Quantcast
PplWare Mobile

O que podemos esperar do aquecimento futuro do planeta?

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Samuel MG says:

    O que se pode esperar é uma era glaciar.

    • gonsa says:

      O que nos espera é o oposto.

      • Godlike says:

        @gonsa
        Deve ser por isso que os bilionários estão a investir tanto na África, certo?
        E deve ser por isso também que estão a financiar as emigração em massa de pessoas dos países árabes, que coincidentemente são os países mais quentes…

        • Wishmaster says:

          @Godlike

          Exacto. E os investimentos de dezenas de biliões que estão a ser feitos à beira-mar. Claro que, no caso dos oceanos (ligado ao aquecimento global), os níveis não vão subir como falsamente apregoam.

          O que dizes é bem interessante, de facto, se os modelos estiverem correctos, vamos testemunhar um grande arrefecimento e possivelmente uma pequena era glaciar de 2030 a 2050, se o sol continuar com a mesma tendência nos seus ciclos… Já faltou bem mais. 🙂

        • ze says:

          Desde o inicio do milénio que todos os bilionários têm investido na nova zelandia, numa pequena vila, muitos têm grandes casas com bunkers com acesso a água potavel corrente.

    • Abreu says:

      Isso pode acontecer samuel, para isso basta que aquele mega vulcão no parque de Yellowstone entre em erupção, vai dar uma mini era glaciar.

    • Luís says:

      É verdade.
      Quando o aumento da temperatura provar a paragem das “bombas” das corentes oceânicas o gelo dos pólos começa a descer para as regiões mais a sul. Já aconteceu e vai voltar a acontecer.

  2. AlexX says:

    Podemos esperar um cenário oposto ao revelado no filme “O dia depois de amanhã”, que é a temperatura nalgumas zonas da terra subir em menos de 1 segundo para valores de forno…de cerâmica. Outras zonas serão poupadas. Os 54,4° C registados há uma semana não são nada, quando for a doer é de repente.

  3. Trump misto só says:

    Desculpas e invenções para não se fazer o que deve ser feito: erradicar a pobreza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.