantacruz says:

        É preciso ser anjinho para achar que os EUA invadiram o Iraque para tirar do poder um ditador que supostamente usou armas químicas contra a população…ja agora porque é que os EUA nao invadem todos os países que tenham ditadores? Não é preciso ter 2 dedos de testa.

        Não quero com isto defender a Rússia aliás abomino o que estão a fazer e acho que o mundo deveria agir. Agora que EUA e Rússia (e já agora China) fazem o mesmo com desculpas ridículas isso ninguém pode negar.

        • Vasil Gorbachev says:

          É tudo uma corja, tudo a fazer jogadas por interesses próprios.
          São todos imperialistas nojentos. Não há cá bonzinhos da fita. Pronto final.

          Só acho “piada” à cultura pro-americana que temos.
          Estes têm realmente “freedom” para fazer tudo o que lhes apetece.

        • PorcoDoPunjab says:

          darksantacruz, haja alguém que pense.
          Vc é dos poucos.
          Por isso estamos como estamos…

        • André Villas Boas says:

          darksantacruz, na primeira guerra do Golfo os EUA invadiram o Iraque porque o Iraque tinha invadido e ocupado o Kuwait. Na 2a invasao, o principal motivo eram as famosas WMDs que nao existiam, mas tambem o facto de que o regime do Saddam financiava varios grupos terroristas internacionais. Se calhar precisa de ler uns livros de historia.

          • darksantacruz says:

            sim continua a ser anjinho mas para mim foi mais isto :”Saddam controlled a country at the centre of the Gulf, a region with a quarter of world oil production in 2003, and containing more than 60% of the world’s known reserves” lamento ter colocado em ingles mas parece-me obvio o verdadeiro motivo da invasão alias basta ler uns quantos artigos norte-americanos e talvez fique iluminado.

          • Julio says:

            darksantacruz, considerando que os EUA tornaram-se independentes em termos de petroleo (fracking), para que e que eles precisavam do petroleo do Iraque? Alias, a producao de petroleo do Iraque foi-se abaixo com a invasao.

          • darksantacruz says:

            Meu caro Julio tambem quer que lhe explique porque motivo os EUA importam petroleo? teria todo o gosto para lhe explicar a maquina por detras dos EUA mas isso seria uma boa conversa de cafe e nao numa rede social. um bem haja

        • Julio says:

          darksantacruz, uma invasao justifica outra. Uma invasao que aconteceu ha 20 anos justifica uma invasao em 2022? Ah, pois, nao

          • darksantacruz says:

            Caro Julio parece-me que não me fiz entender mas volto a escrever: abomino qualquer tipo de guerras que fique bem claro.

            Agora que a malta pinta os EUA de santinhos é que me parece mal, os EUA são bons a mascarar a situação e a esconder o verdadeiro motivo quando criam guerras.

            Resumindo Russia e EUA fazem o mesmo mas com abordagens diferentes: Hollywood vs Kremlin.

          • Julio says:

            Eu nao pintei os EUA de santinhos, nem acho que o sejam. Mas neste caso estamos a falar de uma invasao da Ucrania, por parte da Russia, e o comentador Gorbachev veio logo dizer “Que bela borrada que US, UK, FR e lda fizeram”. Como disse ali em cima – isso eh whataboutismo. Ah, Israel ocupou a Palestina por isso a Russia tambem pode ocupar a Ucrania – mas que sentido eh que isto tem?! Zero.

          • Julio says:

            darksantacruz, de qualquer forma, e embora ninguem seja inocente nem sejam anjinhos, tenhamos uma coisa muito clara: Portugal eh um membro fundador da NATO, tal como os EUA. Somos membros da NATO e da UE, a nossa alianca eh muito clara – nao estamos do lado dos Russos.

          • darksantacruz says:

            Meu caro Julio acho que nao estou a escrever em PT em momento algum defendi a Russia ou EUA para mim sao todos iguais mas termino por aqui.

    • Tonheco says:

      A URSS desparaeceu, e o comunismo também vai desaparecer.

  12. Memória says:

    É preciso registar, e que fique bem gravado, que ainda antes da invasão da Ucrânia já a inflação tinha atingido níveis bem altos (pelo menos 6%).
    Não é possível que os USA e a UE continuem a turbinar a impressora de dinheiro falso (material e digital) sem criar uma grave crise inflacionária.
    Na Holanda está estimado que mais de um milhão de famílias não vão ser sequer capazes de pagar
    a conta do gás para aquecimento do próprio domicílio, e muitos já desligaram o aquecimento central em suas casas.

  13. Tiago says:

    Pessoal, quem quiser ter informações em tempo real, procurem um sub reddit com o nome Ukrainian Conflit

  14. jaugusto says:

    Então isto quer dizer que Portugal vai finalmente deixar de ser ultrapassado pelos países de leste!?

  15. Soueu says:

    Se a Rússia não tivesse as costas largas e aval da China nada disto acontecia.

  16. Otioobvio says:

    1) o mundo andava relativamente calmo e a Rússia não exportava artigos militares; o mundo está a apostar muito em energias renováveis, logo menos dependência de gás, menos compras Russia; nesta história a China e Coreia do Norte têm um papel escondido também….

    2) os países onde passam os gasodutos contam taxa, logo menos lucro Russia

    3) o Putin quer URSS.

    Temos aí razão. E preparem-se que a China e CN vão entrar na batalha…

  17. Jumper says:

    Acho que Putin caiu numa armadilha que lhe vai custar uma boa parte da Russia. Além de que a Ucrania não será uma presa facil e tem tudo para obrigar Putin a deslocar mais tropas e equipamento para a frente ucraniana. Já, agora, para poder atacar teve de deslocar tropas da frente oriental deixando desguarnecidos territorios que interessam à China. Ah! Putin foi fazer um acordo com os chineses. Pois, normalmente parece que corre tudo bem mas os chineses são… os chineses! E aquele manancial de gas e petroleo fazem tanto jeito…
    Deixo também uma interrogação: os russos produzem algum tipo de microprocessador, microcontrolador, RAM, placas gráficas? Algum deste tipo de material essencial no equipamento militar é fabricado na Russia?
    Ou compram aos USA, a Taiwan, ao Japão, Coreia e China? Não me esqueço de algumas intervenções militares americanas em que o material russo deixou de funcionar ou falhava os alvos ou explodiam no ar sem razão aparente. Mas vocês dirão de vossa justiça, como é usual LOL

    • Vasil Gorbachev says:

      Esta guerra é boa, pode fragiliziar ainda mais a UE, mas há uma nação ou outra que vai ficar a lucrar com a situação, e não me parece que seja a Rússia.

      • Julio says:

        “Esta guerra e boa” – espero que estejas a viver na Russia, nao em Portugal. Portugal e um estado membro da NATO (fundador) e da UE.

        • Vasil Gorbachev says:

          Há malta do outro lado do Atlântico que vai ficar a lucrar com este conflito, logo interessa. A fragilização da UE é “positiva” para outros mercados.

          Para nós que vivemos aqui em Portugal, sim, vai ser bastante negativo.

    • B@rão Vermelho says:

      Os Russos têm uma reserva de militares na casa dos dois milhões, ainda há muita carne para colocar no assador

  18. PorcoDoPunjab says:

    Jumper, falando apenas do que já vi, as armas russas funcionaram extremamente bem na Síria.
    Os novos mísseis Kalibr são do mais eficaz que pode haver além de outras armas supersónicas que já possuem.

    Não faço a menor ideia se os chips são produzidos por eles ou não, mas que estas armas metem qualquer um de pé atrás, lá isso metem…

  19. Tonheco says:

    Interessante ver que Comunistas e Nazistas são a mesma porcaria com cheiros diferentes.

    Ainda querem votar PCP?

  20. honorato says:

    ainda ninguem se lembrou de atacar o sistema de defesa da russia e controlar os misseis e lançar os misseis contra a propria russia. um ciberataque

  21. Infinity says:

    Se as guerras fossem combatidas entre os lideres de cada naçao em vez de inocentes, nao havia guerras

  22. Profeta says:

    Pronto foi montado mais um cavalo de troia. No fim ganham todos menos os civis inocentes.

  23. Vrael says:

    Eu vejo esta invasão da Ucrânia um Dejavu de Hitler na 2 guerra mundial, começou com o país dos Sudetas e a Austria, e o ocidente ficou a ver… agora é a Ucrania, o que será a seguir?! Ou as sanções são realmente esmagadoras e levam a Russia à beira da maior crise economica da história deles ou Putin ganhou completamente…O ocidente e o mundo devia cortar 100% relações, não há voos da Russia, não há venda de mantimentos, medicamentos, não há acesso ao swift nem a mercado nenhum do mundo excepto china e assim, ou seja isolar completamente a Russia e a população russa.

    • David Guerreiro says:

      O Putin está preparado para as sanções, isso foi tudo pensado. O país tem reservas suficientes para pelo menos 6 meses de guerra, independentemente das sanções que forem colocadas.

      • lmx says:

        O problema aqui para a Rússia não é só sanções.. há coisas muito mais importantes que ser sancionado ou não sancionado.
        Trata-se de uma questão de defesa, a Ukrania teve a ousadia de convidar a NATO, para as portas da Russia..por outras palavras, o que é que nós esperava-mos daqui?
        O que estamos a ver é a resposta a isso, e também ao facto de os Russos Ukranianos estarem a ser mortos no leste do País sem piedade..
        Mas o comediante ucraniano já veio dizer que …”ok ja percebi, tenho que me declarar como País neutro”, mas foi preciso lançar uma guerra para o palhaço perceber isso..

      • Memória says:

        Não sei se o ponto de vista da Rússia está a ser bem esclarecido em Portugal, mas Putin não o podia ter feito de forma mais clara e resumida:

        “. .. Considero necessário hoje falar novamente sobre os trágicos acontecimentos no Donbass e os aspectos-chave para garantir a segurança da Rússia.

        Começarei com o que disse em meu discurso em 21 de fevereiro de 2022. Falei sobre nossas maiores preocupações e preocupações e sobre as ameaças fundamentais que políticos ocidentais irresponsáveis ​​criaram para a Rússia de forma consistente, rude e sem cerimônia de ano para ano. Refiro-me à expansão da OTAN para leste, que está aproximando cada vez mais sua infraestrutura militar da fronteira russa.

        É um facto que nos últimos 30 anos temos tentado pacientemente chegar a um acordo com os principais países da OTAN sobre os princípios de segurança igual e indivisível na Europa. Em resposta às nossas propostas, invariavelmente enfrentamos enganos e mentiras cínicas ou tentativas de pressão e chantagem, enquanto a aliança do Atlântico Norte continuou a se expandir apesar de nossos protestos e preocupações. Sua máquina militar está se movendo e, como eu disse, está se aproximando de nossa fronteira.

        Por que isso está acontecendo? De onde veio essa maneira insolente de falar do alto de seu excepcionalismo, infalibilidade e toda permissividade? Qual é a explicação para esta atitude desdenhosa e desdenhosa aos nossos interesses e exigências absolutamente legítimas?

        A resposta é simples. Tudo é claro e óbvio. No final da década de 1980, a União Soviética ficou mais fraca e, posteriormente, se separou. Essa experiência deve servir como uma boa lição para nós, porque nos mostrou que a paralisia do poder e da vontade é o primeiro passo para a degradação e o esquecimento completos. Perdemos a confiança por apenas um momento, mas foi o suficiente para atrapalhar o equilíbrio de forças no mundo. . . .”

    • PorcoDoPunjab says:

      Vrael, todos esses problemas foram acautelados.
      Pensa que são todos burros?
      Em relação aos voos, se a Rússia decidir vetar o seu espaço aéreo ás companhias externas, vai ser o bom e o bonito para fazer viagens para a Ásia..
      Não lhes dê ideias.

  24. vacinasfuncionam says:

    E assim do nada deixaram de ser “especialistas” em vacinas e SARS/CoV2 e passaram a dominar politica… Existe uma razão para o PS ganhar com maiorias. Fica aqui a prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.