Quantcast
PplWare Mobile

Pedaço de satélite chinês por pouco não atingiu a Estação Espacial Internacional

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. Cristina Rodrigues says:

    China anda a abusar.

  2. HB76 says:

    Nós somos especialistas em poluição, onde se inclui o espaço.

  3. David Guerreiro says:

    Felizmente a maioria desse lixo acaba por decair na órbita e entra na atmosfera. O pior mesmo é o lixo em órbitas bem mais elevadas.

  4. mlopes says:

    não há lugar algum que os humanos metam as patas que não acabe carrregado de lixo! é impressionante

  5. KeyboardWarrior says:

    Com a quantidade de lixo espacial que já existe, qualquer dia até vai ser benéfico, pois vai atuar como uma camada protetora contra os raios solares…. e por consequencia as alterações climáticas. kkkkkk

  6. Informático Amador says:

    Que é feito daquele projecto do “camião de lixo espacial”, que em órbita, iria recolher estes detritos e incinerá–los, ou trazer para a Terra para incineração controlada? Ou daquele projeto mais recente de “atrair” tipo imane, esses detritos para depois os destruir? Eram inviáveis, eram caros, não passaram do papel, o que foi?

  7. Miguel Nóbrega says:

    Abaixo projectos como o starlink, não podemos comercializar o espaço!

    • Vítor M. says:

      Mas isso não faz sentido, então tinhas de pedir o “abaixo” as TVs, comunicações em geral e sobretudo a internet como a conheces agora. Já para não falar nos satélites militares e de outra índole menos abonatória que por lá vagueiam.

      • Miguel Real says:

        Tem razão. Nos planos de qq satélite deveriam incluir a sua destruição no fim de vida útil, (com combustível suficiente para o enviar numa rota destrutiva de volta), mas como só o lucro importa, (e quem disser o contrário é tolo), limpar e reciclar só será viável quando der lucro! como se viver num planeta menos poluído não fosse em si algo com que todos os seres vivos “lucram”.

  8. Miguel Real says:

    Boas, mas afinal são TODOS hipócritas e irresponsáveis, (nada de novo), cá por baixo quem faz o lixo não é responsabilizado porque seria lá por cima? , (só o consumidor final).
    Pois se o que produz, (cá por baixo e lá em cima), fosse responsabilizado e obrigado a limpar e reciclar seria muito caro e muito mau para o negocio exemplo: menos doentes-menos € para as farmacêuticas, I&D só para enriquecer rápido não para verdadeiramente Evoluir com raras exempções. Militarizar o espaço??? desde do inicio que o fazem com satélites espiões, e satélites para o próprios governos fiscalizares os agricultores mas não os grandes poluidores; enfim o costume e não vai melhorar pois afinal a memória colectiva é muito curta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.